Busca BOL

Sábado, 25 de outubro de 2014

BOL Notícias

Aos 93, americano concorre ao título de o mais velho entregador de jornais

DO "NEW YORK TIMES"

No setor de jornais dos Estados Unidos, as demissões constantes fizeram com que os repórteres grisalhos desaparecessem. Mas Newt Wallace, 93, sobreviveu.

A cada quarta-feira, ele vai à sede do "Winters Express", o jornal da cidade californiana de cerca de 6.600 habitantes, cola as etiquetas nas 1.300 cópias recém-impressas do semanário, pendura no ombro uma sacola contendo dezenas de jornais, coloca o boné e começa sua rota.

Wallace percorre os mesmos quarteirões do centro de Winters desde 1947 e é um concorrente ao título de entregador de jornais mais velho do planeta. O livro "Guinness" dos recordes atribui o posto a Ted Ingram, que completou 93 anos em 14 de fevereiro. Mas Wallace é oito meses mais velho que Ingram.

Max Whittaker/The New York Times
Newt Wallace, 93, distribui o "The Winters Express" na Califórnia; americano concorre ao título de entregador de jornais mais velho
Newt Wallace, 93, distribui o "The Winters Express" na Califórnia; americano concorre ao título de entregador de jornais mais velho


A confirmação do recorde depende de Charley, filho de Wallace e editor do jornal, que precisa completar a papelada que recebeu do livro.

Especialistas em jornais afirmam que o mundo em que Wallace viveu já é parte do passado. O trabalho com certeza é cansativo, e Wallace já pensou em desistir.

"Ele já quis se demitir, mas eu respondi pedindo que ele citasse três amigos da idade dele que estivessem aposentados e ainda vivos", conta Charley Wallace. "Ele pensou a respeito e voltou para sua mesa."

Tradução de PAULO MIGLIACCI

Enquete

Carregando enquete...
Computando seu voto...
Carregando resultado
  • 5779
  • simples
  • false
Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego