Busca BOL

Quarta-feira, 17 de setembro de 2014

BOL Notícias

Marido ciumento faz corredora vaidosa adotar meião de futebol para ficar menos "pelada"

REUTERS/Jorge Silva

Brasileira Rosângela Santos chora no pódio do Pan; velocista mudou estilo de roupa

José Ricardo Leite
Do UOL, em São Paulo

Vaidosa, com unhas pintadas, cabelo feito e maquiagem, a corredora brasileira Rosângela Santos, dos 100 m rasos, tem usado um apetrecho a mais em seu vestuário durante as provas que disputa: um meião que lembra muito os dos jogadores de futebol.

E o motivo de acrescentar esta peça, ao contrário de outras, não é a vaidade. E sim o ciúme do marido, Phellippe Almeida, um funcionário da marinha e que reclamou das roupas curtas usadas pela mulher em provas de atletismo.

ROSÂNGELA SANTOS DE MEIÃO

  • Wagner Carmo/Divulgação/CBAT

A tática do meião de futebol foi então usada para se sentir menos “pelada”, apesar de dizer que acha que a peça a deixa mais bonita. Este foi seu vestuário no GP São Paulo de atletismo, na última quarta-feira.

 “Me sinto muito pelada, sabe? Coloco para dar uma amenizada. Meu marido é ciumento. É mais por causa do marido do que pelo resto. Mas eu também acho que fica bonito. Fica um estilinho a mais” , falou.

“Meu marido é muito ciumento. Falava que minha roupa era muito pelada, muito curta. Aí falei que daria uma amenizada”, continuou.

Rosângela Santos foi medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011, nos 100 m rasos. Mas ela ainda não conseguiu índice para participar da prova em Londres.

Terá mais uma oportunidade neste final de semana, no GP do Rio. Ela demonstra confiança em conseguir a vaga e reeditar com as companheiras Maurren Maggi, que já tem vaga no salto em distância, e Lucimara Silvestre, do heptatlo, que também não tem se garantiu nos Jogos, as “trigatas” do Pan.

O apelido foi dado por Maurren na competição continental em função da amizade e de uma chamar a outra por “gata”. “Acredito que o tempo saia no Rio. Aqui [no GP São Paulo] o tempo estava ruim e com muito vento. Lá vai estar melhor”, falou.

“Espero as trigatas em Londres com ótimos resultados. Sempre falamos que temos que nos reencontrar lá.”

Nascida em Washington (Estados Unidos), Rosângela Santos foi morar no Brasil com apenas um ano para curar uma pneumonia. Cresceu nas ruas de Padre Miguel, comunidade onde o avô Orozimbo de Oliveira ajudou a fundar a escola de samba Mocidade. No ano passado, contou que sonha ser passista.

“Eu já desfilei bastante em Carnaval em carros e alas. Mas meu sonho mesmo é ser passista. Só que minha tia não deixa, por causa das roupas”, falou.

Vídeos de Esporte

Carregando vídeos

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego