Filha de Renato Gaúcho tem fotos nua vazadas após roubo de celular

Do UOL, em São Paulo

Carol Portaluppi, filha do técnico e ex-jogador Renato Gaúcho
Carol Portaluppi, filha do técnico e ex-jogador Renato Gaúcho

A filha de Renato Gaúcho, Carol Portaluppi, aparece nua em fotos que vazaram na internet na tarde desta segunda-feira. A assessoria de imprensa da modelo confirmou que, de fato, as fotos são de Carol, e declarou que ela teve seu celular roubado na sexta-feira, no Rio de Janeiro. 

Para defender Carol, a família contratou um advogado especialista em crimes de internet para tentar identificar o responsável pelo vazamento das fotos e tomar medidas cabíveis contra ele.  Um boletim de ocorrência foi registrado por Carol na sexta-feira à noite, pouco depois do roubo, ocorrido na Zona Sul do Rio.

"A respeito das fotos íntimas da nossa cliente Carolina Portaluppi que estão circulando na internet, nós, da assessoria de imprensa da modelo gostariamos de esclarecer que a mesma teve o seu telefone Iphone roubado na noite da última sexta-feira, 06, na Zona Sul do Rio de Janeiro, e logo depois foi surpreendida com as suas fotos circulando nas redes sociais. Um advogado já foi contatado pela família, e está tomando as medidas cabíveis. Uma vez identificado o responsável, Portaluppi pretende processar no nível criminal e no cível, por danos morais", diz o comunicado. 

Em uma das fotos, a filha do técnico do Grêmio aparece completamente nua e segurando um copo. A foto mostra Carol com curativos em volta dos seios, possivelmente após ter feito uma cirurgia para colocar silicone no começo de agosto. 

"Coloquei silicone nos seios sim. Era algo que estava me incomodando, então resolvi colocar. Ficou bem natural. Foi sutil a transformação, mas, para mim, fez toda diferença. Adorei o resultado", falou a morena na época, em entrevista ao UOL Esporte.

Em 2012, a presidente Dilma Rousseff sancionou a chamada "Lei Carolina Dieckmann", contra crimes de internet. O projeto foi apresentado no fim de 2011, depois que a atriz global passou uma situação semelhante à que Portaluppi tem sofrido.

A lei fala em crimes de 'invasão de dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores", e prevê detenção de três meses a um ano, além de multa.

A Lei Carolina Dieckmann começou a vigorar no dia 02 de abril deste ano.

BOLETIM DE OCORRÊNCIA REGISTRADO POR CAROL APÓS ROUBO DE CELULAR

  • Divulgação

Últimas notícias Ver mais notícias