Marcelinho chora após eliminação e avisa: "ninguém vai me fazer parar"

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Sportv

    Marcelinho chora após eliminação na Superliga

    Marcelinho chora após eliminação na Superliga

Vice-campeão olímpico em Pequim 2008, o levantador Marcelinho chorou após a derrota do Vivo/Minas para o RJX na semifinal da Superliga. Líder do time mineiro, o jogador de 38 anos criticou as pessoas que tentaram o aposentar antes da hora.

"Isso aqui é minha vida, meu trabalho, tenho uma paixão enorme, lugar que me sinto mais a vontade é aqui. Enquanto tiver condição, paixão por treinar, por trabalhar, me preparar para jogar neste nível, vou jogar. Ninguém vai me fazer parar de jogar, eu vou decidir a hora que tenho de parar", falou o atleta ao Sportv.

Marcelinho também deixou claro que ele pode atuar de igual para igual com qualquer rival no vôlei mundial.

"Falaram Superliga inteira que eu tenho 38 anos, e realmente tenho 38 anos. Mas ainda consigo jogar de igual para igual com qualquer levantador do mundo. Isso é motivo de orgulho muito grande. Estou muito feliz por participar de um campeonato tão difícil", disse Marcelinho.

Além da medalha de prata com a seleção, Marcelinho também tem em seu currículo cinco títulos da Liga Mundial. O atleta ainda foi eleito melhor levantador da Superliga nas temporadas 1996/1997 e 1998/1999.

Vôlei
Vôlei

Últimas notícias Ver mais notícias