Busca BOL

Quarta-feira, 30 de julho de 2014

BOL Notícias

Bope faz operações no morro do Juramento e na Vila Cruzeiro (RJ)

Do UOL Notícias*
Em São Paulo


Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) estão nesta sexta-feira (23) no morro do Juramento e na Vila Cruzeiro, na zona norte, em mais um dia de operações da Polícia Militar em favelas do Rio de Janeiro. O último balanço divulgado pela corporação informa que até o momento 41 pessoas foram presas e 33 mortas em confrontos entre traficantes e policiais.

De acordo com a PM, 27 eram criminosos, três eram inocentes e três eram policiais. Ao todo, 31 armas e cinco granadas foram apreendidas e cinco carros foram recuperados.

Ontem à noite, um cabo do 14º Batalhão (Bangu), identificado apenas como Caldeiras, foi atingido por um tiro na cabeça, na Vila Vintém, zona oeste do Rio. Ele foi levado para o Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, em estado grave.

Segundo a PM, uma pessoa ligou para o Centro de Operações da corporação e afirmou que um desconhecido realizava disparos da janela de um prédio. Quando a viatura do batalhão chegou ao local, o PM foi atingido. Um suspeito foi preso.

Ainda ontem, mais duas pessoas foram presas durante uma operação na favela da Cidade Alta, no bairro de Cordovil, zona norte. Eles são acusados de participar da tentativa de invasão ao morro dos Macacos, em Vila Isabel, no último sábado.

Cinco menores também foram apreendidos. Durante a ação, foram encontradas 223 trouxinhas de maconha, 362 sacolés de cocaína, 68 pedras de crack, 19 bolinhas de haxixe e uma pistola.

PMs levam pertences de coordenador
do AfroReggae; assista


Na quinta-feira, cinco operações aconteceram na cidade: uma nos morros de Fallet e Fogueteiro, uma no Complexo dos Lins e em Cachoeirinha, uma na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, uma na favela das Kelson's, na Penha, e uma na favela Barreira do Vasco, em São Cristóvão.

O objetivo das ações é localizar e prender traficantes envolvidos nos ataques ocorridos no último fim de semana no morro dos Macacos, quando um helicóptero da polícia foi abatido por traficantes, causando a morte de três policiais.

A cúpula da Segurança Pública do Rio definiu como prioridade a captura do traficante Fabiano Atanázio, o "FB". Apontado como chefe do tráfico da Vila Cruzeiro, ele teria liderado no sábado a invasão ao morro, dominado pela quadrilha Amigos dos Amigos.

O Disque Denúncia aumentou de R$ 2.000 para R$ 5.000 a recompensa por informações que levem à captura de "FB".

* com informações da Agência Estado
Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego