Professores estaduais entram em greve no Tocantins

Do UOL, em São Paulo

Os professores da rede estadual do Tocantins entraram em greve nesta segunda-feira (24). A rede tem 538 escolas que atendem 180 mil alunos. Atualmente são 5.400 professores efetivos em sala de aula.

A greve foi decidia em assembleia realizada na última terça-feira (18) pela categoria.

Os professores pedem, entre outras coisas, a aprovação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, correção e reajuste salarial, eleição direta para a direção de cada escola e municipalização das séries iniciais.

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado da Educação e Cultura disse que ainda não concluiu o levantamento sobre quantas unidades aderiram à greve no primeiro dia de paralisação.

A pasta informou que as escolas atingidas pela greve terão que repor as aulas perdidas, o que será organizada por cada unidade de ensino.

Em nota, a secretaria disse ainda que está dialogando com o sindicato e que uma nova reunião está marcada para a próxima segunda-feira (31).

"Muitas das reivindicações do sindicato já tiveram encaminhamentos. As demais, como as relacionadas ao Plano de Cargos e Salários e progressões, estão sob análise da Secretaria de Estado da Administração, porque necessitam de estudos de impactos financeiro e administrativo que serão apresentados na reunião já marcada para o próximo dia 31", disse a secretaria.


Últimas notícias Ver mais notícias