Inspire-se em projetos de decoração criados para apartamentos

Informações sobre o álbums
  • editoria:Geral
  • galeria: Enquete
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2013/11/01/inspire-se-em-projetos-de-decoracao-criados-para-apartamentos.htm
  • totalImagens: 1000
  • fotoInicial: 0
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20110610213816
  • link:
  • branco
    • decoração [18997];
Fotos
Folhas de espelho fornecidas pela Guardian cobre, duas portas centralizadas que separam a sala de jantar da cozinha, integrando-as quando desejado Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
A chaise longue de madeira, assinada pela designer Monica Cintra, introduz cor e rusticidade ao ambiente onde predomina uma paleta de cinzas e preto. O piso de tábuas corridas de ipê foi ebanizado Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
Detalhe da parede revestida com minipastilhas da Colormix (formato 13 mm x 13 mm). No piso foi aplicado Tecnocimento, produto da NS Brasil Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
Detalhe da mesa de centro feita pela Amaral Vidros com o DiamondGuard, da Guardian. Acompanham-na os futons e um minisofá, revestidos de linho (Empório Beraldin), para refeições familiares mais despojadas, de frente para a TV Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
A iluminação geral da cozinha foi resolvida com longo rasgo no forro de gesso, onde foram embutidas lâmpadas fluorescentes; a bancada é de granito preto absoluto fornecido pela Mont Blanc. A cuba de inox é da Mekal e, a torneira, da Deca Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
No banheiro da suíte, a bancada e as paredes do box são revestidas de limestone importado pela Mont Blanc Mármores e Granitos. No gabinete, carvalho americano laqueado pela Marcenaria AS Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
O mesmo tom cinza da sala de jantar se repete nas paredes do quarto do casal. A tinta é um látex acrílico fosco, da Suvinil Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
No banheiro da suíte, o espaço do box foi revestido com limestone tratado com resina impermeabilizante Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
As cortinas são formadas por persianas de palha de seda (de Nani Chinellato) e voile de seda do Empório Beraldin. Com acabamento em laca preta, o painel executado pela Marcenaria SA destaca o mobiliário branco, em especial do rack com fechamento de venezianas Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
Com acabamento em laca preta, o painel executado pela Marcenaria SA destaca o mobiliário branco, em especial do rack com fechamento de venezianas. Toda a marcenaria foi desenhada pela própria Karina Afonso. Nas laterais do painel, vasos altos de vidro da linha Cristal Ebony, da Guardian, com galhos de jaboticabeiras Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
A mesa de centro foi feita pela Amaral Vidros com o DiamondGuard, da Guardian, produto mais resistente a impactos e riscos, segundo o fabricante. Tapete preto Santa Mônica Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
À esquerda do sofá, mesa-bandeja da Vermeil; à direita, a mesa lateral da Casual foi decorada com porta-retratos. A tela atrás do sofá é da artista plástica Pama Loiola Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
A bancada do lavabo é de granito preto absoluto fosco, da Mont Blanc Mármores e Granitos. Louças e metais são da Deca Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
No quarto do casal, sobre a cama, um rebaixo no forro de gesso abriga fitas de LED para iluminação indireta. O guarda-roupa tem portas espelhadas e a cabeceira da cama foi executada em chanton de seda, do Empório Beraldin. Sobre a cama, a gravura na moldura preta foi feita por Gustavo Rosa para a proprietária do apartamento. O abajur é da Puntoluce Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
No lavabo, papel de parede vinílico da Casa Fortaleza e caixa de vidro do tipo cristal da marca Ebony (Guardian), que guarda plantas e utensílios. Os acessórios são da Interbagno Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
A poltrona de fibra natural da Casual serve de apoio ao quarto, assim como o cabideiro de latão dourado, da Interbagno. A almofada, com a inscrição "My husband is almost perfect" (Meu marido é quase perfeito) é da Trousseau Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
Detalhe do criado-mudo de madeira com acabamento em laca branca executado pela Marcenaria AS; as gravuras são de uma coleção comprada de artista parisiense e o abajur é da Puntoluce Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
As duas cadeiras de cabeceira da mesa de jantar foram forradas com tecido adamascado do Empório Baraldin; as em couro são La Novitá. No piso, tábua corrida de ipê ebanizada Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
Na sala de jantar, a joia da casa: lustre de cristal Josephine, da Artecristallo; a mesa retangular em laca cinza brilhante também foi executada pela Marcenaria SA Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
O sofá mais claro tem revestimento de seda rústica de Nani Chinellato e almofadas de pelo do Empório Beraldin; atrás do sofá, o painel de carvalho americano laqueado em branco (execução da Marcenaria SA) separa a sala de estar do closet Paulo Falcão / DivulgaçãoMais
Na planta de layout, a disposição do apartamento decorado por Marília Brunetti de Campos Veiga. À direita, terraço com lateira interligado ao living. No centro, logo acima da cozinha, o home theater Arte UOLMais
O home theater teve o móvel executado pela Marcenaria Sapelli. A estrutura de madeira ocupa o nicho gerado pelo recuo do ambiente em direção à cozinha. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Lavabo com pia de mármore travertino italiano, desenhada por Marília Veiga, e parede revestida por madeira. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
A porta de correr, em madeira laqueada feita pela Marcenaria Sapelli, separa o home theater do living. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Na foto, adega e armário executados pela Marcenaria Sapelli. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No living, os tons neutros são realçados de maneira equilibrada pelos objetos e almofadas de cores vivas. Ao fundo, o grande painel díptico da artista plástica Flávia Brunetti, pintado especialmente para o projeto. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Quadro em preto e branco de Teruo Yamada, ao lado da estante (executada pela Marcenaria Sapelli). As prateleiras ocupam o nicho criado pela a redução do espaço da despensa. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
O bufê desenhado por Marília Veiga - com portas na cor verde jade e acabamentos em madeira - executado sob medida pela Marcenaria Dantones. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Na suíte do casal, os tons sóbrios prevalecem. Um dos destaques são os criados-mudos laqueados da Marcenaria Sapelli. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Entre os sofás da Flexform de cor bege - com almofadas coloridas do Empório Beraldin - está a mesa de tampo redondo em madeira escura e de desenho clássico, adquirida no exterior. No centro de vidro, projetado pelo designer Piero Lissoni - da loja Cassina, belas peças coloridas também de vidro. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Entre os sofás da Flexform de cor bege - com almofadas coloridas do Empório Beraldin - está a mesa de tampo redondo em madeira escura e de desenho clássico, adquirida no exterior. No centro de vidro, projetado pelo designer Piero Lissoni - da loja Cassina, belas peças coloridas também de vidro. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Na suíte do casal, os tons sóbrios prevalecem. Os criados-mudos laqueados são da Marcenaria Sapelli e, nas paredes, estão os quadros da Moldura Minuto. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Na foto, detalhe do espaço de circulação da área social, revestido em mármore travertino italiano com acabamento rústico. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Detalhe dos sofá da Flexform de cor bege - com almofadas coloridas do Empório Beraldin - e da mesa de centro feita de vidro, projetada pelo designer Piero Lissoni, que suporta as peças coloridas de vidro. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No terraço da lareira (com 30m²), a designer de interiores criou três espaços aconchegantes. O estar, ao fundo, tem sofá Gervasoni, além de poltronas e pufe da Flexform. O local para refeições foi constituído pela mesa redonda com tampo de vidro (Artefacto) e as cadeiras de madeira do Empório Vermeil. Enquanto o terceiro ambiente, para o descanso, conta com duas poltronas da Poliform. Os ambientes ganharam piso porcelanato off white, tapete oriental By Kamy e cortinas rolos na cor branca, da Luxaflex. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Na foto, o living do apartamento. Em primeiro plano está a sala de estar - com as duas poltronas da Atrium - e, ao fundo, o espaço do jantar. Como o pé-direito não era alto, optou-se pelo uso no forro de gesso e sanca em rebaixo, além da laje. O projeto de decoração no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Quadro em preto e branco de Teruo Yamada, ao lado da estante (executada pela Marcenaria Sapelli). As prateleiras ocupam o nicho criado pela a redução do espaço da despensa. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Telas dípticas pintadas por Flávia Brunetti com as cores usadas no projeto de decoração. No canto do living, o grande abajur sobre tripé de madeira. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No terraço da lareira está a poltrona da Poliform, em tom castanho, acompanhada da mesa de apoio de tampo redondo, em metal, do Empório Vermeil. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Na foto, o living do apartamento. Em primeiro plano está a sala de estar - com as duas poltronas da Atrium - e, ao fundo, o espaço do jantar. Como o pé-direito não era alto, optou-se pelo uso no forro de gesso e sanca em rebaixo, além da laje. O projeto de decoração no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
O espaço íntimo do home theater recebeu sofá na cor marrom, com almofadas do Empório Beraldin, além de objetos de cores vivas edo tapete de listas em tons de marrom e bege, da By Kamy. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Para criar o espaço para o móvel do home theater, a divisória entre o espaço íntimo e a cozinha foi afastada em direção à última em 50 cm, gerando o nicho. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
As grandes aberturas envidraçadas, protegidas pelas cortinas translúcidas Sillouette, da Luxaflex, separam o living do terraço da lareira. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
O mármore travertino italiano foi usado no piso dos ambientes sociais, no home theater e também no rodapé. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, o banco da Artefacto. Ao fundo, o sofá da Flexform com almofadas do Empório Beraldin e as cortinas Sillouette, em tela de poliéster, da Luxaflex. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No terraço da lareira (com 30m²), a designer de interiores criou três espaços aconchegantes. O estar, ao fundo, tem sofá Gervasoni, além de poltronas e pufe da Flexform. O local para refeições foi constituído pela mesa redonda com tampo de vidro (Artefacto) e as cadeiras de madeira do Empório Vermeil. Enquanto o terceiro ambiente, para o descanso, conta com duas poltronas da Poliform. Os ambientes ganharam piso porcelanato off white, tapete oriental By Kamy e cortinas rolos na cor branca, da Luxaflex. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
O sofá, da Flexform - com pés de acrílico e braço de apoio em metal cromado - faz contraponto com a mesa de madeira de tampo redondo e desenho clássico. Sobre o piso de mármore travertino italiano com acabamento rústico está o tapete cor bege da Phenicia. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
O sofá, da Flexform - com pés de acrílico e braço de apoio em metal cromado - faz contraponto com a mesa de madeira de tampo redondo e desenho clássico. Sobre o piso de mármore travertino italiano com acabamento rústico está o tapete cor bege da Phenicia. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Ao lado da poltrona, o conjunto de mesas laterais que sobrepostas é feito em metal cromado com tampos xadrezes, da Empório Vermeil. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Ao lado do sofá, o conjunto de mesas laterais sobrepostas é feito em metal cromado com tampos xadrezes, da Empório Vermeil. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Detalhe do ambiente de estar do terraço com sofá Gervasoni e poltronas e pufe da Flexform. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No living, os tons neutros são realçados de maneira equilibrada pelos objetos e almofadas de cores vivas. Ao fundo, o grande painel díptico da artista plástica Flávia Brunetti, pintado especialmente para o projeto. A decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinada pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No terraço da lareira, com 30m², a designer de interiores criou três espaços aconchegantes. Entre eles, está o ambiente que abriga duas poltronas da Poliform. No chão, piso porcelanato off white e tapete oriental By Kamy. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Grandes caixilhos separam o living do terraço da lareira. No teto, as discretas luminárias da Lumini. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
As duas poltronas da Atrium são combinadas à mesa de apoio em couro, do Empório Beraldin. Ao fundo, o sofisticado ambiente de jantar. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Na foto, detalhe do espaço de circulação da área social, revestido em mármore travertino italiano com acabamento rústico. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No espaço do jantar, mesa da Dpot e cadeiras da Artefacto. Sobre a mesa, o lustre adquirido no exterior pelos donos da casa. Na parede ao fundo, acima do bufê desenhado por Marília Veiga e executado pela Marcenaria Dantone, dois quadro da Moldura Minuto. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
No espaço do jantar, mesa da Dpot e cadeiras da Artefacto. Sobre a mesa, o lustre adquirido no exterior pelos donos da casa. Na parede ao fundo, acima do bufê desenhado por Marília Veiga e executado pela Marcenaria Dantone, dois quadro da Moldura Minuto. O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
Detalhe do ambiente de estar - com as portas para a entrada no home theater (de correr; à esq.), para o hall do elevador (executadas pela Marcenaria Sapelli) e para a área íntima, laqueada na cor branca (à dir.). O projeto de decoração do apartamento no bairro Panamby, em São Paulo, é assinado pela designer de interiores Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga/ DivulgaçãoMais
O lustre "Alhambra", da Bertolucci, tem cúpulas sobrepostas com recortes a laser de inspiração moura. A mesa de jantar de laca branca é da Artefacto. Descontraídas, as duas cadeiras nas pontas da mesa são revestidas por tecido floral, com cores que remetem à chaise do home theater Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
O espaço amplo e comprido do banho do casal tem duas cubas, além da ducha. A bancada branca em corian conta com nichos em peroba de demolição. Sobre o espelho, a iluminação por domus, aliada a outros focos de luz, deixa o ambiente mais claro. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
No quarto da filha, um painel que combina peroba e laca branca sustenta os criados-mudos. Os puxadores dos móveis de apoio são "em cava" e uma caixa de vidro fixada com cola UV é sobreposta às mesinhas. Ainda nas laterais da cama, há duas arandelas "São Luís", de Flávia Pagotti, feitas em corian e inspiradas nos azulejos portugueses do século XV. Com desenho fluido, o pendente "Babette", da designer Baba Vacaro, remete à alta costura. O pufe é revestido com tecido de arabescos da Donatelli. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
O deck da varanda é de peroba de demolição e propositalmente transparece a ação natural do tempo, que modifica a cor da madeira e deixa as ripas "envelhecidas". O spa concretado e com jatos de hidromassagem foi projetado por Patrícia Volpato. Ao fundo, a ducha é fixada em parede de mármore travertino bruto. O mobiliário é da Saccaro. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
No quarto há um acesso para uma pequena varanda. Em frente à cama, um rack mescla as referências pontuadas em toda a casa: a bancada é de corian; os gavetões, de laca branca; além do painel de peroba ladeado por faixas de vidro, que sustenta a televisão. Para aquecer o quarto e toda a área íntima, foi usado assoalho de peroba de demolição da Usina das Artes. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
No quarto há um armário em "L" (à esq., ao lado da cama), onde ficam as roupas do marido. Já a mulher guarda seus pertences no closet, que fica atrás da TV e é fechado por uma porta de deslize lateral (à dir.). Ao fundo, ao lado do espelho, está a entrada para o banheiro. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
Da esquerda para a direita, os espaços de estar, jantar e jogos são integrados pelos tons neutros e pelas madeiras executadas pela Usina das Artes. O mobiliário é da Artefacto. Tijolos de demolição fazem o acabamento da parede, acompanhado de prateleiras de vidro. Demarcando a sala de jantar, os espelhos revestem duas portas deslizantes de um guarda-louças feito em madeira laqueada. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
Grande atração da cozinha, a churrasqueira (à esq.) tem lateral de vidro e coifa revestida em madeira. Os móveis planejados, em vidro branco cinex, são da Formaplas e os utensílios, da Kitchenaid. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
No estar, os dias frios são aquecidos por uma lareira à lenha, com laterais de vidro temperado e revestida de peroba. À esquerda, o painel laqueado abriga dois nichos vazados, também revestidos de peroba, que revelam o hall de entrada e o integram os ambientes sociais. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
O lavabo ao lado do home theater não existia na planta original. Ele foi incorporado para dar apoio à área social. Para compensar a falta de luz natural, o espaço conta com o domus que acompanha toda a bancada. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
Nas paredes do home theater, arandelas quadradas emitem luz indireta e dão ao ambiente um efeito de cinema. Em primeiro plano, a chaise vermelha "Ponto e Vírgula" é da Roncone. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
Antes tradicionalmente fechada e localizada ao fundo do apartamento, a cozinha mudou de lugar: tomou um pedaço da sala e da varanda e tornou-se parte integrante da área social. É ali que o "chef" da família pratica seus dotes gastronômicos. A pia e bancada branca são feitas de corian termo-moldado, enquanto a bancada e os painéis de madeira são de peroba de demolição. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
A adega climatizada fica embutida em um móvel de peroba de demolição. As portas de correr, da Usina das Artes, apresentam painéis artesanais muxarabi. A mesa de jogos é ladeada pos poltronas giratórias da Roncone. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
No home theater, nada de embutir a televisão no móvel; a escolha pela sobreposição revela cuidado com a praticidade do morador e a durabilidade do aparelho. Para quem assiste à TV, o fundo com painel de peroba é mais escuro e confortável à visão que uma parede branca. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
Sobre o sofá em "L" há uma escultura de parede do artista Marcelo Mochon, de São Paulo, que é aplicada e laqueada junto ao painel de madeira. Seus volumes e relevos são acentuados pela iluminação estrategicamente instalada. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
O clima da suíte principal é de romance, evidenciado pela colcha floral e pela cabeceira de camurça. Sobre ela, o painel de laca e vidro branco cinex, com iluminação embutida. Espelhados, o pendente e as arandelas "Gloss", com design de Baba Vacaro, emitem luz indireta. Assim, não ofuscam a visão de quem está deitado e deixam o clima intimista. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
O home office é o lugar onde a filha costumava estudar e que, agora, serve como espaço de trabalho. Atrás do computador, uma chapa metálica pintada de prata serve para fixar, com imãs, recados e fotos. A poltrona "Santa Bárbara", da Saccaro, compõe um cantinho de leitura, ao lado da estante em laca branca com nichos para guardar livros e objetos. O apartamento tem design de interiores pensado pela arquiteta Patrícia Volpato e fica na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis (SC) Phillipe Arruda/DivulgaçãoMais
O lounge ganhou uma atmosfera acolhedora com a instalação de uma estante baixa executada pela Marcenaria Inovart. O móvel, elevado 12 cm do piso, se prolonga por toda a extensão da sala e é encimado pela tela do arquiteto-paisagista Burle Marx e por uma sequência de cinco fotografias. A luminária da On-Light distribui luz por todo o ambiente. Duas poltronas com braços revestidos de couro e estofados de linho, da Atrium, incrementam o aconchego Alain Frugier / DivulgaçãoMais
O sofá em L revestido com linho cinza, da Micasa, é o responsável pelo conforto do espaço reservado ao home theater Alain Frugier / DivulgaçãoMais
As tonalidades neutras do mobiliário e dos revestimentos de piso e parede concedem unidade e reforçam a ideia de integração dos espaços de estar, lounge e home theater Alain Frugier / DivulgaçãoMais
As tonalidades neutras do mobiliário e dos revestimentos de piso e parede concedem unidade e reforçam a ideia de integração dos espaços de estar, lounge e home theater Alain Frugier / DivulgaçãoMais
A integração dos ambientes do living é nítida nesse ângulo que mostra a entrada para o hall do elevador e a porta para a sala de almoço. No estar, sofás com revestimento de linho e banquetas Carlotta com assento de couro, ambos da italiana Flexform, adquiridos na Casual, e mesa central de vidro, desenhada pelo arquiteto e executada pela Vidroart Alain Frugier / DivulgaçãoMais
Integradas, as salas de jantar e estar proporcionam praticidade aos moradores que gostam de receber amigos. O piso de mármore deu unidade aos ambientes, sendo que o estar recebeu tapete na cor concreto da Casa Matriz. No jantar, o quadro de Abraham Palatnik, da Galeria Nara Roesler, foi descentralizado permitindo a colocação dos vasos Quartz, da Érea, na lateral Alain Frugier / DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, a mesa com tampo em madeira, da Casual Interiores, apoia vaso de Murano e bowl sueco, do Passado Composto Século XX. Na mesinha com tampo de pau-ferro ao lado do sofá, luminária com base de Murano e cúpula de seda, da Ana Luiza Wawelberg, da Érea, que também estão forneceru as almofadas Alain Frugier / DivulgaçãoMais
Mesa de centro de vidro executada pela Vidroart com livros e objetos decorativos, como o bowl de Murano, de Teo Antiquário Alain Frugier / DivulgaçãoMais
Harmonia e simetria marcam esta composição do estar, com duas banquetas de couro caramelo, da Casual, em frente a duas poltronas dinamarquesas revestidas com veludo claro, da Etel. A mesa central de vidro, com livros e objetos, garante leveza ao ambiente Alain Frugier / DivulgaçãoMais
A ambientação da sala de jantar apresenta uma atmosfera de requinte e leveza. A mesa Rex, da Grado, de carvalho americano com tampo e pés chanfrados, é rodeada pelas cadeiras Cesca, de madeira ebanizada, assento e encosto de palha e pés de aço inox polido, da Tempos Modernos. A tela de Abraham Palatnik, da Galeria Nara Roesler, foi descentralizada permitindo a colocação de objetos decorativos, como os vasos da Érea apoiados no bufê de laminado branco com portas facetadas Alain Frugier / DivulgaçãoMais
No estar, a disposição é marcada pela simetria, com dois sofás Flexform, da Casual, nas laterais, mesa de centro em vidro da Vidroart e duas poltronas dinamarquesas revestidas em veludo, da Etel. A parede ao centro parece feita sob medida para a tela vermelha, do artista Sérgio Sister, do Escritório de Arte Hilda Araújo. As cortinas de voil de linho filtram a luz que vem do terraço com acesso pelas laterais Alain Frugier / DivulgaçãoMais
Vista geral da integração das salas de estar e jantar, com acesso ao terraço. O teto rebaixado em gesso embute spots no frame Hidden, da Wall Lamps. A mesa de jantar recebe a iluminação dos plafons de cristal da Dominici Alain Frugier / DivulgaçãoMais
No prolongamento do estar, criou-se um pequeno lounge confortável que também faz as vezes de recanto de leitura, com estante baixa e destaque para a tela de Burle Marx, do Escritório de Arte Hilda Araújo Alain Frugier / DivulgaçãoMais
O hall de entrada foi integrado ao living e ganhou portas e painéis de nogueira americana contrastando com as portas de aço dos elevadores e com o piso revestido com mármore travertino levigado. O toque de arte é dado pela escultura Múltiplo 34, do artista Ascânio MMM, da Dan Galeria Alain Frugier / DivulgaçãoMais
Imponente, o jantar reconstrói espírito clássico dos castelos; a escultura branca de Bia Doria foi colocada sobre papel de parede com arabescos em seda, da Wallpaper. O lustre é da Scatto Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Neste banheiro criado por Mayra Lopes para um apartamento em São Paulo predomina o branco, com toques de vermelho. A cerâmica foi aplicada até meia-parede; o chuveiro é Deca Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
A adega foi desenvolvida pela Joshua, para 180 garrafas. De madeira e vidro, é totalmente fechada e quebra o branco da sala de jantar Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
O projeto de Mayra Lopes previu a colocação de espelho em uma das paredes do banheiro, para fazê-lo parecer maior. Os revestimentos são porcelanato e mármore do tipo travertino esculpido e o mobiliário é da Segatto. Ducha quadrada da Deca Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
À entrada, painel de acrílico com bolhas de água (da Mondiale Acrílicos), que muda de cor a partir do branco, passando por lilás, verde, azul e vermelho, separa home theather do lavabo. Projeto de interiores de Mayra Lopes Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
O hall social recebeu, no piso, porcelanato preto recortado na forma oval, enquanto o papel de parede (da Wallpaper) imita a mica, e tem aspecto de "pedrinhas" Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Vista do closet do apartamento no Paraíso, em São Paulo, com projeto de interiores de Mayra Lopes Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
O adesivo da I-Stick dá aspecto mais lúdico ao banheiro claro. O gaveteiro é da Segatto e todos os acessórios são lilás. Espelhos da Guardian Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
A integração da varanda com o estar se dá por meio de portas de correr. O contorno da área social é completamente envidraçado Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Na parede entre o estar e o home theater, escultura de Bia Doria, em vermelho, contrastando com a predominância de tons neutros no mobiliário Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Foi preciso fazer um isolamento acústico com lã de rocha na parede de drywall que divide o home theater da suíte de hóspedes, além de um reforço estrutural para suportar o peso da TV de 55 polegadas. O projeto de interiores é de Mayra Lopes Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Sofá com revestimento de linho e mesa de centro redonda, de vidro, da Breton Actual; o puff vermelho é da Artefacto Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
A copa é separada da cozinha por porta de espelho fumê, da Segatto, com tratamento acústico para garantir privacidade nos cafés da manhã; a mesa é da Artefacto Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
As cadeiras da sala de jantar, em veludo claro, destacam os pés da mesa, modelo Sui Generis, assinada por Sergio Fahrer e vendida pela Brentwood Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
As peças de decoração se combinam em volumetria assimétrica, corrigida com espelhos e pela persiana, decorada como um papel de parede, instalada atrás da cama Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
A varanda gourmet é continuação da sala de estar: o verde das plantas mistura-se aos móveis de madeira de demolição da Amazônia Móveis, e às cadeiras giratórias de fibra, da Artefacto Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
O segundo quarto foi projetado em tons de lilás e possui painel de vidro (sobre a cama) onde podem ser deixadas mensagens e feitos desenhos; o armário é Ornare Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Além de bela vista para a cidade, churrasqueira e TV, a varanda é espaço próprio para jantares românticos, fondue e coquetéis Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
O quadros apoiados no piso do dormitório foram tratados como esculturas; a cadeira ganhou tecido Marche Art de Vie Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
O pendente é Dominici e a cama é da Quartos & Etc Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
O adesivo da I-Stick dá aspecto mais lúdico ao banheiro claro. O gaveteiro é da Segatto e todos os acessórios são lilás. Espelhos da Guardian Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Na sala de TV do apartamento decorado por Mayra Lopes, a mesma parede que acomoda a TV foi revestida com madeira em duas cores. O telão do home thetre também fica nesse ambiente, que tem sofá chumbo da Artefacto e luminária modelo Arco, da Dominici Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Na sala de TV do apartamento decorado por Mayra Lopes, a mesma parede que acomoda a TV foi revestida com madeira em duas cores. O telão do home thetre também fica nesse ambiente, que tem sofá chumbo da Artefacto e luminária modelo Arco, da Dominici Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Além de bela vista para a cidade, churrasqueira e TV, a varanda é espaço próprio para jantares românticos, fondue e coquetéis Marcelo Scandarolli/DivulgaçãoMais
Demarcada pelo pórtico de MDF com acabamento em nogueira catedral, a sala de jantar recebeu espelhos na parede lateral e também no tampo da mesa. Tanto o pórtico, quanto a mesa foram desenhados por Camila Klein e executados pela marcenaria Beldan. Cadeiras e pufe da Arredatori. Lustre pendente Light Center Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
A área de serviço ficou clara e arejada com piso, paredes e mobiliário brancos. Apenas o tampo da bancada é de granito preto, que contrasta e dá beleza ao ambiente. Trabalho de interiores de Camila Klein para um apartamento na zona sul de São Paulo Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
Os criado-mudos foram projetados por Camila Klein e executados pela Marcenaria Beldan. As peças receberam acabamento texturizado que confere à peça um toque de tecido (Masisa). Luminária pendente com haste cromada Light Center Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
No apartamento decorado por Camila Klein, living e home theater são separados pela tela double screen (Studio Rivera). O pórtico de madeira sobre a mesa de jantar culmina em uma parede transformada em adega. Complementam o espaço o tapete bloucle (Fio & Arte) e as banquetas Barcelona com revestimento de couro sintético (Arredatori) Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
Tons claros e superfícies polidas fazem o banheiro parecer mais espaçoso e iluminado. Para a bancada, a arquiteta Camila Klein, responsável pelo projeto de interiores, especificou acabamento de mármore Espírito Santo Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
A preocupação da arquiteta Camila Klein ao idealizar o projeto de interiores do apartamento foi dar leveza ao nicho para notebook localizado no canto do quarto. Daí as prateleiras de vidro e o espelho na porta do armário. O espaço é complementado pelo pufe de sarja branco (Arredatori). Lustre Light Center Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
No apartamento de 75 m² as áreas sociais foram privilegiadas. As salas de jantar, estar e cozinha foram integradas. Na parte íntima encontra-se uma suíte que, além do banheiro, conta com um pequeno home office implantado em um nicho ao lado do guarda-roupas Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
Na suíte do casal, o piso é de madeira na cor amendoim (Scandian, fornecido pelo Grupo Forte). A cabeceira de 2,5 m por 2,30 m foi revestida com couro pespontado (Mônica Begatelli). A cortina de voil off-white foi instalada em trilho suíço, também da Mônica Begatelli. Tapete Boucle Macadania (Fio & Arte). Rack e criados-mudos projetados por Camila Klein e executados pela Marcenaria Beldan com acabamento texturizado (Masisa) Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
No home theater, a arquiteta Camila Klein, responsável pelo projeto de interiores do apartamento de 75 m² na zona sul de São Paulo, tirou partido de diferentes texturas para transmitir a sensação de aconchego. O sofá em chenille velutê (Arredatori) se destaca pela lateral transformada em uma mesa com tampo espelhado. Rack e nichos de MDF com acabamento em nogueira catedral (Marcenaria Beldan). Cortina de voil, tapete bouclé cotton e xale (Fio & Arte) Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
Na sala de jantar, destacam-se a mesa para seis pessoas, a adega e o pórtico de MDF com acabamento em nogueira catedral (projeto de Camila Klein e execução da Marcenaria Beldan). Transparentes e sem braços, as cadeiras são de polipropileno. Já o pufe para duas pessoas tem base cromada e revestimento de kourissimo branco, ambos da Arredatori Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
Na cozinha, a bancada é de granito preto são gabriel. No piso, o porcelanato polido Diamante (da Portinari) confere maior amplitude ao ambiente. Trabalho de interiores da arquiteta Camila Klein para um apartamento de 75 m² Bruno Barriguelli/DivulgaçãoMais
Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Da sala de jantar visualiza-se o living do terraço. No espaço do home theater destacam-se o móvel para TV e equipamentos de som executado pela Takae Arte, a poltrona verde claro do Empório Vermeil e a mesa de centro com tampo de vidro da Futton Company. O tapete é da Fenícia e, o pufe revestido de kilim, da By Kamy. Os dois bancos em ripas com desenho em linhas curvas são do Empório Vermeil. O sofá da Breton completa o ambiente criado por Marília Veiga para um apartamento de 200 m² em Guarulhos (SP) Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O jogo de preto e branco domina a sala de jantar do apartamento em Guarulhos (SP), com interiores da arquiteta Marília Brunetti de Campos Veiga. O ambiente tem mesa oval e cadeiras da Empório Vermeil em harmonia com o bufê executado por Takae Arte. Na parede cor de fumaça, iluminando o bufê, destaque para a enorme arandela horizontal da Lumini que também assina a luminária pendente sobre a mesa. Tela de Flávia Brunetti; quadros da Moldura Minuto Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O terraço com cerca de 42 m² possibilitaram a criação de um espaço de lazer multiuso, com churrasqueira e alguns recantos, como o de estar, o de refeições e o de televisão. Momentos de relax curtidos com ambientação descontraída, composta pelo tapete Fenícia, pufes de couro e almofadas do Empório Beraldin e móveis de madeira executados por Takae Arte. No piso, porcelanato Portinari Cimento. Trabalho de interiores de Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O terraço com cerca de 42 m² possibilitaram a criação de um espaço de lazer multiuso, com churrasqueira e alguns recantos, como o de estar, o de refeições e o de televisão. Momentos de relax curtidos com ambientação descontraída, composta pelo tapete Fenícia, pufes de couro e almofadas do Empório Beraldin e móveis de madeira executados por Takae Arte. No piso, porcelanato Portinari Cimento. Trabalho de interiores de Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Da sala de jantar visualiza-se o living do terraço. No espaço do home theater destacam-se o móvel para TV e equipamentos de som executado pela Takae Arte, a poltrona verde claro do Empório Vermeil e a mesa de centro com tampo de vidro da Futton Company. O tapete é da Fenícia e, o pufe revestido de kilim, da By Kamy. Os dois bancos em ripas com desenho em linhas curvas são do Empório Vermeil. O sofá da Breton completa o ambiente criado por Marília Veiga para um apartamento de 200 m² em Guarulhos (SP) Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Da sala de jantar visualiza-se o living do terraço. No espaço do home theater destacam-se o móvel para TV e equipamentos de som executado pela Takae Arte, a poltrona verde claro do Empório Vermeil e a mesa de centro com tampo de vidro da Futton Company. O tapete é da Fenícia e, o pufe revestido de kilim, da By Kamy. Os dois bancos em ripas com desenho em linhas curvas são do Empório Vermeil. O sofá da Breton completa o ambiente criado por Marília Veiga para um apartamento de 200 m² em Guarulhos (SP) Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Da sala de jantar visualiza-se o living do terraço. No espaço do home theater destacam-se o móvel para TV e equipamentos de som executado pela Takae Arte, a poltrona verde claro do Empório Vermeil e a mesa de centro com tampo de vidro da Futton Company. O tapete é da Fenícia e, o pufe revestido de kilim, da By Kamy. Os dois bancos em ripas com desenho em linhas curvas são do Empório Vermeil. O sofá da Breton completa o ambiente criado por Marília Veiga para um apartamento de 200 m² em Guarulhos (SP) Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No ambiente de estar destacam-se o móvel para TV e equipamentos de som executado pela Takae Arte, a poltrona verde claro do Empório Vermeil e a mesa de centro com tampo de vidro da Futton Company. O tapete é da Fenícia e, o pufe revestido de kilim, da By Kamy. Os dois bancos em ripas com desenho em linhas curvas são do Empório Vermeil. O sofá da Breton completa o ambiente criado por Marília Veiga para um apartamento de 200 m² em Guarulhos (SP) Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
A estante Equilibri (design de Marco Colombo e Stefano Alberti) da Brinna possibilita inúmeras composições de acordo com a necessidade de uso Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Pivotante, a porta de entrada foi executada pela Takae Arte com acabamento laqueado e puxador de acrílico Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Vista do living do apartamento em Guarulhos (SP), com projeto de interiores de Marília Veiga. A arquiteta usou bancos do Empório Vermeil, sofá Breton e, ao fundo, a estante Equilibri (design de Marco Colombo e Stefano Alberti), da Brinna Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No ambiente de estar destacam-se o móvel para TV e equipamentos de som executado pela Takae Arte, a poltrona verde claro do Empório Vermeil e a mesa de centro com tampo de vidro da Futton Company. O tapete é da Fenícia e, o pufe revestido de kilim, da By Kamy. Os dois bancos em ripas com desenho em linhas curvas são do Empório Vermeil. O sofá da Breton completa o ambiente criado por Marília Veiga para um apartamento de 200 m² em Guarulhos (SP) Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Do Empório Vermeil, a poltrona com forração de tecido verde claro tem dimensões generosas e oferece maior conforto aos moradores Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Do Empório Vermeil, a poltrona com forração de tecido verde claro tem dimensões generosas e oferece maior conforto aos moradores Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Os dois bancos pretos com desenho original em linhas arredondadas do Empório Vermeil dão um toque diferenciado ao home theater do apartamento decorado por Marília Veiga Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Detalhe da mesinha lateral do Empório Vermeil e do pufe em kilim da By Kamy Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Conforto e harmonia são a tônica do home theater que possui alguns diferenciais, como o aparador branco executado pela Takae Arte. O móvel contorna o sofá e serve de apoio para objetos decorativos Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O terraço com cerca de 42 m² possibilitaram a criação de um espaço de lazer multiuso, com churrasqueira e alguns recantos, como o de estar, o de refeições e o de televisão. Momentos de relax curtidos com ambientação descontraída, composta pelo tapete Fenícia, pufes de couro e almofadas do Empório Beraldin e móveis de madeira executados por Takae Arte. No piso, porcelanato Portinari Cimento. Trabalho de interiores de Marília Brunetti de Campos Veiga Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No apartamento ambientado por Marilia Brunetti de Campos Veiga, o dormitório do casal apresenta uma atmosfera suave e acolhedora, obtida principalmente pelos revestimentos. Como o veludo de tonalidade rosada que cobre a cabeceira e o painel na parte superior da parede, da Luiz Decor; a roupa de cama da Casa Completa e as almofadas do Empório Beraldin. O criado mudo com gavetas foi executado por Takae Arte. As luminárias são da Lumini Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No apartamento ambientado por Marilia Brunetti de Campos Veiga, o dormitório do casal apresenta uma atmosfera suave e acolhedora, obtida principalmente pelos revestimentos. Como o veludo de tonalidade rosada que cobre a cabeceira e o painel na parte superior da parede, da Luiz Decor; a roupa de cama da Casa Completa e as almofadas do Empório Beraldin. O criado mudo com gavetas foi executado por Takae Arte. As luminárias são da Lumini Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No apartamento ambientado por Marilia Brunetti de Campos Veiga, o dormitório do casal apresenta uma atmosfera suave e acolhedora, obtida principalmente pelos revestimentos. Como o veludo de tonalidade rosada que cobre a cabeceira e o painel na parte superior da parede, da Luiz Decor; a roupa de cama da Casa Completa e as almofadas do Empório Beraldin. O criado mudo com gavetas foi executado por Takae Arte. As luminárias são da Lumini Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Vista do living do apartamento em Guarulhos (SP), com projeto de interiores de Marília Veiga. A arquiteta usou bancos do Empório Vermeil, sofá Breton e, ao fundo, a estante Equilibri (design de Marco Colombo e Stefano Alberti), da Brinna Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Detalhe da leveza da mesa de centro com tampo de vidro da Futton Company, contrastando com a poltrona verde claro do Empório Vermeil Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
A mesa de centro acomoda vários objetos e livros, inclusive um vaso redondo de vidro, herança de família Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O jogo de preto e branco domina a sala de jantar do apartamento em Guarulhos (SP), com interiores da arquiteta Marília Brunetti de Campos Veiga. O ambiente tem mesa oval e cadeiras da Empório Vermeil em harmonia com o bufê executado por Takae Arte. Na parede cor de fumaça, iluminando o bufê, destaque para a enorme arandela horizontal da Lumini que também assina a luminária pendente sobre a mesa. Tela de Flávia Brunetti; quadros da Moldura Minuto Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Na suíte do casal, o espaço entre os dois closets foi ocupado por um recanto de beleza para a mulher. Cadeira Empório Vermeil; tapete By Kamy Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O jogo de preto e branco domina a sala de jantar do apartamento em Guarulhos (SP), com interiores da arquiteta Marília Brunetti de Campos Veiga. O ambiente tem mesa oval e cadeiras da Empório Vermeil em harmonia com o bufê executado por Takae Arte. Na parede cor de fumaça, iluminando o bufê, destaque para a enorme arandela horizontal da Lumini que também assina a luminária pendente sobre a mesa. Tela de Flávia Brunetti; quadros da Moldura Minuto Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O jogo de preto e branco domina a sala de jantar do apartamento em Guarulhos (SP), com interiores da arquiteta Marília Brunetti de Campos Veiga. O ambiente tem mesa oval e cadeiras da Empório Vermeil em harmonia com o bufê executado por Takae Arte. Na parede cor de fumaça, iluminando o bufê, destaque para a enorme arandela horizontal da Lumini que também assina a luminária pendente sobre a mesa. Tela de Flávia Brunetti; quadros da Moldura Minuto Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O centro da mesa de jantar é decorado por um prato de cristal com esferas de madeira, em sintonia com o ambiente Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Na suíte principal do apartamento reformado por Márcio Bariani e Alessandro Muzi, em São Paulo, há um ofurô aberto para o quarto. Pastilhas de vidro (Vidrotil) cobrem as paredes nas áreas molhadas e material cimentício cinza (NS Brazil) reveste o piso. Ofurô e deck de madeira são da Multiforma Fran Parente / UOLMais
Na suíte principal do apartamento reformado por Márcio Bariani e Alessandro Muzi, em São Paulo, há um ofurô aberto para o quarto. Pastilhas de vidro (Vidrotil) cobrem as paredes nas áreas molhadas e material cimentício cinza (NS Brazil) reveste o piso. Ofurô e deck de madeira são da Multiforma Fran Parente / UOLMais
O banheiro do casal tem linhas modernas e revestimentos claros. Destaque para a bancada construída em concreto e revestida com material cimentício branco (NS Brazil) e para os gabinetes sem portas. Louças e metais sanitários são da Deca Fran Parente / UOLMais
Era desejo dos proprietários que equipamentos e utensílios da cozinha ficassem à mostra. Os armários da cozinha foram especialmente desenhados para atender esse pedido, com nichos de diversos tamanhos, alguns com porta de vidro incolor e transparente. No piso, foi utilizado revestimento cimentício de alta aderência (NS Brazil). As cubas de aço inox são da Mekal Fran Parente / UOLMais
No apartamento projetado por Márcio Bariani e Alessandro Muzi não há portas separando as salas e a cozinha. A bancada (Marcenaria Pompéia) faz um pouco essa função, mas de maneira muito mais leve e aberta. A parede com azulejos decorados que antes fazia parte da cozinha original e foi mantida Fran Parente / UOLMais
No lavabo do apartamento, cuja reforma foi projetada por Márcio Bariani e Alessandro Muzi, parte das pastilhas verdes originais foi mantida. Em vez de utilizar forro de gesso, os arquitetos preferiram deixar a laje de concreto aparente, inclusive com as instalações prediais expostas. Para equilibrar essa exposição, o ambiente recebeu forro em grelha de alumínio Fran Parente / UOLMais
Os moradores queriam espaços mais fluidos, com ambientes integrados e arejados. Os arquitetos, então, demoliram algumas paredes sem função estrutural, como a que separava a sala do conjunto copa-cozinha. A intervenção permitiu também que dois dormitórios se transformassem em uma espaçosa suíte para o casal. A área de serviço também foi remodelada. Portas que não eram fundamentais para assegurar a privacidade foram eliminadas. A reforma durou cerca de seis meses Arte UOLMais
Armários e bancadas do escritório foram projetados por Márcio Bariani e Alessandro Muzi. O pendente com cúpula de alumínio (Reka) proporciona luz direta difusa para leitura e trabalho Fran Parente / UOLMais
Os proprietários do apartamento, professores universitários, solicitaram aos arquitetos que preparassem alguma parede para ser usada como lousa. Foi escolhida uma quina localizada junto à entrada, na cozinha. A lousa foi executada com pintura de esmalte sintético fosco verde escolar (Suvinil) Fran Parente / UOLMais
Com a reorganização da área de serviço foi possível criar um jardim de inverno que também serve como sala de almoço, anexo à cozinha. O espaço chama atenção pela parede revestida com ladrilhos hidráulicos (Ladrilhos Artesanais). Trabalho de Márcio Bariani e Alessandro Muzi Fran Parente / UOLMais
No apartamento em São Paulo, reformado por Márcio Bariani e Alessandro Muzi, as salas foram integradas proporcionando a sensação de amplitude e fluidez tão desejada pelos proprietários. A aparência retrô conferida pelo mobiliário, pelo piso de madeira e pela parede de azulejo original é equilibrada com toque industrial proporcionado pelas instalações aparentes que percorrem o pilar de concreto e o forro Fran Parente / UOLMais
Por todo apartamento, a luz natural é abundante, sobretudo no living e na sala de jantar. Quando necessário, a iluminação é complementada pelo plafon redondo com haste (Reka). Discreta, a estante desenhada por Márcio Bariani e Alessandro Muzi mantém os objetos aparentes. O tapete colorido é de lã e foi confeccionado no norte da Argentina Fran Parente / UOLMais
Sem paredes dividindo os ambientes, a sala ficou mais ampla e iluminada, como desejavam os proprietários. Os tacos de madeira originais foram restaurados pela Atuar Pisos. O projeto da reforma é dos arquitetos Márcio Bariani e Alessandro Muzi Fran Parente / UOLMais
Era desejo dos proprietários que equipamentos e utensílios da cozinha ficassem à mostra. Os armários da cozinha foram especialmente desenhados para atender esse pedido, com nichos de diversos tamanhos, alguns com porta de vidro incolor e transparente. No piso, foi utilizado revestimento cimentício de alta aderência (NS Brazil). As cubas de aço inox são da Mekal Fran Parente / UOLMais
Na suíte do casal a cama foi centralizada e ganhou bastante destaque contra a parede com pintura listrada (tintas Suvinil). Suave, a iluminação é feita pelo plafon redondo, pelos spots orientáveis instalados em trilhos e pelas duas arandelas instaladas ao lado da cama Fran Parente / UOLMais
Nos dormitórios, as venezianas de alumínio estavam em péssimo estado de conservação. Por isso foram refeitas tomando como base o desenho e a abertura originais. O serviço foi realizado pela Aquarão Vidros e Esquadrias Fran Parente / UOLMais
Para iluminar a sala de jantar os arquitetos Márcio Bariani e Alessandro Muzi escolheram pendentes de aspecto industrial, que proporcionam uma luz focada, mas suave. As luminárias (Reka) são presas em um trilho fixado ao teto, que permite flexibilidade em eventual mudança do layout ou mesmo no caso de troca da mesa de jantar. No mesmo trilho foram instalados spots orientáveis (também Reka), com luz para destaque de peças de decoração, como a escultura cerâmica (Kimi Nii) Fran Parente / UOLMais
Para iluminar a sala de jantar os arquitetos Márcio Bariani e Alessandro Muzi escolheram pendentes de aspecto industrial, que proporcionam uma luz focada, mas suave. As luminárias (Reka) são presas em um trilho fixado ao teto, que permite flexibilidade em eventual mudança do layout ou mesmo no caso de troca da mesa de jantar. No mesmo trilho foram instalados spots orientáveis (também Reka), com luz para destaque de peças de decoração, como a escultura cerâmica (Kimi Nii) Fran Parente / UOLMais
A mesa de jantar foi concebida pelo próprio proprietário do imóvel e executada pela Marcenaria Pompéia. As cadeiras são do depósito Santa Fé. Já a estante foi projetada pelos arquitetos Márcio Bariani e Alessandro Muzi, responsáveis pelo projeto de reforma do apartamento na Bela Vista, bairro central de São Paulo Fran Parente / UOLMais
Por todo apartamento, a luz natural é abundante, sobretudo no living e na sala de jantar. Quando necessário, a iluminação é complementada pelo plafon redondo com haste (Reka). Discreta, a estante desenhada por Márcio Bariani e Alessandro Muzi mantém os objetos aparentes. O tapete colorido é de lã e foi confeccionado no norte da Argentina Fran Parente / UOLMais
Na reforma do apartamento, portas foram eliminadas tornando os ambientes fluídos. Sobre a mesa executada pela Marcenaria Pompéia caem os lustres pendentes da Reka. À direita, parede mantida com o revestimento cerâmico original dos anos 1970 Fran Parente / UOLMais
No apartamento em São Paulo, os pilares foram mantidos com concreto aparente. As imperfeições mais graves foram corrigidas com uma nata de cimento Fran Parente / UOLMais
Vista do living do apartamento reformado pela arquiteta paulistana Monica Drucker. À esquerda, o home theatre; ao fundo, uma pequena varanda que foi integrada ao estar João Ribeiro / DivulgaçãoMais
No home theatre, a bancada com lareira a gás em concreto (executada pela Dalle Piage), ocupa toda a extensão da parede. O sofá revestido de couro preto da Micasa, a mesa de centro (da Staaten), modelo desenhado pelo arquiteto Jean Nouvel, e o tapete do designer Jürgen Dallmannas (peça única da By Kami) completam a ambientação, que ainda conta com prateleiras Carrapixo, da Dpot. A chaise Le Corbusier e mesinha Saarinen ficam no espaço de transição entre o home theatre e o terraço coberto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, sofá da alemã Rolf Benz. Ao fundo, o home theatre, onde a bancada com lareira a gás em concreto (executada pela Dalle Piage), ocupa toda a extensão da parede. Na parede, prateleiras Carrapixo, da Dpot. A chaise Le Corbusier e mesinha Saarinen ficam no espaço de transição entre o home theatre e o terraço coberto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A foto feita a partir do ambiente do home theather do apartamento reformado pela arquiteta Monica Drucker mostra a integração dos ambientes sociais do piso inferior do dúplex. Em primeiro plano, sofá de couro preto da Micasa, mesa de centro (da Staaten) desenhada pelo arquiteto francês Jean Nouvel. A escada de aço e vidro leva ao mezanino reservado para o lazer. Ao fundo, uma nova laje intermediária acomoda o terraço coberto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Parede curva original da área social do apartamento de 600 m² reformado pela arquiteta Monica Drucker, localizado na zona este de São Paulo. O volume oculta a caixa de escadas do edifício e era originalmente constituído por paredes ortogonais, agora revestidas com ripas de cumaru de 3 cm de largura João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Cozinha contemporânea (da Delta), com armários revestidos inteiramente em aço inox. O piso, assim como a bancada de refeições, é de concreto; a bancada de trabalho tem tampo de granito preto absoluto. As cadeiras de aço pintado são da Art de Vie. As luminárias pendentes são da Dominici e as embutidas, redondas e de diversos diâmetros, foram fornecidas pela Reka. Nas paredes foram aplicadas pastilhas de vidro pretas da Vidroreal. O projeto de arquitetura e interiores é assinado pela arquiteta Monica Drucker João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista geral da maior parte dos ambientes sociais do apartamento dúplex de 600 m², reformado pela arquiteta Monica Drucker, na zona oeste da capital. Predominam as paredes brancas e móveis e luminárias de desenho contemporâneo nas cores branco, vermelho e preto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista da sala de jantar e cozinha integradas, com possibilidade de fechamento por três portas de correr em vidro argentato (o material recebe um tratamento que o torna opaco e pelorizado). A mesa é modelo Saarinen com tampo de mármore, acompanhada de cadeiras Bertoia, tudo da Forma; o aparador de canela maciça é da Tora Brasil. Na parede, obra do artista plástico David Gerstein. Sobre a mesa, luminária (da La Lampe) desenhada por Ross Lovegrove. Projeto de reforma e interiores de Monica Drucker João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Cozinha contemporânea (da Delta), com armários revestidos inteiramente em aço inox. O piso, assim como a bancada de refeições, é de concreto; a bancada de trabalho tem tampo de granito preto absoluto. As cadeiras de aço pintado são da Art de Vie. As luminárias pendentes são da Dominici e as embutidas, redondas e de diversos diâmetros, foram fornecidas pela Reka. Nas paredes foram aplicadas pastilhas de vidro pretas da Vidroreal. O projeto de arquitetura e interiores é assinado pela arquiteta Monica Drucker João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Sala de estar do dúplex reformado pela arquiteta Monica Drucker na zona este da capital, ambientado com chaise vermelha, da designer suíça Jane Worthington, e mesa de centro com vidro (Guardian) e sofá da alemã Rolf Benz, em couro bege, ambos fornecidos pela Forma. O tapete é da By Kami, desenhado pela arquiteta especialmente para este espaço. Ao fundo, a parede curva revestida de cumaru oculta a caixa de escadas do edifício João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Paredes foram retiradas e formou-se um grande ambiente na cobertura duplex de 600 m² na zona oeste da capital. A nova sala de estar anexou um pequeno terraço protegido com tela de enrolar da Luxaflex, e foi ambientada com exemplares da chaises da designer suíça Jane Worthington (a redonda, branca, e a vermelha) e mesa lateral desenhada pelo suíço Peter Draenert, ambas da Staaten. A mesa de centro com vidro (fornecido pela Guardian) e sofá alemão da marca Rolf Benz, em couro bege, são da Forma. Apartamento em São Paulo com reforma e interiores de Monica Drucker João Ribeiro / DivulgaçãoMais
O mezanino do apartamento reformado pela arquiteta Monica Drucker acomoda o espaço de lazer. Em primeiro plano está a poltrona Donna (da Atrium), modelo assinado pelo italiano Gaetano Pesce. Ao fundo, armários de aço inox projetados pela arquiteta. O guarda-corpo do mezanino é de vidro (da Guardian), executado pela Latão Arte. No piso, assoalho de cumaru clareado, da Felgueiras João Ribeiro / DivulgaçãoMais
O mezanino do apartamento reformado pela arquiteta Monica Drucker acomoda o espaço de lazer. Em primeiro plano está a poltrona Donna (da Atrium), modelo assinado pelo italiano Gaetano Pesce. Ao fundo, armários de aço inox projetados pela arquiteta. O guarda-corpo do mezanino é de vidro (da Guardian), executado pela Latão Arte. No piso, assoalho de cumaru clareado, da Felgueiras João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Pavimento superior: além do mezanino com todo aparato de lazer, esse piso abriga as suítes João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A nova sala de estar do apartamento dúplex reformado pela arquiteta Monica Drucker anexou um pequeno terraço protegido por tela de enrolar da Luxaflex, e foi ambientada com chaise redonda forrada com couro branco da designer suíça Jane Worthington, e mesa desenhada por Peter Draenert (Staaten), sobre a qual se encontra uma cabeça preta "Tamarindus", da Art de Vie. Em primeiro plano, mesa de centro com vidro (Guardian) da Forma. Os vasos com pintura grafite são da L?Oeil João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Sala de estar do dúplex reformado por Monica Drucker em São Paulo. A mesa de centro com vidro da Guardian e o sofá da alemã Rolf Benz, revestido em couro bege, são da Forma. O tapete é da By Kami, desenhado pela arquiteta especialmente para este espaço. À esquerda, parede curva revestida com cumaru João Ribeiro / DivulgaçãoMais
No home theatre, a bancada com lareira a gás em concreto (executada pela Dalle Piage), ocupa toda a extensão da parede. O sofá revestido de couro preto da Micasa, a mesa de centro (da Staaten), modelo desenhado pelo arquiteto Jean Nouvel, e o tapete do designer Jürgen Dallmannas (peça única da By Kami) completam a ambientação, que ainda conta com prateleiras Carrapixo, da Dpot. A chaise Le Corbusier e mesinha Saarinen ficam no espaço de transição entre o home theatre e o jardim de inverno João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A foto mostra a integração dos ambientes do living, no pavimento inferior do apartamento reformado pela arquiteta Monica Drucker. O sofá revestido de couro preto (da Micasa), em primeiro plano, faz parte do home theater, em seguida há o ambiente de estar, seguido pelo de jantar. À direita, a escada de aço inox e guarda-corpo de vidro (Guardian), executada pela Latão Arte, leva ao piso superior do dúplex João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Reformado pela arquiteta Monica Drucker, o apartamento de 600 m² na zona este de São Paulo teve sua área social integrada. Ao fundo, a sala de jantar e, em primeiro plano, a chaise forrada de couro vermelho, modelo criado pela designer suíça Jane Worthington, iluminada pela luminária Pipe (La Lampe), desenhada pelos arquitetos Herzog e de Meuron João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A nova sala de estar do apartamento de cobertura reformado pela arquiteta paulistana Monica Drucker anexou um pequeno terraço protegido tela de enrolar da Luxaflex. O ambiente tem exemplar da chaise redonda forrada com couro branco da designer suíça Jane Worthington e mesa lateral do suíço Peter Draenert, ambas da Staaten João Ribeiro / DivulgaçãoMais
No lavabo, painel de pedras ônix iluminado por lâmpadas fluorescentes, e bancada em mármore, com metais e louças Deca. Projeto da arquiteta Monica Drucker João Ribeiro / DivulgaçãoMais
O banheiro da suíte principal tem piso de concreto (executado pela Dalle Piage) e mármore de Carrara nas paredes e branco Thassos na bancada, ambos fornecidos pela Itaarte. Os metais e louças são Deca e a banheira, Jacuzzi. No teto spots embutidos Reka João Ribeiro / DivulgaçãoMais
O ambiente com lareira situado junto ao terraço coberto tem janela fita com vista panorâmica para um parque. A bancada, os degraus e o piso são de concreto executados pela Dalle Piage. A chaise Le Corbusier e a mesinha de canto Saarinen completam o ambiente criado pela arquiteta Monica Drucker João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Detalhe da janela em fita sobre a bancada de concreto executada pela Dalle Piage, que contém a lareira a gás João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A suíte principal do apartamento reformado por Monica Drucker tem painel de fundo executado em concreto. A textura do material foi obtida pelas próprias formas usadas para moldá-lo. A bancada de apoio é de imbuia, projetada pela arquiteta e executada pela Formrio. Cama da Auping; luminárias pendentes da Dominici e cortinas de seda pura da Luri João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista geral da ampla sala do dúplex de cobertura de 600 m² na zona oeste da capital, reformado pela arquiteta Monica Drucker. Em primeiro plano, o sofá revestido de couro preto da Micasa; a mesa de centro da Staaten, com design do arquiteto Jean Nouvel, e o tapete do designer Jürgen Dallmannas (peça única da By Kami). Ao fundo, as salas de estar e jantar . O piso de todo a área social é de concreto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
No duplex de 600 m² reformado pela arquiteta paulistana Monica Drucker, o home theater tem bancada de concreto e sofá revestido com couro preto da Micasa; a mesa de centro, da Staaten, é um modelo desenhado pelo arquiateto francês Jean Nouvel. Completam a ambientação o tapete do designer Jürgen Dallmannas (peça única da By Kami) e a pintura Daniela Baum João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Sala de estar do dúplex reformado pela arquiteta Monica Drucker na zona este da capital, ambientado com chaise vermelha, da designer suíça Jane Worthington, e mesa de centro com vidro (Guardian) e sofá da alemã Rolf Benz, em couro bege, ambos fornecidos pela Forma. O tapete é da By Kami, desenhado pela arquiteta especialmente para este espaço. Ao fundo um pequeno terraço protegido com tela de enrolar da Luxaflex João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista do terraço coberto do apartamento reformado pela arquiteta paulistana Monica Drucker. A área é protegida por uma estrutura metálica (pintada da mesma cor que guarda-corpo original do prédio) com fechamento de vidro e cobertura de policarbonato. Com a eliminação da piscina que ocupava o espaço originalmente, o terraço externo ganhou novo deck e uma hidromassagem João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Sala de estar do apartamento reformado e decorado pela arquiteta Monica Drucker. A chaise vermelha é um modelo desenhado pela suíça Jane Worthington; a mesa de centro com vidro da Guardian e o sofá da alemã Rolf Benz, revestido em couro bege, são da Forma. O tapete é da By Kami, desenhado pela arquiteta especialmente para este espaço. À esquerda, parede curva revestida com cumaru João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Sala de estar do dúplex reformado por Monica Drucker em São Paulo. A chaise vermelha é um modelo desenhado pela suíça Jane Worthington; a mesa de centro com vidro da Guardian e o sofá da alemã Rolf Benz, revestido em couro bege, são da Forma. O tapete é da By Kami, desenhado pela arquiteta especialmente para este espaço. À esquerda, parede curva revestida com cumaru João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista a partir do terraço coberto, instalado sobre uma nova laje revestida de piso cimentado executada durante a reforma projetada pela arquiteta Monica Drucker. Em primeiro plano mesa Warren Platner, da Forma. Na parede de pé-direito duplo, pintura de Mariano Sanchez (Art de Vie). À direita, escada com estrutura de aço inox e guarda-corpo de vidro (Guardian), executada pela Latão Arte, que conduz ao mezanino João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista do terraço coberto do apartamento reformado pela arquiteta paulistana Monica Drucker. A área é protegida por uma estrutura metálica (pintada da mesma cor que guarda-corpo original do prédio) com fechamento de vidro e cobertura de policarbonato. Com a eliminação da piscina que ocupava o espaço originalmente, o terraço externo ganhou novo deck e uma hidromassagem. Na parte interna, mesa Warren Platner da Forma e pintura de Mariano Sanchez (Art de Vie) João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista do terraço coberto do apartamento reformado pela arquiteta paulistana Monica Drucker. A área é protegida por uma estrutura metálica (pintada da mesma cor que guarda-corpo original do prédio) com fechamento de vidro e cobertura de policarbonato. Com a eliminação da piscina que ocupava o espaço originalmente, o terraço externo ganhou novo deck e uma hidromassagem João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Pavimento térreo: o desenho deixa evidente como foram demolidas as paredes (em amarelo, à esquerda da figura) que compartimentavam a área social João Ribeiro / DivulgaçãoMais
O escritório vira quarto de hóspedes quando o painel é fechado, desintegrando a suíte principal. Neste caso, a varanda e o banheiro auxiliar passam a fazer parte do quarto de hóspedes. A marcenaria da cama e da escrivaninha, feitas de imbuia (e painel de couro), foi desenhada pelos arquitetos e executado pela Grifel Marcenaria. No piso, tacão de cumarú Kátia Kuwabara / UOLMais
O banheiro auxiliar é usado como lavabo quando necessário. O vidro serigrafado marrom café disfarça o box. Luminárias da Wall Lamps Kátia Kuwabara / UOLMais
A reforma manteve a escada no mesmo local definido pela plana original, mas modificou totalmente seu desenho, tornando-a ponto de atração do living Kátia Kuwabara / UOLMais
A reforma manteve a escada no mesmo local definido pela plana original, mas modificou totalmente seu desenho, tornando-a ponto de atração do living Kátia Kuwabara / UOLMais
A escada tornou-se o ponto alto do projeto e envolveu vários fornecedores para sua viabilização. O totem central é de vidro serigrafado preto e centraliza todos os esforços estruturais dos módulos de degraus, de estrutura metálica revestida de cumarú em 1/2 esquadria, executados pelo marceneiro. Corrimão e parapeito são de aço escovado e vidro laminado 10 mm Kátia Kuwabara / UOLMais
O projeto procurou trazer leveza à escada e torná-la um ponto de atração do apartamento, como uma escultura. Estrutura metálica, calculada pelo engenheiro Furuta Kawasaki. Vidros, da Âmbar Vidros; aço escovado, da Perfect Inox Kátia Kuwabara / UOLMais
Na área social, a chaise longue revestida de camurça sintética compõe outro canto, ideal para as audições de música. Mesinhas de vidro trazem versatibilidade ao ambiente e servem de apoio. A viga é testemunha a ampliação da sala, agora fechada por panos de vidro Kátia Kuwabara / UOLMais
O living integrado com a cozinha funciona como uma sala íntima. Ao centro, mesa de madeira com tampo de vidro da Artefacto e, sob a TV, o móvel de madeira acomoda livros e equipamentos. Ao fundo, a cozinha da Formaplas, iluminada com plafons Kátia Kuwabara / UOLMais
O SPA tem bancos para o relax e abre-se para a bela paisagem da cidade, integrando-se ao interior pelos panos de vidro Kátia Kuwabara / UOLMais
A cidade é emoldurada pela estrutura de alvenaria que delimita o solário e abriga uma parte do paisagismo Kátia Kuwabara / UOLMais
A separação entre o social e a ala íntima é realizada por um painel, cujo puxador é uma escultura, o que dá a sensação de que não é uma porta; quando aberto o painel que divide o social e a ala íntima permite que o banheiro auxiliar torne-se lavabo Kátia Kuwabara / UOLMais
Para preservar a ala íntima, foram criados outros painéis como este, que fecha o escritório para se transformar em quarto de hóspedes, revestido em laca e com puxador de couro, desenhados pelo escritório com execução da Grifel Marcenaria Kátia Kuwabara / UOLMais
A separação entre o social e a ala íntima é realizada por um painel, cujo puxador é uma escultura, o que dá a sensação de que não é uma porta; quando aberto o painel que divide o social e a ala íntima permite que o banheiro auxiliar torne-se lavabo Kátia Kuwabara / UOLMais
Aqui, a bancada atende a refeições rápidas e também serve de bar, enquanto o "chefe" pilota a churrasqueira Kátia Kuwabara / UOLMais
A varanda do pavimento inferior é mais íntima, projetada para acomodar duas pessoas. Repare nas poltronas de fibra da Armando Cerello de apenas um braço. No dia a dia, a mesinha complementa; mas para a situação "casal", basta juntar que vira um sofazinho. No piso foi aplicado mármore travertino bege bahia anticato, da Dimarmo. Atrás dos vasos de Paula Magaldi Paisagismo, a iluminação indireta dá um clima Kátia Kuwabara / UOLMais
Composto de poucos elementos, o living é integrado à cozinha e à varanda. Em primeiro plano, mesa em aço escovado e vidro serigrafado da Formaplas e cadeiras Louis Ghost. O sofá de quatro lugares e a chaise são da Artefacto e as banquetas de madeira, da Catallogo. Sobre o piso de mármore de travertino, tapete By Kamy. Luminária, Dominici Kátia Kuwabara / UOLMais
A área externa tem canto de refeições com mesa de mármore travertino de tampo giratório, que atende nos dias de churrasco ou mesmo em jantares festivos. Além de contar com solário composto de espreguiçadeiras e deck com SPA Kátia Kuwabara / UOLMais
As esquadrias foram instaladas mais próximas à piscina para aumentar a área gourmet. Com a mudança das entradas, foi possível instalar o telão na parede e criar a churrasqueira Kátia Kuwabara / UOLMais
O solário, com as espreguiçadeiras da Casual, é delimitado pela estrutura de alvenaria que também enquadra a vista da cidade Kátia Kuwabara / UOLMais
No lavabo superior, atrás da bacia, foi instalado um painel de madeira ebanizada preta Kátia Kuwabara / UOLMais
Com a reforma, o apartamento ganhou uma área externa nova. O piso foi revestido de mármore travertino bege bahia anticato. Os móveis são da Casual, feitos de fibra sintética. O Spa está encaixado no deck que tem escada com rodízios, facilitando a sua remoção para o acesso à casa de máquinas e evitando os desconfortáveis alçapões normalmente usados em coberturas Kátia Kuwabara / UOLMais
No lavabo superior, a cuba nada mais é do que um vidro engastado nas paredes laterais; a torneira (da Punto) sai em cascata do espelho Kátia Kuwabara / UOLMais
A cozinha integrada no living é demarcada pelo piso revestido com granito preto absoluto da Dimarmo. Em L e com ilha, abriga na parede geladeira, forno e armário em aço escovado. A pia foi instalada na parede da janela e, na bancada, o cooktop. O armário com vidro serigrafado é da Formaplas. A mesa de aço escovado e vidro é como um prolongamento da bancada; cadeiras Louis Ghost, criadas por Philippe Starck para a Kartell, completam a ambientação Kátia Kuwabara / UOLMais
SPA desenhado pelo escritório Martini y Ortiz, deck de pinus tratado. A escada é feita com rodízios de forma a removê-la com facilidade para dar acesso à casa de máquinas, evitando os desconfortáveis alçapões normalmente usados em coberturas Kátia Kuwabara / UOLMais
A escada original do apartamento foi substituída por esta de vidro, madeira e metal, que se destaca como um escultura no living Kátia Kuwabara / UOLMais
O aço escovado e o vidro, presentes na escada e na cozinha enfatizam o estilo contemporâneo do living Kátia Kuwabara / UOLMais
O SPA desenhado pelo escritório Martini y Ortiz, deck de pinus tratado, e a vista da cidade. Paisagismo da Paula Magaldi Kátia Kuwabara / UOLMais
Detalhe do deck de pinus, desenhado pelo escritório, com iluminação embutida, executado pelo Batista Decks Kátia Kuwabara / UOLMais
No superior, o jantar tem mesa em pau-ferro, executada pela Mestre-Guido. Ela está engastada em trilho embutido na parede e possui estrutura com rodízios na outra extremidade, permitindo que, em dia de festa, seja encostada na parede, transformando-se em um grande aparador e dando espaço a uma pista de dança. A escultura da parede camufla o trilho e é assinada por Luciana Mendonça. Cadeiras em couro da Artefacto; lustre, La Lampe Kátia Kuwabara / UOLMais
O home theater no pavimento superior é o ponto alto do projeto. A TAAG desenvolveu um sistema exclusivo para o telão pelo qual, com um toque no controle remoto, o projetor gira 90º e projeta a imagem num vidro localizado na janela da escada, transmitindo-a para a área externa do apartamento. A imagem é automaticamente invertida para que seja vista corretamente da área externa. Móveis da Artefacto Kátia Kuwabara / UOLMais
A bancada gourmet completa a sala de jantar e, quando preciso, funciona como bar. Tanto ela quanto os armários são da Formaplas Kátia Kuwabara / UOLMais
A reforma manteve a escada no mesmo local definido pela plana original, mas modificou totalmente seu desenho, tornando-a ponto de atração do living Kátia Kuwabara / UOLMais
Feita com a mesma madeira de demolição que reveste a parede, a porta de entrada do apartamento em São Paulo reformado por Guto Requena desaparece no living, ambiente onde se destaca a poltrona com pezeira estampada. A peça da Micasa foi revestida com tecido criado por Adriana Barra Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Embutido em um nicho de 90 cm de profundidade, o escritório pode ficar oculto por trás de portas do tipo camarão. Sobre rodízios de aço, a bancada de trabalho é uma das peças que compõe a mesa Joly, que também pode assumir a função de mesa de jantar. O móvel tem design de Guto Requena (responsável pelo projeto de reforma do apartamento) e foi fabricado com chapa de MDF coberta por lâminas de madeira pré-compostas num processo artesanal similar a marchetaria. Cadeiras Kartell Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Embutido em um nicho de 90 cm de profundidade, o escritório pode ficar oculto por trás de portas do tipo camarão. Sobre rodízios de aço, a bancada de trabalho é uma das peças que compõe a mesa Joly, que também pode assumir a função de mesa de jantar. O móvel tem design de Guto Requena (responsável pelo projeto de reforma do apartamento) e foi fabricado com chapa de MDF coberta por lâminas de madeira pré-compostas num processo artesanal similar a marchetaria. Cadeiras Kartell Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
O aspecto rústico da madeira presente no piso e na parede é quebrado por elementos como a estante de laca branca, desenhada por Guto Requena. Como uma fita, a estante que se dobra percorrendo toda a sala, ora junto ao teto, ora ao piso Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Na lavanderia, a porta foi pintada no mesmo tom de roxo das pastilhas da Vidrotil aplicadas no piso e meia parede. O objetivo foi dar continuidade visual ao espaço que integra o apartamento em São Paulo reformado por Guto Requena Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
No lavabo do apartamento, Guto Requena utilizou o mesmo piso de madeira rústica aplicado no living; na parede da bancada o arquiteto usou vidro serigrafado e cortado em triângulos (fornecido pela Vidraçaria Salva Vidros). As louças e metais sanitários são da Deca Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
No banheiro da segunda suíte do apartamento em São Paulo, reformado pelo arquiteto Guto Requena, as pastilhas verdes da Vidrotil revestem bancada, paredes e até o forro. Louças e metais sanitários são Deca Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Uma bandeja acomoda as garrafas e compõe um pequeno bar. O pôster de cinema, um mega inseto de plástico e a luminária de neon conferem bom humor, jovialidade e despojamento à ambientação criada por Guto Requena Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Linhas contemporâneas também estão presentes na cozinha do apartamento em São Paulo reformado por Guto Requena. A bancada é de Corian, material sólido composto por 70% de mineral natural e 30% de acrílico, produzido pela DuPont. Os armários sob medida foram executados pela Marcenaria Conceito Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Com bancada dupla e boxe de vidro (da Vidraçaria Salva Vidros), a sala de banho criada por Guto Requena pode se abrir inteiramente para o quatro do casal graças às divisórias de correr executadas pela Marcenaria Conceito Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
A iluminação (da Reka) ajuda a destacar a sala de banho do quarto, onde o piso é de madeira (Assoalhos Morumbi). Na sala de banho o revestimento principal é o tecnocimento que tem base cimentícia de alta aderência, executado pela NS Brazil Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Guto Requena apostou em cores intensas para transformar um apartamento-padrão em um espaço contemporâneo. O corredor, por exemplo, recebeu um tom profundo de marrom, da Suvinil Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
No banheiro do apartamento em São Paulo reformado por Guto Requena, além das linhas retas, o piso cimentício da NS Brazil confere um ar contemporâneo ao espaço. Louças e metais Deca Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Embutido em um nicho de 90 cm de profundidade, o escritório pode ficar oculto por trás de portas do tipo camarão. Sobre rodízios de aço, a bancada de trabalho é uma das peças que compõe a mesa Joly, que também pode assumir a função de mesa de jantar. O móvel tem design de Guto Requena (responsável pelo projeto de reforma do apartamento) e foi fabricado com chapa de MDF coberta por lâminas de madeira pré-compostas num processo artesanal similar a marchetaria. Cadeiras Kartell Marcelo Magnani / DivulgaçãoMais
Almofadas com tecido Faauna, sofá Micasa e, nas paredes de toda a área social, mistura de pôsteres com fotos de Felipe Morozini e Marcel Gauteroth, gravuras de Hércules Barsotti, serigrafia de J. Borges (José Francisco Borges) e outros artistas brasileiros Fran Parente / UOLMais
O living é banhado de luz natural, filtrada pela copa das árvores plantadas na ocasião da construção do edifício, na década de 1950 Fran Parente / UOLMais
Poltronas, mesas de centro, móveis e objetos são da coleção particular do proprietário, que garimpa peças vintage brasileiras das décadas de 1950, 1960 e 1970 Fran Parente / UOLMais
O pilar central é o único resquício da demolição, e serve como ponto de partida à linguagem arquitetônica; mantida a rusticidade do concreto, recebeu apenas pintura branca, como as paredes, que contrastam com o preto da madeira no piso Fran Parente / UOLMais
Os bancos pretos de cozinha são da Desmobilia; os coloridos, da Amoreira Fran Parente / UOLMais
A bancada da cozinha é de marcenaria, executada pela Yamato; tampo, prateleira e geladeira são de aço inox Fran Parente / UOLMais
O home theater que vira quarto de hóspedes é separado por porta de correr, e tem sofá Florence Knoll, mesa de centro em jacarandá Sergio Rodrigues e poltrona branca de ferro aramado de autor desconhecido, original da década de 1960 Fran Parente / UOLMais
Ao lado do home theater há um lavabo, que também serve como banheiro para visitas (foto) e, no antigo quarto de empregadas, fica a lavanderia Fran Parente / UOLMais
O aparador à esquerda faz parte da José Collection, ecodesign tipicamente brasileiro criado por Maurício Arruda; comporta caixas coloridas de diferentes tamanhos, em linguagem simples e informal Fran Parente / UOLMais
O aparador à esquerda faz parte da José Collection, ecodesign tipicamente brasileiro criado por Maurício Arruda; comporta caixas coloridas de diferentes tamanhos, em linguagem simples e informal Fran Parente / UOLMais
O piso da pequena área molhada foi executado em granilite claro, e as paredes, no box para chuveiro, receberam pastilhas de porcelana Jatobá Fran Parente / UOLMais
A bancada da cozinha é de marcenaria, executada pela Yamato; tampo, prateleira e geladeira são de aço inox Fran Parente / UOLMais
O prato é souvenir do Vietnã; o galo é da Picnic Decor; cristais são herança da avó e as porcelanas, da italiana Alessi Fran Parente / UOLMais
Na sala de jantar, mesa House of Cards, também desenhada por Mauricio Arruda, e cadeiras verdes dobráveis Air, da Tom Dixon. Na parede, mais memórias: obras de brasileiros (Marepe, Barsotti e Ernesto Neto), além de fotos da infância Fran Parente / UOLMais
Na sala de jantar, mesa House of Cards, também desenhada por Mauricio Arruda, e cadeiras verdes dobráveis Air, da Tom Dixon. Na parede, mais memórias: obras de brasileiros (Marepe, Barsotti e Ernesto Neto), além de fotos da infância Fran Parente / UOLMais
Living, jantar e cozinha americana com balcão puderam ser totalmente integrados graças à demolição das paredes originais, o que resultou em um espaço amplo e muito bem iluminado Fran Parente / UOLMais
Cama e cabeceira são de marcenaria, executados pela Yamato; as arandelas, de latão com vidro, são originais do velho imóvel, e foram restauradas e reutilizadas Fran Parente / UOLMais
Também no dormitório principal, papel de parede Picnic Decor e um pendente George Nelson Fran Parente / UOLMais
Os azulejos verdes aplicados no banheiro da suíte são originais do imóvel; foram limpos e reassentados na área de chuveiro. O piso é de granilite preto Fran Parente / UOLMais
Para iluminar o banheiro principal da suíte, letreiro da extinta companhia aérea Pan Am, comprado num depósito na periferia de São Paulo Fran Parente / UOLMais
O living social do apartamento de 250 m² no Morumbi prima pela luz e pela ausência de cores, celebradas apenas nas obras de arte espalhadas pelas amplas paredes de pé-direito duplo. O arquiteto Dado Castello Branco soube escolher detalhes que fazem a diferença, como o móvel de bar desenhado pela Casual Interiores e abajur de Murano de Ana Luiza Wawelberg Fran Parente / UOLMais
Na composição dos móveis do living, ganha destaque a poltrona giratória Etel e a mesa lateral Érea, decorada com abajur de murano da Lumini Fran Parente / UOLMais
Na área reservada à varanda gourmet, toda a marcenaria ficou por conta do arquiteto Dado Castello Branco, autor do projeto de decoração do apartamento de 250 m² Fran Parente / UOLMais
No mezanino, Dado criou um ambiente confortável e com toque de cor presente no azul na tapeçaria Treuni. O ambiente é iluminado pela presença das duas janelas, mas também tira partido da luminária embutida da Lumini Fran Parente / UOLMais
Detalhe do estofamento (da Again) do mobiliário de linhas retas e madeira natural da Casual Exteriores, na única cor que o arquiteto elegeu para compor com os tons claros dominantes dos ambientes, o azul Fran Parente / UOLMais
Na área reservada à varanda gourmet toda a marcenaria dos armários ficou por conta do arquiteto Dado Castello Branco, autor do projeto de decoração do apartamento de 250 m2. Complementam o espaço a mesa Casual Exteriores e as poltronas Artefacto Fran Parente / UOLMais
Detalhes que fazem a diferença: bandeja Érea sobre móvel de bar desenhado pela Casual Interiores Fran Parente / UOLMais
Detalhes que fazem a diferença: bandeja Érea sobre móvel de bar desenhado pela Casual Interiores Fran Parente / UOLMais
O home theater, entre as áreas social e íntima, funciona como elemento de transição dos espaços. Pode adquirir um caráter social ou íntimo, característica conferida pelo posicionamento das portas de correr de vidro, revestidas com persianas de madeira da Arthur Décor. O piso do hall e das áreas sociais é revestido de limestone Fran Parente / UOLMais
O home theater, entre as áreas social e íntima, funciona como elemento de transição dos espaços. Pode adquirir um caráter social ou íntimo, característica conferida pelo posicionamento das portas de correr de vidro, revestidas com persianas de madeira Arthur Décor Fran Parente / UOLMais
O hall de entrada divide as áreas social e íntima. Quem sai do elevador em direção a ala social é recebido pela tela do artista plástico Caetano de Almeida, galeria Luisa Strina e banco de madeira e palha Interni. O piso do hall e áreas sociais é revestido de limestone Fran Parente / UOLMais
O hall de entrada divide as áreas social e íntima. Quem sai do elevador em direção a ala social é recebido pela tela do artista plástico Caetano de Almeida, galeria Luisa Strina e banco de madeira e palha Interni. O piso do hall e áreas sociais é revestido de limestone Fran Parente / UOLMais
Junto ao living, a pequena e iluminada sala de pé-direito simples confere intimidade e calor aos proprietários e seus convidados. A sala com lareira traz alguns elementos de rusticidade, como o baú Arnaldo Danemberg, luminária Depósito São Martinho, almofadas Empório Beraldin e lareira Construflama Fran Parente / UOLMais
No terraço, móveis de linhas retas e madeira natural da Casual Exteriores com estofamento da Again, na única cor que o arquiteto elegeu para compor com os tons claros dominantes dos ambientes, o azul Fran Parente / UOLMais
No mezanino, Dado criou um ambiente confortável e com toque de cor presente no azul na tapeçaria Treuni. O ambiente é iluminado pela presença das duas janelas, mas também tira partido da luminária embutida da Lumini Fran Parente / UOLMais
O home theater, entre as áreas social e íntima, teve toda marcenaria desenhada pelo arquiteto autor do projeto de decoração, Dado Castello Branco. Não poderia faltar um sofá com chaise, da Montenapoleone Fran Parente / UOLMais
A sala de jantar dispensa tapete e deixa à vista o limestone aplicado no piso. A proposta reforça a preferência pela marcenaria de aparência natural do arquiteto Dado Castello Branco. Mesa e cadeira da Etel Interiores e lustre geométrico Francisco. A tela Luzia Simon, da galeria Nara Roesler confere as cores necessárias ao ambiente Fran Parente / UOLMais
O home theater, entre as áreas social e íntima, teve toda marcenaria desenhada pelo arquiteto autor do projeto de decoração, Dado Castello Branco. O caráter mais íntimo do ambiente foi conferido pelo revestimento de parede, da Wallpaper, em conjunto com o abajur Bertolucci. Não poderia faltar o sofá com chaise, da Montenapoleone Fran Parente / UOLMais
A sala de jantar reforça a preferência do arquiteto Dado Castello Branco pela marcenaria de aparência natural. Mesa, cadeiras e aparador da Etel Interiores. Para alegrar o ambiente, vasos da LS Fran Parente / UOLMais
A sala de jantar reforça a preferência do arquiteto Dado Castello Branco pela marcenaria de aparência natural. Mesa, cadeiras e aparador da Etel Interiores. Para alegrar o ambiente, vasos da LS Fran Parente / UOLMais
Amplamente iluminado, o living de pé-direito duplo volta-se para uma grande abertura que dá acesso à varanda do apartamento. A madeira aparente da mesa de Hugo França segue a linha de cor proposta nas poltronas de couro e metal da Casual Interiores Fran Parente / UOLMais
Em primeiro plano o sofá branco Equanon e a mesa de centro de Hugo França, móveis cuidadosamente escolhidos e dispostos sobre o tapete Allo, do Nepal. Ao fundo, a estante alta de madeira ebanizada (projetada pelo arquiteto Dado Castello Branco) contrasta com as paredes imaculadamente brancas; á esquerda, acesso ao hall de entrada e à área intima do apartamento Fran Parente / UOLMais
Na parede branca de pé-direito duplo destaca-se a estante de madeira escura projetada pelo arquiteto Dado Castello Branco. Os objetos são do Depósito São Martinho, da LS e do acervo pessoal dos proprietários Fran Parente / UOLMais
O hall de entrada do apartamento de 250 m² no Morumbi dá acesso direto ao amplo living de pé direito duplo, onde as cores estão presentes na tela do artista plástico Paulo Pasta, da galeria André Milan, e na mesa de centro de madeira natural de Hugo França. O conjunto de sofá Equanon e as poltronas em couro e metal da Casual interiores arrematam o espaço projetado pelo arquiteto Dado Castello Branco Fran Parente / UOLMais
O pé-direito de cerca de 5,5 metros do apartamento ganhou persianas motorizadas da Arthur Décor para vencer o grande vão. A escada ao fundo leva a um mezanino, onde foi instalado um pequeno escritório com acesso visual ao interior do apartamento Fran Parente / UOLMais
Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Detalhe da mesa do living, em madeira e espelho, da Érea Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
A sala de jantar tem a mesa oval em madeira da Empório Vermeil e cadeiras de palha para dar transparência. O lustre é da Scatto Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Planta atual: além de remover paredes divisórias para abrir os ambientes e integrar os espaços, a designer retificou as que restaram Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Planta original: antes da reforma, a principal característica do apartamento eram as paredes curvas Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Detalhe do sofá do home theater, disponível no Emporio Vermeil. Sobre a base neutra do sofá e paredes acinzentadas, são as almofadas e a manta, do Empório Beraldin, as responsáveis pelo colorido da ambiente Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No home theater, destaque para o baú de Espaço Til. Mais uma vez, são os detalhes coloridos que imprimem cor à composição Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No home theater, o piso recebeu madeira de demolição do Galpão das Demolições e cimento queimado da marca Tecnocimento, fabricado pela NS Brazil. O tapete colorido da By Kamy traz vida e aconchego ao ambiente. O sofá em L e o pufe são do Empório Vermeil, assim como a mesa modelo Saarinem e as cadeiras. A mesa lateral branca é da Érea e cortina é da Luizinho Cortinas Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Neste ângulo é possível observar a integração do home theater com o estar, separados por um desnível de dois degraus. O piso do living é revestido com cimento queimado da marca Tecnocimento, da NS Brazil; a mesa lateral é do Empório Vermeil, o sofá é da Dpot e a mesa de madeira com espelho é da Érea. A tela colorida é da artista Flávia Brunetti Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No home theater, o piso recebeu madeira de demolição do Galpão das Demolições e cimento queimado da marca Tecnocimento, fabricado pela NS Brazil. O tapete colorido da By Kamy traz vida e aconchego ao ambiente. O sofá em L e o pufe são do Empório Vermeil, assim como a mesa modelo Saarinem e as cadeiras. A mesa lateral branca é da Érea e cortina é da Luizinho Cortinas Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
No living, a base (composta de paredes, sofás e piso) tem tons neutros; o colorido fica por conta das almofadas e do quadro de Flávia Brunetti Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O colorido dos acessórios, como almofadas, manta e quadro dá vida ao ambiente de estar que tem sofá, paredes, piso em tonalidade neutra Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
A foto feita a partir do ambiente de jantar ilustra a integração dos espaços da área social do apartamento Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Neste detalhe, o foco se volta para a poltrona Diz, do renomado designer Sérgio Rodrigues, para a DPOT Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Com base de madeira e revestimento de espelhos, a mesa da Érea dá leveza e amplia a luz do espaço Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Sofá Dpot, tela de Flávia Brunetti e mesa lateral do Empório Vermeil Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Detalhe da mesa de centro em espelhos da Érea com poltrona e mesa lateral em madeira do Empório Vermeil Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
Detalhe do living com a mesa de espelhos Érea, sofá da Dpot, mesa lateral de madeira preta e poltronas do Empório Vermeil Daniel Veiga / DivulgaçãoMais
O mesmo tom petróleo aparece nas paredes do banheiro da suíte, em contraste com as louças brancas Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
O espaço do estar em estilo contemporâneo tem apenas o necessário: sofá de camurça roxa, tapete neutro da Leroy Merlin, mesinha lateral Saarinen e cadeira desenhada por Juliana Llussa. Destaque para a cortina branca em gaze de linho que separa o ambiente do home-office. A luminária é da Reka Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Encostada no pilar central, a mesa de jantar fica junto à cozinha, facilitando a rotina. Mesa e cadeiras de Fernando Jaeger Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Com armários em freijó, a cozinha possui grande bancada que embute os eletrodomésticos Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
A iluminação embutida na parte superior dos armários em freijó destaca a pintura da parede em tom de cinza chumbo Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
De grande efeito cenográfico, as cortinas se destacam nesse espaço. Em veludo cotelê marrom, fazem o fechamento do closet e, em gaze de linho branca, pendem sobre a janela do ambiente, também utilizado como home-office. Iluminação pontual da Reka Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Detalhe do jogo de cortinas de efeito dramático junto à viga de concreto aparente. Piso em placas cimentícias da Solarium Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Contíguo à área de serviço e à cozinha, o lavabo recebeu pintura em tom mostarda Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Livros e objetos decorativos variados, incluindo a coleção de toy art, estão expostos na estante aramada do living Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
A parede pintada na cor petróleo, da Suvinil, concede suavidade ao dormitório do advogado, que tem criado-mudo antigo e luminária da Reka Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Ao ser recolhida, a cortina permite a integração do home-office ao estar e compõe elegante efeito junto ao sofá. Mesa de trabalho da Tok&Stok Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
As cortinas brancas e a luz indireta da luminária Reka criam uma atmosfera suave para o estar, que possui bancada horizontal para guardar CDs e DVDs Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Planta original do apartamento. As paredes que compartimentavam os ambientes foram derrubadas para ampliar e integrar os espaços Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Planta da reforma: foram mantidas apenas a parede que isola a suíte e uma parte da parede que separava a cozinha, hoje integrada ao estar Fernanda Petelinkar / DivulgaçãoMais
Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Molduras nos vãos das portas, rodatetos e colunas conferem o desenho clássico ao estar. Em linhas retas e cores neutras, os móveis da Atrium proporcionam aconchego. Como contraponto, dois pufes cor de laranja compõem com o tapete da Santa Mônica, idealizado pela arquiteta no mesmo tom de laranja conforme solicitação de Amaury Jr. Ao centro, a mesa envidraçada reflete luz. Nas aberturas, a persiana da Luxaflex filtra os raios solares e permite a realização de sessões de vídeo Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Na galeria, a nobreza do mármore destaca-se em confronto com o piso de madeira em tom avermelhado Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
O projeto previu revestimento de espelho tonalizado de laranja (com película Saflex, da Santa Marina Vitrage by Penha Vidros), que ressalta o frontão de mármore de Carrara da lareira. As cadeiras futuristas da Brentwood demarcam o uso da TV de plasma fixa no painel. Para completar com conforto, o tapete que remete à pele de um urso macio bem à frente Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Em tons de cinza e grafite, o quarto do casal foi personalizado com a foto impressa pela Tergoprint. Ao lado da cama, duas mesas da House Garden; no pé, banquetas da Artefacto. Aqui, a cortina esvoaçante embutida no forro traz aconchego e proteção Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Sobre a mesa de centro, objetos da Tânia Bulhões que se destacam sob a luz da luminária da 5ª Estação Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Ampla, a área de estar recebeu poucas peças de forma a enfatizar o desenho do projeto. Na foto, é possível ver que o pé-direito da galeria foi reduzido pelo forro Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Integrado ao estar, o ambiente de jantar tem mobiliário em preto e branco. A cor vem do intenso vermelho da tela Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Na marcenaria do armário, um nicho em curva abriga o monitor de TV Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Totalmente simétrica, a sala de estar sintetiza o estilo moderno do apartamento Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
No jantar, a mesa preta e branca de vidro chodopack (método que colore o material diretamente na massa) foi projetada pela arquiteta Brunete Fraccarol e executada pela Penha Vidros. O uso de tons vermelhos conferem cor e contraste ao ambiente Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Na sala de TV, o vão deixado entre a parede e a janela foi ocupado com uma estante/bar Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
A impressão da Tergoprint enfatiza a intimidade do espaço compartilhado pelo casal Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
No closet, muitos armários fechados por portas espelhadas que propiciam a visão a partir de qualquer ângulo. O pufe, no centro, serve de apoio e completa a ambientação Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
No terraço, as mesmas poltronas futuristas da Brentwood compõem áreas de estar. Ao fundo, uma mesa com cadeiras do modelo Tulipa criam um canto de refeições Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
O lavabo tem design clássico com chanfro arredondado no tampo de mármore de Carrara. Os metais com linhas mais retro são da Deca Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Todo branca, a varanda com piso protegido pelo tapete peludo da Santa Mônica abre-se para a cidade Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
O living se relaciona à sala de TV pelo vão e também pela cor laranja, a preferida de Amaury, sempre combinada com o branco Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
O living se relaciona à sala de TV pelo vão e também pela cor laranja, a preferida de Amaury, sempre combinada com o branco Tuca Reinés / DivulgaçãoMais
Na planta é possível verificar a disposição do mobiliário no apartamento, que tem quatro suítes Frederico Zanelato ArquitetosMais
Os quartos do apartamento na Riviera de São Lourenço, em Bertioga (SP), são predominantemente claros. Na suíte do casal, poltrona Barcelona, criada pelo arquiteto Mies van der Rohe, cadeiras Louis Ghost, de Philippe Starck, e mesas assinadas por Eero Saarinen foram combinadas com a ampla luminária de piso e as fotos de Frederico Zanelato Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A mesa para o café no quarto do casal proporciona intimidade pela manhã. O exemplar é a famosa Tulip, modelo criado por Eero Saarinen em 1956, e pode ser comprada na Desmobília. Para dar leveza ao espaço, cadeiras transparentes Louis Ghost, em policarbonato injetado, assinadas por Philippe Starck. Nas paredes, fotografias feitas pelo arquiteto Frederico Zanelato Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A luminária da R.R. Lustres ilumina a poltrona e pufe Brcelona, criando um canto de leitura. Na imagem ainda é possível vislumbrar o banheiro do casal, totalmente branco Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A parede ganha cor e o quarto, personalidade, com as obras de Carlos Dias (à esq.), Jurubis e Daniel Melin (à dir.). Todas foram garimpadas na galeria Choque Cultural. Assim como na suíte do casal, o quarto é claro e fresco. Contrastam com o branco e os tons de areia as lateriais da cabeceira executada pela SCA e a luminária R.R. Lustres Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A área social do apartamento na Riviera de São Lourenço, em Bertioga (SP), foi dividida em três ambientes. Na foto, é possível ver dois deles, o estar (em primeiro plano) e o home theater. A estante na parede do fundo foi desenhada pelo arquiteto Frederico Zanelato e executada pela SCA. A poltrona com puff é o modelo Lounge, desenhado por Charles e Ray Eames, e os sofás são da Artefacto Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A estante com muitos nichos, desenhada pelo arquiteto Frederico Zanelato e executada pela SCA, serve tanto para dar apoio aos objetos de decoração da sala de jantar, como para definir a circulação para a cozinha e para o jantar Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
No home theater, mais um clássico do design: o conjunto de poltrona e pufe Lounge assinado por Charles e Ray Eames. Aqui, o móvel ganha estofamento branco para combinar com o sofá claro da Artefacto Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
Sobre a mesa de marchetaria, o arranjo floral do paisagista Fernando Yamasaki dá cor à varanda bem arejada Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A combinação dos três pendentes de tecido sobre a mesa de jantar e a escultura de gravetos, com design de Frederico Zanelato e execução do artista plástico Maurício Chaer, são os destaques do espaço. No living, o olhar é atraído pela chaise criada pelo egípcio Karim Rashid Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
Os pendentes de tecido são as únicas luminárias com grande expressão previstas para a área social no projeto do escritório Frederico Zanelato Arquitetos. As demais são embutidas ou pequenas, específicas para destacar as esculturas e quadros Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A sala de jantar está ligada diretamente ao living e ao bar. Com paredes, teto e piso claros, tem mobiliário em tonalidades mais escuras de marrom. Os móveis foram usados para modificar espacialmente o apartamento, visto que uma reforma foi vetada pelos proprietários Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
Com vista para o mar, a varanda foi fechada com vidros por Jair Bolano. Para tornar o ambiente mais aconchegante, os móveis de madeiras rústicas foram combinados com os quadros do artista Maurício Chaer e as plantas do paisagista Fernando Yamasaki. A mesa e os bancos são da Marcenaria Baraúna, enquanto as poltronas foram assinadas por Carlos Motta e as chaises Baleia (ao fundo) são da arquiteta Júlia Krantz Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
O espelho aplicado ao armário amplia o ambiente. As camas e colchões são da Castor e as roupas de cama, Trousseau. Até mesmo o enxoval foi pensado pelos arquitetos do escritório Frederico Zanelato Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A mesa e as cadeiras de jantar são da Marcenaria Baraúna. As últimas têm estrutura de madeira maciça e planos de assento e encosto de compensado naval revestido de laminado melamínico. Sobre o espelho amplo, escultura de gravetos com design de Frederico Zanelato e execução do artista plástico Maurício Chaer Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
O bar, antes com tampo e molduras de granito, foi revestido com folhas de madeira. A intervenção fez com que o ambiente se integrasse às áreas sociais, desligando-se da cozinha. Os bancos Girafa, desenhado por Lina Bo Bardi, foram feitos pela Marcenaria Baraúna Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
O tríptico traz uma foto do arquiteto Frederico Zanelato. A imagem e o barco comprado na Cecília Dale são os pontos de cor do living, que têm predomínio de marrom e tons de bege Bebete Viégas / DivulgaçãoMais
A imagem evidencia um pedacinho da La Chaise (à dir.) e o lustre italiano que pende sobre a mesa de jantar do apartamento nos Jardins, em São Paulo Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
O apartamento no bairro dos Jardins, em São Paulo, tem cerca de 300 m² e uma área social ampla que conta com living, sala de jantar (em segundo plano) e uma sala de TV que, aqui, pode ser vislumbrada através do espelho que cobre toda a parede de fundo. À direita, uma porta de correr dá acesso à sala de almoço que, após a reforma, foi esteticamente desligada da cozinha e ganhou piso e acabamentos iguais aos das outras salas Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
O único lustre de grande expressão no apartamento é o que pende sobre a mesa de jantar. Acesa, a peça italiana deixa transparecer sob a moderna cobertura em policarbonato espelhado seus contornos clássicos. Ainda na sala de jantar, uma escultura do artista plástico Pazé - e seus milhares de canudinhos plásticos - dá cor ao espaço Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Além do lustre, a sala de jantar tem outros pontos de destaque como as cadeiras Luís XV emborrachadas. Junto ao espelho, uma fotografia de Valentino Fialdini impressa em metacrilato Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
No living a luz natural é garantida pela vidraça ampla. O estofado em linho claro foi combinado à luminária Taccia assinada por Achille Castiglioni e Pier Giacomo Castiglioni Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Destaque para a mesa italiana em vidro que ocupa o centro do living e abriga livros e revistas de arte, moda e cultura Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Na foto é possível ver o hall de entrada e suas portas corrediças, que oferecem diversas formas de acesso à área social ou íntima da casa. O anteparo em madeira impede que o visitante tenha uma livre visão do lavabo, que fica logo à frente do elevador (porta à esq.). Descontraído, o logo "Sexy" (ao fundo, todo prateado) pertenceu a um sexy shop de Nova York e foi garimpado em um mercado de pulgas de Manhattan Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
O clássico e a modernidade convivem nos móveis e objetos que preenchem os ambientes do apartamento nos Jardins, em São Paulo, reformado e decorado pelo arquiteto Diego Revollo Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, a La Chaise, de Charles e Ray Eames, escolhida para ficar na entrada da casa. A peça oferece, em qualquer ângulo, uma visão agradável ao observador Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Luz natural em abundância ilumina o living que se divide em peças escuras, como as cadeiras Luís XV, e claras como La Chaise Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
O cinza domina o estofado em ultrasuede e o tapete em nylon que dá aconchego à sala de TV. Também foram escolhidas para o espaço as poltronas Metropolitan (amarela, na foto), assinada por Jeffrey Bernett, e Donna, do designer Gaetano Pesce. À direita, chama a atenção a toy art de Rogério Degaki Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Na foto é possível ver o hall de entrada e suas portas corrediças. Todo o revestimento é feito em chapas de madeira laqueada que vão do piso ao teto. O living, visto em primeiro plano, ganhou as cores de um quadro do artista plástico Alex Fleming, presente de casamento aos donos do imóvel Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Assim como as paredes de um branco puríssimo contrastam com o assoalho ebanizado, o moderno e o clássico se alinham na composição do living. Cadeiras Luís XV dividem espaço com a La Chaise, de Charles e Ray Eames (à dir.) Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Na sala de TV, a poltrona Metropolitan em amarelo citrino divide o espaço com a foto feita por Valentino Fialdini e impressa em metacrilato Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Sofás e poltronas confortáveis compõem o home do apartamento. Os destaques do espaço são as poltronas Metropolitan (em amarelo) e Donna (em azul marinho) Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
O hall de entrada (à esq.) e o vestíbulo (à dir.), antes um só espaço, foram separados por painéis e portas corrediças em madeira laqueada do piso ao teto. O anteparo (com luminária) reserva aos moradores a possibilidades de fechar os acessos à área íntima ou social do apartamento Valentino Fialdini/DivulgaçãoMais
Com pé direito duplo, original do projeto da construtora, a sala de estar teve a parede revestida de limestone em cor próxima à do concreto, destacada pelos spots embutidos da Omega. Em contraposição ao cinza, os pendentes Random Lights, da Moooi, impõem-se como esculturas iluminadas. A cortina de tecido, da Coquelicots, protege do excesso de luz natural, quando necessário. O aparador atrás do sofá marca o limite do ambiente Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Com pé direito duplo, original do projeto da construtora, a sala de estar teve a parede revestida de limestone em cor próxima à do concreto, destacada pelos spots embutidos da Omega. Em contraposição ao cinza, os pendentes Random Lights, da Moooi, impõem-se como esculturas iluminadas. Em primeiro plano, poltrona da Decameron Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Na copa, mais um trabalho de marcenaria para arrematar e organizar o ambiente. Inspirada nos traços de Piet Mondrian, a arquiteta desenhou os painéis de MDF forrados com película adesiva que, com exceção das cores, remetem ao neoplaticismo. Inesperadamente, surgem das paredes porta-revistas e aparadores. Ao fundo, o ambiente relaciona-se com a cozinha, que tem armários da Ornare Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
O pendente Seventh, da Bertolucci, ilumina a mesa FK, da Casa 21, com tampo de madeira laqueada e pé metálico. Ao redor, cadeiras incolores e transparentes não interferem no conjunto. As peças lembram o modelo Series 7, criado por Arne Jacobsen em 1955 Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Com cortinas e portas de correr abertas, a varanda complementa o estar. Nesta foto é possível observar a semelhança da textura da parede revestida de limestone, no estar, e a marcada pelas fôrmas para concreto, no terraço Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Forrado de camurça sintética, o estofado acolhe com conforto moradores e visitantes. Ao fundo, iluminado pela sanca, o ambiente de jantar torna-se mais íntimo sob o pé-direito simples. Para amenizar a altura da parede sobre o acesso ao jantar, a arquiteta colocou fotos de Salvador Cordaro Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Em torno da mesa com tampo de freijó da Decameron, as cadeiras da mesma madeira, fornecidas pela Etel Interiores, têm assento de couro, da Novitá. Na parede com sanca, pintura acrílica de Deborah Paiva. O móvel laqueado, entre o ambiente e o hall, limita a área, abriga os serviços e dá apoio durante as refeições; foi feito pela Officine Interiores a partir de projeto da arquiteta. Ao fundo, a porta executada Camará Movelaria Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
No lavabo, o projeto preservou a bancada em mármore branco piguês, louças e metais. A parede foi revestida com o mesmo tipo de taco aplicado no piso (fornecido pela Pau Pau), fazendo a ligação com a área social. A iluminação indireta vem de trás do espelho de desenho horizontal, construído pela Takae Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
O terraço foi ambientado com mesa e aparador de freijó e cadeiras transparentes. O paisagismo leva assinatura der Maria Helena Cruz Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Em contraposição ao branco da parede, a tela em pintura acrílica do artista plástico Rubens Ianelli e os sofás saltam aos olhos. A mesa de centro de vidro e metal é da Brinna; as mesas laterais, modelo Saarinen em três tamanhos, têm tampo de mármore de Carrara Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
O painel em "L" no quarto do casal organiza o ambiente. Feito em réguas revestidas com folha de carvalho, foi executado pela Officine Marcenaria, que também produziu o banco no pé da cama, desenhado por Bela Gebara. Note a iluminação embutida na cabeceira que, além de dar um visual interessante, revela uma luz difusa. Já luz para leitura é garantida pelas luminárias da Lumini Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Na lateral ao leito, o painel tem encaixe para porta-retratos, que podem ser trocados facilmente. O criado mudo de madeira laqueada foi executado pela Officine Marcenaria; suspenso, facilita a limpeza Salvador Cordaro / DivulgaçãoMais
Depois da reforma: O hall central passa a fazer parte do grande apartamento que resultou da união dos três originais. A parte mais larga da planta, voltada para a face norte e para o Central Park, tem os ambientes sociais e a suíte principal. Na parte mas estreita estão as outras suítes e a sala de TV Arte UOLMais
Antes da reforma: Conforme mostra o desenho, há um hall central que dá acesso aos três apartamentos, assim como aos dois elevadores sociais e escadaria (parte de baixo da planta) e ao elevador de serviço e uma segunda escadaria (no alto do desenho) Arte UOLMais
O projeto de luminotécnica, do escritório paulistano Franco & Fortes, destaca a arquitetura de interiores. Os ambientes foram pontuados por obras de arte, algumas ocupando nichos especiais Leonardo Finotti / UOLMais
Os espaços sociais ocuparam a face norte do apartamento, a de menor insolação no hemisfério norte. A deficiência de luz do sol é em termos compensada pela vista do Central Park Leonardo Finotti / UOLMais
O espaço do piano, próximo ao hall de entrada. No teto aparece o rasgo do difusor linear de ar-condicionado Leonardo Finotti / UOLMais
O espaço do home theather, cuja tela fica embutida no forro, em frente à janela Leonardo Finotti / UOLMais
Vista do estar, na face norte, voltada para o Central Park. As janelas estreitas não podiam ser substituídas, assim, os arquitetos as pintaram de branco e criaram sob elas uma bancada que oculta os radiadores do sistema de aquecimento Leonardo Finotti / UOLMais
O ambiente de jantar, integrado à copa (à esquerda) e à sala do piano (à direita). Por trás da parede branca fica a despensa Leonardo Finotti / UOLMais
A sala de TV com sofá e pufes vermelhos, e cortinas de enrolar listradas no mesmo padrão das almofadas é um ambiente mais acolhedor Leonardo Finotti / UOLMais
O espaço social, com janelas de caixilhos brancos e bancada que oculta a calefação e reflete a luminosidade Leonardo Finotti / UOLMais
Tábuas de carvalho francês de demolição foram usadas no piso de todo o apartamento e também no mobiliário das suítes Leonardo Finotti / UOLMais
O espaço de escritório e sala de estudos está integrado à sala de TV, e é ladeado por dormitórios Leonardo Finotti / UOLMais
Com a reforma,o hall de distribuição do andar foi incorporado ao apartamento. O espaço recebeu revestimento de painéis de madeira para ocultar as instalações do edifício e faz a articulação entre a área social, na face norte do apartamento, e os ambientes voltados para o sul Leonardo Finotti / UOLMais
Vista da copa mostra, ao fundo, o passa-prato com armário separa o ambiente da cozinha Leonardo Finotti / UOLMais
No primeiro plano, o espaço do piano e, ao fundo, o jantar com aberturas para o parque e seu entorno Leonardo Finotti / UOLMais
Vista do estar, na face norte, voltada para o Central Park. As janelas estreitas não podiam ser substituídas, assim, os arquitetos as pintaram de branco e criaram sob elas uma bancada que oculta os radiadores do sistema de aquecimento Leonardo Finotti / UOLMais
Vista da suíte principal, que também tem vista para o Central Park Leonardo Finotti / UOLMais
DivulgaçãoMais
DivulgaçãoMais
DivulgaçãoMais
DivulgaçãoMais
O segundo dormitório serve como sala de TV e quarto de hóspedes DivulgaçãoMais
A estante no hall de entrada é executada em MDF com pintura em laca branca acetinada DivulgaçãoMais
O projeto luminotécnico, feito pela própria Adoro Arquitetura, previu lâmpadas bipino para os nichos abertos, a fim de destacar a coleção de objetos provindos das viagens do casal DivulgaçãoMais
O projeto luminotécnico, feito pela própria Adoro Arquitetura, previu lâmpadas bipino para os nichos abertos, a fim de destacar a coleção de objetos provindos das viagens do casal DivulgaçãoMais
O piso de tacos de ipê, peroba rosa e cumaru é original do edifício, e estava escurecido pela ação do tempo. A solução foi realizar um clareamento à base de peróxido de amônio. Como acabamento final, foi aplicada resina acetinada DivulgaçãoMais
O maior nicho da estante no hall de entrada serve como bar DivulgaçãoMais
Detalhe do estar, que desfruta da vista da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro DivulgaçãoMais
O móvel para a sala de TV foi pensado na forma de carrinhos que funcionam como grandes gavetas dotadas de rodinhas DivulgaçãoMais
O canto da parede junto à porta do dormitório foi aproveitado para a fixação de um espelho com altura igual ao do pé-direito do apartamento; um nicho em marcenaria recebeu a TV de plasma DivulgaçãoMais
Um painel de MDF colocado junto à janela criou uma pequena jardineira, que serve de encosto para o futon DivulgaçãoMais
Além de separar a cozinha do hall de entrada, a estante possui nichos para exposição de peças de arte e decoração, compondo uma galeria de objetos colecionados em viagens; os nichos fechados foram reservados para guardar copos, pratos e garrafas DivulgaçãoMais
Tons de branco e cru predominam nos revestimentos e objetos de decoração. Neutros, proporcionam um estilo refinado aos ambientes DivulgaçãoMais
Uma parede curva de drywall separa a sala de jantar da área íntima. A porta à direita da foto dá acesso ao lavabo; a à esquerda leva à ala íntima, composta por uma suíte com escritório e uma saleta de TV DivulgaçãoMais
A entrada principal do apartamento abrigava originalmente uma estreita sala de jantar, que se transformou em hall e recebeu uma estante. Entre a porta de entrada e a estante, o acesso à cozinha (fechado) DivulgaçãoMais
A entrada principal do apartamento abrigava originalmente uma estreita sala de jantar, que se transformou em hall e recebeu uma estante. Entre a porta de entrada e a estante, o acesso à cozinha (aberto) DivulgaçãoMais
O espelho aplicado no pilar que separa os ambientes do living amplia a sala de estar e a iluminação. Quando as cortinas estão abertas, o espelho reflete a imagem da Lagoa Rodrigo de Freitas, vista através da fachada envidraçada DivulgaçãoMais
A mesa e as cadeiras da sala de jantar são parte dos móveis que acompanham a família há anos; para repaginá-los, as almofadas dos assentos receberam linho cru DivulgaçãoMais
A planta do quarto do casal forma um L, cujo trecho mais estreito foi transformado em escritório, com prateleiras e escrivaninha executadas em MDF com acabamento de laca branca DivulgaçãoMais
No escritório está a janela que ilumina todo o quarto; o armário embutido é original e suas portas receberam acabamento de laca branca acetinada DivulgaçãoMais
Vista do dormitório do casal a partir do escritório. Na cabeceira, também de MDF laqueado, há iluminação indireta com lâmpadas do tipo minicróica DivulgaçãoMais
Os móveis foram garimpados em brechós e receberam novos estofamentos e tecidos, como a sarja branca do sofá. As cortinas são de linho, também branco DivulgaçãoMais
Como o pilar entre os ambientes de jantar (originalmente um dormitório) e estar não podia ser removido, foi alongado para acomodar toda a largura do sofá, além de formar uma estante DivulgaçãoMais
Detalhe do estar, que desfruta da vista da Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro DivulgaçãoMais
Tons de branco e cru predominam nos revestimentos e objetos de decoração. Neutros, proporcionam um estilo refinado aos ambientes DivulgaçãoMais
O móvel para a sala de TV foi pensado na forma de carrinhos que funcionam como grandes gavetas dotadas de rodinhas DivulgaçãoMais
A estante no hall de entrada é executada em MDF com pintura em laca branca acetinada DivulgaçãoMais
A estante no hall de entrada é executada em MDF com pintura em laca branca acetinada DivulgaçãoMais
O lounge ocupa a área onde originalmente era a varanda do apartamento. O piso de mármore estampado foi trocado por outro, do mesmo material, mas branco Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
A parede do fundo da sala, que agora é preta, já abrigava a lareira, que era cercada por dois nichos. Agora, há uma estante de madeira que envolve a lareira e organiza peças decorativas, livros e outros objetos. A área foi toda laqueada. A obra pendurada sobre a lareira é do artista Amilcar de Castro Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Para ocultar a área envidraçada e filtrar a luz natural, o arquiteto Diego Revollo decidiu usar telas solares brancas, instaladas em cortineiros. O lounge do apartamento no Pacaembu era, originalmente, a varanda do imóvel Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
O piso de mármore já revestia a sala de jantar, antes da reforma do apartamento. O arquiteto Diego Revollo recuperou o revestimento e construiu um aparador, também de mármore, diante das janelas (onde estão apoiados os castiçais). A mesa antiga, do acervo dos proprietários, passou por uma restauração, assim como as cadeiras Jansen. Iluminando a mesa, lustre modelo império, com cristais Baccarat. Foi reformado e recebeu pequenas cúpulas, deixando o acessório mais moderno Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Em volta da antiga mesa, cadeiras Jansen, autênticas. Com rodinhas nos pés, as peças tiveram a pintura (pátina) refeita e os revestimentos dos estofados trocados. O tecido escolhido foi o linho, combinando com o papel de parede, que parece feito com o tecido. Uma coleção de pratos Fornasetti decora o ambiente Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Na sala de TV deste apartamento no Pacaembu, um corredor que ligava a área social à íntima foi extinto. Com isso, o ambiente ficou maior e o acesso aos quartos foi separado por uma porta (à dir.). O sofá da Micasa foi feito sob medida, para que coubesse perfeitamente na parede angulosa e, ao mesmo tempo, deixasse espaço para uma mesa de trabalho atrás dele. O tapete é da Santa Mônica e a poltrona preta é da Firma Casa Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Sala de estar com projeto de interiores assinado pelo arquiteto Diego Revollo. O piso, de peroba do campo, foi recuperado. Em primeiro plano, uma mesa italiana antiga, que já estava no apartamento, foi restaurada. Sob ela, uma caixa branca (feita pela Diagonale) cria volume e equilibra a peça com o sofá da Montenapoleone. Do outro lado do sofá (que não aparece na foto) há outra mesinha como essa Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
As poltronas foram feitas sob encomenda pela Christie Móveis. Revestidas de linho, as peças têm a estrutura com acabamento envelhecido na cor prata. As almofadas sobre elas foram confeccionadas com tecidos Missoni. As mesas são de inox, produzidas pela Erea Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
À direita, detalhe do sofá da Montenapolenone. À esquerda, sofá do designer Le Corbusier. A foto é da sala de estar de um apartamento decorado por Diego Revollo Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, escultura do artista plástico Ascânio Maria Martins Monteiro. A peça está sobre uma mesa de vidro desenhada pelo arquiteto Diego Revollo e executada pela Vidro Arte Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
A obra que aparece sobre o sofá do designer Le Corbusier é assinada pelo artista plástico Luiz Paulo Baravelli. À esquerda, imagens geométricas foram igualmente emolduradas e decoram a parede da sala de estar Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
As portas de correr que dividem a sala de jantar e a sala de estar têm guarnições bem largas, para dar imponência ao apartamento. O piso que aparece de madeira é de peroba do campo, madeira que já estava no apartamento antes da reforma e, por ser rara, foi preservada Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Grandes portas de correr brancas isolam a sala de jantar. O vão em que elas foram instaladas foi aumentado, ficando mais alto. O mármore que reveste o piso é do projeto original do apartamento e foi recuperado Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
O pufe que aparece em primeiro plano, à venda na Micasa, é de papelão. Atrás dele, a mesa de vidro desenhada por Diego Revollo é feita com um vidro denominado "clear", por ser bastante claro. Foi executada pela Vidro Arte. As cortinas têm tecidos de seda do Empório Beraldin Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
A poltrona antiga já pertencia aos donos do apartamento. A peça passou por um processo de escurecimento da madeira, a ebanização, que deixou a estrutura preta. O tecido adamascado também é novo e deixou o móvel monocromático Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, pufe de papelão à venda na Micasa. Atrás dele, poltrona giratória branca da Firma Casa Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
A parede do fundo da sala, que agora é preta, já abrigava a lareira, que era cercada por dois nichos. Agora, há uma estante de madeira que envolve a lareira e organiza peças decorativas, livros e outros objetos. A área foi toda laqueada. A obra pendurada sobre a lareira é do artista Amilcar de Castro Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
À esquerda, lounge que foi projetado no espaço que, originalmente, era a varanda do apartamento. Na área social, onde o piso é de madeira, foi colocada uma antiga cômoda que, após laqueada, faz as vezes de um bar. À direita, há uma obra de arte criada pela artista plástica que reside neste apartamento, em São Paulo Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
A antiga cômoda de madeira foi laqueada e ficou preta. Renovada, ela faz as vezes de um bar, abrigando copos, garrafas, além de alguns elementos decorativos. O piso de madeira (peroba do campo) foi recuperado em uma reforma comandada pelo arquiteto Diego Revollo Faustulo Machado/DivulgaçãoMais
Home theater ao fundo. Por este ângulo é possível ver que o aparador atrás do sofá é uma peça só, em L, que é ligada ao aparador ao lado do sofá. É da Brentwood Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, vaso de cerâmica da L'oeil, centro de mesa de cristal da Roberto Simões e vaso turquesa da Futton Home. Ao fundo, quadro da Moldura Minuto Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
No projeto de Marília Veiga, a bancada e a cuba do lavabo foram trocadas. Agora, a bancada de mármore pighes, executada pela Artesamarmo, está mais larga do que o padrão e a cuba é de acrílico branco, da Valveé. O papel de parede é da Wallpaper Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
O charme da suíte principal fica por conta da cabeceira, montada com placas revestidas de linho, de fora a fora, feitas pela Nelita Turcatto. Essa mesma loja confeccionou as cortinas, com o mesmo tecido. Os criados-mudos, de MDF pintado, são da Marcenaria Dantones Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
A varanda é tão espaçosa que permitiu a criação de uma sala externa, quase que ao ar livre. A poltrona é da Casual Móveis, o banco de madeira pintada e as almofadas, da Empório Beraldin e o tapete de fibras naturais é da Fanucchi Tapetes Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Em frente à cama, no quarto do casal, foi instalada uma bancada laqueada fosca com prateleiras com o mesmo acabamento -desenhados por Marília Veiga e produzidos pela Marcenaria Dantones. O conjunto comporta harmonicamente a televisão de tela plana Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
No home theater, mesa de centro com detalhe de vidro e madeira (da Brentwood). Sobre o móvel, vaso âmbar de murano da Tânia Bulhões Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Em frente à cama, no quarto do casal, foi instalada uma bancada laqueada fosca com prateleiras com o mesmo acabamento -desenhados por Marília Veiga e produzidos pela Marcenaria Dantones. O conjunto comporta harmonicamente a televisão de tela plana Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Poltronas e mesa lateral da Empório Vermeil. O abajur em primeiro plano é da Cecilia Dale Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Em destaque, a porta pivotante da entrada com detalhe de madeira nogueira, feita pela Marcenaria Dantones Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
O home theater é o ambiente da casa que mais reúne cores. Nas listras das poltronas (da Empório Vermeil), no pufe mostarda queimado (da Brentwood), em algumas almofadas (da Empório Beraldin). As cortinas de linho são da Nelita Turcatto Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
A porta de entrada pivotante, bem mais larga do que a original, é obra da Marcenaria Dantones. Destaque para a tela colorida de Flávia Brunetti (à dir.) e para a fotografia de Álvaro Elkis (à esq), da Empire State. A iluminação suave e pontual é da Lab Luz Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
O home theater é o ambiente da casa que mais reúne cores. Nas listras das poltronas (da Empório Vermeil), no pufe mostarda queimado (da Brentwood), em algumas almofadas (da Empório Beraldin). As cortinas de linho são da Nelita Turcatto Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Sala de estar vista da sala de jantar. O home theater, que combina painel de madeira folheada e prateleiras de laca, foi desenhado pela designer de interiores Marília Veiga e produzido pela Marcenaria Dantones. Na parte de baixo, gavetas acondicionam CDs, DVDs e livros Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
No projeto de Marília Veiga, a bancada e a cuba do lavabo foram trocadas. Agora, a bancada de mármore pighes, executada pela Artesamarmo, está mais larga do que o padrão e a cuba é de acrílico branco, da Valveé. O papel de parede é da Wallpaper Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Por este ângulo é possível ver como a sala externa, na varanda, se integra com os ambientes internos: sala de jantar e home theater. Essa integração foi uma solicitação dos proprietários no novo projeto Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Esta é a sala externa, instalada na varanda. O sofá é da Casual Móveis, as almofadas e o banco amarelo, Empório Beraldin. Para complementar, tapete de fibra natural, da Fanucchi Tapetes. A varanda foi fechada com vidros e pode ser climatizada com ar-condicionado Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Home theater e sala de jantar, ao fundo. Integrados, os ambientes são marcados por cores vibrantes em alguns detalhes. A iluminação natural é um dos pontos altos do apartamento. O piso branco de mármore pighes aumenta a sensação de amplitude e claridade, além de trazer sofisticação ao ambiente. Ao fundo, na sala de jantar, mesa e cadeiras são da Brentwood e pendente da Lustreco. A cortina de linho, da Nelita Turcatto, complementa a sofisticação, sem impedir a entrada de luz Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Sala de jantar vista do home theater. Em primeiro plano o sofá do home theater, da Brentwood e as almofadas, da Empório Beraldin Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, mesa de jantar e cadeiras, da Brentwood, iluminados por um pendente da Lustreco. Ao fundo, o home theater, com painel e prateleiras da Marcenaria Dantones Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Sala de jantar vista da varanda. A adega, feita sob medida pela Marcenaria Dantones, é embutida na estante que tem espelho no fundo, prateleiras de nogueira e nichos de madeira pintada de branco. O quadro, à direita da adega, é da Moldura Minuto. Na outra parede, mais ao fundo e também à direita, uma fotografia de Álvaro Elkis, da Empire State Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Detalhe do vaso de cerâmica da Tania Bulhões, na varanda projetada pela designer de interiores Marília da Veiga Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
A poltrona à esquerda da foto é da Casual Móveis, o banco comprido, ao lado dela, foi comprado na Espaço Til e decorado com lanternas da L'oeil Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Porta de entrada com detalhe de madeira nogueira. Ao fundo, é possível ver o hall do elevador Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
O vaso de cerâmica sobre a mesa é da L'oeil. Os coloridos (púrpura e turquesa) que decoram o bufê, ao fundo, são da Futton Home e os quadros são da Moldura Minuto Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
O aparador de madeira laqueada foi feito sob medida pela Marcenaria Dantones. Os vasos coloridos são da Futton Home e os quadros são da Moldura Minuto Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Esta é a sala externa, instalada na varanda. O sofá é da Casual Móveis, as almofadas e o banco amarelo, Empório Beraldin. Para complementar, tapete de fibra natural, da Fanucchi Tapetes. A varanda foi fechada com vidros e pode ser climatizada com ar-condicionado Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
Detalhe do baú da Espaço Til, com velas do acervo pessoal do cliente. O objeto faz as vezes de mesa de centro na sala externa, da varanda Daniel Veiga/DivulgaçãoMais
A escultura é uma kebyar dancer, adquirida no vilarejo de Mas, em Bali, que é um conhecido e prestigiado centro de escultura em madeira. Essa obra tem uma enorme riqueza de detalhes trabalhados por sofisticados artesãos locais. Abajur adquirido na L'oeil Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
O móvel coreano, adquirido em Seul, é uma reprodução de peças antigas. Sobre ele, o vaso chinês Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
No living neutro, agora divido em estar e home theater, destacam-se os elefantes que funcionam como pé da mesa de centro, trazidos da Indonésia, e o baú coreano. Os sofás foram estofados pela Divanos. A poltrona giratória à direita é da Brentwood, e o móvel da Marcenaria Brasileira Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Amplo, o living teve o piso tratado e recebeu forro de gesso. Os três quadros são de autoria de Jorge Duque Lara, pintor colombiano muito apreciado pelos proprietários por causa das cores e textura de seus trabalhos Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
No closet reformado, armários e gaveteiro da Mr. Closet. O tapete é um tribal da Galeria Marcel de Claremont, na Califórnia, EUA Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Sobre a escrivaninha, a grande máscara comprada em Bali, na Indonésia, entalhada pelo artista plástico Ketut Nangos Cokot e a comunidade local. O Topeng, como é chamado, é usado como proteção. Por pesar 300 kg, a cada mudança, é preciso que um engenheiro ou um arquiteto prepare a estrutura devidamente para sustentar a máscara com segurança Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Sobre a escrivaninha, a grande máscara comprada em Bali, na Indonésia, entalhada pelo artista plástico Ketut Nangos Cokot e a comunidade local. O Topeng, como é chamado, é usado como proteção. Por pesar 300 kg, a cada mudança, é preciso que um engenheiro ou um arquiteto prepare a estrutura devidamente para sustentar a máscara com segurança Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
A porta de entrada foi substituída por outra de pinho-de-riga, para dar o clima mais rústico ao imóvel Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Escultura em bronze de deusa hindu, trazido de Bali, Indonésia Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Os elefantes trazidos da Indonésia funcionam como pé da mesa de centro Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Com a reforma, o estar integra-se ao jantar. Repare que as paredes, apesar de neutras, aquecem o ambiente Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
O canto de trabalho da dona da casa é composto pela mesa com a base de uma antiga máquina de costura Singer e tampo de vidro, e a cadeira de madeira Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Antiga cômoda coreana com certificação de originalidade, valorizada por sua ferragem decorativa, bastante apreciada na região; e caixa laqueada tradicional coreana, ambos adquiridos em Seul. Duas peças indonésias: escultura de deusa hindu, comprada em Bali, e quadro de Dwidjo Widiyono, de Jacarta Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
No closet reformado, armários e gaveteiro da Mr. Closet. O manequim antigo serve de cabideiro Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Com a reforma, a antiga suíte perdeu paredes e agora fica diretamente ligada ao hall de entrada Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Quadro de Tatta Komara, pintor indonésio, arrematado no mercado de artes Pasar Seni, em Jacarta. A escultura em estanho próxima ao quadro é proveniente da ilha de Penang, ao norte da Malásia Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Atrás das poltronas em tafetá de seda da Esfera Móveis, cômoda coreana antiga, certificada, valorizada por sua ferragem decorativa, bastante apreciada na região. A cabeça de Buda de origem indiana foi presenteada por um amigo. Luminária da L'oeil à frente do quadro "As Três Irmãs", adquirido na loja Ibu Rai Gallery, em Ubud, Bali Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Quadro de Tatta Komara, pintor indonésio, arrematado no mercado de artes Pasar Seni, em Jacarta. A escultura em estanho próxima ao quadro é proveniente da ilha de Penang, ao norte da Malásia Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
A parede onde está a TV é em drywall, separando o ambiente do ateliê da esposa Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
A pequena galeria reúne quadros e instrumentos. No piso, tapete iraniano, em lã e algodão, com cerca de 60 anos de idade, adquirido do importador Sh. Sameyeh, de Cingapura Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
A parede onde está a TV é em drywall, separando o ambiente do ateliê da esposa Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Na sala de estar, os quadros balinesas são o destaque "As Três Irmãs" (à esq.), "Trinity" e a tela de Tatta Komara. Tapete iraniano de Heriz, do importador colombiano Azhar's Oriental Rugs Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Sobre o móvel de madeira trazido da Coreia, a escultura em bronze, original de Penang, uma Ilha na Malásia Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Executada pela Marcenaria Brasileira, a estante do ateliê da esposa, além de livros, também abriga miniaturas e esculturas. À frente, o instrumento de cordas indonésio. O tapete de Kashmir, na Índia, feito em seda sobre seda, foi adquirido em Nova Déli Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
O ateliê da esposa recebeu o forro de gesso que embute a iluminação e a cortina. A mesa foi feita com a base de uma antiga máquina de costura Singer e tampo de vidro, que acomoda a estatueta de Shiva Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Com o novo projeto, o espaço entre o ateliê da esposa e o living virou uma galeria, composta das telas "Manhã Sem Luz", (esq.) do brasileiro Adelio Sarro, "Lugarejo a Beira Mar com Nuvens" e "Moça e Pombas", ambas do italiano Inos Corradin, e mais uma obra do islâmico Tatta Komara. O banco, na verdade, é um instrumento musical indonésio assemelhado ao xilofone Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Para receber as obras, o espaço da galeria ganhou uma iluminação especial para destacá-las Foto: Demian Golovaty/DivulgaçãoMais
Sala de estar de apartamento em São Paulo construído em 1962 e reformado pelo arquiteto Gustavo Calazans. O apartamento de 185 m² teve ambientes integrados após a obra, entregue em 2008 MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
Na sala de jantar, a mesa de madeira é de demolição de antiga porta de templo, da Cecília Dale. Cadeiras Saarinen, da Arquivo Vivo Móveis, e luminárias Reka trazem requinte. Na parede, aquarela de Margot Delgado (Galeria Gravura Brasileira) e desenho de grafite de Erika Verzutti (Galeria Fortes Vilaça). O tapete listrado é da L?oeil MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
Sala de estar de apartamento em São Paulo construído em 1962 e reformado pelo arquiteto Gustavo Calazans. O apartamento de 185 m² teve ambientes integrados após a obra, entregue em 2008 MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
O volume do elevador pintado com tinta acrílica na cor vinho se destaca na entrada do apartamento reformado pelo arquiteto Gustavo Calazans. O quadro amarelo, do artista José Bernnô, promove o contraste de cores MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
Vista da sala de estar com a cozinha integrada ao fundo, onde é possível ver a coifa Tuboar pintada com tinta eletrostática preta. No estar, luminária Pescador (da Arquivo Vivo Móveis), poltronas Diz (de Sergio Rodrigues, vendida na Dpot), poltrona Le Corbusier (da Clássica Design) e duas mesas Bonte (ao centro, da Arquivo Vivo Móveis) MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
O banheiro da suíte também apresenta parede com tijolos descascados aparentes no fundo do box que possui ainda outra parede revestida com pastilhas de vidro, Vidrotil, transparente fumê. Combinando com o apartamento, a bancada é de concreto aparente com prateleira de vidro aramado. Cuba Deca MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
Foto de detalhe da mesa de aço dobrado com pintura eletrostática branca. Design de Gustavo Calazans MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
O pilar de concreto e as paredes de tijolo aparente contrastam com o quadro amarelo do artista José Bernnô. Sobre a cômoda antiga, quadro com desenho em nanquim de Alex Ceverny. A porta pivotante, acabada com laca branca, dá acesso ao lavabo MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
No detalhe da sala de estar, poltronas Diz (do designer Sergio Rodrigues) MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
O dormitório principal apresenta concreto aparente na parte superior da parede e pintura branca na parte inferior. O criado mudo antigo, herança de família, faz contraponto com a luminária moderna, da Reka iluminação. O quadro é de Luiz Paulo Baravelli MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
A sala do piano de cauda tem um clima agradável, dado pela luz natural vinda do terraço. Ao fundo, o escritório do proprietário e a porta de acesso à suíte principal MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
Porta do elevador pintada na cor vinho dá acesso direto ao living. O forro tem rebaixo feito com gesso e o piso foi coberto por laminado melamínico cinza chumbo, da Uniplac, linha Pertech MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
Voltado para o terraço, o dormitório principal recebe luz natural intensa através da porta-janela. Na lateral, coluna de laminado com prateleiras deixa todos os objetos e livros à mão MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
O apartamento dos anos 1960 foi reformado e mistura rusticidade e elegância, além de abrigar muitas obras de arte MCA Estúdio/DivulgaçãoMais
No banheiro do casal, paredes revestidas com mosaico de vidro da Vidrotil, tampo da bancada e piso em mármore branco Thassus e louças da Deca. Bastante práticos, os gabinetes sob a bancada, desenhados por Oscar Mikail, podem ser facilmente deslocados graças à utilização de rodízios João Ribeiro / DivulgaçãoMais
O formato irregular do quarto não permitia o uso de criados-mudos convencionais, assim, mesas laterais foram desenhadas por Oscar Mikail, e executadas em madeira laqueada de branco João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Para ter o sofá em L, Oscar Mikail fechou parcialmente um dos acessos à varanda, deixando uma janela que recebeu moldura de madeira com acabamento de laca branca na qual foi embutida a cortina Silhouette, da Luxaflex João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista a partir do ambiente de jantar mostra o estar e a cozinha americana e, ao fundo, a porta de acesso à suíte principal. A combinação de tonalidades neutras confere sofisticação ao conjunto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Detalhe do pufe de couro branco usado como mesa de centro. Os objetos são da Cecília Dale João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista geral do living, com piso revestido de porcelanato da Portobello e iluminação da La Lampe João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista do jantar a partir da porta de entrada. O projeto de interiores proporcionou ao apartamento compacto espaço para uma mesa (da Artefacto) com seis lugares. As cadeiras de madeira e fibra natural são da Breton. Ao fundo, o móvel do home theater, desenhado por Oscar Mikail João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Na suíte principal repetem-se os tons neutros usados nas outras áreas do apartamento. As mesas laterais de madeira com acabamento de laca branca foram desenhadas pelo arquiteto. Na parede lateral, uma bancada de trabalho João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A TV fica embutida em painel de aço inox desenhado pelo decorador. O rack que acomoda os equipamentos de áudio e vídeo também foi desenhado por Mikail e executado em marcenaria com acabamento de laca branca. Cortinas da Luxaflex e objetos de Cecília Dale João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A pequena cozinha americana é completa com fogão cooktop, coifa, geladeira e armários João Ribeiro / DivulgaçãoMais
No banheiro do casal, paredes revestidas com mosaico de vidro da Vidrotil, tampo da bancada e piso em mármore branco Thassus e louças da Deca. Bastante práticos, os gabinetes sob a bancada, desenhados por Oscar Mikail, podem ser facilmente deslocados graças à utilização de rodízios João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Na segunda suíte, closet com portas de vidro (à esquerda) e a mesma combinação harmônica de cores neutras que confere elegância ao espaço João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A cozinha do tipo americana tem bancada de Corian (da Dupont) e armários com gavetas providas de organizadores. Os eletrodomésticos são da Bosch, a coifa é da Falmec, e as cubas e torneiras são da Deca João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Vista do jantar a partir da cozinha americana. O projeto de interiores proporcionou ao apartamento compacto espaço para uma mesa (da Artefacto) com seis lugares. As cadeiras de madeira e fibra natural são da Breton João Ribeiro / DivulgaçãoMais
Na suíte principal repetem-se os tons neutros usados nas outras áreas do apartamento. As mesas laterais de madeira com acabamento de laca branca foram desenhadas pelo arquiteto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
A foto mostra o estar, a cozinha americana e, ao fundo, a porta de acesso à suíte principal. A combinação de tonalidades neutras confere sofisticação ao conjunto João Ribeiro / DivulgaçãoMais
No escritório foi instalada uma estante embutida de imbuia com alguns nichos com acabamento de laca branca. Trabalho da marcenaria Detalhe e Entalhe. Do lado do móvel aparecem os quadros gerais de luz do apartamento Gui Morelli / DivulgaçãoMais
No quarto do menino, sobre a mini-cama da Tok&Stok foram colocados seis nichos produzidos pela marcenaria Detalhe e Entalhe com freijó natural e com acabamento de laca branca. A cortina de enrolar é da TPS. No piso foi colocado carpete da Carpet Express Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Suspensa, a mesa do computador tem acabamento de laca branca, assim como as prateleiras, que foram instaladas em um painel de imbuia. Trabalho de marcenaria da Detalhe e Entalhe Gui Morelli / DivulgaçãoMais
O ambiente de estar tem sofá da Ideia Básica e almofadas da Empório Beraldin. A mesa de centro, de vidro, foi desenhada por Andréa Parreira e executada pela Casa dos Vidros, assim como a cristaleira que acomoda louça da família. As mesas laterais são da Artefacto e, os abajures, da Vila Vitória Gui Morelli / DivulgaçãoMais
No ambiente de jantar, o móvel de freijó que acomoda o espelho (da Casa dos Vidros) é formado por dois armários laterais e um aparador. O trabalho de marcenaria foi executado pela Detalhe e Entalhe. A mesa é da Breton e o lustre é da Scatto Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, o sofá da Ideia Básica com almofadas da Empório Beraldin. As mesas laterais são da Artefacto e, os abajures, da Vila Vitória. Ao fundo, a cristaleira desenhada por Andréa Parreira e executado pela Casa dos Vidros Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Detalhe do abajur com base de louça e cúpula de tecido da Vila Vitória, sobre mesa lateral da Artefacto. As almofadas foram confeccionadas pela Ideia Básica com tecido da Empório Beraldin Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, as poltronas giratórias da Artefacto. No ambiente de jantar, o móvel de freijó que acomoda o espelho (da Casa dos Vidros) é formado por dois armários laterais e um aparador. O trabalho de marcenaria foi executado pela Detalhe e Entalhe. A mesa é da Breton e o lustre é da Scatto Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Cristaleira desenhada por Andréa Parreira e produzido pela Casa dos Vidros, especialmente para guardar objetos de família Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Detalhe do encontro dos bancos de madeira de reflorestamento, da Gallery Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Na cozinha, a ilha revestida de granito preto (fornecido pela marmoraria Clodomar) acomoda o cooktop Brastemp. O gaveteiro e os nichos têm revestimento de laminado melamínico branco e amadeirado. O armário sobre mescla vidro branco leitoso nos módulos horizontais e laminado melamínico branco nos verticais. Todo mobiliário foi produzido pela marcenaria Detalhe e Entalhe Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Na cozinha, a ilha revestida de granito preto (fornecido pela marmoraria Clodomar) acomoda o cooktop Brastemp. O gaveteiro e os nichos têm revestimento de laminado melamínico branco e amadeirado. Os armário combinam vidro branco leitoso nos módulos horizontais e laminado melamínico branco nos verticais. Todo mobiliário foi produzido pela marcenaria Detalhe e Entalhe Gui Morelli / DivulgaçãoMais
O ambiente de estar tem sofá da Ideia Básica e almofadas da Empório Beraldin. A mesa de centro, de vidro, foi desenhada por Andréa Parreira e executada pela Casa dos Vidros, assim como a cristaleira que acomoda louça da família. As mesas laterais são da Artefacto e, os abajures, da Vila Vitória Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Vista da varanda com, em primeiro plano, uma sala de estar ambientada com móveis da Tok&Stok, abajur da Lustreco e almofadas da Empório Beraldin. Ao fundo, a área da churrasqueira. O piso é de porcelanato de efeito rústico Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Na área da churrasqueira, o nicho da pia foi revestido com laminado melamínico amadeirado e preto. O conjunto de mesa e cadeiras é da Tok&Stok Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Na suíte principal, a cabeceira da cama é um painel de madeira com acabamento em laca branca e cortado de fora a fora por um nicho de imbuia. As luminárias são da La Lamp e a cortina da Ideia Básica. Detalhe para a luz indireta instalada sob as mesinhas de cabeceira Gui Morelli / DivulgaçãoMais
No quarto do menino, mesinha e cadeira da Tok&Stok; nichos de madeira (freijó natural e com acabamento de laca branca) produzidos pela marcenaria Detalhe e Entalhe, e cortina de enrolar da TPS. No piso, carpete da Carpet Express Gui Morelli / DivulgaçãoMais
No hall do elevador, o rodapé largo, a parede com lâminas retangulares de espelhos e a outra, com pintura verde escuro, conferem um acabamento sofisticado, enfatizado pela iluminação Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Detalhe do hall do elevador destaca a luminária de metal revestida com folhas de ouro da Scatto Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Sala íntima com futon e almofadas da Futon e Cia. A luminária pendente é da Lustreco e a cortina de enrolar em tela solar é da TPS Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Executada pela marcenaria Detalhe e Entalhe, a estante da sala íntima combina freijó natural e com acabamento em laca branca. O futon, da Futon e Cia, pode ser ?desmontado? e forrar todo o chão, proporcionando maior conforto Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, a sala de televisão com pufe da Espaço Exclusivo. Na sequência, a sala de estar e, ao fundo, a de jantar, com espelho da Casa dos Vidros colocado para ampliar o espaço e multiplicar a luz. Nesta área social percebe-se a predominância dos tons de cáqui com detalhes em branco Gui Morelli / DivulgaçãoMais
A foto evidencia a integração ente os ambientes que formam o living e a varanda, em L, com churrasqueira. Giratórias, as poltronas da sala de estar, da Artefacto, servem tanto à sala de estar quanto à varanda Gui Morelli / DivulgaçãoMais
A foto mostra como a varanda em L contorna a sala de TV e se integra com os ambientes do living. As portas de correr de vidro garantem a comunicação visual mesmo quando fechadas, por isso, delicadas cortinas de seda pura, da Ideia Básica, foram colocadas e proporcionam privacidade quando desejado Gui Morelli / DivulgaçãoMais
A foto mostra como a varanda em L contorna a sala de TV e se integra com os ambientes do living. As portas de correr de vidro garantem a comunicação visual mesmo quando fechadas, por isso, delicadas cortinas de seda pura, da Ideia Básica, foram colocadas e proporcionam privacidade quando desejado Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Na suíte principal, a cabeceira da cama é um painel de madeira com acabamento em laca branca e cortado de fora a fora por um nicho de imbuia. As luminárias são da La Lamp Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Na suíte principal, a estante mescla imbuia e laca branca, na mesma proposta da cabeceira da cama. A iluminação embutida nos nichos vai destacar os objetos expostos. O forro de gesso também embute spots de luz Gui Morelli / DivulgaçãoMais
A parede revestida de seixos de pedra-madeira é o destaque do lavabo, onde a cuba da pia foi cortada na própria peça de mármore que compõe a bancada. A parede refletida no espelho foi pintada com tinta bordô, tonalidade exclusiva da Suvinil Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Cozinha vista da sala de jantar. Em primeiro plano, a copa com mesa da marcenaria Detalhe e Entalhe. Destaque para a ilha com cooktop ao centro Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Em primeiro plano, a sala de televisão com pufe da Espaço Exclusivo. Na sequência, a sala de estar e, ao fundo, a de jantar, com espelho da Casa dos Vidros colocado para ampliar o espaço e multiplicar a luz. Nesta área social percebe-se a predominância dos tons de cáqui com detalhes em branco Gui Morelli / DivulgaçãoMais
A estante de laca branca foi feita sob medida. No nicho da televisão há um painel suspenso para que o aparelho fique alinhado com as prateleiras Gui Morelli / DivulgaçãoMais
No detalhe do estar, aparecem em primeiro plano os bancos de madeira de reflorestamento da Gallery. A mesinha lateral é da Artefacto e o abajur, com base de louça e cúpula de tecido, é da Vila Vitória Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Detalhe das almofadas da Empório Beraldin que ambientam a sala de televisão Gui Morelli / DivulgaçãoMais
Um aparador em balanço separa o hall da sala de jantar, vencendo vão de quatro metros graças a uma inserção metálica revestida de madeira. A mesa de jantar tem tampo de vidro preto e suas cadeiras Geraldo de Barros também evocam o design dos anos 50 do século passado. Na parede ao fundo, destaque para o painel de Fabio Flaks, executado com ladrilhos hidráulicos Fran Parente / UOLMais
Janelas do tipo ideal (ou guilhotina) separam a cozinha dos ambientes sociais. Formada por painéis que se movimentam para cima e para baixo, em sistema de contrapeso, a esquadria é outro clássico dos chamados "anos dourados" Fran Parente / UOLMais
Todos os blocos de estantes giram 180 graus, mas apenas a primeira, da esquerda para a direita, gira sozinha; as outras três estão interligadas por correntes. O sistema permite também variar a decoração do estar Fran Parente / UOLMais
Uma segunda sala de estar fica de frente para a entrada principal (à direita, fundo). Destaque para os dois exemplares da cadeira Paulistana, de Paulo Mendes da Rocha, e uma mesa de centro Saarinen. No fundo, à esquerda, a parede de blocos de vidro opaco é herança de uma primeira reforma feita no apartamento e cumpre as funções e trazer luz natural à área de jantar e de esconder o corredor de serviços. Fran Parente / UOLMais
Um rasgo superior em cada estante permite passagem de luz, ar e até uma certa visibilidade entre os dois ambientes. No fundo do escritório, a parede expõe coleção de gravuras de Flavio de Carvalho, Di Cavalcanti, Tarsila, Grassmann e Amilcar de Castro, entre outros Fran Parente / UOLMais
A escada foi executada com aço corten e madeira, mesmos materiais usados nas estantes-divisórias. A chaise é um modelo de 1965 assinado por Olivier Mourgue; o banco de madeira Bandeirola, de 2000, é design de Ivan Rezende. Todo o piso do andar inferior foi feito com placas pré-moldadas de concreto branco, de um metro por um metro, da Solarium Fran Parente / UOLMais
Os pilares de concreto aparente também marcam o andar social. O sistema de iluminação é quase totalmente embutido e utiliza lâmpadas dicróicas (com filtro) ou AR-30 Fran Parente / UOLMais
Vista do escritório por entre as estantes pivotantes. O colorido vem dos elementos de decoração, como o tapete e dos livros. A luminária pendente sobre a mesa de trabalho é da Reka Fran Parente / UOLMais
Opostas à porta de entrada social, ficam as grandes janelas protegidas com persianas. As aberturas ocupam todo o pé-direito duplo, que ultrapassa 6,30 m. O vão entre os dois níveis, aberto para instalação da escada, distribui luz natural para todo o apartamento Fran Parente / UOLMais
Vista do home theater, no andar superior, a partir da escada. A grande porta de correr mistura tipos diversos de madeira, separando ou integrando o ambiente de TV. Placas revestidas de couro escondem fiação dos eletrônicos atrás da tela Fran Parente / UOLMais
Pilares e vigas originais foram descascados, deixando o concreto exposto; ao fundo, uma peça única com tampo preto de granito São Gabriel recebe peças de decoração, além de microondas e frigobar, e se estende desde a escada até o home theater Fran Parente / UOLMais
Toda a cozinha foi executada em marcenaria (Rutra) e tem, ao centro, ilha com tampo de granito preto São Gabriel. Neste ambiente, a coluna exposta pela reforma foi revestida com Vidrotil vemelho; o mosaico de vidro cobre também a parede ao fundo, em tonalidade neutra, que acompanha o piso de granilite aplicado nesse setor do apartamento Fran Parente / UOLMais
Em cada ambiente o projeto teve de se adaptar a diferentes alturas de lajes e à existência de vigas e pilares em níveis variados. Os forros não escondem os elementos estruturais típicos dos antigos edifícios paulistanos Fran Parente / UOLMais
A circulação no andar superior será área de estudo para as crianças. Sobre as portas, a janela alta e extensa deixa passar a luz natural proveniente dos dormitórios. O piso é de cumaru Fran Parente / UOLMais
Localizada à esquerda do corredor de dormitórios, a sala íntima apresenta trabalho de Fabio Flaks, composto por ladrilhos hidráulicos de 20 cm por 20 cm, exclusivos; a textura da composição varia em densidade ao longo do painel, que se estende até a janela Fran Parente / UOLMais
As estantes pivotantes têm estrutura de aço corten e são revestidas de freijó; elas separam o estar do escritório, garantindo mais privacidade ao ambiente Fran Parente / UOLMais
Com a reforma o lavabo mudou de lugar, abrindo-se para o living. No nicho de marcenaria, escultura de Michel Yves Seiler. Poltrona Liz revestida de camurça, da Catallogo Fran Parente/UOLMais
Estante em metal e móvel, executados pela Marcenaria Ernando, estruturam a área do home theater, agora unida ao living. No forro de gesso, iluminação embutida Fran Parente/UOLMais
No escritório, bancada de madeira com tampo de vidro pintado e estantes, executados pela Marcenaria Ernando. O pendente com iluminação mista é da Lumini Fran Parente/UOLMais
A bancada do escritório apoia-se no armário de madeira e laca, liberando o vão embaixo para maior conforto dos usuários Fran Parente/UOLMais
A área para os proprietários tem ilha em bancada de granito preto absoluto Tamboré Mármores e banquetas da Tok & Stok. O armário em marcenaria é acoplado pelo volume de MDF revestido de madeira ebanizada. Aqui, o forro também abriga a iluminação Fran Parente/UOLMais
Na área de estar, poltrona Edda de couro da Catallogo compõe com os sofás e a mesa de centro. Arandelas, do Laboratório da Luz Fran Parente/UOLMais
Com paredes a menos, o setor social ficou amplo e claro, graças às aberturas que o contornam, e o jogo de iluminação, idealizado em projeto e implantado pelo Laboratório da Luz Fran Parente/UOLMais
O volume de MDF revestido com lâmina de madeira ebanizada funciona como um elemento escultórico do social Fran Parente/UOLMais
Sobre a bancada, cooktops e a coifa da Falmec. O vão embaixo foi aproveitado para acomodar a estante e o carrinho que dá apoio durante os eventos Fran Parente/UOLMais
No lavabo, cuba esculpida em Corian Studio Vitty e misturador Metalbagno, piso de porcelanato simplesmente branco da Portobello. O espelho da Vidraçaria Polividros recebeu iluminação traseira. Na parede, grafismo adesivado Fran Parente/UOLMais
Mesclas preto, cinza e braco de pastilhas (1 x 1 cm), da Vidro Real, revestem a parede do boxe do banheiro de casal. Fixado no forro de gesso com luz embutida, um panelão da Deca Fran Parente/UOLMais
O piso de porcelanato simplesmente branco da Portobello delimita o ambiente da cozinha. A adega confeccionada por Janos Biezok tem porta em aço inox da Wood & Steel Fran Parente/UOLMais
Na área da lareira, poltronas Merella Single, da Arrivato do designer Clayton H. Tugonon, feita de fibra natural resinada Fran Parente/UOLMais
Em laca e madeira, a mesa de jantar da Clami Design compõe com o pendente Big Bang da Lumini Fran Parente/UOLMais
O volume de MDF revestido com lâmina de madeira ebanizada dá forma a porta de correr que abre-se para a galeria Fran Parente/UOLMais
O volume de MDF revestido com lâmina de madeira ebanizada dá forma as portas de correr que isolam a cozinha Fran Parente/UOLMais
O corredor íntimo foi reconfigurado perdendo as curvas e ganhando uma marcenaria funcional Fran Parente/UOLMais
No lavabo, o espelho afastado da parede da Vidraçaria Polividros recebeu iluminação traseira Fran Parente/UOLMais
No banheiro do casal, o grande espelho sobre a bancada em Marmoglass, da Tamboré Mármores, amplia o ambiente e reflete a paisagem externa. Hidromassagem da Pretty Jet, e metais Deca Fran Parente/UOLMais
A área usada pela cozinheira fica reservada Fran Parente/UOLMais
O volume de MDF revestido com lâmina de madeira ebanizada destaca-se com a iluminação de baixo para cima Fran Parente/UOLMais
Na cozinha usada pela empregada os eletrodomésticos estão embutidos nos armários, racionalizando o espaço Fran Parente/UOLMais
A área do estar integra-se à varanda, que foi envidraçada para evitar as intempéries Fran Parente/UOLMais
O volume de MDF revestido com lâmina de madeira ebanizada dá forma a porta de entrada pivotante Fran Parente/UOLMais
O volume de MDF revestido com lâmina de madeira ebanizada dá forma a porta de correr que separa o estar da cozinha Fran Parente/UOLMais
Entre o estar e as salas de jantar e de lareira restou apenas um L das paredes que determinavam o antigo ambiente de jantar, cobertas de resina na cor concreto, da NS Brasil. Sobre o aparador metálico, executado pela serralheria Segma, vasos da Arrivato Fran Parente/UOLMais
Com a porta de correr aberta, cozinha gourmet e sala de jantar viram um único espaço Fran Parente/UOLMais
Na suíte, a cabeceira da cama de capitonê da Divano's, com forração de tecido do Empório Beraldin; esses elementos compõem a cama Box da Serta Store. O abajur de cristal em forma de borboleta é da Scatto Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A suíte principal recebeu mobiliário com acabamento em laca bege G-101 da Bonaldo; as cortinas foram confeccionadas pela Kika Chic, com tecidos Empório Beraldin Martin Szmick / DivulgaçãoMais
No home theater, o conforto é garantido por dois sofás, a mesa de centro Maia, e uma mesa lateral da Brentwood Martin Szmick / DivulgaçãoMais
O banheiro da suíte máster tem a bancada de mármore crema marfil com duas cubas da Deca; à direita, a banheira de hidromassagem embutida no boxe Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Detalhe da bancada do banheiro da suíte principal, com bancada de mármore do tipo crema marfil e cubas da Deca Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A suíte principal recebeu mobiliário com acabamento em laca bege G-101 da Bonaldo; as cortinas foram confeccionadas pela Kika Chic, com tecidos Empório Beraldin Martin Szmick / DivulgaçãoMais
O banheiro da suíte máster tem a bancada de mármore crema marfil com duas cubas da Deca Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A sala de jantar leva lustre pendente Bello (de cristal) da Scatto, imediatamente sobre mesa para 12 pessoas; o bufê Longe foi confeccionado pela Brentwood, enquanto as cadeiras Saggio e São Conrrado são da Divano's Martin Szmick / DivulgaçãoMais
É no lavabo, de área mais reduzida, que se percebe a importância e funcionalidade do uso do espelho, ao ampliar ambientes Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Detalhe da ambientação do home theater. No projeto de Sueli Adorni, as cores variam do off white ao marrom, passando por bege e cru Martin Szmick / DivulgaçãoMais
É no lavabo, de área mais reduzida, que se percebe a importância e funcionalidade do uso do espelho, ao ampliar ambientes Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Detalhe do jantar com vista do bar e, ao fundo, o home theater Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Na copa e cozinha, ambientes onde predomina o branco, a mesa Retta, da Bretton, é acompanhada pelas coloridas cadeiras Mademoiselle, assinadas por Philippe Starck e fornecidas pela Kartell Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Na copa e cozinha, ambientes onde predomina o branco, a mesa Retta, da Bretton, é acompanhada pelas coloridas cadeiras Mademoiselle, assinadas por Philippe Starck e fornecidas pela Kartell Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A sala de jantar leva lustre pendente Bello (de cristal) da Scatto, imediatamente sobre mesa para 12 pessoas; o bufê Longe foi confeccionado pela Brentwood, enquanto as cadeiras Saggio e São Conrrado são da Divano's Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Uma lareira da Cia das Telhas, revestida com mármore crema-marfil, aquece o home theater, que também recebeu duas poltronas Sun em couro de Tilápia, e o aparador Cajade, da Brentwood Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A sala de jantar leva lustre pendente Bello (de cristal) da Scatto, imediatamente sobre mesa para 12 pessoas; o bufê Longe foi confeccionado pela Brentwood, enquanto as cadeiras Saggio e São Conrrado são da Divano's Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A sala de jantar leva lustre pendente Bello (de cristal) da Scatto, imediatamente sobre mesa para 12 pessoas; o bufê Longe foi confeccionado pela Brentwood, enquanto as cadeiras Saggio e São Conrrado são da Divano's Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Uma lareira da Cia das Telhas, revestida com mármore crema-marfil, aquece o home theater, que também recebeu duas poltronas Sun em couro de Tilápia, e o aparador Cajade, da Brentwood Martin Szmick / DivulgaçãoMais
O móvel do bar, com acabamento em laca acetinada branca, foi executado pela Bonaldo. A adega é da Art des Caves, modelo Avant Garde, branca, e o tapete Chic to Chic é da Santa Mônica Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Composto por mobiliário Brentwood e tecidos Beraldin, o living oferece a seus visitantes muito conforto, com sofás Expression, poltronas Sarah, mesas de centro BW e Galetea, e laterais da Bonaldo. A cortina Taffeta em seda Dupion Kampur na cor areia (da Artefacto) foi executada pela Kika Chic. O tapete marrom modelo Comfort é Santa Mônica Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A mesa da Brentwood tem tampo de mármore crema marfil, acompanha o tom do porcelanato no piso. No projeto de Sueli Adorni, as cores variam do off white ao marrom, passando por bege e cru. Ao fundo, a sala de jantar Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Detalhe da sala de jantar, com o lustre pendente Bello (de cristal) da Scatto, disposto sobre mesa para 12 pessoas Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Totalmente branca, a cozinha se diferencia do restante do apartamento, onde predominam os tons de bege e marrom. O ambiente tem piso revestido com porcelanato Portinari, modelo Diamante Polido, bancada em Marmoglass e armários com acabamento laminado da Florense Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Totalmente branca, a cozinha se diferencia do restante do apartamento, onde predominam os tons de bege e marrom. O ambiente tem piso revestido com porcelanato Portinari, modelo Diamante Polido, bancada em Marmoglass e armários com acabamento laminado da Florense Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A área de serviço acompanha o branco da cozinha e tem mobiliário revestido com material laminado da Florense Martin Szmick / DivulgaçãoMais
As portas de correr com acabamento em laca branca e alças da Via Férrea preservam a intimidade de áreas sociais e dão acesso à cozinha, no coração do apartamento Martin Szmick / DivulgaçãoMais
A estante também foi executada com madeira laqueada em branco acetinado. Cada uma de suas prateleiras é iluminada de cima para baixo por fitas de LED que destacam os objetos de decoração Martin Szmick / DivulgaçãoMais
O painel de suporte TV e o rack do home theate também foram produzidos pela Bonaldo com madeira laqueada em branco Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Composto por mobiliário Brentwood e tecidos Beraldin, o living oferece a seus visitantes muito conforto, com sofás Expression, poltronas Sarah, mesas de centro BW e Galetea, e laterais da Bonaldo. A cortina Taffeta em seda Dupion Kampur na cor areia (da Artefacto) foi executada pela Kika Chic. O tapete marrom modelo Comfort é Santa Mônica Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Composto por mobiliário Brentwood e tecidos Beraldin, o living oferece a seus visitantes muito conforto, com sofás Expression, poltronas Sarah, mesas de centro BW e Galetea, e laterais da Bonaldo. A cortina Taffeta em seda Dupion Kampur na cor areia (da Artefacto) foi executada pela Kika Chic. O tapete marrom modelo Comfort é Santa Mônica Martin Szmick / DivulgaçãoMais
Composto por mobiliário Brentwood e tecidos Beraldin, o living oferece a seus visitantes muito conforto, com sofás Expression, poltronas Sarah, mesas de centro BW e Galetea, e laterais da Bonaldo. A cortina Taffeta em seda Dupion Kampur na cor areia (da Artefacto) foi executada pela Kika Chic. O tapete marrom modelo Comfort é Santa Mônica Martin Szmick / DivulgaçãoMais
O bar, localizado entre o home theater e o jantar, foi ambientado com poltronas Gucci e mobiliário da Brentwood Martin Szmick / DivulgaçãoMais
No quarto de casal, o espelho na porta do armário Florense amplia o espaço e multiplica a luz natural Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Na cozinha, a bancada que sai do armário pode ser usada para pequenas refeições e também como área de trabalho Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Na sala de jantar, dois truques que ajudam a driblar a falta de espaço: o espelho na parede do fundo, que aumenta a sala e multiplica a luz, e a marcenaria, que criou armário e prateleiras discretos. O pendente da Trust traz um toque de cor. Os móveis são da Grado Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Ligado com a varanda e com a sala de jantar, o living ficou mais espaçoso e confortável Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Os adesivos da Coisas da Dóris aplicados na parede dão o tom infanto-juvenil ao quarto, que recebeu papel de parede lavável Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Detalhe do adesivo aplicado na cozinha Tony Cunha / DivulgaçãoMais
O sofá de dois lugares e outra poltrona Swan, com forração estampada, compõem o estar. Como apoio, mesas laterais recolhíveis (da Grado) e de centro espelhada. Na parede do hall, adesivo da Coisas da Dóris revela a porta de entrada Tony Cunha / DivulgaçãoMais
O segundo quarto foi idealizado para pré-adolescentes. Aqui, o cortineiro de gesso libera nas laterais um vão para as prateleiras da Florense. A iluminação estratégica no nicho contribui para a luz difusa Tony Cunha / DivulgaçãoMais
No banheiro, os destaques ficam por conta da cuba embutida na bancada e na iluminação atrás do espelho, embutida em uma caixa de gesso. O toalheiro também foi disposto de forma a ganhar espaço Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Na sala de TV, a cortina romana impede totalmente a entrada de claridade quando preciso, e o trabalho em marcenaria trouxe funcionalidade ao espaço Tony Cunha / DivulgaçãoMais
A sala de TV tem poltronas giratórias Swan (design de Arne Jacobsen) e pode ser isolada dos outros ambientes pelos painéis de vidro. Móvel e bancada da Florense abrigam a TV e a área de trabalho. Para quebrar a neutralidade, a parede recebeu adesivos com letras de vários tamanhos. A luz focada, embutida no forro, clareia os equipamentos Tony Cunha / DivulgaçãoMais
No banheiro, os destaques ficam por conta da cuba embutida na bancada e na iluminação atrás do espelho, embutida na caixa de gesso. O toalheiro também foi disposto de forma a ganhar espaço Tony Cunha / DivulgaçãoMais
O quarto do casal foi o único local que recebeu quadros na parede. No reflexo do espelho é possível ver um adesivo Tony Cunha / DivulgaçãoMais
A cozinha planejada Florense, disposta em linha, embute fogão, pia e abriga a geladeira. Um painel de vidro fosco separa-a do serviço Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Os adesivos da Coisas da Dóris aplicados na parede dão o tom infanto-juvenil ao quarto, que recebeu papel de parede lavável Tony Cunha / DivulgaçãoMais
No quarto de casal, o espelho na parede e na porta do armário amplia e multiplica a luz natural. Sobre a cama da Tok&Stok, o painel em MDF faz o papel de cabeceira Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Ao lado da cama, o projeto inclui uma bancada de trabalho com prateleiras, beneficiando-se da luz natural proveniente do pequeno terraço Tony Cunha / DivulgaçãoMais
A varanda dotada de pia e churrasqueira comporta mesa para refeições Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Com os painéis de vidro abertos, a sala de TV fica integrada ao estar, ampliando a área do living Tony Cunha / DivulgaçãoMais
Quando abertas, as portas de correr do escritório ampliam os espaços de convivência. As portas de vidro do escritório, do closet e da lavanderia foram fornecidas por Grando & Oliveira Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
O escritório pode servir de quarto de hóspedes e, com mudanças mínimas, poderá ser transformado em quarto do bebê. As várias coleções dos proprietários, de revistas, brinquedos antigos, bolsas e bijuterias foram usadas como decoração pelas arquitetas Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
A planta convencional, compartimentada, proposta no projeto da construtora não atendia ao estilo de vida do casal, que deu total liberdade às arquitetas para explorar materiais e soluções técnicas. As luminárias são do Laboratório da Luz, e as pendentes pretas da KWA Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
O projeto luminotécnico criou ambientes cenográficos e reforçou pontos conceituais do projeto Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
Revistas de arte da coleção do casal de proprietários foram usadas como pé da mesa de trabalho. Para dar firmeza à pilha, as revistas precisaram ser perfuradas (pela PontGraf) para a passagem de elemento estrutural (da ClipMetal) que efetivamente suporta o tampo da mesa Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
A planta convencional, compartimentada, proposta no projeto da construtora não atendia ao estilo de vida do casal, que deu total liberdade às arquitetas para explorar materiais e soluções técnicas. As luminárias são do Laboratório da Luz, e as pendentes pretas da KWA Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
A estante G, projetada pela equipe da Urbana Arquitetura, foi executada pelo marceneiro Rudi Schwingel, da Espaço MD, e foi feita de maneira a prescindir de apoio. É constituída de esqueleto metálico, revestido de MDF nas partes retas, e compensado nas curvas. Recebeu pintura microtexturizada laranja. Os pufes da estante são da G.O. Decorações Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
Na entrada, onde a planta original previa a colocação de um armário, as arquitetas projetaram as prateleiras da biblioteca (executadas pela Evviva), presas diretamente na parede de alvenaria Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
Para a cozinha, foi desenhada uma bancada especial amarela que reúne mesa (em posição enviesada, para facilitar a circulação), e o balcão, onde foi embutido o fogão do tipo cooktop. Na parte de baixo do balcão foi instalado um armário com a frente de vidro voltada para sala. Uma película que não retém gordura dá o efeito jateado ao material. A churrasqueira foi mantida no local. O piso ganhou revestimento cerâmico preto e branco da Terra de Fogo, fornecido pela Villa da Cor Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
Os ambientes da sala, escritório e dormitório receberam piso laminado padrão Amêndola Curaçao, da linha Home da Durafloor. Destaque para a estante G, projetada pela equipe da Urbana Arquitetura e executada por Rudi Schwingel, da Espaço MD Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
O banheiro da suíte tem cuba Deca Trio na cor preta, torneira Deca Axis e ducha da Elevato. O vidro do box é da Vidroarte e os puxadores pertencem à linha Quadra, da Altero. No piso foi aplicada cerâmica da série Ônix Polido, da Portinari, o box recebeu revestimento da linha White Plain Matte, da mesma marca Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
No banheiro social, a iluminação interna da pia de acrílico desafia as limitações do material. O desenho das arquitetas foi executada pela Resultado Final. Espelho da Sigallis Vidraçaria, puxadores das linhas Piana e Quadra da Altero; piso e azulejos da linha Metrópole Petra Damasco, da Portinari Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
No primeiro plano, a mesa de jantar cujo tampo lembra um disco de vinil. Ao fundo, separando a lavanderia do espaço de jantar, a caixa de gesso pintada de esmalte sintético fosco preto da Suvinil, usada como lousa para brincadeiras e recados Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
A suíte do casal com closet. O espaço foi milimetricamente aproveitado Eduardo Aigner / DivulgaçãoMais
O espaço de televisão tem nichos na parede onde se organizam objetos e CDs. As fotos emolduradas dispostas sobre o piso são de Fran Parente. O living se abre para uma sacada Fran Parente / UOLMais
Uma estante de jacarandá, exemplar dos anos de 1970, que já se encontrava no apartamento. Usada como escrivaninha, acomoda livros e objetos da nova moradora Fran Parente / UOLMais
O living é dividido em dois ambientes: em primeiro plano, a sala de TV, com sofá em L; ao fundo, um recanto descontraído com um colchão almofadas coloridas divide espaço com a estante e escrivaninha Fran Parente / UOLMais
A suíte máster é toda branca, a não ser pelo piso de tacos ebanizados. As portas pivotantes têm venezianas que abrem e fecham, permitindo a passagem de luz, ou a total privacidade Fran Parente / UOLMais
A cozinha foi transferida para o espaço anteriormente ocupado pela área de serviço. Piso e bancada de granilite Fran Parente / UOLMais
Chique, o lavabo é todo preto - parede com pintura, piso de taco ebanizado, louças pretas. Exceção é a parede com pastilhas bege-douradas da Colormix. Destaque para a parede inteiramente coberta por espelho Fran Parente / UOLMais
Livre da parede da circulação da área íntima, o living passou a receber luz natural através das portas pivotantes com venezianas (da Demuner) que dividem os quartos. As venezianas conferem um aspecto leve à composição Fran Parente / UOLMais
Detalhe do living, com nichos recortados na parede para guardar vários objetos, inclusive CDs. Um dos destaques da ambientação é a cadeira amarela de Zanine Caldas, da Desmobília Fran Parente / UOLMais
O banheiro da suíte máster é todo branco com revestimento de pastilhas Colormix. Destaque para a parede com tratamento diferenciado em cimento queimado Fran Parente / UOLMais
A suíte de hóspedes tem solução criativa: atrás da cabeceira da cama foi instalada uma bancada com cuba servindo ao banheiro com divisória de vidro entre o box e o sanitário Fran Parente / UOLMais
O banheiro da suíte máster é todo branco com revestimento de pastilhas Colormix. Destaque para a parede com tratamento diferenciado em cimento queimado Fran Parente / UOLMais
A suíte principal recebe farta luz natural. O ambiente exibe cama da Serta Store e tem, à esquerda, a tela adesivada por Nelson Leirner e, à direita, o óleo sobre tela assinado por Sandra Cinto Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Acesso estratégico da área de serviço para o banheiro da suíte principal Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Vista da segunda suíte. A mesma bancada da pia é usada como área de trabalho do lado do dormitório. Vaso e chuveiro são separados por portas envidraçadas Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A segunda suíte tem privacidade garantida pelo acesso reservado. Note aqui a calha de metal completando o perímetro do apartamento Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Para diferenciar o home theater do estar, melhorar a acústica e trazer aconchego ao espaço, José Armênio aplicou gesso no teto. O sofá da Casual é revestido com lona reciclada bordada e combina com a poltrona de couro mole Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
O lavabo, instalado no volume de concreto, tem bancada e piso de mármore piguês Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A suíte principal recebe farta luz natural. O ambiente exibe cama da Serta Store e tem, à esquerda, a tela adesivada por Nelson Leirner e, à direita, o óleo sobre tela assinado por Sandra Cinto Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
O closet, feito sob medida pela SZatelier, ocupa parte da antiga suíte, abrindo-se diretamente ao estar de forma inusitada Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A área do home theater liga-se à suíte principal pelo vão que pode ser fechado pela porta de correr. À esquerda, o mesmo volume de concreto abriga também a estante (executada pela SZatelier) que guarda livros e o equipamento de áudio e vídeo. A estante compõem com a esbelta mesa escandinava de madeira Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A nova distribuição dos ambientes acomodou a cozinha ao longo da parede e paralela ao volume que abriga o lavabo entre outros equipamentos. Com desenho de José Armênio, o móvel é revestido com laminado melamínico e tem tampo de madeira. Ao fundo, a integração com a suíte. Destaque para a coluna de zinco, criada pelo arquiteto para distribuir as instalações Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A parede ao fundo, pintada com tinta acrílica, serve de anteparo para as obras de arte que ali fazem rodízio: atualmente, trabalhos de Nelson Leirner Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A obra revelou a laje nervurada oculta pelo forro, onde ainda estavam embutidas as formas de madeira, que depois foram retiradas do vão. O concreto foi restaurado, tratado e deixado aparente, combinado com o volume construído do mesmo material. Repare no forro prateleira de metal, que serve como calha técnica, organizando todas as instalações da casa Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Com a reforma, o imóvel adquiriu configuração de loft. A calha metálica conduz as instalações e a iluminação, planejada para enfatizar os elementos estruturais que servem de contexto para o mobiliário e as obras de arte. Em primeiro plano, sobre a mesa de jantar da Forma, luminária pendente da Lumini Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A suíte do filho nasceu da junção da cozinha com a lavandeira e a despensa da planta original do apartamento. Encostado à coluna estrutural, o tubo de zinco que guarda as instalações. O quarto tem o forro de gesso, piso com acabamento de epóxi e porta de correr Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
No banheiro da suíte principal, perceba a presença da calha metálica acomodando elétrica, hidráulica e embutindo a iluminação. Ao fundo, mais uma proposta incomum: a ligação com o serviço através da porta no chuveiro Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Mármore piguês, epóxi e deck de madeira no piso foram os materiais usados no banheiro da suíte principal. Os boxes de vidro fosco dividem a área do vaso e do chuveiro Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A varanda percorre a área que corresponde ao estar. As portas de correr de vidro promovem a integração das áreas, enfatizada pela continuidade promovida pela aplicação do mesmo material de revestimento (pastilhas de vidro) no piso e também no guarda-corpo Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
No canto do estar, poltronas Charles Eames, sofá de couro da Dpot, e mesa de centro revestida de espelho da Érea Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Obras de Leonilson ressaltam-se sobre o concreto do volume e das colunas. O tubo de zinco por onde passam as instalações elétrica e hidráulica contrasta com a rusticidade do concreto Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A varanda percorre a área que corresponde ao estar. As portas de correr de vidro promovem a integração das áreas, enfatizada pela continuidade promovida pela aplicação do mesmo material de revestimento (pastilhas de vidro) no piso e também no guarda-corpo Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Com a reforma, o imóvel adquiriu configuração de loft. A calha metálica conduz as instalações e a iluminação, planejada para enfatizar os elementos estruturais que servem de contexto para o mobiliário e as obras de arte Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
No canto do estar, poltronas Charles Eames, sofá de couro da Dpot. A laje nervurada aparece refletida na mesa de centro com tampo de espelho da Érea Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Vista do quarto para o banheiro, instalado no espaço que era de um quarto. A placa de vidro fosco faz a separação do closet Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A porta de correr de madeira preserva a intimidade, quando necessário. Aqui, repete-se o recurso da iluminação distribuída pela calha metálica. Banco e criados-mudos foram desenhados pela arquiteta Cristina Bozian Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
O quarto e o banheiro estão ligados pelo vão e a calha que atravessa os dois ambientes. Ao lado da janela, obra feita de concreto por Anna Maria Maiolino Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
Quem entra no apartamento é recebido pelo autorretrato da polêmica artista plástica serva Marina Abramovic, e a coluna cilíndrica de concreto aparente destacada pela iluminação Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
No canto do estar, poltronas Charles Eames, sofá de couro da Dpot, e mesa de centro revestida de espelho da Érea. Ao fundo, poltrona luminária. As esquadrias, que já haviam sido trocadas em uma reforma feita no edifício, receberam vidro duplo anti-ruído Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
A ligação entre os ambientes também acontece por meio da calha metálica que embute a iluminação e as instalações. O projeto preservou o piso de pastilhas de vidro que reveste o estar e a cozinha. O piso dos outros ambientes foi revestido com epóxi Maira Acayaba / DivulgaçãoMais
O edifício tem apartamentos de um pavimento, dúplex e triplex. Acima, a planta dos apartamentos 81 e 82, de cobertura: o 81, à esquerda é triplex, com um escritório no 7º piso, o programa de moradia (duas suítes, living, lavabo, cozinha) no 8º, e terraço na cobertura. O 82, à direita, tem três suítes, living, lavabo e cozinha no 8º e terraço na cobertura Arte UOLMais
Planta do pavimento superior do apartamento do tipo "casa", instalado no térreo. Nesse piso ficam apenas as duas suítes. O restante do pavimento é ocupado pelo apartamento do zelador, e por áreas comuns Arte UOLMais
Os terraços de cobertura dos apartamentos 81 e 82 do edifício Ourânia, na zona oeste de São Paulo Arte UOLMais
Planta do apartamento do tipo "casa", no pavimento térreo. Trata-se de uma unidade dúplex Arte UOLMais