Veja ideias bacanas para construir ou reformar a cozinha de casa

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Enquete
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2013/10/29/veja-ideias-bacanas-para-construir-e-reformar-a-cozinha-de-casa.htm
  • totalImagens: 776
  • fotoInicial: 0
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110610213816
  • link:
  • branco
    • decoração [18997]; Cozinha [23195];
Fotos
Ventilação e iluminação naturais são características marcantes do projeto da arquiteta Monica Drucker para esta casa no condomínio Bauhaus. Na cozinha, que está intimamente ligada à sala de jantar, os acabamentos brancos contrastam com as superfícies de madeira Divulgação

Mais
A cozinha dentro do ambiente assinado por Marina Linhares, na edição paulistana da Casa Cor 2016, é iluminada por uma série de pendentes esféricos. Para as refeições, o balcão é amplo e acomoda cinco banquetas altas. A linguagem dos móveis tem um "quê" industrial Katia Kuwabara/UOL

Mais
A bancada do espaço criado pela arquiteta Marina Linhares, na edição paulistana da Casa Cor 2016, é feita de cerâmica com marcenaria em pinus autoclavado. Os tampos em Balsatina têm acabamento levigado, onde a pedra é aplainada e semipolida. Os eletros foram embutidos, o misturador de mesa (à dir.) tem design de Jader Almeida e a hidráulica emprega sistema de reúso de água Katia Kuwabara/UOL

Mais
A Cozinha Gourmet, assinada por Guilherme Torres para a Casa Cor SP 2016, é tecnológica e apresenta uma geladeira que usa a indução eletromagnética para o resfriamento dos alimentos e só estará no mercado em 2026. O refrigerador é equipado com o novo sistema "refresh-frozen", que aplica a cada compartimento o frio necessário ao produto armazenado Katia Kuwabara/UOL

Mais
Guilherme Torres assina a Cozinha Gourmet na Casa Cor SP e utiliza a tecnologia da indução no ambiente: o processo é aplicado, por exemplo, à geladeira (ao fundo). O equipamento cria um campo eletromagnético ao redor de cada compartimento para a manutenção exata da temperatura. Assim, cada produto armazenado é refrigerado, congelado ou refrescado de maneira independente Katia Kuwabara/UOL

Mais
A bancada de Corian é um dos destaques do espaço Cozinha Gourmet, de Guilherme Torres, na edição paulistana da Casa Cor em 2016. O móvel - que pode ser totalmente fechado - funciona como armário, pia, escorredor e máquina de lavar, esta escondida em um compartimento Katia Kuwabara/UOL

Mais
Na Cozinha Gourmet, criada pelo arquiteto Guilherme Torres para a Casa Cor SP 2016, o sistema de lavagem da pia e a lava-louças ficam embutidos na bancada de Corian. A máquina é a vapor: leva apenas 5 muitos para que a louça fique limpa e o gasto de água é mínimo, 50 ml (uma lavadora convencional consome, em média, 8 l). A pia pode ser fechada e a torneira é retrátil Katia Kuwabara/UOL

Mais
A Cozinha Essencial, espaço criado por Marília Pellegrini para a edição paulistana Casa Cor em 2016, conta com armários inteligentes com abertura automática através do simples toque ou por controle remoto. Com acabamento em madeira clara, os móveis não possuem puxadores Katia Kuwabara/UOL

Mais
O armário que abre e fecha automaticamente, na Cozinha Essencial criada por Marília Pellegrini e exibida na Casa Cor SP 2016, funciona por meio do sistema Servo-Drive, da Blum. A ferragem alemã é movida à eletricidade e auxilia o movimento das portas, deixando-o leve e suave. Quando a energia é cortada, porém, o equipamento não deixa de funcionar Katia Kuwabara/UOL

Mais
A bancada em MDF, do espaço assinado por Marília Pellegrini, conta com cooktop da Gorenje, desenhado pelo designer Ora-Ïto, que pode ser "escondido" e está instalado em sobre a superfície ultra-compacta Dekton. A Cozinha Essencial pode ser vista na edição 2016 da Casa Cor SP Katia Kuwabara/UOL

Mais
Na sacada, a marcenaria rústica compõe com o aço inox da churrasqueira. O nicho revestido de madeira de demolição acomoda a adega e um pequeno bar. O O Apartamento em Floripa (SC) é projeto é de Pimont Arquitetura Pedro Caetano/UOL

Mais
Detalhe da bancada da cozinha: em aço inox, abriga o cooktop e compartimentos para as lixeiras. Sobre ela, a coifa ajuda a renovar o ar, nos momentos de cocção. O armário é de vidro no tom coral. Sob ele, o tampo da pia em Corian branco se sobressai na parede de madeira de demolição. Apartamento em Floripa (SC), com interiores assinados do Pimont Arquitetura Pedro Caetano/UOL

Mais
a Pedro Caetano/UOL

Mais
A solução de posicionar um espelho na parede em frente à bancadas de cozinha ajuda a aumentar o espaço e impedir a sensação de confinamento. A solução empregada neste ambiente desenhado pela arquiteta Débora Aguiar garante conforto ao local de refeições para duas pessoas Carlos Piratininga/ Divulgação

Mais
Locais de refeições para dois podem apresentar uma solução de revestimento que mimetiza a dos outros ambientes adjacentes, minimizando interferências visuais. É o caso dessa mesa-bancada de madeira, com cadeiras no mesmo material, definidas pela arquiteta Débora Aguiar e usada para dividir cozinha e sala. Os elementos ainda alternam as cores e acabamentos dos armários da cozinha Luis Gomes/ Divulgação

Mais
É possível criar um espaço divertido para refeições a dois brincando com cores fortes e diferentes revestimentos. Neste ambiente assinado pelas arquitetas Luciana Correa e Elaine Delegredo, roxo e amarelo se alternam nas banquetas, bancada, pendentes e objetos J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Na cozinha é possível aproveitar a continuidade dos armários e criar um espaço para refeições a dois, como neste projeto da arquiteta Érica Salguero. A cozinha, inteira branca, abriga uma bancada baixa, acompanhada de dois banquinhos e discretos pendentes iluminando cada lugar Henry Lopes/ Divulgação

Mais
Quando a área é pequena, os móveis ideiais são compactos e esta regra é especialmente válida para as mesas de jantar, que devem ser compatíveis com a metragem do cômodo. Uma mesa para quatro lugares serve bem duas pessoas. O arquiteto Décio Navarro posicionou o exemplar quadrado junto à parede e conseguiu mais espaço para a circulação na cozinha integrada à sala Arquitetura de Ideias/ Divulgação

Mais
Se a escolha do casal é por apenas uma mesa, sem possibilidade de bancada de cozinha ou composição com outras peças, a indicação recai sobre as redondas com pé central. O modelo permite liberdade de movimento, pode agregar mais pessoas durante jantares e não 'briga' com a forma dos demais móveis. O arquiteto Décio Navarro escolheu uma Saarinen para esse pequeno apê em estilo contemporâneo Arquitetura de Ideias/ Divulgação

Mais
O hall de entrada da casa Gabriela exibe pisos, paredes e forros revestidos com uma fina camada de cimento queimado e polido, com resina hidrofugante. O espaço se abre para a cozinha (foto), que está integrada ao living. As portas e armários são de madeira maciça evernizada, em estilo rústico. A arquitetura de interiores é do Taco Taller de Arquitectura Contextual Leo Espinosa/ Divulgação

Mais
O estúdio em São Paulo mede 29 m² e foi reformado pelo escritório Notar Design. Na cozinha integrada, a bancada de madeira aquece o ambiente, é assistida pelas cadeiras One (assinadas pelo designer Konstantin Grcic) e, assim, funciona como mesa de jantar Jhonatan Chicaroni/UOL

Mais
A cozinha é o primeiro ambiente do apê com 29 m² reformado pelo escritório Notar Design, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Ao lado da porta de entrada está uma parede revestida com azulejos decorados. Feitos sob medida, os armários acoplam os eletrodomésticos e a bancada de trabalho com pia. Note que o aço escovado combina com o cinza das peças, sem contrastar Jhonatan Chicaroni/UOL

Mais
Categoria: Decoração na Praia - Beto Galvez e Nórea de Vitto. Nesta casa de praia no litoral paulista, sala e cozinha (foto) foram integradas pela reforma e a construção original ganhou mais quatro suítes. Os acabamentos seguiram o estilo rústico e a decoração foi composta de peças herdadas e garimpadas em feirinhas Tuca Reinés/ Divulgação

Mais
A Casa da Dinda, das arquitetas Flávia Araújo e Juliana Resende e da designer de interiores Ednara Borges, é inspirada nos lofts nova-iorquinos. Paredes de tijolos aparentes, assoalho de cimento queimado e mobiliário marrom deixam o espaço, de 82 m², com toque rústico e aconchegante Jomar Bragança/Divulgação

Mais
A arquiteta Anna Paula Melo apresenta o Wine Bar, com 100 m². A mistura de elementos nobres e rústicos, como a cadeira de palha feita manualmente (ao fundo) e o modelo Butterfly com assento de couro, deixam o espaço chique. O chão de madeira, assim como a estante (à dir.) e a mesa com três cadeiras Girafa, de Lina Bo Bardi, e dois bancos maciços aumentam a quentura do espaço Jomar Bragança/Divulgação

Mais
O projeto desenvolvido pelo Studio ro+ca, em Ipanema, no Rio, tem uma cozinha com base preta integrada ao living. A decoração do espaço é leve e descontraída, pois incorpora pontos de cor e texturas à sobriedade do negro Divulgação

Mais
Mas pode ser tudo preto? De acordo com o arquiteto Maurício Karam, sim, mas o truque é usar texturas diferentes. O conceito "all black" é ousado e arriscado e sua aplicação deve ser bem pensada para evitar que o ambiente fique muito sóbrio ou monótono. Está com medo de errar? Use o preto nas paredes, marcenaria e mobiliário, mas mude a cor do piso, por exemplo, para um tom de cinza, mais suave bloglovin.com/ Reprodução Pinterest

Mais
O preto também combina com o clássico, como neste exemplo em que a marcenaria é rebuscada. O matiz foi aplicado nas paredes, armários e principais móveis, mas há "respiros" luminosos nos frisos da mesa e do topo da marcenaria embutida. O piso é claro, pontuado por tosetos negros, e a luminária é de cristal. Esses dois pontos ajudam a equilibrar a composição, deixando a ambientação mais leve Reprodução Pinterest

Mais
Nesta composição, o preto é suave, quase cinzento e ficou restrito ao mobiliário planejado. A base das paredes é clara, bem como os detalhes em relevo na marcenaria com ares aristocráticos. A decoração, porém, se enriqueceria se os focos de luz destacassem detalhes dos armários e a ilha central zetta.ru/ Reprodução Pinterest

Mais
A foto traz uma cozinha preta que tem sua sobriedade quebrada pelo armário rosa. A decoração foi feita por Peter Fehrentz para um apê em Berlim, Alemanha. O arquiteto Maurício Karam analisa a combinação como chique e divertida e aponta as diferentes texturas do preto da cerâmica ao da pintura da parede e acrescenta: "A madeira, no armário e na mesa, aquece o ambiente, deixando-o aconchegante." peterfehrentz.de/ Reprodução Pinterest

Mais
A madeira clara é usada como contraponto ao preto das paredes e dos gabinetes da cozinha. Neste exemplo, a madeira apresenta-se em seu estado rústico, na estrutura do telhado. "Vale prestar atenção na luminosidade, também natural, evidenciada pela parede branca (fundo)", afirma a arquiteta Vanessa Romeiko. O espaço se baseia nas superfícies e linhas retas, o que dá um tom minimalista à decoração arkpad.com/ Reprodução Pinterest

Mais
Para dar um clima mais leve e aumentar o aconchego, uma ótima dica é usar cores vibrantes ou mais claras em objetos de decoração, como pequenos móveis, obras de arte e até flores, como recomenda a arquiteta Brunete Fraccaroli. A vantagem de ter uma cozinha essencialmente preta, é que a base é neutra e permite mudanças. Na foto, detalhe do projeto desenvolvido pelo Studio ro+ca, em Ipanema, no Rio Divulgação

Mais
Casa Cor 2008 - Muros verdes, dentro e fora de casa: tendência forte na Casa Cor 2008 André Porto/UOL

Mais
Casa Cor 2016 - Em sua terceira participação na CASA COR São Paulo, Guilherme Torres antecipa o futuro da cozinha como espaço de convivência mais elementar da casa num ambiente onde os elementos fogo e gelo cedem lugar à tecnologia da indução ? e ao design da emoção. A comedoria doméstica será o espaço da casa que mais apresentará inovações na próxima década. Fugindo das convenções, lugares-comuns e raios gourmetizadores, a proposta de Guilherme Torres elimina de vez o conceito de casa grande e senzala. Divulgação

Mais
Casa Cor SP 2016 - ambiente Shoji 04: A cozinha fica encaixotada no projeto do escritório Yamagata Arquitetura. No ambiente, a madeira clara predomina e, para dar um aspecto leve à estrutura, a iluminação foi parcialmente instalada atrás dos painéis e logo abaixo do degrau Denilson Machado/ Divulgação

Mais
A cozinha da mansão que Britney Spears colocou à venda por R$ 32 milhões, na Califórnia (EUA), é clara e espaçosa. Os móveis brancos planejados têm um ar campestre e as tampas de mármore polido chamam a atenção nas bancadas e na ilha de cocção Beach City Brokers/ Reprodução

Mais
A cozinha é a terceira grande sala do apartamento dúplex chamado Casa Maria Borges. Segundo o arquiteto e projetista da reforma, João Favila Menezes, do Atelier Bugio, a ideia é que esse ambiente fosse como um templo. A área total original foi aproveitada, além do antigo quarto de empregada e da despensa Leonardo Finotti/ UOL

Mais
O espaço da cozinha, no pavimento inferior da Casa Maria Borges, conta com uma grande mesa de jantar, serve como espaço para convivência, trabalho e refeições e se comunica com a área de serviço. Chaminé, bancada para a preparação de alimentos e água ficam em nichos separados, no projeto do Atelier Bugio Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A sala de jantar conta com uma mesa de madeira com oito cadeiras. A cozinha integrada é equipada com armários planejados, que deixam louças, objetos e utensílios à vista. O loft do cantor Adam Levine e da modelo Behati Prinsloo está à venda por cerca de R$ 20 milhões, em Nova York, Estados Unidos Oxford Property Group/ Reprodução

Mais
A cozinha do loft de Adam Levine e Behati Prinsloo tem acabamento em madeira com brilho suave, inclusive na ilha de cocção com tampo de granito preto e cooktop. A geladeira (à dir.), assim como outros eletrodomésticos, fica embutida. O loft do vocalista do Maroon 5 e da modelo da Victoria's Secret está à venda por cerca de R$ 20 milhões, em Nova York, Estados Unidos Oxford Property Group/ Reprodução

Mais
O térreo da casa desenhada por Eduardo Baldelomar para a edição 2016 da Casa Cor Bolívia tem hall de entrada, banheiro, salas de estar e jantar e cozinha integrada. Chamada de Refúgio Contemporâneo, a morada é estruturada com contêineres. Na entrada dos fundos, com portas corrediças de vidro, o acesso é feito por um degrau triangular Alvaro Mier/ Divulgação

Mais
A cozinha da Casa do Bomba é totalmente integrada à sala de jantar e possui balcão que funciona como bar, ao lado da adega. O projeto leva a assinatura do escritório Sotero Arquitetos Leonardo Finotti/ UOL

Mais
No primeiro pavimento da cobertura de Uma Thurman, à venda por R$ 22 milhões, está localizada a cozinha. O ambiente tem uma ilha de cocção central, móveis totalmente brancos, eletrodomésticos embutidos e detalhes com inspiração industrial. Ao fundo (à esq.), uma porta cinza dá acesso à biblioteca da atriz de "Kill Bill" Corcoran.com/ Divulgação

Mais
Com cinco quartos e três banheiros, o dúplex fica em um edifício construído em 1910 pelo arquiteto Helbert Lucas, em Nova York. No projeto original, o apartamento tinha apenas três quatros, os outros dois dormitórios foram acrescentados em 2006, a pedido da atriz Uma Thurman. A musa do diretor Quentin Tarantino colocou a cobertura à venda por R$ 22 milhões. na imagem é possível ver partes da sala de jantar, com mesa para seis lugares, e da cozinha com ilha de cocção central e eletrodomésticos embutidos Corcoran.com/ Divulgação

Mais
Com espaço limitado, o projeto de interiores desenvolvido pelo escritório Suite Arquitetos para o apê Alvorada quis gerar a sensação de amplitude, por isso as paredes laterais (à esq.) foram revestidas com espelhos. Os sistemas de divisão/ integração dos ambientes são inteligentes, a exemplo da caixa de vidro que serve como aparador de cozinha e móvel para TV Ricardo Bassetti/ Divulgação

Mais
O fundo da construção concentra a circulação (escadas) para o pavimento superior e "encaixa" a cozinha com armários, forno e geladeira embutidos sob os degraus. A bancada de concreto com tampo de granito preto é o elemento de integração entre a cozinha e a sala de jantar (em primeiro plano). A casa Ibiray é assinada pelos arquitetos Lucho Oreggioni e Sonia Prieto Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A cozinha da casa LP, projetada pelo escritório Metro Arquitetos, conta com bancada, prateleiras e ilha de cocção em concreto. Integrado com o living, o ambiente tem piso de ladrilhos hidráulicos e uma estante metálica disposta à frente do fechamento de vidro, que funciona como janela Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A cozinha da casa LP se separa do living apenas pela ilha de cocção em concreto (à dir.). O ambiente mantém os utensílios, louças, mantimentos e eletrodomésticos à mostra em uma estante metálica (à esq.) ou no nicho com prateleitas. O projeto de arquitetura e interiores é do escritório Metro Arquitetos Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Nesta foto, a ligação entre a cozinha americana e o living é visível: a setorização se dá apenas pelo tipo de piso. A imagem também salienta a divisão estrutural da casa desenhada pelo escritório Metro Arquitetos, que posiciona as áreas molhadas nos fundos do imóvel e deixa salas e quartos voltados para o jardim Leonardo Finotti/ UOL

Mais
O projeto idealizado pelo escritório Vitrô Arquitetura aproveitou o corredor de entrada instalando banquetas ao lado do balcão recém-criado e feito com compensado naval. À direita, os elementos estruturais (viga e coluna) delimitam a área "americana" da cozinha do restante da ala social. Ao fundo, o armário embutido com porta "avulsa" acompanha o eixo central do projeto do apê paulistano Ana Mello/ UOL

Mais
Com proposta assinada pelo escritório Vitrô Arquitetura, a cozinha do apartamento na Bela Vista, em São Paulo, ganhou "layout" em L. A bancada é de granito e foi combinada com pastilhas de vidro vermelhas aplicadas apenas na área úmida. Após a reforma, o ambiente se separa da área de serviço pela porta de abrir. À direita, um nicho foi construído para abrigar prateleiras Ana Mello/ UOL

Mais
O projeto, assinado pelo escritório Vitrô Arquitetura, criou uma cozinha em L, que agora tem balcão voltado para o corredor (à esq.) e uma prática bancada que apoia o "cooktope" acopla parte dos eletrodomésticos e a pia. A iluminação organizada em um trilho com spots é focada nas áreas de interesse. O apê Ribeirão fica em São Paulo Ana Mello/ UOL

Mais
Na cozinha, os tons superclaros do piso e das pastilhas (nas paredes) criam a base neutra que recebe e destaca o amarelo vibrante. Todo o mobiliário da copa tem linhas retas e parte das portas foi executada com paineis listrados. A reforma do apê Gemini é assinada pelo arquiteto Takuji Nakashima, que vive no local Ana Mello/ UOL

Mais
Com a demolição de meia-parede da cozinha, móveis e revestimentos ficaram expostos. O destaque ficou com os azulejos azuis e brancos formando arabescos, da linha Pote, da Lurca. O mesmo azul escuro aparece em uma porta e em um nicho do armário. O projeto de reforma do apê Caravelas leva a assinatura da arquiteta Marcela Madureira Ana Mello/ UOL

Mais
A cozinha ganhou um toque de vivacidade com o vermelho da esquadria da porta de correr, que separa o ambiente da lavanderia. Uma segunda bancada (à dir.), mais baixa, agiliza a rotina da cozinha organizada como um corredor. O apê Caravelas tem projeto de reforma da arquiteta Marcela Madureira Ana Mello/ UOL

Mais
O apê Caravelas, com projeto de reforma da arquiteta Marcela Madureira, ganhou uma cozinha americana com a criação de uma meia-parede que divide, mas também integra, os ambientes sociais, além de servir como bancada. Muito prática, a estrutura pode ser usada como bar e como balcão passa-pratos Ana Mello/ UOL

Mais
Grandes portas corrediças de vidro separam a cozinha da área externa, coberta pelo pergolado de concreto, sob o qual está uma mesa para refeições. O espaço se volta para piscina da casa Alphaville, desenhada pela arquiteta Carla Kiss Marcelo Stammer/ Divulgação

Mais
A cozinha se comunica com a sala de jantar pela porta de correr (à dir.). O piso cerâmico (Portobello) imita concreto e cria a base do espaço com predomínio dos tons cinzentos, inclusive nos móveis planejados em MDF (Florense). Para quebrar a seriedade do ambiente, toques de amarelo que aquecem o espaço e aguçam o apetite. O projeto desta casa paranaense é da arquiteta Carla Kiss Marcelo Stammer/ Divulgação

Mais
Embora a cozinha tivesse janelas grandes e fosse bem ventilada, a certificação sustentável avaliaria níveis de radônio no ar - elemento químico proveniente do atrito com solos rochosos e ferrosos. Por isso, a exaustão foi indispensável. A iluminação com LEDs é fria, dimerizável e setorizada e as persianas são da Uniflex. A casa Campinas tem projeto de arquitetura de Teresa d'Ávila Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
Na cozinha todos os puxadores são de alumínio, 100% reciclados e recicláveis. Os eletrodomésticos têm tecnologia "inverter" e contam com pico de tensão elétrica reduzido. As bancadas são de granito na casa Campinas, projetada pela arquiteta Teresa d'Ávila Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
A cozinha ocupa o espaço central da ala social e é considerada o coração da casa Samambaia, criada pelo arquiteto Rodrigo Simão. Estar, jantar e home theater usufrem do calor do fogão à lenha, muito usado como lareira nos dias frios. Destaque para o vidro colocado em um trecho do piso (à dir.), que permite a visualização do estúdio do proprietário, no subsolo André Nazareth/ Divulgação

Mais
O fogão à lenha teve suas paredes pintadas pela artista plástica Katharina Welper. Segundo o arquiteto Rodrigo Simão, autor do projeto da casa Samambaia, quando o sistema atinge 300° C, uma pizza pode ser assada em apenas um minuto. Nos dias frios, o fogão funciona como aquecedor André Nazareth/ Divulgação

Mais
Com a reforma, a cozinha sem janelas, ficou bem mais clara: a luz natural vem da sala, de uma abertura da parede do corredor e da porta de vidro. A bancada em inox dispõe de prática área de trabalho e embute armários, lava-louça e fogão. Para iluminar artificialmente, o trilho de spots foca a bancada e outros dois rebatem a luz no teto e na viga, criando iluminação geral. O apê 62 foi reestruturado por Nathália Favaro, do escritório Vitrô Arquitetura Ana Mello/ UOL

Mais
A cozinha ganhou prateleiras (à esq.) espertas: não só sustentam utensílios, enfeites e plantas como também melhoram a iluminação do ambiente. O piso claro de granilite é prático, claro e cria uma base neutra. A porta envidraçada (à dir.) oferece luz natural e dá acesso à área de serviço, que leva ao setor íntimo. A reforma do apê 62 tem projeto de Nathália Favaro, do escritório Vitrô Arquitetura Ana Mello/ UOL

Mais
A cozinha central conta com três geladeiras grandes para estocar massas, carnes, frutas e doces. Os armários plajenados são revestidos com laminado melamínico branco (Florense) e uma área para refeições rápidas foi estruturada pela bancada de Corian. Arquitetura de interiores para esta casa de praia é assinada pela designer Bianka Mugnatto Eduardo Euksuzian/ Divulgação

Mais
A cozinha da casa Acapulco, no litoral paulista, é totalmente branca e foi revestida do piso ao teto com porcelanato acetinado (Portinari). A ilha que ganhou corpo com a marcenaria planejada (Florense) e a bancada (Corian) possibilitam integração com outros ambientes de lazer, como a piscina e a churrasqueira Eduardo Euksuzian/ Divulgação

Mais
O piso de porcelanato e o forro inclinado de madeira são a base do espaço gourmet. O balcão da churrasqueira foi revestido com tijolos ecológicos e ladrilhos de porcelanato e o tampo é de granito preto no projeto da arquiteta Juliana Lahóz, para o lazer de uma casa em Araucária, no Paraná Divulgação

Mais
A cozinha do apartamento de 160 m2, no Paraíso, zona sul de São Paulo, recebeu piso de porcelanato e armários revestidos de laminado melamínico cinza claro e branco, com tampo de mesa revestido em laminado amarelo. O arquiteto Renato Dalla Marta, do AUM Arquitetos, foi o responsável pelo projeto. Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
Parte da cozinha do apartamento de 160 m2, no Paraíso, zona sul de São Paulo. A bancada em massa sintética de vidro preta guarda armários revestidos de laminado melamínico cinza claro em composição com os suspensos brancos. Na parede, o arquiteto Renato Dalla Marta, autor do projeto de reforma, definiu pastilhas cerâmicas brancas Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
A cozinha foi distribuída em linha para racionalizar o espaço, tornando-o útil e ao mesmo tempo agradável. Baseado nesta proposta, todo o mobiliário foi planejado e o acabamento em tom mais escuro nos armários, se destaca com a bancada em nanoglass branco e o piso em porcelanato em cimento queimado dando um ar mais industrial ao ambiente. Projeto do designer de interiores Augusto Perez para a residência do piloto de Stock Car, na Capital paulista Sérgio Israel/ Divulgação

Mais
A cozinha foi distribuída em linha para racionalizar o espaço, tornando-o útil e ao mesmo tempo agradável. Baseado nesta proposta, todo o mobiliário foi planejado e o acabamento em tom mais escuro nos armários, se destaca com a bancada em nanoglass branco e o piso em porcelanato em cimento queimado dando um ar mais industrial ao ambiente. Projeto do designer de interiores Augusto Perez para a residência do piloto de Stock Car, na Capital paulista Sérgio Israel/ Divulgação

Mais
Com muito conforto, o pavilhão de lazer oferece um pouco de tudo: mesa de bilhar (à dir.), sofás acolhedores, espaço gourmet com bancada ampla e um quadro negro para desenhos e recados, além de uma banheira com hidromassagem (à esq.). As janelas no alto favorecem a ventilação natural. O sítio Marigold tem projeto do arquiteto André Luque André Nazareth/ Divulgação

Mais
As reuniões ficam mais saborosas em torno da ilha de cocção instalada na cozinha branquinha do sítio Marigold, assinado por André Luque. A bancada é equipada com cooktop. No ambiente, as tesouras do telhado foram reforçadas, mas mantiveram-se aparentes, e as paredes ganharam janelas do tipo guilhotina André Nazareth/ Divulgação

Mais
A combinação dos terrosos e beges, quando bem pensada, foge à monotonia. Um exemplo é essa cozinha pintada com cores da paleta 2016 "Tradição e Futuro", da Coral. O beginho "Fendi" destacou os armários e as tonalidades do marrom "Brigadeiro" e "Terra Brasilis", que cobrem as paredes e o armário abaixo da pia, respectivamente Divulgação/ Coral

Mais
Na cozinha, o piso de ladrilhos hidráulicos (Casa Franceza) foi combinado às bancadas em aço inox (Mekal) e à marcenaria em madeira natural, que aquece o ambiente. As cores que dominam o espaço variam do branco ao preto. A reforma do Apartamento FT é assinada pelos arquitetos do escritório Pascali Semerdjian, em São Paulo Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Estreita e pequena, a cozinha tem os eletrodomésticos distribuídos em uma das paredes para aproveitar melhor o espaço para a circulação. Na área molhada (à dir.), a parede foi revestida com cerâmica modelo Liverpool, da Portobello. A bancada estruturada pela superfície de vidro cristalizada é combinada à marcenaria. A reforma no apê em Botafogo, Rio de Janeiro, tem assinatura dos arquitetos do escritório Ravaglia & Philot Divulgação

Mais
O elemento mais marcante na Cozinha Gourmet, de Aline Bombarda, Andressa Vettorazzi e Gibran Chaebo, são os azulejos portugueses nas paredes e em detalhes no teto. Mas, as cores fortes da bancada e do aparador também atraem os olhares. A Morar Mais por Menos Campo Grande (www.morarmais.com.br) fica em cartaz até 20 de dezembro de 2015, na Av. Afonso Pena, 4.179, na capital sul-mato-grossense Gilson Barbosa/ Divulgação

Mais
O grande módulo de duas portas (à dir.) é um louceiro. A estrutura é feita de laminado melamínico e as portas de alumínio têm acabamento em vidro no padrão "vanilla", para combinar com o tom os armários e do papel de parede escolhido para a cozinha projetada por Ana Yoshida Divulgação

Mais
Em Madri, a pequena casa da designer Yolanda Pita não possui divisórias convencionais, mas uma série de módulos móveis que acomodam o mobiliário e criam os espaços para armazenamento. Um painel de correr esconde a pia e a bancada da cozinha (foto), sempre que a proprietária deseja separar as funções tipicamente residenciais do seu escritório. O projeto foi desenvolvido pelos arquitetos do escritório PKMN e faz parte da série Pequeñas Grandes Casas Javier de Paz García/ Divulgação

Mais
A cozinha é muito bem iluminada e pela ausência de paredes e portas divisórias, acaba por integrar-se à ala social do apartamento Perdizes, em São Paulo. Desta forma, o ambiente aproveita, também, a luz natural que é refletida desde o living pelo piso resinado. Os interiores são assinados pelo SuperLimão Studio Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
Na cozinha do apartamento Perdizes, a marcenaria se apoia em tubos de cobre aparentes. Inteligente, o projeto do SuperLimão Studio se aproveitou do negócio do cliente para decorar o apê: o morador revende tubulações hidráulicas. A marcenaria laqueada em verde e branco tem puxadores recuados Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
Na Casa de Praia, a cozinha integrada à sala de jantar tem visual "rústico chique". Junto à parede em pedra calcária, a bancada abriga pia, cooktop e outros eletrodomésticos embutidos | O projeto assinado pela arquiteta Vanessa Martins está exposto na Casa Cor Pará (www.casacor.com.br) até 29 de novembro de 2015 Marcus Mendonça/ Divulgação

Mais
Integrada à cozinha, a sala de jantar da Casa de Praia tem mesa laqueada e cadeiras estruturadas em madeira com encostos de couro. Sobre o conjunto, a luminária com três cúpulas tem detalhes dourados | O projeto assinado pela arquiteta Vanessa Martins está exposto na Casa Cor Pará (www.casacor.com.br) até 29 de novembro de 2015 Marcus Mendonça/ Divulgação

Mais
No apê dúplex desenvolvido por Diogo Viana, a copa e a cozinha tiram partido do contraste de tons e estilos. O rosa "antigo" das pastilhas no piso e parede sobressai ao cinza e ao preto dos eletrodomésticos e mobiliário | O projeto está exposto na Casa Cor Pernambuco (www.casacor.com.br), que fica em cartaz até 8 de dezembro de 2015, na Av. Beira Mar, 990, em Jaboatão dos Guararapes Felipe Araújo/Divulgação Max Plural

Mais
Na casa em Salvador (BA) projetada por Sidney Quintela, a sala de jantar é integrada à cozinha pelo balcão. O diferencial fica por conta do contraste do amarelo da mesa laqueada e do preto do granito São Gabriel do tampo da bancada que tem frontão trabalhado com motivos gráficos. Os equipamentos são em aço escovado e também se sobressaem ao revestimento escuro. Uma porta de correr envidraçada conduz à varanda gourmet Xico Diniz/ Divulgação

Mais
Numa varanda gourmet ou na cozinha, coloque pequenos vasos sobre prateleiras e bancadas. Note nesse exemplo dos arquitetos João Ricardo Machado e Claudiny Cavalcanti que as plantas combinam com os tons verde e amadeirado utilizados na composição | A Casa Cor Rio Grande do Norte (www.casacor.com.br) fica em cartaz até 29 de novembro de 2015 Ricardo Junqueira/ Divulgação

Mais
A arquiteta Marlene Milan Acayaba desenhou o mobiliário de cozinha da Casa Milan. O espaço conta com fita de janelas basculantes em vidro, bancada em concreto polido, brilhante, formando uma linha de corredor que chega à porta de acesso direto para a garagem, nos fundos Nelson Kon/ UOL

Mais
No projeto de reforma assinado pelo Grupo Garoa Arquitetos, a parede que separava a cozinha da sala foi eliminada, ficando à mostra a viga em concreto. A marcenaria aproveitou o canto deixado pela demolição com uma estante para livros. Repare que a mesma madeira estrutura também o frontão que encaixa a porta de correr da lavanderia (à esq.). No estar, a cadeira Paulistano, de Paulo Mendes da Rocha, é o grande destaque do apartamento em São Paulo (SP) Rafaella Netto/ Divulgação

Mais
Com a reforma idealizada pelo Grupo Garoa Arquitetos, o apartamento em São Paulo (SP) dos anos 80 ganhou uma grande área social conectada à cozinha, dividida apenas por um balcão de concreto, material que também molda no estar a prateleira e o rack para TV. A iluminação é indireta graças a luz rebatida, oras no teto pela régua, oras na parede por arandelas. Em cima da mesa de jantar, o escritório previu luz direta em uma luminária (Reka) com aparência industrial Rafaella Netto/ Divulgação

Mais
Na cozinha do apartamento reformado pelo Grupo Garoa Arquitetos, a bancada que recebe a pia e o cooktop (à dir.) foi armada e moldada em concreto. Os móveis feitos em marcenaria têm acabamentos neutros e no piso, um porcelanato que se assemelha ao cimento queimado. Ao fundo, a área de lavanderia é fechada por porta de correr em vidro Rafaella Netto/ Divulgação

Mais
Na cozinha, assim como em todos os espaços da casa Butantã, projetada pelo arquiteto Paulo Mendes da Rocha, tudo remete aos anos 60, década na qual a residência foi construída: os móveis e os eletrodomésticos, o piso de tábuas de peroba e até mesmo as torneiras são da época da construção. Estas últimas foram encomendadas pelo arquiteto ao fabricante, sem qualquer acabamento cromadoc Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Uma marcenaria bem pensada e sob medida é uma ótima saída para imóveis com metragem reduzida, onde os espaços precisam ser bem aproveitados. No apartamento desenhado por Nilton Montarroyos e Estela Pinheiro, o mesmo material da bancada da cozinha (com pia, armários, cooktop e forno) compõe o rack, unificando os móveis | O projeto está exposto na Morar Mais por Menos RJ (www.morarmais.com.br) até 2 de novembro de 2015 Denílson Machado/ MCA Estúdio/ Divulgação

Mais
A varanda do apê Affinity foi transformada em uma gostosa cozinha com uma ilha que abriga cooktop e forno e serve como mesa. Destaque para a geladeira retrô, da Gorenje, e o piso colorido formado pelos ladrilhos hidráulicos da Ornatos. O projeto de reforma é da arquiteta Marcela Madureira Ana Mello/ UOL

Mais
Na cozinha do apê Affinity, instalada na varanda, há bastante espaço e o destaque do ambiente vai para a geladeira laranja, da Gorenje. Sobre ela está o microondas e, na lateral, fica a bancada com a cuba. Na ilha central estão agrupados o cooktop, uma máquina de lavar roupas e forno. As banquetas altas servem ao espaço dedicado às refeições. O projeto de reforma é da arquiteta Marcela Madureira Ana Mello/ UOL

Mais
Acabamentos na cor branca e em madeira (freijó) definem a cozinha deste apartamento em São Paulo (SP), projetado por Ana Yoshida. Quando a porta de correr (Marcenaria Edlucas) está aberta, o cômodo se integra ao living, permitindo a interação dos moradores com as visitas Evelyn Müller/ Divulgação

Mais
Nos móveis da sala e na bancada da cozinha - Victor Sarcinelli mostra no Flat Cosmopolita, da Casa Cor ES, como empregar a madeira em diversos pontos, sem "carregar" a decoração. No projeto, as peças em madeira (freijó) foram combinadas aos acabamentos e objetos terrosos, "off-white" e dourados | A mostra (www.casacor.com.br) fica em cartaz até 10 de novembro de 2015 Felipe Araújo/ Divulgação

Mais
Não quer uma cozinha completamente fechada? Uma ideia para separá-la dos demais ambientes é usar cobogós, assim como propõe a dupla Didacio e Flávia Duailibe na Cozinha da Casa para a Casa Cor Brasília. A estrutura vazada amarela combinada às samambaias dá um ar retrô ao espaço | A mostra (www.casacor.com.br) fica em cartaz até 10 de novembro de 2015 Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
Como todos os ambientes são integrados em um loft, a alternativa para demarcar os espaços e criar um fluxo de circulação é utilizar divisórias vazadas, como essas de metal empregadas no Someone's Loft, assinado por Flávia Amorim e Renata Melendez para a Casa Cor Brasília | A mostra (www.casacor.com.br) fica em cartaz até 10 de novembro de 2015 Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
A bancada branca desta cozinha integrada tem eletrodomésticos embutidos e gavetas para a organização dos utensílios. Para oferecer mais espaço para o armazenamento, o escritório In House projetou um armário superior, branco também, mas com detalhes em madeira escura Divulgação

Mais
Integrada à sala, a cozinha do apartamento do arquiteto Maurício Karam tem um mix equilibrado de acabamentos: madeira escura nos armários, porcelanato no piso e concreto aparente nas paredes. Anexa a uma das bancadas, a mesa de jantar é definida por um tampo de vidro e conta com pés em formato cavalete Marcelo Magnani/ Divulgação

Mais
A arquiteta Marcy Ricciardi desenhou uma cozinha leve e descontraída para um apê compacto. Ao lado do balcão para refeições rápidas, o destaque fica é a parede pintada com tinta lousa. Acima da pia, as pastilhas dão cor ao ambiente Alessandro Guimarães/ Divulgação

Mais
Ao integrar a cozinha ao living, André Bove e Felipe Raduan conseguiram dar uma sensação de amplitude para o apartamento. O cômodo com 4,5 m² é equipado com pia, coifa e bancada para refeições rápidas. A paleta de cores neutras, associada ao vermelho, unifica os espaços Alessandro Guimarães/ Divulgação

Mais
Na cozinha projetada pela arquiteta Cristiane Schiavoni, a bancada vermelha com cooktop está ligada a uma mesa de jantar com seis lugares. A integração do cômodo com o living permite fácil circulação entre os ambientes e favorece o convívio na área comum Carlos Piratininga/ Divulgação

Mais
Na cozinha do apartamento de um jovem casal, a arquiteta Daniela Savioli buscou o contraste da madeira de demolição com os acabamentos brancos. Entre as peças, destaque para o par de luminárias sobre a mesa de jantar e as cadeiras com assento e encosto de palhinha Divulgação

Mais
No apartamento em Curitiba (PR), o escritório Carla Kiss Arquitetura integrou a cozinha aos ambientes sociais para dar mais amplitude ao espaço. Para que a decoração não ficasse monótona, o projeto balanceou as cores claras com elementos dourados Gerson Lima/ Divulgação

Mais
O desejo dos proprietários deste apartamento era conseguir interação enquanto estivessem cozinhando. Para atendê-lo, Carolina Candido projetou uma ampla bancada de cocção, com pia e cadeiras que aproximam as pessoas. Os ambientes integrados têm uma unidade de cores e texturas que torna a composição fluida Márcio Souza/ Divulgação

Mais
Os móveis planejados (Todeschini) contrastam com as pastilhas de vidro da (Vidrotil), na cozinha integrada deste apartamento duplex com 170 m². Esses materiais combinados aos eletrodomésticos em aço inox resultam na atmosfera moderna. O projeto é uma criação da arquiteta Karina Korn Elisa Soveral/ Divulgação

Mais
Para aproveitar melhor a reduzida metragem da cozinha, a arquiteta Débora Dalanezi previu armários planejados com eletrodomésticos embutidos. No ambiente integrado, nichos na lateral da bancada armazenam as garrafas de vinho e persianas (ao fundo) escondem a área de serviço Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
O primeiro andar da cobertura do Dr. Pet concentra ambientes sociais integrados e amplos. Na cozinha (à dir.), a ilha de cocção é composta por uma bancada (com cooktop e pia), que também é usada como mesa de jantar. Ao lado, a sala de estar é adaptada ao bem-estar dos cães. Um exemplo é a rampa de espuma que auxilia a cachorra Estopinha a subir no sofá Junior Lago/ UOL

Mais
Neste exemplo, o esmalte acetinado transforma a parede em lousa (você também pode usar uma tinta-lousa específica). Aplicado na cozinha, o acabamento permite que as paredes se transformem conforme o desenho executado, no caso, comidinhas e guloseimas Reprodução/ Pinterest (em_henderson)

Mais
Fugindo das cerâmicas e porcelanatos, esta cozinha ganha em contemporaneidade ao abrigar a decoração que cria um jogo de contraste entre a rusticidade da madeira e a modernidade adesivo com grafismos. A proposta é da arquiteta Adriana Di Garcia Wagner Silveira/ Divulgação

Mais
Na cozinha - A bancada da pia tem uma iluminação precária? Instale luzes LED sobre a superfície de trabalho, como fizeram Luciana Araújo e Nathália Otoni neste projeto da Casa Cor Minas. Use, também, o mesmo tipo de lâmpada para iluminar os armários (inclusive as gavetas!) internamente | A mostra (www.casacor.com.br) fica em cartaz até 6 de outubro de 2015 Henrique Queiroga/ Divulgação

Mais
Os armários e as bancadas com grandes gaveteiros são da Systempool (Grupo Porcelanosa) e os rasgos no forro, além das claraboias, deixam a luz natural entrar. Para melhorar a iluminação e destacar os móveis, o designer Alfaro Hofmann previu focos embutidos nos cantos dos armários; eles levam lâmpadas fluorescentes e lineares de temperatura de cor quente. A casa com arquitetura desenvolvida pelo escritório Fran Silvestre Arquitectos fica em Calpe, Alicante, na Espanha Diego Opazo/ Divulgação

Mais
A cozinha voltada para a janela dos fundos tem estilo "clean" e é equipada com móveis da Gama Decor (Grupo Porcelanosa), Modelo G-480, que escondem fogão, lava-louças e outros eletrodomésticos. Os interiores foram desenvolvidos por Alfaro Hofmann e a arquitetura é do escritório Fran Silvestre Arquitectos, na Espanha Diego Opazo/ Divulgação

Mais
Ao projetar o loft Zoku em parceria com escritório de arquitetura holandês Concrete, os empresários de Amsterdã Hans Meyer e Marc Jongerius propõem uma ideia que se distancia de um quarto de hotel tradicional. O desenho do microapê aproveita de forma inteligente os 24 m², numa disposição funcional e confortável, ideal para quem procura por estadias de longa duração, como os nômades digitais Ewout Huibers/ Divulgação Zoku/ Concrete

Mais
No loft Zoku, de 24 m², o living multifuncional é composto por uma mesa com quatro lugares e um sofá. O morador temporário pode utilizar o local como quiser: por exemplo, atender aos compromissos de trabalho, desfrutar uma refeição ou curtir uma noite de diversão e jogos. Todo mobiliário do microapê é da marca dinamarquesa Muuto Ewout Huibers/ Divulgação Zoku/ Concrete

Mais
Apesar de o loft Zoku possuir os serviços de quarto (como de um hotel), a cozinha é equipada com cooktop, pia, máquina de lavar louça, geladeira, micro-ondas e máquina de café. Esse cantinho para preparar refeições dá uma atmosfera de lar ao loft alugado Ewout Huibers/ Divulgação Zoku/ Concrete

Mais
O living com cozinha integrada (foto) tem continuidade com o pátio interno (corredor-jardim). Linear, a área ajardinada é antecedida por uma fachada de vidro e pela bancada com sete metros de extensão. A ideia dos arquitetos do escritório Procter-Rihl era dar profundidade ao espaço estreito de geometria distorcida, com paredes e forros inclinados Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Depois de apenas 30 dias, o jovem casal de moradores recebeu um apartamento totalmente reformulado e com ambientes integrados, previstos pelo projeto de interiores desenhado pelo arquiteto Leandro Matsuda. Na sala, o balcão (Mauricio planejados) acomoda a TV e duas banquetas brancas criadas pelo designer alemão Konstantin Grcic. O móvel preto serve também para delimitar o estar e a cozinha Leandro Matsuda/ Divulgação

Mais
Na sala, o balcão (Mauricio planejados) acomoda a TV e dá lugar para as refeições rápidas. Ao fundo, a bancada de granito (Marmoraria Mogi) acopla a máquina de lavar roupas entre os armários (Mauricio planejados). Combinada a tons neutros como o branco e cinza, a cor roxa das paredes não pesa e dá um ar moderno ao projeto assinado por Leandro Matsuda Leandro Matsuda/ Divulgação

Mais
No projeto Casa da Gente, uma criação de Marina Linhares para a edição 2015 da Casa Cor SP, o cimento queimado que dá acabamento ao fogão a lenha, também reveste a bancada da pia. A madeira (pinus) reaproveitada na marcenaria e nos lambris dá ênfase ao clima rústico do espaço Evelyn Müller/ Divulgação

Mais
Projetada pela designer de interiores Fabiana Visacro, a cozinha externa possui fogão a lenha feito com tijolo refratário e revestido de cimento queimado. Além da peça, o espaço decorado com ladrilho hidráulico e parede de tijolinho tem forno de pizza e churrasqueira (à dir.) Divulgação

Mais
Na cozinha, a cuba (à esq.) de Corian é grande (70 cm x 40 cm) e tem profundidade suficiente para acomodar muita louça, escondendo a bagunça quando necessário. Um painel em marcenaria laqueada reveste a parede de fundo e, quando fechado, isola a churrasqueira a gás, conectada a um duto que elimina a fumaça. A marcenaria sob os tampos de granito preto São Gabriel são feitas com laminado melamínico cotelê. O projeto de reforma para a casa Sumaré é da arquiteta Renata Popolo Mariana Orsi/ Divulgação

Mais
Na cozinha integrada, o balcão para refeições rápidas foi revestido com folhas de carvalho. Na área de trabalho, o frontão alto em inox protege a bancada da pia, no mesmo material. O porcelanato do piso imita cimento queimado e o cinza da composição é quebrado pela intensidade dos ladrilhos hidráulicos (Marcelo Rosenbaum, pela Brasil Imperial). O projeto dos interiores do apê Jardim Marajoara é assinado por Ana Yoshida Sidney Doll/ Divulgação

Mais
Atrás da parede de cobogós, na cozinha do apê Jardim Marajoara, estão a bancada e a coifa de inox. O apartamento teve reforma projetada pela arquiteta Ana Yoshida Sidney Doll/ Divulgação

Mais
O piso de madeira e os cinzas unificam estar e cozinha no Living Gourmet, de Ana Hnszel e Marcelo Polido. Entre as peças que decoram a sala, destaque para o tapete afegão (Jasmin Tapetes), avermelhado, e a poltrona Serfa, desenhada por Zanini de Zanine. A Casa Cor Rio Grande do Sul fica em cartaz até dia 9 de agosto de 2015, na Rua Comendador Reighantz, 903, em Porto Alegre. Outras informações: www.casacor.com.br Eduardo Liotti/ Divulgação

Mais
5. Para quem tem pouco espaço - No Loft do Casal Beach, com 50 m², o designer de interiores Edson Romeiro desenhou uma cozinha funcional e integrada a uma pequena área de jantar. Acoplada à bancada, a mesa tem tampo com acabamento em laca azul brilhante. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Itajaí, na Av. Osvaldo Reis, 3.385. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
Para quem quer total integração - A cozinha é completamente aberta para os demais ambientes (quarto e salas de estar e jantar) no Soul Loft, dos arquitetos Carolina Lopes e Richard Gohr. No projeto, a dupla conseguiu empregar matizes diversos e manter o equilíbrio cromático. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Itajaí, na Av. Osvaldo Reis, 3.385. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
7. Para quem quer uma "cozinha da vovó" - A arquiteta Fabiane Folchini buscou resgatar a atmosfera aconchegante das casas de avó para compor a Cozinha de Campo. A marcenaria na cor azul, com toque retrô, combina com o piso de porcelanato que imita madeira de demolição pintada e lixada. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Itajaí, na Av. Osvaldo Reis, 3.385. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
8. Para quem curte inovar - No Tríade Loft, assinado pelo escritório Blanc Concept Design, a poltrona pendurada no pé-direito duplo da cozinha desconstrói a ideia da composição convencional para a mesa de jantar. Na parede, o tijolo aparente remete ao rústico, que contrasta com a mobília contemporânea. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Itajaí, na Av. Osvaldo Reis, 3.385. Outras informações: www.casacor.com.br Sidney Kair/ Divulgação

Mais
10. Para quem prefere tons neutros - As cores claras e sóbrias aplicadas à cozinha integrada ao estar dão elegância ao projeto Loft da Cris, desenvolvido por Cris Passing. Na área gourmet, os pendentes em inox combinam com os equipamentos modernos. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Florianópolis, na Rua José Maria da Luz, 163. Outras informações: www.casacor.com.br Sidney Kair/ Divulgação

Mais
Para quem aprecia vinhos - A arquiteta e light designer Estela Cislaghi desenhou a cozinha integrada à sala de jantar e à área da adega no projeto Sala de Jantar do Colecionador. A tonalidade grafite marca a marcenaria do espaço gourmet e o quartzo em tom claro reveste as bancadas. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Florianópolis, na Rua José Maria da Luz, 163. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
2. Para quem adora uma cervejinha - Pensado para um apreciador de cervejas, o Ateliê do Mestre Cervejeiro, criado pelo escritório Sarau Arquitetura, tem um bar gourmet no lugar de uma cozinha convencional. A decoração é descolada e jovem. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Florianópolis, na Rua José Maria da Luz, 163. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
2. Para quem adora uma cervejinha - Na cozinha-bar do Ateliê do Mestre Cervejeiro, assinado pelo escritório Sarau Arquitetura, a bancada é composta por uma área de trabalho, com pia e chopeira, e mesa para refeições ladeada por banquetas. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Florianópolis, na Rua José Maria da Luz, 163. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
3. Para quem busca convívio familiar - O Estar Gourmet, uma criação de Nadia Müller e Tufi Mousse, tem clima de casa no campo. Para que o "chef" possa conviver com seus familiares enquanto cozinha, a dupla desenhou um ambiente que integra a área de serviço à sala de estar. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Florianópolis, na Rua José Maria da Luz, 163. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
Para quem gosta de receber - O ambiente Como Queres Que Te Sirva?, do escritório Pinheiro e Serrano Fonseca Arquitetura, tem uma bancada conectada à mesa de jantar com dez lugares. A rusticidade e o aconchego dados pela marcenaria contrasta com o ar tecnológico dos eletrodomésticos. O espaço está em exposição até 12 de julho de 2015, na Casa Cor Santa Catarina em Florianópolis, na Rua José Maria da Luz, 163. Outras informações: www.casacor.com.br Lio Simas/ Divulgação

Mais
A introdução de uma nova estrutura metálica no apê em Tel Aviv permitiu que a área de convívio fosse ampliada através da integração dos espaços, antes compartimentados. O conceito arquitetônico buscava criar um contraste entre a fachada original, com arcos em estilo neoclássico, e os interiores "industriais", onde predominam os tons de cinza, com concreto aparente, vigas e pilares metálicos expostos e vidro. O projeto para a reforma em Israel é do escritório Pitsou Kedem Architects Amit Geron/ Divulgação

Mais
Com áreas de estar, jantar e cozinha, o espaço desenvolvido por Erick Figueira de Mello é composto de móveis "vintage" (Loja Teo) e peças antigas (Arnaldo Danemberg). No teto, o acabamento remete às dobraduras de papel. A Mostra Black fica em cartaz até dia 21 de junho de 2015, na Oca - pavilhão Lucas Nogueira Garcez, no Parque Ibirapuera, em São Paulo (SP Bruno Conti/ Divulgação

Mais
A cozinha integrada com estar está no bloco frontal da casa Concha e tem contato direto com a floresta. O branco da marcenaria laqueada predomina e seus equipamentos (AEG e Gaggenau) ficam todos embutidos nas bancadas. A construção tem arquitetura assinada pelo escritório ARTechnic Architects Nacasa & Partners Inc./ Divulgação

Mais
Na cozinha, o branco da marcenaria laqueada predomina e só é quebrado pelas cadeiras vermelhas. Os eletrodomésticos (AEG e Gaggenau) ficam todos embutidos nas bancadas e "somem" na ambientação. A casa Concha tem arquitetura assinada pelo escritório ARTechnic Architects, no Japão Nacasa & Partners Inc./ Divulgação

Mais
Casa Cor SP 2015 - O pau a pique compõe parte das paredes no projeto de Roberto Migotto. O tom terroso da antiga técnica construtiva (também conhecida como taipa de mão) se ajusta à marcenaria clara Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Casa Cor SP 2015 - Na cozinha gourmet com área de jantar do Refúgio na Montanha, Fabio Morozini utilizou três belos pendentes (La Lampe) de vidro soprado sobre a mesa. O conjunto marca, mas com delicadeza Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Casa Cor SP 2015 - Os pendentes de papel arroz da Futon Company criam um efeito escultural sobre a mesa de jantar do Espaço da Família, um projeto de Francisco Calio Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Casa Cor SP 2015 - A bancada da área gourmet é acoplada à mesa de jantar no Espaço da Família, de Francisco Calio. Ambas são estruturadas em Corian Cirrus White (Studio Vitty), padrão recém-lançado pela DuPont Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Casa Cor SP 2015 - A área compacta da cozinha na Casa do Bosque, de David Bastos, é delimitada pelo revestimento composto de blocos de granito, material oriundo do descarte de uma pedreira Katia Kuwabara/ UOL

Mais
A cozinha da casa Madrid, no interior de São Paulo, tem piso de ladrilhos hidráulicos terracota, da Brasil Imperial. O brilho se dá pelo acabamento resinado, para evitar manchas, especialmente de gordura. O projeto da residência é da arquiteta Monica Drucker Ruben Otero/ Divulgação

Mais
Na pequena cozinha, o destaque é a marcenaria com desenho da arquiteta Monica Drucker e execução da Roma Móveis. As peças foram estruturadas em MDF e têm acabamento em madeira tauari e laminado melamínico branco, onde forno, fogão, coifa e geladeira ficam embutidos. A casa Madrid está em um condomínio residencial de Marília, interior de São Paulo Ruben Otero/ Divulgação

Mais
Na fachada interna, voltada para o arrimo de pedra com espelho d'água (à esq.), vigas curvas da cobertura se apoiam na grande calha circular, que descarrega a carga nos pilares de seção quadrada, dispostos a cada três módulos. As vigas avançam sobre o espelho d'gua formando uma pérgola e convergindo para o centro da composição (eixo do pilar do abrigo de carros, no nível superior - foto 3). A casa RP fica em Brasília (DF) e tem projeto assinado por João Filgueiras Lima, o Lelé Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Sem a mesa para o café da manhã (que ficou na copa, foto 12), a nova bancada de trabalho em L possibilitou o deslocamento da cuba e do fogão para o espaço sob a janela. A reforma do apê em Moema, zona sul de São Paulo, é do escritório KTA Divulgação

Mais
Na entrada da sala de estar do apê do ator Nico Puig, uma antiga chapeleira. Na cozinha ali ao lado, os móveis são novos e planejados. Para fazer a divisão dos ambientes, uma singela estante que apoia livros e outros objetos Reinaldo Canato/ UOL

Mais
Como uma caixa verde, a cozinha foi revestida inteiramente com pastilhas de vidro da Vidrotil. O painel da Tv e as prateleiras, ambos em peroba mica foram executados pela marcenaria Inovart e, os armários, pela Formaplas. O apê Panamby tem projeto de reforma do arquiteto Diego Revollo Alain Brugier/ Divulgação

Mais
Como uma caixa verde, a cozinha foi revestida inteiramente com pastilhas de vidro da Vidrotil. A marcenaria e os móveis combinam madeira clara e branco, enquanto os eletrodomésticos são majoritariamente em aço. O apê Panamby tem projeto de reforma do arquiteto Diego Revollo Alain Brugier/ Divulgação

Mais
A cozinha faz parte do complexo de lazer com 90 m², idealizado pela arquiteta Paula Gambier, na sede de um sítio. O objetivo era oferecer maior aconchego à família e aos amigos, nas noites frias de São Roque (SP). As paredes texturizadas e caiadas formam nichos para apetrechos e enfeites e embutem o forno a lenha. A decoração rústica conta com móveis de madeira bem ao estilo "fazenda" Divulgação

Mais
A cozinha rústica projetada pela arquiteta Paula Gambier tem mesa complementada por dois bancos e duas poltronas de fibra natural, que enfatizam a simplicidade da proposta. Ao fundo, a churrasqueira e o fogão a lenha compõem uma central de cocção. Esquadrias de madeira destacam-se sob o amplo pé-direito com superfície lisa que contrasta com as paredes rugosas Divulgação

Mais
Nesta cozinha (35 m²) criada pelo arquiteto René Fernandes, a bancada ladeia o fogão a lenha, separando o setor de trabalho do de refeição. A coifa de cobre, suspendida pelo forro de madeira, dá charme ao ambiente e combina com o lustre. Nas paredes, o acabamento é feito com massa colorida e, no piso, os tijolos são de demolição. Repare: o corpo do forninho (à dir.) tem o bojo voltado para a cozinha e a boca para a área de lazer. A mesa e as cadeiras são do designer Carlos Motta Divulgação

Mais
Integrada à varanda e ao interior da morada, esta cozinha com 21 m² foi projetada pela arquiteta Maria Gloria Batista em estilo rústico. Para dar praticidade ao espaço, uma parte da parede, o fogão, o forninho e a churrasqueira foram revestidos com pastilhas cerâmicas, que criam um fundo para o tampo de granito. A base clara e o piso neutro de porcelanato destacam, ainda, a madeira empregada nos móveis e forro Divulgação

Mais
Passar a sensação de acolhimento foi a intenção de Mariana Noronha e Samra Akad, da Boutique Arquitetura. O projeto para a cozinha rústica mede 26 m² e está localizado em uma varanda. A estrutura do telhado e as telhas aparentes, a mesa de madeira da loja Armazém da Vila, as cadeiras com assentos e encostos de folhas de bananeira, da Breton, e o forninho caipira dão o tom "rural" à proposta Felly Fuzaro/ Divulgação

Mais
Deste ângulo da cozinha, idealizada por Mariana Noronha e Samra Akad, se pode ver a parede de tijolos e os armários em madeira rústica. O piso foi forrado com cerâmica da Euroville e tosetos mais escuros Felly Fuzaro/ Divulgação

Mais
Com 25 m², esta cozinha assinada pela arquiteta Rosa Dalledone faz parte de uma casa de fazenda com proposta rústico-contemporânea. O ambiente está integrado à sala de jantar, diferenciando-se por meio do piso e da bancada que divide os dois ambientes. Revestida de litocerâmica e com tampos superior de Corian e, de refeições, em madeira teca, a estrutura é complementada por cadeiras de fibra. À direita, o fogão a lenha, instalado ao lado do convencional, se beneficia da luz que vem da janela Carol Sábio/ Divulgação

Mais
Idealizada pela arquiteta Suzy Melo, esta cozinha com 16,5 m² fica em uma casa de campo. Nela, o cimento queimado vermelho recobre o piso e o fogão a lenha e é combinado ao ladrilho hidráulico em padrão vichy (Dalle Piagge), inspirado na cortina do antigo sítio da família, que - aliás - foi o ponto de partida do projeto. O revestimento faz ainda um barrado na parede e, no chão, é contornado pela borda cimentícia que reproduz o aspecto da madeira J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Deste ângulo da cozinha projetada pela arquiteta Suzy Melo, vê-se a bancada de trabalho com tampo de mármore e os armários de madeira. Sobre o frontão da pia, ladrilhos hidráulicos protegem a parede dos respingos de água. A coifa preta remete ao ferro pintado e a mesa em madeira rústica é de abrir. Os armários superiores (com desenho do escritório) são fechados por tela de galinheiro e, sobre a janela de madeira, a coleção de tampas para sopeiras arremata a ambientação J. Vilhora/ Divulgação

Mais
A cozinha planejada pela arquiteta Suzy Melo para esta casa de campo está integrada à área de jantar por janelas guilhotina e pela porta de vidro. Deste ângulo é possível observar a estrutura aparente de madeira, o pé-direito e o forro de madeira que reforçam o estilo rústico do projeto. Note, ainda, que embaixo de uma das esquadrias, o vão foi aproveitado para a instalação de uma pequena prateleira J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Com 10 m², esta cozinha integra-se à outra interna e leva assinatura da arquiteta Paula Gambier. De um lado, o ambiente é composto pela bancada de trabalho revestida de ladrilho hidráulico e contornada por tosetos no mesmo material. Os gabinetes têm portas com aspecto desgastado, típico da pintura provençal, e as paredes receberam pintura terra cal Divulgação

Mais
A cozinha externa e rústica, pensada pela arquiteta Paula Gambier, conta com fogão a lenha, forninho com tampa de ferro trabalhada e churrasqueira dispostos em linha. Os tozetos de ladrilho hidráulico e a pintura terra cal reforçam o estilo "caipira" do espaço Divulgação

Mais
Toda revestida por cimento queimado e com cobertura estruturada em eucalipto roliço, esta cozinha externa mede 110 m² e faz parte de um sítio. Projetado por Vilma Meirelles, o espaço tem arremates de tijolos no piso, que fazem o papel de juntas. O mobiliário robusto conta com mesa colonial e cadeiras da Isto é Brasil Evelyn Müller/ Divulgação

Mais
No projeto da designer Vilma Meirelles, o fogão a lenha está posicionado junto à pia, que também leva acabamento de cimento queimado e frontão azulejado Evelyn Müller/ Divulgação

Mais
O volume em L, com acabamento em cimento queimado, concentra fornos e fogões, além de pia e nichos para o armazenamento de utensílios e mantimentos. O projeto assinado por Vilma Meirelles tem um "jeitão caipira" e mantém um elemento tradicional das cozinhas: uma cortininha para fechar o vão sob a pia Evelyn Müller/ Divulgação

Mais
A cozinha com 32 m² segue as mesmas linhas da versão rústica e externa (fotos 13 a 15) idealizada pela designer Vilma Meirelles. As paredes foram pintadas de ocre e branco, têm barrado composto por tozetos, sustentam uma coleção de pratos decoraticos e prateleiras simples, encaixadas em pilares Evelyn Müller/ Divulgação

Mais
Nesta cozinha de fazenda com 20 m², o arquiteto René Fernandes aplicou verde nas paredes, que sustentam quadros antigos. O projeto conta, ainda, com armários arrematados por portas de madeira rústica Divulgação

Mais
O fogão a lenha, em cimento queimado, ladeia o canto de almoço formado pela mesinha e as duas cadeiras Thonet e serve como aparador, quando não está sendo usado para a cocção. A cozinha de fazenda foi projetada pelo arquiteto René Fernandes Divulgação

Mais
Integrada à área social, construída em torno de um pátio interno elaborado para que a pereira (à esq.) fosse mantida, a cozinha com 10 m² foi delimitada pelo balcão de alvenaria, mesa com tampo de taco e banquetas caipiras. O projeto é de Evelin Sayar J. Vilhora/ Divulgação

Mais
No projeto da cozinha assinado por Evelin Sayar, os detalhes dão o tom "de interior": o filtro de barro, o armarinho para as coleções de xícaras e os bancos pintados de azul. Para manter o clima, mas de forma um tantinho mais moderna, dois pendentes com lâmpadas bojudas iluminam o balcão J. Vilhora/ Divulgação

Mais
A sala de almoço com 20,5 m² ganhou função de cozinha com o fogão a lenha. A ideia da designer Viviane Magri Dinamarco foi criar um espaço "para que se cozinhasse de uma maneira divertida". Sobre o fundo branco, o fogão de cimento queimado e a coifa metálica sobressaem Celina Germer/ Divulgação

Mais
No projeto da sala de almoço/cozinha assinado pela designer Viviane Magri Dinamarco, o forro é de ripas pintadas que se destacam sobre as vigas de peroba. No piso, mármore travertino romano bruto estucado. Tanto a cristaleira quanto os móveis do jantar têm desenho rústico e foram executados pelo Antiquário Lila. O lustre de ferro é da Lustreco Celina Germer/ Divulgação

Mais
A cozinha gourmet tem bancadas e armários em marcenaria (Fenix) executada com madeira freijó e abriga adega, máquina de gelo, frigobar, dois cooktops e uma grelha elétrica para churrasco. As bancadas de preparo e de refeições são de granito preto absoluto. Na cozinha ainda há uma mesa de jantar. A casa LM/RM tem arquitetura do escritório CVA Alain Brugier/ Divulgação

Mais
[VENCEDOR] Prêmio Casa Claudia Design de Interiores 2015 - categoria "Decoração no Campo": Vania Chene. No ambiente social integrado, sofás e poltronas têm generosas dimensões e tecidos macios. A lareira e o fogão à lenha, sempre em uso, aquecem o espaço com porção central dedicada à ampla mesa de jantar Divulgação

Mais
[FINALISTA] Prêmio Casa Claudia Design de Interiores 2015 - categoria "Apartamentos": Storrer Tamburus Arquitetura. No lugar de paredes de alvenaria, divisórias formadas por ripas de madeira separam os ambientes sociais dos demais cômodos do apê. Deste ângulo da cozinha é possível visualizar o living, no ambiente, parte das prateleiras têm acabamento bem próximo ao do madeirite Divulgação

Mais
A cozinha da Casa do Zé fica integrada às salas de jantar e estar, ocupando o terceiro pavimento do monolito residencial, estruturado em concreto armado. Todos os revestimentos interiores, além dos armários são de madeira reciclada, reaproveitada das fôrmas de concretagem da fachada. No final da tarde, a janela (à esq.) traz para o interior da residência, a paisagem das vinhas do Vale Barris, banhadas pela luz do sol. A construção fica em Portugal e tem projeto do escritório Paratelier Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Caixilharia de alumínio para grande porta de correr separa a cozinha do deck externo de madeira. Da varanda, tem-se a vista privilegiada do castelo medieval e das montanhas de Palmela, vilarejo próximo à Lisboa, em Portugal. A Casa do Zé tem arquitetura e projeto de interiores (toda a marcenaria e revestimentos) assinados pelo escritório Paratelier Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Além de um canto de estudos (à esq.) com vista privilegiada para a praça que se comunica com a fachada da Casa do Zé, em Palmela (Portugal), o mais alto pavimento, de uso social integrado, conta com estar, cozinha e jantar e traz em seu forro um recorte que funciona como claraboia e, ao mesmo tempo, escape da chaminé de uma lareira móvel. De qualquer forma, além de iluminar a cozinha, a passagem permite a ventilação natural do interior da casa por convecção Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Na cozinha, os armários laqueados padrão creme (Bontempo) foram previstos no projeto de interiores do escritório Díptico Design, mas a bancada de granito é original da residência de campo em Itu, interior de São Paulo. Muito bem iluminada, a área recebeu cortinas rolô (Luxaflex) que amenizam a entrada intensa de sol Lufe/ Divulgação

Mais
A integração da cozinha com o living se dá por uma simples mesa de OSB (painel de tiras de madeira prensadas e orientadas) para dois lugares. A marcenaria foi executada em MDF laqueado branco e o piso em tábuas corridas originais e centenárias segue pela área molhada. Os tons claros - branco, bege, areia - predominam e ampliam a área total do imóvel, de apenas 29 m². O apê fica em Wroclaw, na Polônia, e foi reformado pelo escritório 3XA S. Zajaczkowski/ Divulgação

Mais
20 - É possível replantar restos de erva. Existem diversos tipos ervas e até legumes e frutas que crescem a partir de pedaços plantados Reprodução/Jillconyers

Mais
Para um casal recém-casado que gosta de cozinhar em casa, era preciso que a cozinha recebesse uma bancada em L, com boa área para o preparo dos alimentos. Assim, o micro-ondas foi colocado na aba lateral, o que liberou o espaço da pia. A bancada é de granito preto (Duarte Mármores e Granitos) e os móveis foram executados pela Madero Marcenaria em MDF laqueado de fábrica (Masisa). O projeto de interiores é da designer Adriana Fontana Divulgação

Mais
Vedações envidraçadas são suportadas por caixilhos metálicos (alumínio) pintados de preto, para que não fiquem tão evidentes à noite. A mesa de jantar é acompanhada por bancos e está posta entre a cozinha americana (ao fundo) e a sala de estar. O piso até a bancada é de madeira de demolição (em segundo plano) e, na área de trabalho da cozinha, as superfícies são de cimento queimado. O projeto de arquitetura é assinado por André Becker Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Os moradores da casa em Curitiba (PR) pediram ao arquiteto Jorge Elmor uma cozinha espaçosa e funcional. Para atendê-los, foi desenvolvido um projeto com armários (Florense), coifas industriais (Coifatec) e banquetas (Simmetria) Daniel Katz/ Divulgação

Mais
A cozinha ganhou luz natural intensa vinda da área de serviço, onde a parede foi substituída por caixilharia de alumínio. As demais foram revestidas com pastilhas Jatobá, enquanto o tampo da pia recebeu bancada de quartzo laranja em contraste com o concreto estrutural, executado pelo empreiteiro Adilon. O destaque da ambientação, porém, é o piso de ladrilho hidráulico criado pelo artista plástico Flávio de Carvalho. O apê Barão do Tietê foi reformado pelos arquitetos Marcelo Barbosa e Ana Mello Ana Mello/ UOL

Mais
Concreto aparente e madeira se misturam e dão harmonia à cozinha americana do apê Barão do Tietê, reformado pelos arquitetos Marcelo Barbosa e Ana Mello. Na área molhada, destaque para o ladrilho hidráulico desenhado por Flávio de Carvalho e executado pela Ladrilhar Ana Mello/ UOL

Mais
Na sintonia com o tecnocimento, o teto da cozinha teve o forro removido, o que deixou aparente a laje nervurada em concreto. As paredes ganharam prateleiras altas para acomodar garrafas e objetos e a mesa executada pela HDS Marcenaria em freijó possui gaveteiros práticos e espaço para o encaixe das cadeiras. O Apê Cobre Blue tem projeto de reforma assinado pelo escritório Casa 100 Arquitetura Quadra 2 Fotografia/ Divulgação

Mais
O jeito contemporâneo de viver se reflete na praticidade da cozinha do Apê Cobre Blue, reformada pelo escritório Casa 100 Arquitetura. A bancada em concreto contrasta com o azul da laca nos armários e o cinza do tecnocimento, todos elementos modernos e fáceis de manter Quadra 2 Fotografia/ Divulgação

Mais
Cozinha e jantar integrados compõem um espaço generoso e harmônico em preto, cinza e amarelo. À esquerda, a mesa de 4,5 m - desenhada por Guilherme Torres (autor do projeto da LA House) - é acompanhada pela luminária de dimensão idêntica, da Wall Lamps Denilson Machado (MCA Estúdio)/ Divulgação

Mais
Uma parede inteira foi ocupada pela estante dedicada a guardar louças e cristais. À esquerda é possível observar alguns eletrodomésticos embutidos e, em primeiro plano, a bancada amarela da pia, com nichos para adornos. À direita está a ampla mesa de jantar cercada por cadeiras assinadas por Hans Wegner Denilson Machado (MCA Estúdio)/ Divulgação

Mais
À noite, a cobertura com forro de madeira pode ser fechada e garantir maior proteção à área da churrasqueira interligada à cozinha. A Casa das Pérgolas foi projetada pelo escritório FGMF Arquitetos Rafaela Netto/ UOL

Mais
A cozinha e a copa receberam portas corrediças e janelas amplas com fechamento em vidro. O recurso assegura a entrada de intensa luminosidade natural nesses espaços da NSN House, projetada pelo escritório Biselli Katchborian Arquitetos Nelson Kon/ UOL

Mais
No Apartamento do Casal Moderno, projetado por Luciana Herenio, Cecília Malcher e Cristina Braz, a parede acima da bancada da cozinha tem acabamento com estampa geométrica multicolorida. Ao lado da mesa de jantar, outra parede possui recortes que abrigam samambaias e bromélias, além de objetos de decoração. A mostra Morar Mais por Menos Brasília fica em cartaz até 14 de dezembro de 2014, na Casa do Candango, na SGAS quadra 603, na capital federal. Outras informações: www.morarmais.com.br Haruo Mikami/ Divulgação

Mais
No Studio do Solteiro, da designer de interiores Cícera Gontijo, os tons amadeirados e as cores sóbrias tanto dos acabamentos quanto em boa parte das peças resultam numa atmosfera masculina e contemporânea. Na ambientação, a estante embutida possui finas prateleiras. A Casa Cor Minas Gerais fica em cartaz até dia 16 de dezembro de 2014, na Estrada para São Sebastião das Águas Claras, 1.289, em Nova Lima. Outras informações: www.casacor.com.br/minasgerais Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
No Apartamento Minas Gerais, de Christianne Taranto, a "mineirice" do ladrilho hidráulico (à dir.), na parede acima da bancada, remete às cozinhas de fazenda. Por sua vez, a pedra sabão é vista no tampo da mesa de centro (à esq.) na sala de estar. A Casa Cor Minas Gerais fica em cartaz até dia 16 de dezembro de 2014, na Estrada para São Sebastião das Águas Claras, 1.289, em Nova Lima. Outras informações: www.casacor.com.br/minasgerais Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
Tendo como ponto de partida a vontade de usar materiais fabricados ou beneficiados pela indústria mineira em seu projeto, Christianne Taranto desenhou o Apartamento Minas Gerais. Combinado ao cinza, o uso da madeira em tons claros traz um ar leve à cozinha. A Casa Cor Minas Gerais fica em cartaz até dia 16 de dezembro de 2014, na Estrada para São Sebastião das Águas Claras, 1.289, em Nova Lima. Outras informações: www.casacor.com.br/minasgerais Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
O Studio Experimental do Chef, de Luciana Savassi e Marcos Rodrigues de Paula, é uma homenagem ao chef mineiro Felipe Rameh. No espaço gourmet, o cinza das paredes se alinha ao branco do piso e da bancada onde o cooktop está embutido. A Casa Cor Minas Gerais fica em cartaz até dia 16 de dezembro de 2014, na Estrada para São Sebastião das Águas Claras, 1.289, em Nova Lima. Outras informações: www.casacor.com.br/minasgerais Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
O Studio Experimental do Chef, de Luciana Savassi e Marcos Rodrigues de Paula, é uma homenagem ao chef mineiro Felipe Rameh. No espaço gourmet, o mobiliário tem traços econômicos e retos e um "ar" industrial. A Casa Cor Minas Gerais fica em cartaz até dia 16 de dezembro de 2014, na Estrada para São Sebastião das Águas Claras, 1.289, em Nova Lima. Outras informações: www.casacor.com.br/minasgerais Jomar Bragança/ Divulgação

Mais
André Monte assina o Espaço Gourmet que tem cozinha e sala de jantar completamente integradas. A marcenaria e predominância de cores neutras proporcionam uma atmosfera aconchegante. A Casa Cor Ceará fica em cartaz até dia 10 de dezembro de 2014, na Av. Barão de Studart, 598, em Fortaleza. Outras informações: www.casacor.com.br/ceara Esdras Guimarães/ Divulgação

Mais
O laranja vibrante da bancada contrasta com a base acinzentada da Cozinha. O ambiente é um projeto assinado por Naiana Lima e Priscilla Ximenes. No espaço para o preparo das refeições, a ilha de cocção tem recortes laterais desenhados como suportes para as garrafas de vinho. A Casa Cor Ceará fica em cartaz até dia 10 de dezembro de 2014, na Av. Barão de Studart, 598, em Fortaleza. Outras informações: www.casacor.com.br/ceara Esdras Guimarães/ Divulgação

Mais
A cozinha tem armários com tampo modulado Mekal e ladrilho hidráulico vermelho revestindo parede da área de trabalhos (à esq.), além de bancada em cimento queimado (Vianarte). A casa fica no bairro da Liberdade, centro de São Paulo, e teve projeto de "retrofit" desenvolvido pela equipe de Flavio Cunha, da SET Arquitetura Levi Mendes Jr./ Divulgação

Mais
Na cozinha idealizada pela arquiteta Cristiane Schiavoni, o cinza aparece em vários suportes (cerâmica, revestimento do balcão, etc.) por combinar bem com outras cores. Aqui, o matiz foi aliado ao branco, ao metalizado e ao preto Carlos Piratininga/ Divulgação

Mais
A cozinha da Casa Itahyê, projetada pelo escritório Apiacás Arquitetos Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Na copa e cozinha do Estúdio PN para Lina Bo Bardi, criado por Paula Neder, a parede tem revestimento cimentício. As cores mais alegres ficam por conta da geladeira rosa, das mesas laterais amarelas e da estante Dixon (Estúdio Bola) no padrão mostarda. A Casa Cor Rio fica em cartaz até dia 7 de dezembro de 2014, no CasaShopping, na Av. Ayrton Senna, 2150, blocos O/P, na Barra da Tijuca. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro André Nazareth/Divulgação

Mais
Na Sala do Primeiro Apê, de Tiana Meggiolaro e Bia Mayrinck, a base é neutra (concreto e tijolos nas paredes e madeira no piso), enquanto as cores fortes estão em pôsteres, nos azulejos, nos acessórios e em móveis (Oppa). Os 40 m² estão distribuídos em sala de TV, canto de trabalho e sala de jantar com cozinha gourmet. A Casa Cor Rio fica em cartaz até dia 7 de dezembro de 2014, no CasaShopping, na Barra da Tijuca. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro André Nazareth/Divulgação

Mais
O pé direito alto foi preservado e as lajes estão todas aparentes n'O Loft, de Paola Ribeiro. No projeto, as salas de estar e jantar estão conectadas à cozinha. A estante em madeira (criação da arquiteta), repleta de livros, divide living e quarto do casal, com cama decorada por dossel. A Casa Cor Rio fica em cartaz até dia 7 de dezembro de 2014, no CasaShopping, na Av. Ayrton Senna, 2150, blocos O/P, na Barra da Tijuca. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro André Nazareth/Divulgação

Mais
No projeto de Paola Ribeiro para O Loft, a sala de jantar está integrada à cozinha. Ao fundo, painéis pivotantes separam o hall do restante da casa. Uma coluna forrada por plantas, criada pela paisagista Anna Luiza Roitier, dá charme ao ambiente. A Casa Cor Rio fica em cartaz até dia 7 de dezembro de 2014, no CasaShopping, na Av. Ayrton Senna, 2150, blocos O/P, na Barra da Tijuca. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro André Nazareth/Divulgação

Mais
O Loft do Artwork Hunter, de Mário Santos, é um ambiente aberto, claro e arejado. A bancada esculpida em mármore de Carrara, com luz posterior que ressalta os veios da pedra, se destaca na cozinha. A Casa Cor Rio fica em cartaz até dia 7 de dezembro de 2014, no CasaShopping, na Av. Ayrton Senna, 2150, blocos O/P, na Barra da Tijuca. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro André Nazareth/Divulgação

Mais
O Apartamento Gávea - Brooklyn, de Caco Borges, tem inspiração no estilo de vida do músico Vinícius Cantuária, amigo do arquiteto. Com exceção do quarto que fica no mezanino, o restante dos ambientes é integrado, sem paredes. A Casa Cor Rio fica em cartaz até dia 7 de dezembro de 2014, no CasaShopping, na Av. Ayrton Senna, 2150, blocos O/P, na Barra da Tijuca. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro André Nazareth/Divulgação

Mais
A cozinha principal, no segundo andar (terceiro pavimento), é dedicada à família. O revestimento em alto brilho na cor magenta (à dir.) denuncia sua localização na casa. À esquerda, a faixa com piso de vidro intensifica a entrada de luz natural, de baixo para cima. A vista, através da janela-fita com folhas móveis de correr (a mesma que vem dos dormitórios das crianças), é para o campo de golfe. A residência projetada por Marcos Bertoldi fica em Curitiba (PR) Alessandra Okazaki/ Divulgação

Mais
A Cozinha da Casa de Praia, de Débora Rodrigues e Márcia Nunes, tem gavetas (à esq.) e ilha de cocção (à dir.) com acabamento em laca brilhante na cor vermelha. Ao lado do painel com eletrodomésticos embutidos, o jardim vertical com samambaias ganha destaque. A Casa Cor Pará fica em cartaz até dia 30 de novembro de 2014, no Boulevard Shopping, na Av. Visconde de Souza Franco, 776, em Belém. Outras informações: www.casacor.com.br/para Dudu Maroja/Divulgação

Mais
As cores vibrantes do revestimento da parede, da marcenaria e dos cestos no topo dos armários deixam alegre e despojada a Cozinha da Casa de Praia, de Débora Rodrigues e Márcia Nunes. A dupla propõe um ambiente aconchegante para reunir a família, por isso, a escolha por uma mesa de jantar acoplada à ilha de cocção. A Casa Cor Pará fica em cartaz até dia 30 de novembro de 2014, no Boulevard Shopping, na Av. Visconde de Souza Franco, 776, em Belém. Outras informações: www.casacor.com.br/para Dudu Maroja/Divulgação

Mais
Os equipamentos de cozinha - armários, geladeira e fornos - do apê Raul Poméia, reformado pelo Hiperstudio, ficam escondidos atrás da parede que a separa da sala de jantar. O revestimento dos armários é em laminado melamínico nos padrões branco e petróleo (Eco Wood). Apesar de integrada com a sala, não é possível ver a cozinha à partir da mesa para refeições, pois a ligação se dá por um zigue-zague entre paredes recortadas e rentes Marcus Damon/ Estúdio Paralelo Fotográfico/ Divulgação

Mais
Os equipamentos de cozinha - armários, fogão, coifa e lava-louças -, do apê Raul Pompéia, reformado pelo Hiperstudio, ficam escondidos atrás da parede que a separa da sala de jantar. Apesar de integrada com o ambiente social, não é possível ver a área de cocção, pois a ligação se dá por um zigue-zague entre paredes recortadas. O revestimento dos armários é em laminado melamínico (Marcenaria Eco Wood) e a bancada para cuba é de feita de quartzo (Silestone - Coliseum Mármores) Marcus Damon/ Estúdio Paralelo Fotográfico/ Divulgação

Mais
Júnior Pacheco assina a Cozinha, marcada por armários, bancada, coifa e piso brancos. tal escolha contribui a sensação de amplitude e de assepsia ao espaço. Os nichos com fundo azul dão o toque de cor à composição. A 6ª edição da Casa Cor Campinas fica em cartaz até dia 7 de dezembro de 2014, no Palácio do Bispo, na Av. Jesuíno Marcondes Machado, 799. Outras informações: www.casacor.com.br/campinas Jefferson Ataliba/Divulgação

Mais
As pedras da região comparecem de modo marcante na casa Mangabeiras, projeto do arquiteto Allen Roscoe. Como no subsolo, onde a adega divide espaço com a cozinha. Destaque para o sistema hidráulico aparente com mangueiras flexíveis que permitem a movimentação da pia para qualquer local do ambiente Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Detalhe do espaço da cozinha, delimitado por uma fluida cortina, no apartamento Bohemian Cyborg, assinado por Guto Requena FelipeMorozini/ Divulgação

Mais
O acesso para a cozinha era originalmente amplo. O uso do cobogó ajudou a limitar a passagem sem eliminar a integração do ambiente de serviço com o estar. Outra função desta divisória, idealizada pela arquiteta Adriana Fontana, foi prolongar a parede, o que acabou permitindo o emprego de um sofá mais amplo Adriana Barbosa/ Divulgação

Mais
Neste projeto da arquiteta Adriana Fontana, a aliada para dividir o estar da cozinha, de forma a manter a conexão entre os dois ambientes, foi a marcenaria. Veja que os nichos no painel de madeira promovem a transparência mas preservam a privacidade de quem está na sala Adriana Barbosa/ Divulgação

Mais
A ilha de cocção, com design do escritório Ravaglia & Philot - que também assina os interiores do apê Icaraí -, foi feita em Corian (Don Artesano) e centraliza a integração entre cozinha e as salas de estar e jantar. As paredes da cozinha receberam porcelanato (30 cm x 60 cm) e pastilhas (2 cm x 2 cm) da Portobello. Um rasgo no rebaixo de gesso (ao fundo) garante luminosidade uniforme e indireta, enquanto fitas de LEDs foram inseridas na marcenaria preta para destacar a cor das patilhas Cinthia Serrano/ Divulgação

Mais
Tecnologia de modelagem paramétrica, a partir do uso combinado de três softwares, foi empregada para desenvolver o "layout" da ilha de cocção. Trata-se de uma peça única, sem emendas e multifacetada, em Corian (polímero acrílico). Com design do escritório Ravaglia & Philot, que também assina os interiores do apê Icaraí, a peça centraliza a integração entre cozinha e as salas de estar e jantar, assumindo aspecto escultórico Cinthia Serrano/ Divulgação

Mais
Pontos de luz foram projetados acima da extensa bancada de trabalho do Espaço do Chef, assinado por Walléria Teixeira, para auxiliar na hora do preparo dos pratos. Sobre a mesa de jantar, destaca-se o conjunto de pendentes que forma desenho escultural e orgânico. Por fim, nas prateleiras para taças, no nicho, a iluminação é feita com LEDs. A Casa Cor Brasília fica em cartaz até dia 18 de novembro de 2014, na capital federal. Outras informações: www.casacor.com.br/brasilia Jomar Bragança/Divulgação

Mais
A cozinha do Flat Urbano Contemporâneo, desenhado pela arquiteta Letícia Finamore, é minimalista e atemporal. Os armários em laca branca têm nichos que abrigam os eletrodomésticos, igualmente alvos. O cimento usado no piso compõe, também, parte da bancada. A Casa Cor Espírito Santo fica em cartaz até dia 11 de novembro de 2014, no Shopping Mestre Álvaro, na Av. João Palácio, 300, em Serra. Outras informações: www.casacor.com.br/espiritosanto Felipe Araújo/Divulgação

Mais
O branco dos armários no Lounge Gourmet, criado por Sandra Coelho e Luciene Bertolani, contrasta com o tom quente dos tijolos aparentes. A luminária branca, toda recortada, sobressai na ambientação. A Casa Cor Espírito Santo fica em cartaz até dia 11 de novembro de 2014, no Shopping Mestre Álvaro, na Av. João Palácio, 300, em Serra. Outras informações: www.casacor.com.br/espiritosanto Felipe Araújo/Divulgação

Mais
O Flat Praiano, de Cyane Zoboli, tem cozinha e salas de jantar e estar integradas. No projeto, a madeira ganha destaque no mobiliário, mas outros detalhes chamam a atenção: parte do piso, por exemplo, recebeu um acabamento que remete aos azulejos portugueses e uma estrutura feita de cordas delimita o quarto em relação aos ambientes sociais. A Casa Cor Espírito Santo fica em cartaz até 11 de novembro de 2014, no Shopping Mestre Álvaro, Serra. Outras informações: www.casacor.com.br/espiritosanto Felipe Araújo/Divulgação

Mais
Na Varanda Gourmet, projetada por Alessandra Guidoni, os marrons predominam na ambientação. Para equilibrar, a arquiteta usou tons claros nos estofados, papel de parede estampado e painel de metal ondulado. A Casa Cor Espírito Santo fica em cartaz até dia 11 de novembro de 2014, no Shopping Mestre Álvaro, na Av. João Palácio, 300, em Serra. Outras informações: www.casacor.com.br/espiritosanto Felipe Araújo/Divulgação

Mais
Integrada aos espaços de estar e jantar, a cozinha do apê Vila Aspicuelta, com decoração dos arquitetos Rafael Loschiavo e Veronica Molina, exibe o mesmo ar rústico descontraído dos demais ambientes sociais. Nela, são combinados à bancada de concreto com gabinete de madeira, um fogão com aspecto industrial, da Sufilsa, e as prateleiras da Ominia Ana Mello/ UOL

Mais
Ao cinza do concreto que compõe paredes e forro é alinhado o aço dos eletrodomésticos e o tom chumbo do ladrilho hidráulico, da Ladrilhar. A decoração do apê Vila Aspicuelta leva a assinatura do arquitetos Rafael Loschiavo e Veronica Molina Ana Mello/ UOL

Mais
Para a Cozinha, Andréia Drumond e Larissa Cabral criaram uma área de jantar pequena, porém charmosa e aconchegante. No ambiente, a madeira (paredes) e o quartzito (bancadas) estão entre os acabamentos escolhidos pelas arquitetas. A Casa Cor Espírito Santo fica em cartaz até dia 11 de novembro de 2014, no Shopping Mestre Álvaro, na Av. João Palácio, 300, em Serra. Outras informações: www.casacor.com.br/espiritosanto Felipe Araújo/Divulgação

Mais
André Bertoluci e Martha Coelho assinam o Estar Gourmet. A marcenaria desenvolvida pelos arquitetos é composta por linhas puras e colabora para uma decoração atemporal. A 21ª edição da Casa Cor Paraná fica em cartaz até dia 5 de outubro de 2014, no Graciosa Country Club, na Av. Munhoz da Rocha, 1.504, em Curitiba. Outras informações: www.casacor.com.br/parana Manoel Guimarães e Gerson Lima/Divulgação

Mais
O Loft da Designer de Joias, com 62 m², é uma criação da arquiteta Gislaine Bezerra Souza Tourinho e da designer Hellen Caroline Giacomitti. Em contraste com o preto do acabamento e do mobiliário, os detalhes em dourado dão um toque de requinte ao projeto. A 21ª edição da Casa Cor Paraná fica em cartaz até dia 5 de outubro de 2014, no Graciosa Country Club, na Av. Munhoz da Rocha, 1.504, em Curitiba. Outras informações: www.casacor.com.br/parana Manoel Guimarães e Gerson Lima/Divulgação

Mais
Estreante na mostra, a arquiteta e urbanista Tatielly Zammar apresenta o Loft Gourmet, com 65 m². Na cozinha, destaque para o nicho que abriga a horta de temperos e para o revestimento que lembra os azulejos portugueses. A 21ª edição da Casa Cor Paraná fica em cartaz até dia 5 de outubro de 2014, no Graciosa Country Club, na Av. Munhoz da Rocha, 1.504, em Curitiba. Outras informações: www.casacor.com.br/parana Manoel Guimarães e Gerson Lima/Divulgação

Mais
Na área social do apartamento Palma, o único elemento a dividir os ambientes (estar, jantar, cozinha e um corredor lateral de passagem) é uma caixa em marcenaria centralizada, desmontável e multifuncional. Sua face voltada para a cozinha abriga geladeira e forno elétrico. No lado voltado para a mesa de jantar, há um armário. Fica em Palma de Maiorca, na Espanha, esta reforma projetada pelo Vila Segui Arquitectos Laura Molina/ Divulgação

Mais
A marcenaria mescla acabamentos melamínicos amadeirados ou brancos e o mesmo jogo de cores se repete entre os pares de cadeiras para mesa de jantar. Já a caixa centralizada separa o jantar do estar e estes da cozinha. Sua face voltada para a mesa tem portas para a despensa. O design da estrutura é reto e liso, livre de detalhes. O projeto de reforma para o apartamento em Maiorca, na Espanha, é assinado pelo escritório Vila Segui Arquitectos Laura Molina/ Divulgação

Mais
A marcenaria mescla acabamentos melamínicos em tons amadeirados e branco, que acompanha a cor do tampo da bancada. A iluminação para cozinha, na área de cocção e serviços, fica embutida no móvel, onde também está um exaustor. O apartamento Palma, em Maiorca, Espanha, foi reformado pelo escritório Vila Segui Arquitectos Laura Molina/ Divulgação

Mais
No living, todos os ambientes são integrados - estar, jantar e cozinha - e voltados para o exterior e para o verde da Mata Atlântica. Uma gostosa varanda com deck de cumaru (madeira que compõe a estrutura interna) tem pé-direito com seis metros. Destaque para a leveza da escada de madeira com guarda-corpo telado (ao fundo). A Casa RR foi projetada pelo escritório Andrade Morettin Leonardo Finotti/ UOL

Mais
O espaço de jantar é totalmente integrado à cozinha e voltado para o exterior, onde impera a presença da Mata Atlântica. O mobiliário escolhido pelos proprietários expressa simplicidade, de acordo com a proposta descontraída da Casa RR, projetada pelo escritório Andrade Morettin Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Ana Terra assina a Cozinha do Chef, com mini jardim de pimentas encaixado em uma bancada e vasos de tempero apoiados sobre o gradil suspenso. A mostra Morar Mais por Menos BH fica em cartaz até 05 de outubro de 2014, na Av. Celso Portírio Machado, 1481, na capital mineira. Outras informações: www.morarmais.com.br Gustavo Xavier/ Divulgação

Mais
Na cozinha denominada Confraria do Chefe, as samambaias ocupam um cantinho em uma prateleira, enquanto as orquídeas ganharam espaço em vasos instalados na parede de tijolos aparentes. O ambiente foi criado por Marilda Andrade, Simone Fantini Mangini e Gláucia Monção. A mostra Morar Mais por Menos BH fica em cartaz até 05 de outubro de 2014, na Av. Celso Portírio Machado, 1481, na capital mineira. Outras informações: www.morarmais.com.br Gustavo Xavier/ Divulgação

Mais
Laís Albergaria assina o Espaço de Convivência, com plantas distribuídas em vasos, tachos de cobre e cachepôs sobre diversos móveis. A mostra Morar Mais por Menos BH fica em cartaz até 05 de outubro de 2014, na Av. Celso Portírio Machado, 1481, na capital mineira. Outras informações: www.morarmais.com.br Gustavo Xavier/ Divulgação

Mais
Inspirado em plantas reais, o arquiteto Gustavo Calazans idealizou para a Mostra Leroy Merlin (2014) este living (14 m²) para uma família de quatro pessoas. O projeto o separou da cozinha apenas por um pequena parede, racionalizando o espaço. "Aposte nas prateleiras altas, elas são ótimas opções para armazenamento em ambientes muito pequenos", diz Calazans. O uso de poucos elementos decorativos "fortes" propõe um espaço moldável e reciclável Cacá Bratke/ Divulgação

Mais
Na proposta da arquiteta Izabela Lessa, o living (17 m²) está integrado à cozinha. Aqui, o destaque fica por conta da parede espelhada que apoia o painel da TV. A marcenaria também faz a diferença: cria um aparador com gaveteiro e uma pequena bancada que abriga sob si os pufes, que podem ser usados em pequenas refeições ou em eventos sociais MCA Estúdio/ Divulgação

Mais
O projeto da arquiteta Pammela Resende Menezes integrou o estar com a varanda formando um living de 27 m² conectado à cozinha. A instalação do tubo giratório em 360°, com rack, no meio da sala permite o uso da TV em vários ângulos e libera as paredes para quadros. A circulação foi delimitada pelo piso de porcelanato e a varanda faz as vezes de sala de jantar, com mesa que comporta seis pessoas e lareira no lugar antes ocupado pela churrasqueira Divulgação

Mais
Com 20 m², este living assinado pelo designer Ricardo Lopez é integrado à cozinha pela marcenaria que acomoda eletrodomésticos, louças e acopla a mesa para quatro pessoas. O estar também funciona como home theater, abrigando equipamentos no móvel abaixo da TV. Nesta proposta, a parede espelhada (direita, ao fundo), os móveis esbeltos e a mesa de jantar estruturada em vidro foram aliados para criar a sensação de amplitude Foto Caad/ Divulgação

Mais
Com 20 m², este living incorpora a área da antiga varanda (à dir.) e se comunica com a cozinha através da bancada de madeira, criando uma pequena área para refeições, no projeto da arquiteta Ligia Resstom Divulgação

Mais
A cozinha, muito ampla e aberta, com ilha central de cocção foi vanguardista para seu tempo (1964), A caixa "flutuante" para os armários, sobre a ilha, abriga também coifa e confere um interesse escultural (e ao mesmo tempo bastante construtivista e funcional) à composição de interiores, da Joseph Strick House, desenhada por Oscar Niemeyer Leonardo Finotti/ UOL

Mais
As bancadas da cozinha e seu mobiliário revestido por laminado são sustentados por vigas metálicas. Seu design, datado de 1964, propunha a fuga da típica arquitetura residencial norte-americano-burguesa e suburbana da época. Ainda hoje, o projeto de Oscar Niemeyer para a Joseph Strick House, na Califórnia, porém, pode ser considerado muito criativo e pouco convencional para os padrões de Santa Monica Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Criada por Tatiane Barreto, a Cozinha da Designer segue o estilo retrô. No espaço, entre os revestimentos, estão o cimento chapiscado e o porcelanato que imita algumas padronagens de ladrilho hidráulico. Nas prateleiras, samambaias trazem frescor ao ambiente. A sétima edição da mostra Morar Mais por Menos Goiânia fica em cartaz até dia 14 de setembro de 2014, na Rua 136, esquina com a Rua 1.137, no Setor Marista. Outras informações: www.morarmais.com.br Estúdio OnzeOnze/Divulgação

Mais
No apartamento em Campinas (SP), a cozinha tem piso em madeira de demolição e bancada de granito preto. O móvel (Kitchens) onde está embutida a geladeira é composto por armários revestidos por laminado melamínico. A arquiteta Elaine Carvalho assina o projeto de interiores do imóvel Miro Martins/Divulgação

Mais
Na cozinha, a bancada com pia e cooktop é feita de granito preto e o painel (Kitchens) - revestido por laminado melamínico cinza chumbo - abriga os fornos embutidos. O projeto de interiores do apartamento em Campinas (SP) é assinado pela arquiteta Elaine Carvalho Miro Martins/Divulgação

Mais
Integrada à cozinha, a sala de jantar tem mesa assinada pelo designer Jader Almeida. O móvel de geometria simples é combinado aos pendentes Rock, da italiana Foscarini em parceria com a Diesel. Por fim, o espelho na parede dá a sensação de amplitude ao ambiente. O projeto de interiores do apartamento em Campinas (SP) é uma criação da arquiteta Elaine Carvalho Miro Martins/Divulgação

Mais
No apartamento em Campinas (SP), tanto a cozinha quanto a sala de jantar têm acabamentos em tons de cinza. Para o projeto de interiores, a arquiteta Elaine Carvalho desenhou o móvel de apoio (à dir.) que serve como bar e acomoda as bebidas, a adega climatizada e duas banquetas. Entre as peças, destaque para os pendentes Rock, desenhados pela italiana Foscarini em parceria com a Diesel Miro Martins/Divulgação

Mais
A cozinha também está integrada à varanda e ao quintal. A parede sobre a área de cocção é revestida por pastilhas de vidro, com detalhe em seis azulejos de um antiquário português, nas cores azul e branca. A cozinha é profissional, com bancada e eletrodomésticos em aço inox. A marcenaria em ipê do mobiliário tem cor muito próxima à do próprio aço dos caixilhos (à frente). A Casa Pepiguari foi projetada por Marcelo Ferraz e fica em São Paulo Nelson Kon/ UOL

Mais
A cozinha integra-se à ampla sala de estar com jantar e lareira a partir de um rasgo na parede estrutural de concreto, que forma um passa-prato. A marcenaria da cozinha é estruturada por madeira ipê e vidro. Neste ambiente, uma das parede e a laje também mostram o concreto nu, sem lixamentos nem resinas. A Casa Pepiguari foi projetada por Marcelo Ferraz e fica em São Paulo Nelson Kon/ UOL

Mais
A cozinha está no "contêiner" mais baixo. Ela se une pelo piso de granilite à sala de jantar e tem marcenaria em MDF preto com bancada aço inox. As paredes que fazem a divisão interna dos ambientes são de gesso, acabadas em pintura branca acrílica simples. A Casa "Pod" fica em Lorne, na costa australiana, e tem arquitetura assinada pelo escritório Whiting Architects Sharyn Cairns/ Divulgação

Mais
No Studio do Empresário, projetado por Laura Dorileo, Pedro Henrique Barros, Helen Ribeiro e Maira dos Reis, as pastilhas douradas que revestem a parede acima da bancada (ao fundo) dão requinte aos ambientes integrados. A 10ª edição da Casa Cor MT fica em cartaz até dia 14 de setembro de 2014, no Goiabeiras Shopping, na Av. José Monteiro de Figueiredo, 500, em Cuiabá. Outras informações: www.casacor.com.br/matogrosso Levi Mendes Jr/Divulgação

Mais
Na Cozinha, de Izabela Kassar, o tampo de madeira se contrapõe ao preto da bancada principal. E para quebrar a monotonia do cinza, os armários (ao fundo) receberam duas prateleiras iluminadas por LEDs. A terceira edição da Casa Cor MS fica em cartaz até dia 14 de setembro de 2014, em dois pavimentos do novo prédio do Hospital de Câncer, em Campo Grande. Outras informações: www.casacor.com.br/matogrossodosul Felipe Araújo/Divulgação

Mais
Na Cozinha, de Izabela Kassar, a parede tem revestimento em tecido xadrez e em tijolinhos brancos. As luminárias pendentes arrematam o estilo retrô da pequena área de jantar. A terceira edição da Casa Cor MS fica em cartaz até dia 14 de setembro de 2014, em dois pavimentos do novo prédio do Hospital de Câncer, em Campo Grande. Outras informações: www.casacor.com.br/matogrossodosul Felipe Araújo/Divulgação

Mais
A sala da casa Dom Viçoso, projetada pelo arquiteto Marcelo Ferraz, possui a configuração típica das sedes de fazenda. Ou seja, todos os ambientes integrados: jantar, estar, home theater e cozinha. A vedete do espaço é o fogão a lenha de onde saem quitutes de dar água na boca. Destaque curioso é a coifa, um cubo de ferro e vidro, desenhado pelo arquiteto Nelson Kon/ UOL

Mais
Com varanda dos dois lados, a sala possui vista para várias paisagens, principalmente para o "mar de morros" da Serra da Mantiqueira. A ambientação possui a atmosfera singela e acolhedora das casas interioranas, com utensílios pendurados, cristaleira e fogão a lenha. A casa Dom Viçoso é um projeto do arquiteto Marcelo Ferraz Nelson Kon/ UOL

Mais
A ambientação da ala social possui a atmosfera singela e acolhedora das casas serranas, com utensílios de cozinha pendurados, cristaleira e fogão a lenha. A casa Dom Viçoso é um projeto do arquiteto Marcelo Ferraz Nelson Kon/ UOL

Mais
A sala da casa Dom Viçoso, projetada pelo arquiteto Marcelo Ferraz, possui a configuração típica das sedes de fazenda. Ou seja, todos os ambientes integrados: jantar, estar, home theater e cozinha. A vedete do espaço é o fogão a lenha de onde saem quitutes de dar água na boca Nelson Kon/ UOL

Mais
Com 46 m², o Home Chef, projetado por Hellen Zanoletti Firmino e Renato Cesar Ferrari, integra área gourmet (foto), estar e "office". A mesa de madeira, junto à bancada, em formato triangular, e os talheres gigantes pendurados na parede sobressaem na decoração. A 23ª edição da Casa Cor RS fica em cartaz até dia 28 de setembro de 2014, na Rua Carlos Trein Filho, 930, em Porto Alegre. Outras informações: www.casacor.com.br/rs Eduardo Liotti/Divulgação

Mais
Com 46 m², o Home Chef, de Hellen Zanoletti Firmino e Renato Cesar Ferrari, integra área gourmet, estar e "office" (à esq.). Nos ambientes, a madeira predomina em móveis e revestimentos. A 23ª edição da Casa Cor RS fica em cartaz até dia 28 de setembro de 2014, na Rua Carlos Trein Filho, 930, em Porto Alegre. Outras informações: www.casacor.com.br/rs Eduardo Liotti/Divulgação

Mais
O Espaço Gourmet Glamour, projetado pela arquiteta Juliana Zanchi de Moura, reúne sala de estar e cozinha com mesa de jantar acoplada à ilha de cocção. No estar, as mesas laterais e o sofá (à esq.) são assinados pelo designer Jader Almeida. A 23ª edição da Casa Cor RS fica em cartaz até dia 28 de setembro de 2014, na Rua Carlos Trein Filho, 930, em Porto Alegre. Outras informações: www.casacor.com.br/rs Eduardo Liotti/Divulgação

Mais
Na BW House, Lídia Maciel usou o duo branco e preto para definir a sala de jantar (preto) e a cozinha (branco). A escolha da paleta de cores enxuta garante elegância aos ambientes integrados. A 23ª edição da Casa Cor RS fica em cartaz até dia 28 de setembro de 2014, na Rua Carlos Trein Filho, 930, em Porto Alegre. Outras informações: www.casacor.com.br/rs Eduardo Liotti/Divulgação

Mais
Com referências retrô, Jessica De Carli e Felipe Azevedo criaram a Cozinha da Vovó. Acima da bancada com fogão industrial, a parede é revestida por azulejos (Antiqua) pintados à mão. Os papéis de parede nas laterais são inspirados nos jardins de Versalhes. A 23ª edição da Casa Cor RS fica em cartaz até dia 28 de setembro de 2014, na Rua Carlos Trein Filho, 930, em Porto Alegre. Outras informações: www.casacor.com.br/rs Eduardo Liotti/Divulgação

Mais
A cozinha, pequena e comprida, repete os materiais que compõe a arquitetura da House in the Air: concreto, vidro, madeira e cerâmica. A proposta arquitetônica do escritório TDA Arquitetura é inspirada na obra de Paulo Mendes da Rocha, para sua residência no Butantã, em São Paulo. A House in the Air fica em Luque, Paraguai Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Paredes (de blocos sílico-calcários) e forros são revestidos com estuque de madeira e pintados de branco. Há proteção com camada isolante e película resistente à infiltração de umidades. A ilha de apoio à cozinha (ao fundo), com cuba, é da Bulthaup (laminados). A cozinha é o coração da casa Bierings, projetada pelos arquitetos Ana Rocha e Michel Tombal, para uma família de Utrecht, no interior da Holanda Christian Richters/ Divulgação

Mais
A cozinha do apê FMS, reformado pelo escritório KTA Arquitetura, tem mobiliário executado pela Elgin e materiais de fácil limpeza, como o piso de porcelanato, a bancada de granito e a persiana de alumínio (Luxaflex) Célia Weiss/ Divulgação

Mais
No Living do Empresário, com 90 m², Paola Ribeiro projetou um espaço integrado que abriga sala de estar e cozinha. Ao fundo, a lareira (Construflama) suspensa é feita de aço carbono e foi pintada de marrom. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo, na Av. Lineu de Paula Machado, 1173. Outras informações: www.casacor.com.br Katia Kuwabara/UOL

Mais
A pia original em granito, do apartamento Jardins, recebeu pintura espatular que imita o cimento queimado (Mr. Cryl). A marcenaria, em MDF laqueado cinza, é integrada à da sala de estar, através de módulos suspensos, e cria armários e nichos na parede que divide o banheiro e a cozinha. O espaço foi pensado para encaixar a geladeira Electrolux grande (à esq.) e um cooktop de vidro Tramontina, com duas bocas. A reforma tem projeto assinado pelo arquiteto Ricardo Abreu Borges Marcelo Magnani/ Divulgação

Mais
Na Cozinha e Lavanderia, a arquiteta Adriana Giacometti utilizou no piso as cerâmicas (Lepri) em uma paginação "escama de peixe". As paredes, com pé direto de cinco metros, foram revestidas com acabamento (Lepri) também cerâmico, com inspiração nos tijolos ingleses e norte-americanos. As peças foram instaladas com junta seca. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo. Outras informações: www.casacor.com.br Katia Kuwabara/UOL

Mais
Nem sempre a composição de um ambiente em cores e tons escuros resultará em um espaço cansativo ou opressivo. Os matizes fechados podem se tornar aliados para uma ambientação aconchegante e moderna, só é necessário proporcionar a aplicação. No projeto do arquiteto Diego Revollo, por exemplo, o preto é usado na estrutura do mezanino, no piso e nos móveis da cozinha para criar contraste. Repare que algumas peças e coloridas destacam-se sobre o fundo escuro Alain Brugier/ Divulgação

Mais
Com inspiração clássica, o espaço gourmet foi idealizado por Adriana Lima para um jovem casal que adora receber os amigos. A profissional escolheu cores fortes a fim de quebrar a a regra do branco na cozinha, que enfatizassem o estilo clássico e que estimulassem o apetite Lúcio Flaubert/ Divulgação

Mais
Contemporânea, a cozinha planejada por Diego Revollo foi totalmente revestida com pastilhas verdes, compondo com a madeira e o aço escovado. Apesar de escura, a cor do revestimento é viva Alain Brugier/ Divulgação

Mais
A cozinha do andar superior do dúplex foi um dos grandes desafios do projeto de reforma, uma vez que o cômodo se voltava para uma área muito sombreada. A solução veio pela mobília associada aos eletrodomésticos brancos e combinada às pastilha de vidro laranja. O apartamento Alto de Pinheiros foi reformado a partir de projeto dos arquitetos Gabriel Magalhães e Luiz Cláudio Souza Marcelo Magnani/ Divulgação

Mais
A cozinha goumet, no piso térreo do apartamento Alto de Pinheiros, em São Paulo, funciona como sala de jantar social. A arquitetura de interiores assinada por Gabriel Magalhães e Luiz Cláudio Souza previu piso de cimento queimado cinza e eletrodomésticos em aço inox para compor um "fundo" neutro, a partir do qual se destacam a bancada de madeira teca, a mesa de resina branca (Dpot), as cadeiras de couro branco e as poltronas estampadas Marcelo Magnani/ Divulgação

Mais
A dona da casa é desenhista e suas gravuras decoram não só a galeria (corredor) de entrada, mas também seu espaço social integrado, com cozinha, jantar e estar. A convivência está ligada ao quintal da Casa TN, por meio de um sistema de janelas e portas de correr de vidro, cujos trilhos e caixilhos em alumínio estão inseridos no piso (laminado de eucalipto) e no forro de concreto aparente. O forro, que se inclina em direção à área externa, leva rasgos que abrigam lâmpadas fluorescentes Kai Nakamura/ Divulgação

Mais
As persianas Silent Gliss (à dir.), de uma fabricante japonesa, são fabricadas sob encomenda e podem ser automatizadas ou operadas manualmente. O equipamento destaca-se por seu design ondulado e protege a cozinha do andar térreo da Casa TN da incidência direta do sol, cobrindo portas de correr de vidro voltadas para um lance de escadas para o jardim, em nível mais elevado que o próprio piso da convivência interna. A arquitetura é de Tsuyoshi Ando Kai Nakamura/ Divulgação

Mais
O espaço gourmet, proposto pela designer Viviana Figueiredo, se vale do estilo rústico em sua plenitude. No ambiente, o tijolo à vista é utilizado em conjunto com a madeira de demolição e "extraída" de dormentes para a composição do telhado. No mobiliário, o destaque vai para a mesa de peroba rosa, bem antiga, e para os gabinetes de jatobá (ao fundo), da Officina Barroco. A cozinha ainda tem espaço para uma autêntico fogão à lenha Mario Castelo/ Divulgação

Mais
A designer Norah Carneiro empregou bastante madeira de demolição para criar o espaço gourmet, manufaturado pela Officina Barroco. Destaque para o forro composto por tiras de madeira em diversas cores e padrões, colocadas de modo irregular, permitindo que a luz zenital transpasse suavemente pelas frestas. Pinceladas de vermelho na parede, nas cadeiras e nas luminárias arrematam e aquecem a proposta decorativa Viridiana Brandão/ Divulgação

Mais
Tons de azul, combinados ao cinza, definem o Apartamento da Jovem Artista, espaço em homenagem à atriz Tatá Werneck, assinado pela designer de interiores Patrícia Hagobian. Traços iluminados recortam paredes e teto, e percorrem todo o apê. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo, na Av. Lineu de Paula Machado, 1173. Outras informações: www.casacor.com.br Katia Kuwabara/UOL

Mais
O Chalé do Jogador de Golfe é um projeto da dupla Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes. A partir de uma estrutura rústica, com piso em madeira de demolição, o ambiente propõe uma aconchegante casa de campo que mescla a estética "vintage" ao design contemporâneo. A cozinha (Marchi Cucine),remete às cozinhas americanas dos anos 1960, com atmosfera industrial. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/UOL

Mais
Projetadas pelo arquiteto Guilherme Torres, a sala de jantar (ao fundo) associada à cozinha da Villa Deca têm cores sóbrias, especialmente o cinza, e uma extensa bancada de trabalho. Destaque para a cadeira Corallo, dos irmãos Campana. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo, na Av. Lineu de Paula Machado, 1173. Outras informações: www.casacor.com.br Katia Kuwabara/UOL

Mais
Projetada pelo arquiteto Sig Bergamin, a Casa de Campo possui uma cozinha integrada ao living. O ambiente mescla o design tecnológico dos eletros à rusticidade da madeira. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo, na Av. Lineu de Paula Machado, 1173. Outras informações: www.casacor.com.br Katia Kuwabara/UOL

Mais
Projetada pelo arquiteto Sig Bergamin, a Casa de Campo é composta por elementos em cores terrosas e um "mix" de estampas e texturas, que proporcionam aconchego ao ambiente. Da cozinha, é possível visualizar a parede do living, preenchida por quadros. A 28ª edição da Casa Cor SP apresenta 79 ambientes até dia 20 de julho de 2014, no Jockey Club de São Paulo, na Av. Lineu de Paula Machado, 1173. Outras informações: www.casacor.com.br Katia Kuwabara/UOL

Mais
Desenhada pelo arquiteto Diego Revollo, que também assina o projeto de reforma do Loft Vila Leopoldina, a mesa de jantar é estruturada por uma superfície de quartzo amarela. O móvel se prolonga formando uma prática bancada para a cozinha. Os armários planejados, na cor vinho, foram executados pela Florense e embutem os eletrodomésticos Alain Brugier/ Divulgação

Mais
A cozinha apresenta atmosfera vibrante graças às tonalidades escolhidas: vinho para os armários executados pela Florense e amarelo para a bancada com cooktop que se prolonga e forma a mesa de jantar. O Loft Vila Leopoldina tem projeto de reforma assinado pelo arquiteto Diego Revollo Alain Brugier/ Divulgação

Mais
O ambiente "Cozinha e Jantar do Chefe" é uma criação da dupla Tatiana Espindula e Lorrayne Zucolotto. O revestimento em tijolinhos combinado ao piso de ladrilho hidráulico proporciona rusticidade e delicadeza ao ambiente. A terceira edição da mostra Morar Mais por Menos Vitória fica em cartaz até dia 15 de junho de 2014, em duas casas vizinhas na Rua Francisco Rubim, 273 e 317, na capital capixaba. Outras informações: www.morarmais.com.br Weverson Rocio/Divulgação

Mais
A arquiteta Adriana Bijarra Cuoco optou pelo uso do bege pastel (nos armários) e do amadeirado, equilibrando o visual desta cozinha e aumentando a sensação de amplitude do espaço. Para levar um pouco de cor ao ambiente, pinceladas de azul nas louças, panelas e objetos. O aço escovado da luminária e da coifa e o granito da bancada arrematam a composição Divulgação

Mais
Desenvolvida pelo escritório de design francês Faltazi (www.faltazi.com), a Ekokook é uma cozinha ecológica que reúne sistemas de reciclagem de resíduos, além da área para armazenagem, preparo e cozimento de alimentos. Na parte superior, suspensa no teto, há recipientes para cereais e espaço para uma mini-horta Estúdio Faltazi/ Divulgação

Mais
Totalmente aberta para o living, a cozinha da Casa Vila Taguaí é prática, com prateleiras para utensílios e mesa para pequenas refeições. O projeto tem a assinatura da arquiteta Cristina Xavier e do engenheiro Hélio Olga Leonardo Finotti/UOL

Mais
A cozinha, com mesa de refeições, tem espaço suficiente para o preparo de pratos rápidos e lanches Leonardo Finotti/UOL

Mais
A cozinha gourmet, usada pela dona da casa que adora aprimorar seus dotes culinários, foi instalada na grande varanda da TB House, cujo projeto arquitetônico é do escritório Aguirre Arquitetura Leonardo Finotti/UOL

Mais
Para uma família pequena que gosta de receber os amigos e familiares em casa, a designer de interiores Iara Santos criou um projeto em que a cozinha, a sala de jantar e o living são integrados Daniel Mansur/Divulgação

Mais
A arquiteta Andrea Chicharo criou um projeto de cozinha em que o cozinheiro permanece no centro do ambiente e a mesa de refeições sai da própria bancada de trabalho em aço escovado. Assim, a interação é inevitável Divulgação

Mais
A cozinha dos arquitetos Lucas Sonnewend e Natália Traunmüller preza pela descontração e rusticidade. A parede de tijolinhos contrasta com a modernidade dos eletrodomésticos em inox, enquanto o colorido vem dos azulejos portugueses Divulgação

Mais
O desafio de criar um espaço para as refeições de quatro pessoas, sem deixar o apartamento com excesso de móveis e objetos, foi aceito pela arquiteta Camila Klein Divulgação

Mais
Para o proprietário que adora cozinhar em casa, os arquitetos Turíbio e Zezinho Santos, de Recife, criaram uma cozinha jovem e totalmente aberta para a sala de estar e jantar. A inspiração veio das cozinhas de fazendas antigas, amplas e com mesa de madeira ao centro Raul Lins/Divulgação

Mais
Para que todos participem do preparo da refeição, o fogão está conectado à bancada - separado apenas por um pequeno vidro temperado que garante segurança durante o preparo das refeições Rodrigo Marcandier/Divulgação

Mais
A parede revestida de pastilhas Vidrotil, assim como a mesa de refeições, recoberta por azulejos pintados à mão, deram o colorido a essa pequena cozinha projetada pelo escritório Oito Arquitetura Divulgação

Mais
Integre sua cozinha à área de jantar e faça as refeições em família. O ambiente projetado pela arquiteta Irene Torre em parceria da marca Segatto prezou por uma mescla de cores e texturas, como madeira e vidro colorido Divulgação

Mais
No projeto de reforma do apartamento, a parede que dividia a cozinha da sala foi derrubada para entrar uma grande mesa que no dia a dia serve como aparador, mas pode comportar até oito pessoas Divulgação

Mais
A área de convivência une varanda, estar, cozinha e jantar à paisagem da mata tropical costa-riquenha, à beira do Pacífico. Portas-camarão e venezianas flexíveis fazem a integração e, até mesmo onde os fechamentos em madeira são fixos, tanto a ventilação livre quanto a entrada de luz natural são favorecidas. A casa Flotanta foi projetada pelo arquiteto Benjamin Garcia Saxe, para um terreno inclinado em meio à floresta Andres Garcia Lachner/ Divulgação

Mais
O living da casa de campo "Escape" conta com um teto abobadado que melhora a ventilação no espaço. A lareira embutida na parede (à dir.), onde está colocada a TV de tela plana, ajuda a dar um clima aconchegante ao ambiente. Desse ângulo é possível verificar a integração dos cômodos do motorhome com 37 m² internos, localizado próximo à cidade de Chetek, no estado de Wisconsin (EUA) Canoe Bay/Divulgação

Mais
Conectada ao living, a pequena cozinha da casa de campo "Escape" tem armários de madeira e eletrodomésticos com acabamento em aço inoxidável, todos embutidos, para um melhor aproveitamento do espaço. A versão original da construção móvel de 52 m² (totais) está situada no resort Canoe Bay, próximo à cidade de Chetek, no estado de Wisconsin (EUA). Quem assina o projeto é Dan George, proprietário do hotel, em parceria com o escritório de arquitetura SALA Architects Canoe Bay/Divulgação

Mais
Durante a EuroCucina, evento que integra o Salão do Móvel de Milão, a italiana Valcucine (www.valcucinebrasil.com.br) apresenta novas cores para a sua recém-lançada linha Demode. A empresa também mostrará o novo modelo Pensile Aerius, sistema de contrapeso, patenteado, para a abertura de armários. O evento fica em cartaz de 08 a 13 de abril de 2014 Divulgação

Mais
A superfície ultracompacta Dekton e as superfícies de quartzo Silestone são os destaques do Grupo Cosentino (www.cosentinogroup.net) para a EuroCucina 2014. Com alta resistência a riscos e à abrasão, os materiais podem ser usados em pisos, painéis e bancadas e são encontrados em ampla variedade de cores. O evento fica em cartaz de 08 a 13 de abril de 2014, em Milão, Itália Divulgação

Mais
A italiana Scavolini (www.scavolini.com) apresenta sua cozinha KI, desenvolvida em parceria com o japonês Oki Sato, do escritório Nendo. Com design conciso e minimalista, KI pode ser montada de forma linear ou em ilha. Essa é uma das novidades da EuroCucina, evento que faz parte do Salão Internacional do Móvel de Milão, que acontece entre os dias 08 e 13 de abril de 2014 Divulgação

Mais
A arquiteta Inês Amorim assina a Cozinha do Casal Francês, pensada para quem gosta de cozinhar. A paleta base de cores do ambiente se resume ao vermelho e cinza, tons vibrante e neutro, respectivamente, combinados de forma harmônica. O ambiente foi exibido na primeira edição da Casa Cor Alagoas, em maio de 2014 Luiz Eduardo Vaz/Divulgação

Mais
O ambiente desenhado por Juliana Lyra e Kika Chroniaris é um "Coworking", ou seja, um escritório compartilhado onde profissionais autônomos trabalham de forma independente. Na pequena cozinha, o colorido do acabamento dos armários e dos eletros dá um ar divertido ao espaço. A primeira edição da Casa Cor Alagoas fica em cartaz até dia 11 de maio de 2014, na Rua Aristeu de Andrade, 256, em Maceió. Outras informações: www.casacor.com.br/alagoas Luiz Eduardo Vaz/Divulgação

Mais
Cléo Farias e Priscila Rocha assinam a Varanda Gourmet e a Cozinha. O revestimento amarelo, aplicado à parede lateral (onde está embutido o forno) e sobre a bancada, dá volume e cor à área de cocção. A primeira edição da Casa Cor Alagoas fica em cartaz até dia 11 de maio de 2014, na Rua Aristeu de Andrade, 256, em Maceió. Outras informações: www.casacor.com.br/alagoas Luiz Eduardo Vaz/Divulgação

Mais
A arquiteta Inês Amorim assina a Cozinha do Casal Francês. A paleta base de cores do ambiente se resume ao vermelho e ao cinza, tons vibrante e neutro, respectivamente, combinados de forma harmônica. Feito de cápsulas da máquina de café, o painel na parede (à dir.) se transforma num quadro decorativo. A primeira edição da Casa Cor Alagoas fica em cartaz até dia 11 de maio de 2014, na Rua Aristeu de Andrade, 256, em Maceió. Outras informações: www.casacor.com.br/alagoas Luiz Eduardo Vaz/Divulgação

Mais
Na cozinha do Espaço das Pequenas Empresas, desenhada por Adriana Codá, as cores intensas aplicadas ao mobiliário dão vivacidade à ambientação. A fim de retratar o estado de Alagoas, o ambiente recebeu produtos de decoração regionais. A primeira edição da Casa Cor Alagoas fica em cartaz até dia 11 de maio de 2014, na Rua Aristeu de Andrade, 256, em Maceió. Outras informações: www.casacor.com.br/alagoas Luiz Eduardo Vaz/Divulgação

Mais
Na cozinha do Espaço das Pequenas Empresas, desenhada por Adriana Codá, as cores intensas aplicadas ao mobiliário dão vivacidade à ambientação. A fim de retratar o estado de Alagoas, o ambiente recebeu produtos de decoração regionais. A primeira edição da Casa Cor Alagoas fica em cartaz até dia 11 de maio de 2014, na Rua Aristeu de Andrade, 256, em Maceió. Outras informações: www.casacor.com.br/alagoas Luiz Eduardo Vaz/Divulgação

Mais
O verde, em várias tonalidades, foi a cor escolhida pela moradora para o revestimento das portas dos armários da cozinha, o que deu um clima alto astral ao espaço. A execução da marcenaria é da Securit. No ambientes, o piso em porcelanato se assemelha ao cimento queimado. O projeto de reforma do apartamento RO, em São Paulo, leva a assinatura do SuperLimão Studio. O projeto venceu o prêmio "O Melhor da Arquitetura", em 2013, na categoria "Reforma de Apartamento" Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
Deste ângulo, avista-se a porta de vidro que separa a cozinha da lavanderia, além da mesa com cadeiras coloridas para pequenas refeições. O apartamento RO tem projeto de reforma do SuperLimão Studio Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
Deste ângulo, avista-se a porta de vidro que separa a cozinha da lavanderia, além da mesa com cadeiras coloridas para pequenas refeições. O apartamento RO tem projeto de reforma do SuperLimão Studio Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
Um simpático recanto da cozinha foi destinado às pequenas refeições. Nele, a mesa com rodízios foi combinada às cadeiras em verde e "off-white". O detalhe contrastante está na parede arroxeada, onde um painel de vidro serve como mural para cardápios, receitas e recados. O projeto de reforma do apartamento RO leva a assinatura do SuperLimão Studio Maira Acayaba/ Divulgação

Mais
Para os moradores desse apartamento na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), a cozinha é o espaço mais importante da casa. Para prover uma atmosfera mais jovial e alegre, o projeto da arquiteta Fátima Freire, apostou na combinação de armários com portas laqueadas azuis (Favo Móveis), eletrodomésticos em aço inox e acessórios laranja Divulgação

Mais
Para essa casa no Jardim Botânico, no Rio de Janeiro (RJ), o objetivo do arquiteto Maurício Nóbrega era criar uma cozinha aconchegante para toda a família. O cômodo, com 34 m², recebeu piso de madeira, paredes pintadas de azul e armários confeccionados sob medida. Destaque para a estante amarela (ao fundo), da Arteiro, em madeira de demolição Divulgação

Mais
Com 15 m², a cozinha desse apartamento, no Rio de Janeiro (RJ), pode ser vista da sala e, por isso mesmo, recebeu acabamentos sofisticados, como vidro colorido no armário sobre a bancada (Cinex), painéis de forração das paredes em laca alto brilho (Favo) e bancada contínua em quartzo. A arquiteta Iolanda Miguel Vieira, do escritório Insight Arquitetura, conta que a escolha pelo amarelo se deu para trazer luz e calor ao ambiente Denílson Machado/MCA Estúdio

Mais
As cozinhas dos bistrôs franceses dos anos 1940 serviram de inspiração para o arquiteto Zeca Amaral projetar esse ambiente de 20 m² em um apartamento de luxo em Porto Alegre (RS). Com pintura feita em microtextura, os armários da Florense combinam com o papel de parede listrado utilizado em uma das paredes Divulgação

Mais
Para a cozinha americana desse apartamento em Belo Horizonte (MG), a arquiteta Simone Malacarne combinou materiais com diferentes texturas. Ao fundo, os armários Florense receberam acabamento laminado no padrão madeira. Já a bancada foi finalizada com pintura vermelha de alto brilho, que cria um contraste com as banquetas brancas Divulgação

Mais
Somando apenas sete metros quadrados, a cozinha e a lavanderia desse apartamento ganharam personalidade com a adição de pontos de cor. O destaque do ambiente criado pela arquiteta Márcia Brunello é o contraste criado pela bancada vermelha em Corian e os armários claros fornecidos pela SCA Divulgação

Mais
Para a cozinha desse apartamento em São Caetano do Sul (SP), as arquitetas Cinthia Garcia e Andréia Karalkovas optaram pelo tom berinjela. Em harmonia com o branco dos armários, a cor aparece na bancada em silestone koan, executada pela Navona Mármores, e na parede revestida com pastilhas de vidro fornecida pela De Stjil Revestimentos J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Para a cozinha desse apartamento em São Caetano do Sul (SP), as arquitetas Cinthia Garcia e Andréia Karalkovas optaram pelo tom berinjela. Em harmonia com o branco dos armários, a cor aparece com intensidade na bancada em silestone koan, executada pela Navona Mármores J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Com 20 m² e linhas limpas, a cozinha criada por Ana Maria San Martin combina a sobriedade da madeira escura com o calor e a energia do amarelo. Os armários da Florense são revestidos por lâminas de madeira natural, enquanto a bancada e o painel próximo ao cooktop receberam acabamento em pintura alto brilho Alain Brugier/ Divulgação

Mais
A arquiteta Graziella Aguiar não teve medo de usar cores fortes nessa cozinha de 12,5 m² localizada em um apartamento em Guarulhos (SP). No projeto com aura feminina, a neutralidade do aço inox é quebrada pelas pastilhas (Porto Design) e pela bancada, ambas vermelhas. A coifa Falmec ganhou um revestimento especialmente desenvolvido para o projeto, com estampa serigrafada J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Quando projetou essa cozinha de 15 m², o arquiteto Guilherme Torres buscou criar um ambiente moderno, adequado a um jovem solteiro. A bancada amarela é da Corian, enquanto todos os armários foram projetados pelo arquiteto com a ajuda de um marceneiro Denilson Machado/ Divulgação

Mais
Quando projetou essa cozinha de 15 m², o arquiteto Guilherme Torres buscou criar um ambiente moderno, adequado a um jovem solteiro. A bancada amarela é da Corian, enquanto todos os armários foram projetados pelo arquiteto com a ajuda de um marceneiro Denilson Machado/ Divulgação

Mais
O "pink" sugerido pela arquiteta Andréia Carla Médice foi a base para o projeto dessa cozinha de 12,85 m² . A cor está presente na parede da pia coberta por pastilhas retangulares e é combinada ao tom escuro do silestone que estrutura as bancadas do fogão e da pia e aos armários pretos e brilhantes J. Vilhora/ Divulgação

Mais
O "pink" sugerido pela arquiteta Andréia Carla Médice foi base para o projeto dessa cozinha de 12,85 m² . A cor está presente na peça de vidro para as refeições rápidas (à esq.) e no papel de parede com estampa floral. A cor intensa é "quebrada" pelos tons mais sóbrios e escuros do silestone presente na bancada do fogão, nos pendentes usados em conjunto e nos armários J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Para a cozinha desse apartamento em São Bernardo do Campo (SP), a arquiteta Patrícia Duarte recorreu ao contraste entre o claro e o escuro. Piso e paredes receberam pastilhas pretas Colormix e na bancada foi utilizado silestone preto. Para equilibrar a ambientação, a marcenaria em MDF - executada pela Da Duarte - ganhou algumas portas em fórmica amarela, mesma cor do cooktop Casa Vitra J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Para a cozinha desse apartamento em São Bernardo do Campo (SP), a arquiteta Patrícia Duarte recorreu ao contraste entre o claro e o escuro. O piso recebeu pastilhas pretas Colormix e, para equilibrar a ambientação, a marcenaria em MDF - executada pela Da Duarte - ganhou algumas portas em fórmica amarela J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Com indicação para áreas molháveis, as pastilhas são um recurso para quem quer adicionar cor e textura às cozinhas. Nesse projeto da arquiteta Cibele Petrangelo, o material, em diferentes tons de azul dá vida à parede recoberta por marcenaria branca. No ambiente, ainda há um adesivo com estampa de morango (na parede ao lado da porta). A cuba e a bancada foram executadas em Corian branco e a torneira gourmet Deca oferece versatilidade aos trabalhos Carlos Quinato/ Divulgação

Mais
Projetada pela arquiteta Danielle Figuerôa, a Cozinha ganha toque retrô com a escolha do ladrilho hidráulico floral para revestir o piso e parte da parede. A 17ª edição da Casa Cor Pernambuco fica em cartaz até dia 27 de abril de 2014, em novo local, o casarão na orla da praia de Piedade, na Av. Beira Mar, 1320, em Jaboatão dos Guararapes. Outras informações: www.casacor-pe.com.br Felipe Araújo/Divulgação

Mais
Sem nenhuma barreira visual, o living com ambientes integrados é voltado para a paisagem formada pelo céu, pelo mar e pelas montanhas do Rio de Janeiro (RJ). As salas de estar, jantar e cozinha tiveram as paredes divisórias demolidas e, agora, compõem um único espaço de convivência, ideal para receber amigos. A cobertura Rio Design Leblon tem projeto de reforma assinado pelo escritório House in Rio Júlio César Guimarães/ UOL

Mais
Durante as refeições, os convivas podem sentar à mesa, na varanda, e admirar a beleza do Morro Dois Irmãos ou ficar à sombra da sala de jantar, pois o desenho original da peça, com base em concreto e tampo em granito, a dispõem nos dois ambientes e permite essas opções. O desenho é do escritório House in Rio, que também assina o projeto de reforma da cobertura Rio Design Leblon Júlio César Guimarães/ UOL

Mais
Além de favorecer o convívio social, a integração possibilitou que todos os ambientes se voltassem para o exterior e, consequentemente, para a paisagem marítima carioca. O branco predomina na decoração, que tem piso revestido por porcelanato da Portobello e forro rebaixado em gesso com spots embutidos, da Pro Light. A cobertura Rio Design Leblon tem projeto de reforma do escritório House in Rio Júlio César Guimarães/ UOL

Mais
Na cozinha (30 m²), o branco dos armários (Fabricca Marcenaria) e das cadeiras contrasta com o tom da mesa em madeira encerada, o fogão com design retrô e o piso cerâmico. O azulejo antigo, na área de cocção, marca o ambiente através de sua estampa floral. O projeto de decoração é assinado por Leonardo Junqueira J. Vilhora/ Divulgação

Mais
Através do branco predominante e dos móveis com detalhes em madeira entalhada, a cozinha (15,75 m²) ganhou configuração atual, apesar de remeter à inspiração provençal. As peças receberam pintura PU de alta qualidade, que não amarela com o tempo, e o entalhe é todo manual, feito por artesãos especializados. O suave contraste entre o piso de madeira e o tecido floral foi elaborado pela arquiteta Paula Isidoro para a loja Chateau Blanc Marcelo Trad/ Divulgação

Mais
A cozinha também se integra ao resto da área social da casa N, em Moscou, especialmente pela continuidade do piso: suas tábuas corridas de carvalho se alinham à nogueira brilhante que dá forma à marcenaria dos armários (Valcucine). O projeto de reforma da residência russa é do escritório alemão 4a Architekten Dmitry Chebanenko/ Divulgação

Mais
A cozinha também se integra ao resto da área social da casa N, em Moscou, especialmente pela continuidade do piso: suas tábuas corridas de carvalho se alinham à nogueira brilhante que dá forma à marcenaria dos armários (Valcucine). O projeto de reforma da residência russa é do escritório alemão 4a Architekten Dmitry Chebanenko/ Divulgação

Mais
Na cozinha, para aproveitar o azulejo original "antiguinho" do apartamento alugado, as arquitetas Roberta Moura, Paula Faria e Luciana Mambrini escolheram uma mesa e quatro cadeiras (Tok&Stok) em estilo retrô. O armário foi projetado pela Marcenaria Monte Sião e tem acabamento em laca branca Juliano Colodeti/ MCA Estúdio/ Divulgação

Mais
Na cozinha, o ladrilho hidráulico da linha Retrô, da Lanzi (www.lanzi.com), remete ao antigo sem deixar um visual caricato ao ambiente. Repare que o revestimento foi organizado de modo sequencial, mas não a fim de criar um "tapete" Divulgação

Mais
No projeto da arquiteta Ana Andrade, a cozinha ganha personalidade com a aplicação de ladrilhos hidráulicos à estreita parede entre a bancada e os armários. O revestimento tem desenhos variados com aspecto envelhecido proposital Divulgação

Mais
Os azulejos azuis em padronagem pequena foram usados pontualmente e combinados aos armários com portas em um tom de verde vibrante. O comjunto dá um ar alegre à cozinha decorada pela dupla de arquitetas Carmen Zaccaro e Marise Kessel Divulgação

Mais
Na cozinha do apartamento assinado pela arquiteta Eliane Fiuza, o ladrilho hidráulico aplicado à parede e a divisória em cobogó (à dir.), ambos com visual retrô, fogem de uma decoração datada ao serem arranjados pontualmente e combinados a elementos contemporâneos como os armários de superfície espelhada e os eletrodomésticos em aço inox Divulgação

Mais
Com piso em pastilhas brancas e teto em compensado naval, a cozinha tem comunicação com a sala de jantar através da bancada de passa-pratos. Ao fundo, a escada de acesso ao pavimento superior e ao subsolo, onde fica o depósito. A Casa Bacopari tem projeto arquitetônico assinado pelo Grupo Una Leonardo Finotti/ UOL

Mais
A cozinha foi totalmente remodelada e teve o sistema hidráulico substituído durante a reforma assinada pelo escritório Stuchi&Leite Projetos. No ambiente, uma das paredes foi ocupada por armários e a outra pela bancada da pia e por janelas. Ao fundo, há um espaço dedicado às refeições com mesa Saarinen. A Casa G+A tem projeto original dos arquitetos Carlos Lemos e Eduardo Corona Ana Mello/ UOL

Mais
A Cozinha Gourmet Experimental com 82 m² foi assinada pelo arquiteto Wallace Almeida, que optou por criar um ambiente neutro e inspirado no chef paraense Thiago Castanho. A Casa Cor Pará fica em cartaz até dia 1º de dezembro de 2013, na Av. Conselheiro Furtado, 100, em Belém. Outras informações: www.casacor.com.br/para Dilermando Cabral Jr./ Divulgação

Mais
A cozinha, ampla, está no piso térreo, sobre a adega e se comunica com o meio externo por uma porta de vidro de correr. Do lado de fora, há um beiral inclinado e ajardinado, em madeira, que acompanha a fachada e segue a linguagem volumétrica dos bancos que circundam todo o pavimento superior da casa M.A.N. No ambiente, o piso é de porcelanato branco brilhante e o mobiliário tem acabamento melamínico branco. O projeto é da Gálvez & Marton Arquitetura Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Uma das tendências da Iquine para o ano de 2014, a paleta "Unidunitê" apresenta os meios-tons energéticos apoiados numa série de tonalidades do cinza-claro. Na cozinha (foto), o "Amarelo Canário" e o azul "Pindaré" deixam o ambiente alegre e luminoso Divulgação

Mais
Na cozinha (17 m²) da casa de praia, projetada por Gustavo Calazans, todos os nichos foram aproveitados com marcenaria e dão suporte a objetos. A bancada também organiza as funções: do outro lado, no estar, a bagunça fica escondida sob o balcão que assume o papel de copa e bar. Para aumentar as áreas de apoio na cozinha, o perímetro do espaço é contornado com prateleiras de concreto Cacá Bratke/ Divulgação

Mais
A cozinha gourmet (6 m x 2,5 m) acopla-se à varanda pelas portas de correr, na proposta de Anna Novaes da Conseil. Para ganhar espaço na área de cocção e armazenamento, ela dispôs a mesa sem pé fixada apenas na parede através de uma estrutura metálica interna. Para dar unidade visual, foi usada a madeira de demolição tanto no tampo quanto no painel da TV. Para aproveitar ainda mais o espaço do ambiente, a adega e dois frigobares foram dispostos sob a bancada da pia Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
O ambiente Cozinha (foto) com Varanda Gourmet, criado por Caco Borges, tem mobiliário alaranjado, eletros com acabamento em inox e cadeiras Pantosh, da Latoog. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
Chicô Gouvêa assina o Espaço do Chicô, um living ligado à cozinha americana. No estar, o sofá em tecido cru e perolado é um grande quebra-cabeças assimétrico em 360º, criado pelo arquiteto. Sobre o móvel, as almofadas reproduzem as dobraduras, volumes e texturas das formas geométricas de Ascânio MMM. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
Chicô Gouvêa assina o Espaço do Chicô, um living ligado à cozinha americana (à esq.). Esta última é delimitada por painéis de madeira e metal, além de balcão e coifa na cor cajá. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
O Living do Jovem Empresário, criado por Erick Figueira de Mello, possui também uma área dedicada à cozinha. Nessa porção do ambiente, a conformação decorativa é mantida: base cinzenta e um elemento "quente" em madeira amarelada. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
A parede de tijolinhos com junta seca e os drops de cor em amarelo e azul são os destaques da Cozinha Light, assinada por Ketlein Amorim. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
A parede de tijolinhos com junta seca e os drops de cor em amarelo e azul são os destaques da Cozinha Light, assinada por Ketlein Amorim. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
A Área Interativa, criada por Leila Dionízios, tem mesa acoplada à ilha de cocção. Ladeando ambas, a parede composta por cacos cerâmicos dispostos em mosaico. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
A Área Interativa, criada por Leila Dionízios, tem mesa acoplada à ilha de cocção. Ladeando ambas, a parede composta por cacos cerâmicos dispostos em mosaico. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
No Living da Família, criado por Paola Ribeiro, a estante branca se estende por oito metros e acomoda objetos, livros e os parte dos equipamentos da cozinha (foto). Neste trecho, o fundo do móvel ganha revestimento em tijolos com junta seca. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
A Cozinha do Chef, criada por Juliene Assed e Rosane Servino, conta com elementos nas cores preto e berinjela. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
A Cozinha do Chef, criada por Juliene Assed e Rosane Servino, conta com elementos nas cores preto e berinjela. A 23ª edição da Casa Cor Rio segue até 18 de novembro de 2013, na Av. dos Flamboyants, 500, Barra da Tijuca - Rio de Janeiro. Outras informações: www.casacor.com.br/riodejaneiro Divulgação

Mais
O "Cubic Microdepartamento", criado por Bárbara Fernández, agrupa em um móvel as funções primordiais de uma casa. Nesta face interna, a cozinha. A Casa Cor Chile fica em cartaz até dia 10 de novembro de 2013, na Avenida Las Condes 11.755, em Santiago Divulgação

Mais
Na "Cocina Integrada", de Graziella Copetta, a ilha de cocção está acoplada à mesa de refeições. Para a acomodação dos comensais, as cadeiras foram substituídas por sofás com acabamento em capitonê. A Casa Cor Chile fica em cartaz até dia 10 de novembro de 2013, na Avenida Las Condes 11.755, em Santiago Divulgação

Mais
A "Cocina Integrada", projetada por Graziella Copetta, conta com paredes recobertas por revestimento que se refere aos espelhos venezianos e às "borseries". Destaque para o forro pintado de laranja com rebaixo de madeira iluminado "internamente". A Casa Cor Chile fica em cartaz até dia 10 de novembro de 2013, na Avenida Las Condes 11.755, em Santiago Divulgação

Mais
Por dentro, o bege original - usado a fim de mimetizar a pele de seus moradores - foi substituído pelo branco. Na imagem, a cozinha da Casa Bola, projeto de Eduardo Longo Leandro Moraes/ UOL

Mais
Na cozinha, uma prateleira acomoda os copos e outros utensílios, além de um espelho e uma fruteira - de onde provém o ponto de cor concentrada no ambiente. Com cantos arredondados, a bancada se estende da pia (à dir.), ao cooktop. Para a melhor iluminação da área de preparo dos alimentos, uma luminária que lembra as iluminações públicas. A Casa Bola tem projeto do arquiteto Eduardo Longo Leandro Moraes/ UOL

Mais
Da abertura circular é possível avistar a cozinha da Casa Bola, que foi construída em 1970 e tem projeto do arquiteto Eduardo Longo. Os móveis monocromáticos possuem cantos arredondados. Tais características não são despropositadas, elas servem para criar uma percepção mais ampliada do espaço interno Leandro Moraes/ UOL

Mais
A Copa-Cozinha, assinada por Adelia Estevez, tem decoração com base cinza, combinada a pontos de rosa claro. O espaço ganha textura pelo rebaixo revestido de lâmina de pedra flexível (Carpaccio Di Pietra), onde estão instalados os pendentes, a coifa e a TV. Dividida em duas mostras, a 19ª Casa Cor Bahia segue até dia 03 de novembro de 2013 nos estacionamentos do Shopping Iguatemi, em Salvador, e do Boulevard Shopping, em Feira de Santana Xico Diniz/ Divulgação

Mais
Na Copa e Cozinha, assinadas por Aiac Sacramento Caldas, o balcão de pedra é iluminado por trás. O ambiente ainda possui jardim vertical com samambaias. Dividida em duas mostras, a 19ª Casa Cor Bahia segue até dia 03 de novembro de 2013 nos estacionamentos do Shopping Iguatemi, em Salvador, e do Boulevard Shopping, em Feira de Santana Xico Diniz/ Divulgação

Mais
A iluminação natural obtida através do janelão que alcança a quina da parede (à dir.) favorece o trabalho cotidiano na cozinha. No ambiente, a bancada em granito preto recebe mesa de madeira acoplada e o mobiliário branco embute armários e eletrodomésticos. A Casa FP, em BH, foi projetada pelo arquiteto João Diniz Leonardo Finotti /UOL

Mais
Na cozinha Frassino + Azul Pet, da Italínea (www.italinea.com.br), a ilha com cooktop possibilita que a pessoa que esteja cozinhando converse e interaja com os convidados, estes acomodados à grande mesa em frente. Na pedra da ilha, foi criado um nicho para colocação dos vasinhos de temperos que serão utilizados no preparo dos alimentos Divulgação

Mais
Na cozinha planejada da Linea Mobili (www.lineamobili.com.br), as portas dos armários ganharam cores vibrantes, aplicadas na madeira com a técnica da pintura automotiva. O móvel conta com estreita mesa com duas banquetas para refeições rápidas Divulgação

Mais
Projetada pela designer de interiores Lúcia de Paulo e executada pela Marcenaria Biaggio Forcemo (www.marcenariabiaggioforcemo.com.br), a cozinha planejada possui armários em MDF e mesa em madeira freijó acoplada a uma bancada em inox, esta desenhada pela profissional e executada pela Mekal Divulgação

Mais
De inspiração retrô, a linha de cozinhas Provance da Favo (11 3791-5333), marca de móveis planejados, pode ser feita em diversas cores, sempre com acabamento em laca. | Consulte o fornecedor para outras informações Divulgação

Mais
Adaptável a pequenos espaços, o projeto da Kitchens (www.kitchens.com.br) une a área de armazenamento à pia e ao cooktop. As gavetas, sem puxadores, são revestidas em alumínio Silver Cotele com sistema de abertura elétrico por meio de toque. Os armários superiores são em vidro preto fosco e o tampo em Corian Suede Divulgação

Mais
Outro projeto de cozinha planejada da Kitchens (www.kitchens.com.br) aproveita todo o espaço para compor um uma grande área de armazenamento, na qual os armários são feitos de laminado branco Cotele. Em frente à bancada, o diferencial são as portas deslizantes e prateleiras de vidro ao lado de uma mesa integrada ao tampo Divulgação

Mais
Em um espaço em L, a cozinha funcional e compacta acomoda uma pequena mesa para as refeições. Os nichos abertos organizam os objetos e garantem uma decoração com itens do dia a dia. A Casa Brasileira, nova franquia de móveis planejados da Unicasa Móveis (detentora também das marcas Dell Anno e Favorita), executa o projeto para ambientes menores Adriana Lorete/ Divulgação

Mais
No projeto da cozinha planejada da Dell Anno (www.dellanno.com.br), para ambientes espaçosos, a aposta é em mobiliário e ilha de cores neutras. As prateleiras são feitas em laca Color One, de acabamento acetinado em tom cinza claro. As frentes do armário combinam o vidro Cristallo Acidato Safari com a laca Noir, de efeito acetinado e tonalidade cinza escuro Divulgação

Mais
Casa Cor MG - 2013: Na Garagem, projetada pela arquiteta Andréa Buratto, também há espaço para uma bancada de cocção com pia e aspecto industrial. A mesa de jantar com acabamento rústico acompanha o viés "masculino" do ambiente Divulgação

Mais
Casa Cor MG - 2013: A decoradora Denise Vilela assina o Atelier Gourmand. Inspirado nas cozinhas das fazendas do interior, a área de cocção conta também com forno de pizza, churrasqueira e fogão à lenha. Nos revestimentos, o cimento queimados amarelo (bancada) e vermelho (parte da parede) foi combinado ao painel de madeira que sobe do terço superior da parede e recobre o forro Divulgação

Mais
Totalmente integrada ao living, a cozinha - da Kitchens - possui bancada com tampo de mármore preto absoluto e base revestida por laminado imitando madeira. Os armário e nichos em madeira e vidro preto embutem os eletrodomésticos e dão um ar sóbrio ao espaço. As banquetas altas são da Montenapoleone e a coifa é da Pulsar. O projeto de reforma e interiores é do designer de interiores Oscar Mikail Thiago Travesso/ Divulgação

Mais
O AP 1.211, assinado por Alan Chu, recebeu placas de limestone (Mont Blanc Mármores e Granitos) no piso, forro de madeira de demolição (O Relicário) e revestimento cerâmico esmaltado e branco - Antigua - nas paredes. Tal elemento reflexivo, tipo tijolinho, é muito usado em restaurantes. Uma escada (à esq.) metálica em espiral (Serralheria Cabral) faz a circulação vertical para o mezanino Djan Chu/ Divulgação

Mais
Para organizar os espaços e as funções de uso social no duplex com apenas 36 m², o arquiteto Alan Chu imaginou um sistema de caixotes inspirado nos "pallets". São essas caixas que "estocam" os equipamentos da residência e dão forma à despensa, à cozinha e à estante para TV, CDs, e outros elementos típicos de uma sala de estar. A marcenaria para o AP 1.211 é da Art Mad Djan Chu/ Divulgação

Mais
A composição da copa-cozinha se dá através de uma base branca, "aquecida" pela madeira do mobiliário. Para uso diário da família, foi instalada, junto à bancada, a mesa com duas cadeiras e banco estofado de três lugares. As arquitetas Débora Stefanelli e Pérola Machado assinam o projeto de reforma e interiores do apartamento no bairro de Perdizes, em São Paulo Bernardo Paglia/ Divulgação

Mais
Para integrar a copa-cozinha com a sala de jantar e ao mesmo tempo garantir privacidade aos moradores, as arquitetas Débora Stefanelli e Pérola Machado optaram por uma estrutura divisória de madeira, com portas de correr e acabamento em laca branca fosca, chamado de painel "código de barras". O elemento central do projeto de arquitetura e interiores tem aproximadamente dez metros lineares. O apartamento de 160 m² fica no bairro de Perdizes, em São Paulo Bernardo Paglia/ Divulgação

Mais
Os 46 m² do Studio da Blogueira são assinados pela arquiteta e designer de interiores Thaciana Silveira. O espaço é neutro com pontos de cor, adamascados e recortes orgânicos. A 22ª edição da Casa Cor Brasília fica em cartaz até dia 05 de novembro de 2013. A mostra tem lugar no Setor das Indústrias Gráficas (SIG Quadra 01, lote 635), na capital federal. Outras informações: www.casacor.com.br/brasilia Daniel Mira/ Divulgação

Mais
O ipê está presente em muitos ambientes da casa em São Pedro (SP) adicionando aconchego. Na cozinha, por exemplo, a madeira reveste vigas, é usada no mobiliário e, também nas portas. O projeto de arquitetura é de Eduardo de Oliveira Rosa Leonardo Finotti/ UOL

Mais
Integrada à sala de jantar, a cozinha possui design minimalista, armários altos e bancada em MDF branco e cinza, em sintonia com o aço inox dos eletrodomésticos. A Casa Urbana foi projetada pela arquiteta Paula Bittar Sergio Scripilliti/ Divulgação

Mais
Na cozinha, completamente aberta para as salas, o balcão fica sob o recorte do forro que marca o pé direito duplo e a claraboia. Pastilhas de vidro marrom (Kolorines) foram aplicadas em três tons. Há, também, uma chapa de vidro jateado instalada na parte inferior da bancada, com recuo para luzes embutidas e seixos no piso - o que dá mais leveza à estrutura. O projeto de arquitetura da Casa Pernambuco é de Flavio Castro Marcelo Scandaroli/ Divulgação

Mais
Projetada pelo designer José Ferro, da Evviva Bertolini, a cozinha gourmet toda branca é um ambiente leve e convidativo. As linhas horizontais dão amplitude ao cômodo, cuja cor reforça a sensação de limpeza e amplia a luminosidade Divulgação

Mais
Na RF House, a cozinha, assim como outros cômodos, recebeu piso de ardósia em grandes placas. O revestimento, além de coerente com a linguagem adotada pelo arquiteto Nuno Graça Moura, ajuda a refletir a luz Leonardo Finotti/ UOL

Mais
O arquiteto Léo Shehtman projetou o Loft One. Na área de jantar, a predominância do cinza se destaca, assim como a estrutura sobre a bancada na cozinha, iluminada em neon. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para a cozinha do Loft do Publicitário, os arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes uniram a contemporaneidade das cores fortes aos eletrodomésticos de ar retrô e às peças antigas. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para a cozinha do Loft do Publicitário, os arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes uniram a contemporaneidade das cores fortes aos eletrodomésticos de ar retrô e às peças antigas. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Na cozinha do Loft do Publicitário, projeto dos arquitetos Antonio Ferreira Junior e Mario Celso Bernardes, apesar dos utensílios com ar antigo, as cores vibrantes vermelha e azul deixam o espaço moderno. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Na cozinha do Loft do Jovem Empresário, assinado por David Bastos, a madeira no revestimento e na bancada se alinha ao cinza das prateleiras e do piso. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Na cozinha do Loft do Jovem Empresário, assinado por David Bastos, o uso da madeira aquece o ambiente com base em tons de cinza. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Desenhado pela arquiteta Adriana Noya, o Loft da Blogueira foi pensado para uma jovem conectada à moda e à beleza. A estreita área da cozinha e jantar recebeu um grande espelho que preenche quase totalmente uma das paredes e ajuda a "ampliar" o ambiente. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
No Loft do Italiano, projetado pela dupla Andrea Pontes e Matteo Nunziati, a área de jantar e cozinha, integrada ao estar, recebeu uma mesa para servir as refeições junto à bancada da pia. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para melhor aproveitar a metragem, a dupla Andrea Pontes e Matteo Nunziati optou por desenhar a cozinha do Loft do Italiano junto a área de jantar. A mesa para servir as refeições está colada à bancada da pia. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para melhor aproveitar a metragem, a dupla Andrea Pontes e Matteo Nunziati optou por desenhar a cozinha do Loft do Italiano junto a área de jantar. A mesa para servir as refeições está colada à bancada da pia e os eletrodomésticos são embutidos. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
No Loft do Casal com 120 m², projetado por Denise Barretto, a bancada da cozinha serve como um grande balcão para servir as refeições. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para compor a cozinha do Loft Urbano, o escritório In House Designers de Interiores harmonizou modernos eletrodomésticos ao design clássico da mesa e das cadeiras. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Na cozinha do Loft Urbano, desenvolvido pelo escritório In House Designers de Interiores, a bancada do cooktop fica junto à mesa de jantar. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Junto à mesa do Ambiente Gourmet, assinado por Dado Castello Branco, fica a bancada para pia e fogão, com prateleiras laterais. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para o projeto do Ambiente Gourmet, Dado Castello Branco optou por uma bancada e uma mesa de jantar unidas e dispostas em linha reta, o que possibilita uma área livre para circulação. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
A Casa de Praia idealizada por Roberto Migotto, tem o azul "klein" como base decorativa. Na cozinha, o piso, a bancada e os utensílios são marcados pela cor escolhida pelo arquiteto. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
A Casa de Praia idealizada por Roberto Migotto, tem o azul "klein" como base decorativa. Na cozinha, o piso, a bancada e os utensílios são marcados pela cor escolhida pelo arquiteto. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para a área de jantar da Casa Inteligente, Jóia Bergamo aplicou uma bancada planejada que agrega pia, fogão e a mesa, na cor turquesa, para servir as refeições. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Na área de jantar e cozinha da Casa Inteligente, projetada por Jóia Bergamo, os eletrodomésticos são embutidos como o forno elétrico, micro-ondas e lava-louças. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais
Para a mostra, a designer de interiores Marina Linhares projetou a Cozinha e Copa, de 83 m². O ambiente é marcado pelo uso da madeira de carvalho em revestimentos e mobiliário. A 27ª Casa Cor SP segue até dia 21 de julho de 2013, no Jockey Club de São Paulo Katia Kuwabara/ UOL

Mais