Busca BOL

Terça-feira, 29 de julho de 2014

BOL Notícias

Brasil é quinto país com maior número de diabéticos no mundo

Thinkstock

O número de brasileiros com diabetes deve aumentar para 12,7 milhões em 20 anos

Lilian Ferreira
Do UOL, no Rio de Janeiro

O Brasil é o quinto país com maior número absoluto de diabéticos no mundo e deve permanecer na mesma posição em 2030, segundo a Federação Internacional de Diabetes. Em 2010, 7,6 milhões de brasileiros tinham diabetes, número que deve aumentar para 12,7 mi em 20 anos.

Em vista do número alarmante, chamado de epidemia pelo presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes, Balduíno Tschiedel, a entidade começa a partir da próxima semana um trabalho de capacitação e parceira com as secretarias estaduais de saúde.

"É muito difícil ter números de diabetes no Brasil, estimativas apontam para 7,6 mi, mas este número pode chegar a 10 milhões. Por isso, vamos trabalhar com os Estados para um maior controle do número de diabéticos no país e da capacitação para melhorar o atendimento", disse o endocrinologista.

No mundo, 285 milhões de pessoas com diabetes, em 2010, mais 344 milhões com tolerância à glicose prejudicada. Em 2030, 439 milhões deverão ser diabéticos e outros 472 ter tolerância reduzida, o que seria um "pre-diabetes". Os campeões mundiais são Índia, China e Estados Unidos, respectivamente.

O médico explica que com a melhora de renda mundial, a sobrevida da população também tende a aumentar e junto o diabetes, principalmente na faixa dos 60 aos 79 anos. Para ele, só a mudança no estilo de vida pode combater a doença.

  • Reprodução

    Saiba mais sobre o que é diabetes, os sintomas e possíveis complicações da doença

O diabetes tem dois tipos, o tipo 1, resultado de um processo auto-imune, e o tipo 2, que representa 90% dos casos e está ligado ao estilo de vida. Mais de 80% dos diabéticos tipo 2 tem sobrepeso ou obesidade. No Brasil, 40% da população tem sobrepeso e 10 a 15% tem obesidade.

A doença quando não tratada adequadamente leva a diversos problemas de saúde correlacionados como: aumenta de 2 a 4 vezes o risco de doenças cardíacas -- a principal causa de morte dos diabéticos, é a principal causa de cegueira dos 20 aos 74 anos e é a principal causa de doença renal terminal.

Tschiedel lembra, ainda, que 60% a 70% dos diabéticos apresentam alterações no sistema nervoso e 50% das amputações de membros inferiores por doença são causadas pelo diabetes.

 

 

 

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego