As 10 piores frases ditas em entrevistas de emprego

Do BOL, em São Paulo

  • Thinkstock

Todo mundo já experimentou aquela sensação estranha de saber que algo não vai bem durante a entrevista de emprego. Talvez seja a expressão no rosto do recrutador ou até mesmo a maneira como reagem ao que é falado. Erros comuns incluem falar mal do antigo emprego, não fazer uma pesquisa adequada sobre a nova empresa, não conhecer direito a vaga ou até mesmo falar demais.

O site internacional de empregos "Careerbuilder.com" publica uma lista anual com 10 erros cometidos em entrevistas, incluindo pedidos de carona ao final da avaliação profissional. Confira alguns deles:

1 - "Me perdoe, me atrasei pois estava brigando com meu marido. Isso acontece sempre"

A executiva e coach de gestão de carreira Lisa Chenofsky disse que após uma breve conversa com a candidata fora da sala já soube que não poderia contratá-la, mesmo tendo um ótimo currículo. A candidata falou sobre as diversas brigas familiares e que chegava atrasada ao antigo emprego por esse motivo.

2 - "Estou num programa de gerenciamento de raiva porque bati em um ex-colega de trabalho"

Um candidato justificou que, por causa de seu problema de convívio com outras pessoas, precisaria encontrar um emprego para atuar em sua casa. De acordo com os especialistas, os problemas de caráter, principalmente agressividade, devem ser omitidos em entrevistas.

3 - "Bem, você também é bonita"

Primeiramente, o candidato flertou com a funcionária que o entrevistava. Ela então foi à sala de sua supervisora, Winnie Anderson, explicar que não continuaria a entrevista por estar desconfortável com a situação. Quando Winnie assumiu o controle e disse que não seria possível contratá-lo por ter convidado sua funcionária para um encontro, ele disse: "Bem, você também é bonita". Esse tipo de comportamento é inaceitável durante uma entrevista de emprego.

4 - "Meu antigo chefe era um monstro, e isso me marcou emocionalmente"

O orientador profissional Ray Cohen, também autor de "The Wall Street Professional's Survival Guide", conta que teve um cliente que chegou a uma entrevista falando mal de seu antigo chefe e que realmente teve uma péssima relação no antigo emprego, porém o especialista alerta que, durante uma entrevista, o candidato deve se atentar a falar apenas sobre suas qualidades profissionais, pois o recrutador não está a fim de escutar os seus problemas, apenas quer saber sobre a aptidão para assumir a vaga.

5 - "Isso é porque eu tomei um calmante"

Durante uma entrevista, o especialista em gestão de carreira Chenofsky Singer avaliou uma candidata que falava extremamente devagar. Ele questionou se ela sofria de algum problema de saúde e sua justificativa foi a ingestão de um calmante antes da entrevista, para evitar o nervosismo. Tomar medicamento antes de entrevistas só é necessário em casos recomendados pelos médicos, pois os efeitos podem comprometer o desempenho pessoal do candidato.

6 - "E esse outro cara que você está entrevistando? Pense duas vezes"

Ao saber que um conhecido concorria à mesma posição de emprego, o candidato teve uma conduta imprópria, quando deveria ser imparcial ao fato. Os especialistas advertem que essa postura pode ser negativa por mostrar mais competitividade do que deveria.

7 - "Só um pouco de coceira"

Durante um recrutamento para a vaga de diretor de vendas, Dany Bourjolly Smith entrevistou um candidato com currículo exemplar e estava feliz em falar com ele pessoalmente. "Eu estava muito feliz com o candidato, ele estava dizendo todas as coisas certas, mas de repente ele colocou o dedo dentro de sua meia e não parou de coçar o calcanhar. Fiquei pensando se ele fez aquilo durante uma entrevista para vaga de diretor o que não faria em frente aos clientes da empresa".

8 - "Eu tranquei um doente mental em um quarto para lhe ensinar uma lição"

"Há alguns anos fui contratado por uma organização sem fins lucrativos que prestava serviços a desabrigados, e precisava encontrar um diretor para a instituição. Um dos entrevistados me falou que havia trancado um doente mental dentro de uma sala porque se recusou a sair da biblioteca. O mais triste foi ele dizer que não entendeu por qual motivo não foi contratado", disse Bruce Hurwitz, autor do "A Hooker's Guide to Getting a Job: Parables from the Real World of Career Counseling and Executive Recruiting".

9 - "Desculpe, estou tendo uma onda de calor"

O orientador profissional Ray Cohen comentou que certa vez uma cliente que estava na menopausa e no meio de uma entrevista começou a sentir calores. "Ela se explicou ao recrutador, começou a tirar a blusa e ficou se abanando". O profissional ainda orienta que esse tipo de comentário não deve ser feito em entrevistas e quem sofre de problemas parecidos deve usar roupas leves durante a ocasião e ser o mais discreto possível.

10 - "Ele morreu em uma negociação de drogas"

Holly Wolf, que é atualmente diretor de marketing do Banco Conestoga, na Pensilvânia, atuou como recrutador de uma clínica de emergência e, ao entrevistar uma excelente candidata para o cargo de enfermeira, ela explicou ao final da conversa que estudou enfermagem após o marido falecer pois queria ser um bom exemplo para suas filhas. "Tenho certeza de que seu marido está muito orgulhoso de você e que é um exemplo ótimo para suas filhas", disse Wolf. Então a candidata respondeu: "Ele realmente não era um bom modelo para nossas crianças. Ele foi morto durante uma negociação de drogas que não deu certo". Evite falar sobre perda de parentes e amigos em entrevistas profissionais; caso o assunto apareça, seja breve e não entre em muitos detalhes.

(Com informações do "FINS")


Últimas notícias Ver mais notícias