Busca BOL

Sexta-feira, 21 de novembro de 2014

BOL Notícias

Masturbação melhora a vida sexual e facilita o orgasmo; veja dicas para explorar o próprio corpo

Julia Bax/UOL

Masturbação dá autonomia para escolher quando ter orgasmo num determinado momento, diz especialista

Cléo Francisco
Do UOL, em São Paulo

Por séculos, a masturbação foi um tabu cercado de vários mitos. Dizia-se que o ato podia causar acne, pelos nas mãos e até impotência -tudo para inibir homens e mulheres que pensassem em praticá-lo. “Na história da sexualidade, sempre foi proibida qualquer prática que não fosse realizada com o objetivo de gerar filhos", diz o urologista, sexólogo e professor de sexualidade da Faculdade de Medicina do ABC Celso Marzano, autor do livro "O Prazer Secreto" (Editora Éden). "Havia uma espécie de shorts para impedir que os homens tivessem ereção à noite e eram colocadas faixas nas mãos para que não mexessem no pênis", diz Marzano. "Com o passar do tempo, houve aceitação para os meninos, porque os pais achavam bonitinho que eles se tocassem. Mas até hoje ninguém deixa a menina fazer o mesmo”.

Para homens e mulheres, a inibição em se tocar pode se tornar um empecilho para desfrutar de momentos de descoberta. “A masturbação nos ajuda no autoconhecimento e também na satisfação do desejo. É gostoso poder se dar prazer sem depender do outro”, diz Cristina Romualdo, psicóloga, terapeuta sexual e autora do livro "Masturbação" (Editora Expressão & Arte). A psicóloga Carla Zeglio, especialista em terapia sexual e de casal, concorda com essa linha de pensamento. “A masturbação nos dá autonomia para escolher se queremos ou não ter orgasmo num determinado momento. E, ao descobrir como meu corpo funciona, amplio a possibilidade de ter prazer com o outro, que poderá saber do que gosto. Isso vale para homens e mulheres”, diz Carla.

Homens são práticos e mulheres precisam de clima 
Na hora da masturbação, homens tendem a ser práticos e vão direto ao ponto: os genitais. Já as mulheres preferem criar ambiente e clima para a prática. “No geral, elas precisam de fantasias ligadas a cenas românticas para começar a tocar o corpo e se excitar. Homens são mais práticos”, afirma Celso Marzano. “A maioria dos homens fica praticamente apenas na fricção do pênis. No geral, esse é o centro da sexualidade deles", diz a psicóloga Cristina Romualdo. "Mulheres são mais ricas nesse sentido, pois não se concentram apenas no clitóris e podem usar dedos ou vibradores”. (Conheça mais sobre massageadores e vibradores aqui.)

Algumas mulheres chegam a fazer desse um momento especial. “Uma mulher me disse que quando ia se masturbar preparava seu próprio ritual: abria um vinho, colocava a música de que mais gostava, preparava uma mesa de queijos e dançava sozinha", diz Carla Zeglio. "Isso é bárbaro. Ela poderia  fazer isso com o parceiro, mas aquele era um momento só dela, é a possibilidade de escolha”. 

O preconceito parece ser um dos motivos para a ala masculina resistir em aproveitar a prática para acariciar outras áreas do corpo. “Para eles, essa exploração é mais difícil, porque acabam associando à homossexualidade”, diz Celso. O urologista e sexólogo ressalta que a masturbação é utilizada também como uma das técnicas para ajudar no controle da ejaculação precoce.

Passos para descobrir pontos de prazer no corpo

Mulheres:

1. Comece no banho, reservando um pouco mais de tempo que o de costume. Toque seu corpo com esponja e sabonete e, depois, só com as mãos; sinta a diferença. Desfrute desse momento que é só seu.

 

2. Ensaboe todas as partes do corpo: desde a sola do pé até o couro cabeludo. Se possível, desligue o chuveiro nessa hora e perceba como sua pele reage e o que é mais prazeroso.

 

3. Depois de sair do banho e se enxugar, passe um creme ou óleo pelo corpo e se concentre nas sensações. 

 

4. Pegue um espelhinho para olhar o genital enquanto se toca com os dedos, usando diferentes tipos de toques e fricção.

 

5. Explore delicadamente o clitóris, grandes lábios, canal da uretra e vaginal com os dedos. Preste atenção às diferentes sensações, o que agrada e o que não é tão bom.

 

6. Não se preocupe com o próximo passo e também não sinta a obrigação de continuar ou de chegar ao orgasmo.

 

7. Se tiver tempo e se sentir preparada para a masturbação, siga em frente. Repita os passos anteriores quantas vezes achar necessário.

 

8. As mulheres podem utilizar os dedos na manipulação dos genitais ou usar vibradores. Mas atenção às recomendações de uso do fabricante.

 

9. Vibradores podem ser utilizados também apenas para estímulo do clitóris, sem necessidade de penetração. E não são obrigatórios. Só devem ser utilizados se a mulher tiver desejo ou curiosidade.

 

Homens:

1. Além de explorar o corpo todo, os homens podem também variar na pressão das mãos ou mesmo mudar a posição do corpo na hora da masturbação: ficar de lado ou em pé.

 

2. Uma sugestão é acariciar áreas como o saco escrotal, mamilos e coxas, descobrindo novas formas que lhes deem prazer com o toque.

 

Para saber como explorar melhor os pontos erógenos do homem e da mulher, clique aqui.

Enquete

Carregando enquete...
Computando seu voto...
Carregando resultado
  • 5779
  • simples
  • false
Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego