Busca BOL

Segunda-feira, 20 de outubro de 2014

BOL Notícias

Movimento é normalizado no metrô e na CPTM após falha em SP

MARINA GAMA
COLBORAÇÃO PARA A FOLHA

O movimento nas estações de trem e de metrô de São Paulo já estava normalizado por volta das 11h desta quarta-feira após as falhas registradas nos dois sistemas mais cedo. O problema causou lotação e alguns passageiros levaram até duas horas e meia para fazer de trem um percurso que costuma ser de uma hora.

"Meu percurso de Carapicuíba a São Paulo foi normal, mas a partir da estação Osasco começou a minha tristeza. O trem parou em todas as estações e ficou parado em casa uma", afirmou o vendedor Alison Aparecido Chagas, 18, que trabalha em uma loja no terminal Santo Amaro.

Ele relatou ainda que saiu às 5h de Carapicuíba (Grande SP) e chegou ao trabalho apenas às 8h. Segundo Chagas, ele consegue chegar ao terminal por volta das 6h30 em dias normais.

Ele relatou ainda que o movimento no terminal Santo Amaro foi muito superior ao registrado em outros dias, em decorrência do problema no metrô e na CPTM. De acordo com ele, as filas para os ônibus com destino aos terminais Bandeira e Pinheiros ficaram acima do normal até por volta das 9h30.
 

  Guilerme Basílio/Leitor  
Leitor flagra plataforma da estação Sé do metrô lotada no embarque da linha 1-azul, sentido Jabaquara
Leitor flagra plataforma da estação Sé do metrô lotada no embarque da linha 1-azul, sentido Jabaquara


A analista de suporte Priscila Rodrigues, 20, utilizou o ônibus para fazer uma parte do percurso ao trabalho e também percebeu um movimento superior ao normal. "Quando cheguei a estação Grajaú estava impossível e decidi pegar o ônibus, mas quando cheguei no terminal Santo Amaro estava pior [do que o trem]", afirmou.

O editor Rafael Sguifato, 27, também tentou pegar um trem na estação Grajaú, mas desistiu após esperar por cerca de uma hora e voltou para casa. Segundo ele, todas as composições que passaram estavam lotadas. "É complicado. É uma situação que não acontece a cada dois ou três meses, é recorrente", afirmou.

Segundo Sguifato, dois colegas de trabalho também faltaram no trabalho. De acordo com ele, as duas pessoas moram na zona leste e precisariam pegar a linha 3-vermelha do metrô, também afetada por falha.
 

  Diego Padgurschi/Folhapress  
Vagão lotado na estação Sé do metrô, no sentido Barra Funda, após problema que afetou circulação de trens
Vagão lotado na estação Sé do metrô, no sentido Barra Funda, após problema que afetou circulação de trens


FALHA

Problemas afetaram a circulação de trens nas linhas 1-azul, 3-vermelha e 5-lilás do metrô, além da linha 9-esmeralda da CPTM na manhã de hoje.

Na CPTM, houve um problema no sistema de energia que fez com que os trens passassem a circular em apenas uma via entre as estações Granja Julieta e Santo Amaro. Com isso, a velocidade das composições foi reduzida em toda a linha, o que provocou lotações.

A linha 5-lilás do metrô, que tem interligação com a CPTM, também operou com velocidade reduzida durante a falha para evitar lotações ainda maiores em decorrência do problema.

O metrô também teve falha na manhã de hoje, quando um trem que passava pela estação Pedro 2º, na linha 3-vermelha, no sentido Barra Funda, teve um problema no sistema pneumático, o que afetou o sistema de portas, freios, entre outros. A informação é da assessoria do Metrô.

Com o problema, o trem teve que ser esvaziado e levado para a manutenção. As demais composições da linha tiveram que trafegar com velocidade reduzida e maior tempo de parada até as 7h21. Na linha 1-azul, o metrô também implantou a operação com velocidade reduzida para evitar lotações em plataformas.

Ainda na linha 1-azul, uma falha de tração entre as estações Vila Mariana e Santa Cruz fez com que as composições de toda a linha voltassem a circular com velocidade reduzida e maior tempo de parada entre as 7h39 e as 8h03.

A composição com problema seguia sentido Jabaquara e também teve de ser esvaziada na estação Santa Cruz e retirada de circulação para manutenção. Apesar de o problema já ter sido resolvido, ainda havia lotações em algumas plataformas por volta das 9h.

Algumas estações chegaram a conter os passageiros nas catracas durante os problemas, mas a medida não conseguiu evitar lotações nas plataformas.

 

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego