Incêndio mata 10 pessoas em asilo no Chile

Santiago do Chile, 6 abr (EFE).- Nove idosos e uma cuidadora morreram neste domingo em uma cidade do sul do Chile, devido a um incêndio que destruiu o asilo em que moravam, informou a imprensa local.

A emergência teve início pela manhã e, em poucos minutos, o fogo consumiu totalmente a construção de madeira de dois andares, localizada em Reumén, no município de Paillaco, cerca de 1.700 quilômetros ao sul da capital.

Segundo informou ao site "Emol", o major da Polícia Milton Esparza, a casa de repouso abrigava 12 idosos e uma cuidadora. Deles, apenas três idosos conseguiram escapar.

O major contou que, até o momento, foram localizados seis corpos, mas ainda serão removidos os escombros e a equipe do Laboratório de Criminalística de Carabineiros deve entrar no estabelecimento para fazer a perícia.

O militar detalhou que, devido à idade avançada, alguns dos idosos que permaneciam na casa estavam prostrados ou tinham limitações para andar.

Sobre a condição dos três idosos que sobreviveram, acrescentou que foram levados ao hospital local, onde se constatou que não apresentavam lesões.

O chefe policial denunciou que a ausência de uma rede de água no setor dificultou os trabalhos dos bombeiros para controlar as chamas.


Últimas notícias Ver mais notícias