Reservas do Botafogo perdem para Friburguense e se complicam no Carioca

Do UOL, no Rio de Janeiro

A estratégia do Botafogo de colocar o seu "time B" para disputar o Campeonato Carioca – enquanto os reservas se concentram na Copa Libertadores – gera problemas para o clube. Na tarde deste sábado, os reservas alvinegros mostraram pouca velocidade, muito desentrosamento e sofreram novo tropeço no Estadual. Eles complicam a situação da equipe no torneio. Por 1 a 0 e com direito a falha do goleiro Renan, o Botafogo foi superado pelo Friburguense e já flerta com a zona de rebaixamento.

A única vitória do Botafogo no Carioca aconteceu quando os titulares foram a campo. Em uma espécie de teste para a Libertadores, o time principal bateu o Madureira na quarta rodada. Com cinco pontos em seis jogos disputados e na 12ª posição, o clube de General Severiano começa a se preocupar com a parte de baixo da tabela. Na degola, aparecem Audax e Duque de Caxias com dois. Com a vitória neste sábado, o Friburguense chega aos oito pontos e sobe na classificação.

Em busca de recuperação no Carioca, o Botafogo teve a primeira chance logo nos segundos iniciais. Em jogada de bola parada cobrada por Gegê, o Alvinegro assustou o goleiro do Friburguense. Mesmo melhor em campo, o time do técnico Eduardo Hungaro foi surpreendido. Em cobrança de falta, Bidu subiu livre e cabeceou. Renan falhou no lance e viu a bola entrar de maneira mansa em seu gol aos 11min.

O gol deixou o Botafogo adormecido. O time demorou, mas reagiu e passou a ter mais posse de bola a partir dos 25min. Gegê teve grande oportunidade em lance bem trabalhado com Elias, mas permitiu a defesa de Afonso. Daniel também chegou perto aos 37min, mas foi atrapalhado pelo goleiro adversário mais uma vez. Renato, Gegê e Elias também tentaram, mas não conseguiram empatar para o Alvinegro até o final do primeiro tempo.

A etapa final começou com o Botafogo em cima do Friburguense, e o goleiro Afonso em destaque novamente. Insatisfeito, Hungaro promoveu duas mudanças no meio-campo alvinegro para tentar deixar a equipe mais perigosa. Aos 16min, a equipe chegou muito perto.

Elias recebeu bola e, livre, tocou por cima do goleiro. A bola entrava, mas Zé Victor chegou a tempo para cortar em cima da linha e salvar o Friburguense. A partir de então, o Botafogo esqueceu a defesa para dar atenção total ao ataque na tentativa de atacar.

O Friburguense, por sua vez, desistiu dos contra-ataques e se fechou como pôde. A postura defensiva deu certo, já que o time da Região Serrana carioca conseguiu segurar as tentativas do Botafogo – desorganizadas nos minutos finais – e garantiu o triunfo.

BOTAFOGO 0 X 1 FRIBURGUENSE
 
Data e horário: 08/02/2014, às 17h (de Brasília)
Local: Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: João Ennio Sobral
Auxiliares: Michael Correia e Rafael da Silva Coimbra
Cartões amarelos: André Bahia (Botafogo); Cadão (Friburguense)
Gol: Bidu, aos 11min do primeiro tempo, para o Friburguense
 
BOTAFOGO
Renan; Alex, Dankler, André Bahia e Allano; Rodrigo Souto (Yguinho), Bolatti, Renato, Gegê (Sassá) e Daniel (Otávio); Elias.
Técnico: Eduardo Hungaro
 
FRIBURGUENSE
Afonso; Sergio Gomes (Zé Victor), Cadão, Bruno Leal e Flavinho; Bidu, Lucas, Marcelo e Jorge Luiz; Ziquinha (Tojo) e Rômulo 
Técnico: Gerson Andreotti
 

Últimas notícias Ver mais notícias