Busca BOL

Quarta-feira, 24 de setembro de 2014

BOL Notícias

Lula diz que vinha pedindo para Dilma tirar peruca; Alencar afirma que visual está moderno

O novo visual da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), que aposentou a peruca utilizada durante o tratamento contra o câncer, provocou reações no comando do governo. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez referência ao visual durante uma cerimônia para a entrega do prêmio Direitos Humanos de 2009. Ao comentar a luta da ministra contra a ditadura, Lula disse que há mais de um mês vinha pedindo para a ministra tirar a peruca.

Os elogios mais intensos partiram do vice-presidente José Alencar, que também luta contra o câncer desde 1997. Ele lembrou que já enfrentou situação semelhante de perder os cabelos. "Eu já passei por isso. Eu também perdi o cabelo, mas agora está nascendo. Eu estou meio calvo ainda, mas está nascendo. Agora, está bonito o cabelo dela. Está moderno", disse.

Alan Marques/Folha Imagem
Dilma abandona peruca e aparece de cabelos curtos em evento em Brasília
Dilma abandona peruca e aparece de cabelos curtos em evento em Brasília


Alencar ainda saiu em defesa de Dilma para à sucessão do presidente Lula. "Há uma característica na pessoa da ministra Dilma que deve ser observada: ela é uma mulher brava e nós precisamos sempre que, à frente do governo, esteja alguém com determinação, com seriedade, com competência. A Dilma possui tudo isso. Não é por acaso que o presidente Lula a escolheu como sua indicada. É porque ela merece e o Brasil também merece que ela esteja à frente da Presidência da República."

Sobre seu futuro, o vice-presidente disse que pretende voltar ao Senado, mas que isso vai depender de seu estado de saúde. "Só levarei meu nome [ao Senado] se Deus me deixar. As coisas estão indo bem, o tumor está definhando, isso significa que está secando, está desaparecendo. Alguns médicos já falam para eu colocar o verbo no passado. Eles dizem que havia um câncer no Zé Alencar. Tudo indica que não há mais. Então, se Deus me curar, se ficar constatado, e eu tiver condições de exercer o mandato, então eu aceito", disse.

Novo visual

Após sete meses recorrendo a uma peruca durante as aparições públicas para evitar mostrar as falhas no cabelo provocadas pelo tratamento contra o câncer, a ministra exibiu hoje, pela primeira vez, um visual de cabelos curtos, em tom castanho escuro.

A ministra adiantou em novembro que pretendia aposentar a peruca, quando o penteado ficasse mais uniforme. Ela assumiu que usava peruca em maio. Na ocasião, demonstrando bom humor, Dilma disse que recorreu a uma "peruquinha básica".

Os fios de cabelo começaram a cair por causa do tratamento contra um linfoma. Em setembro, a equipe médica que acompanhava a ministra anunciou que o tratamento estava encerrado.

Dilma anunciou em 25 de abril a retirada de um nódulo de 2,5 centímetros da axila esquerda. Em meados de maio, ela foi internada no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, com fortes dores nas pernas. Na ocasião, foi diagnosticada com miopatia, uma inflamação muscular provocada pelo tratamento contra o câncer.

Em setembro, a ministra disse que o tratamento lhe fez dar mais valor à vida e que o momento mais difícil foi receber a notícia da doença.

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego