Busca BOL

Quarta-feira, 17 de setembro de 2014

BOL Notícias

Saiba quem são os principais traficantes do Rio de Janeiro

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Elias Pereira da Silva - Elias Maluco
Apontado como líder máximo do Comando Vermelho
Área de Influência: favelas dominadas pela facção
Foi preso em 2002, após a morte do jornalista Tim Lopes, crime pelo qual foi condenado a 28 anos e seis meses de prisão. O assassinato aconteceu na Vila Cruzeiro. Acusado de liderar o Comando Vermelho, mesmo de dentro da prisão, foi transferido da Penitenciária Federal de Catanduvas (PR) para o presídio federal de Porto Velho (RO), após os ataques da última semana de novembro no Rio de Janeiro Leia mais
Márcio dos Santos Nepomuceno - Marcinho VP
Apontado como líder máximo do Comando Vermelho
Área de Influência: Complexo do Alemão
Chefiava o tráfico do Complexo do Alemão e é um dos principais aliados de Fernandinho Beira-Mar. Em 2002, os dois estavam juntos no presídio de segurança máxima de Catanduvas (PR), mas Beira-Mar foi transferido para o presídio federal de Campo Grande (MS). VP foi condenado a 36 anos de prisão por esquartejamento. Acusado de liderar o Comando Vermelho, mesmo de dentro da prisão, foi transferido para o presídio federal de Porto Velho (RO), após os ataques da última semana de novembro no Rio de Janeiro Leia mais
Luiz Fernando da Costa - Fernandinho Beira-Mar
Apontado como um dos chefes do Comando Vermelho
Área de Influência: Complexo do Alemão
O traficante com fama de estudioso está no presídio federal de Campo Grande (MS) desde 2001, quando foi encontrado na Colômbia. Já passou por várias penitenciárias, e foi o primeiro a ocupar a de Catanduvas (PR). Em 2002, organizou uma rebelião no presídio de Bangu, no Rio, só para matar um rival. Segundo um dos maiores traficantes colombianos, Juan Carlos Abadia, Beira-Mar teria um plano para sequestrar autoridades, entre elas, o filho do presidente Lula. Tem condenações por tráfico de drogas e formação de quadrilha. Segundo investigações, comanda o tráfico no Rio de Janeiro mesmo de dentro do presídio. Terminou o ensino médio na prisão, e agora espera uma autorização judicial para cursar gestão financeira à distância Leia mais
Elizeu Ferreira de Souza - Zeu
Apontado como um dos chefes do Comando Vermelho
Área de Influência: Complexo do Alemão
Condenado como um dos assassinos do jornalista Tim Lopes, ocorrido em 2002. Estava foragido desde julho de 2007, quando obteve permissão para visitar a família e não retornou. Foi preso durante a megaoperação realizada na Vila Cruzeiro e Complexo do Alemão. A recompensa oferecida pela captura era de R$ 10 mil Leia mais
Marcus Vinícius da Silva - Lambari
Apontado como um chefes do tráfico do Comando Vermelho
Área de Influência: Favela do Jacaré
Foi preso durante a megaoperação no Complexo do Alemão graças a uma denúncia anônima no Disque-Denúncia. Estava em liberdade desde setembro do ano passado, após cumprir 11 dos 12 anos a que tinha sido condenado. Chegou a ficar preso na Penitenciária de Catanduvas (PR). Foi solto por decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Leia mais
Emerson Ventapane da Silva - Mão
Apontado como um dos chefes do Comando Vermelho
Área de Influência: Complexo do Alemão
Comandava uma quadrilha de roubo de cargas e é conhecido por matar policiais. São atribuídas a ele as mortes de pelo menos cinco PMs desde o ano passado. Ele foi preso portando um fuzil numa área conhecida como Inferno Verde, na favela da Grota, no Complexo do Alemão Leia mais
Fabiano Atanásio da Silva - FB
Recompensa: R$ 5.000
Apontado como um dos chefes do Comando Vermelho
Área de Influência: Penha e morro do Alemão
Chefia o tráfico de drogas da favela Vila Cruzeiro, localizada na zona norte do Rio de Janeiro, que foi invadida pela megaoperação da Polícia Militar, com a ajuda das Forças Armadas. FB teria mandado instalar câmeras nas ruas da favela para monitorar a entrada de moradores e da polícia, o que tornava o local um dos mais difíceis de ocupar Leia mais
Antônio Francisco Bonfim Lopes - Nem
Recompensa: R$ 5.000
Um dos chefes da ADA (Amigos dos Amigos)
Área de Influência: Rocinha
Um dos líderes mais importantes da ADA. Com um grupo de comparsas muito bem armados e com treinamento tático, escapou de um confronto com policiais quando saía de um baile no Vidigal, em agosto de 2010. Seus comparsas invadiram um hotel de luxo e mantiveram 35 reféns até que ele estivesse em segurança Leia mais
Márcio José Sabino Pereira - Matemático, Cabeça ou Batman
Recompensa: R$ 2.000
Apontado como um dos chefes do Terceiro Comando
Área de Influência: Senador Camará, Rebu, Vila Aliança, Taquaral
Sucessor de Robinho Pinga, fornece armamentos e drogas para outras comunidades como Acari e morro dos Macacos. Preso em Abril de 2004 foi condenado a 12 anos de prisão e possui 13 anotações criminais, mas com o benefício de trabalho extramuros, não retornou a prisão
Wellington Fernandes de Freitas - Manteiguinha da Vila Kennedy
Um dos assaltantes do Comando Vermelho
Área de Influência: Vila Kennedy e Rio de Janeiro
Faz parte de uma quadrilha especializada em roubar joalherias. Além de joias, a quadrilha tem preferência por relógios e canetas de marcas famosas. Um dos primeiros roubos registrados aconteceu no dia 18 de fevereiro de 2009, quando roubaram mais de R$ 1 milhão em produtos de uma loja de canetas de luxo e relógios, num shopping na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Em 13 de Janeiro, o grupo teria roubado a loja da Montblanc no shopping Pátio Higienópolis, em São Paulo. Já fez parte de uma quadrilha com Bruninho G-3, morto em confronto com a polícia em 2004, e com Dinho Porquinho, atualmente preso em um presídio em Mato Grosso do Sul. A recompensa por sua captura era de R$ 10 mil Leia mais
Luiz Cláudio da Rocha Mero - Berola
Recompensa: R$ 2.000
Apontado como um dos chefes do Comando Vermelho
Área de Influência: Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, Barreira do Vasco e Turano
Berola ficou conhecido quando chefiava o tráfico na Barreira do Vasco e comandava um dos maiores “bondes” de assaltantes de veículos da zona norte. Em 2002, passou a comandar o morro do Turano. Expulso pela ação da polícia na implantação da UPP (Unidade da Polícia Pacificadora), passou a se refugiar na favela Paula Ramos. O formato de bailes funk, como hoje é conhecido, tem forte influência do traficante. Ele teria sido um dos primeiros a usar o evento para atrair consumidores de drogas
Valquir Garcia dos Santos - Carré
Recompensa: R$ 2.000
Um dos chefes da ADA (Amigos dos Amigos)
Área de Influência: Morro do Coroa, Santa Tereza
Condenado a 11 anos por tráfico de drogas e com 17 anotações criminais, recebeu o direito de visita periódica ao lar, em fevereiro de 2010, mas não retornou ao presídio. Na mesma noite, foi visto em uma grande festa para comemorar seu retorno. Em agosto de 2005, foi baleado na barriga e no braço durante um confronto e acabou preso depois de fazer uma família refém. Em 2006, mesmo atrás das grades, determinou o fechamento do comércio na região do Catumbi quando seu irmão Valcinei Garcia dos Santos, o Caê, foi morto pela polícia
Alexander Mendes da Silva - Polegar
Recompensa: R$ 2.000
Um dos chefes do Comando Vermelho
Área de Influência: Morro da Mangueira
Preso em janeiro de 2002 e condenado a 16 anos de prisão por tráfico e associação para o tráfico, conseguiu a transferência para regime aberto e não voltou. Polegar foi preso em Fortaleza em 3 de janeiro de 2002. Ele tem 15 anotações criminais, com três condenações pela Justiça. O traficante, segundo denúncias, estaria se escondendo no morro do Alemão e na Mangueira Leia mais
Anderson Rosa Mendonça - Coelho
Recompensa: R$ 2.000
Um dos chefes da ADA (Amigos dos Amigos)
Área de Influência: Estácio, Rio Comprido e Catumbi
Principal chefe da facção ADA em liberdade, herdou a liderança da facção após a morte de seu tio, Gan Gan, um dos mais violentos traficantes do Rio. Com a tomada da favela da Mineira em 2007, conseguiu dominar as mais importantes favelas da região. Em 2010, perdeu seu principal aliado Rogério Rios Mosquera, o Roupinol, que controlava a rota de drogas por Macaé, sua cidade natal, morto pela polícia
Luciano Martiniano da Silva - Pezão
Recompensa: R$ 2.000
Um dos chefes do Comando Vermelho
Área de Influência: Complexo do Alemão
Preso em 2005, foi solto em fevereiro de 2008 e voltou a gerenciar pontos de drogas do Complexo do Alemão. Era considerado o braço direito de Tota, chefe do Alemão, mas quem ditava as ordens no morro era Marcinho VP. Desde 2002, o Disque-Denúncia registrou 62 informações sobre o traficante. No bando, há menores com idade entre 13 e 16 anos, além de mulheres. Pezão também atua na exploração do jogo ilegal através de máquinas de caça-níqueis, roubos de cargas, automóveis e roubos em geral. Alguns ladrões de banco profissionais são ligados a sua quadrilha Leia mais
  • *Com informações do Disque-Denúncia e da FolhaOnline
Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego