13 possíveis explicações para superstições populares

do BOL

Reprodução/bigstairs
Reprodução/bigstairs

1

Pendurar uma ferradura

As ferraduras passaram a ser penduradas na porta durante a Idade Média, quando as pessoas acreditavam que as bruxas evitavam os cavalos e qualquer símbolo ligado a eles
Reprodução/7-themes
Reprodução/7-themes

2

Fugir de gato preto

No Egito antigo, gatos representavam boa sorte, mas isso mudou quando o rei inglês Carlos 1º declarou que a morte de seu gato significava o fim de sua sorte. Por esse motivo tem gente que foge de gato preto
Reprodução/desinema
Reprodução/desinema

3

Abrir guarda-chuva dentro de casa

Abrir um guarda-chuva dentro de casa passou a ser considerado símbolo de má sorte na época vitoriana, quando eram comuns os ferimentos causados pelo mecanismo de abertura dos guarda-chuvas
Reprodução/carmenwardvillota
Reprodução/carmenwardvillota

4

Espelho quebrado

Na Grécia antiga praticava-se a catoptromancia, adivinhação através de espelhos. Se o reflexo de alguém estivesse distorcido, era sinal de problemas. Este é o motivo de se considerar que um espelho quebrado traz azar. O tempo da maldição, sete anos, vem dos romanos, que acreditavam que as pessoas passam por ciclos de sete anos alternando boa saúde e doença
Reprodução/1370wfea
Reprodução/1370wfea

5

Passar por baixo da escada

Uma escada apoiada na parede forma um triângulo, e essa forma geométrica era considerada sagrada no Egito antigo. Por isso, ninguém passava por baixo
Reprodução/Reference
Reprodução/Reference

6

Bater na madeira

Bater na madeira para evitar acontecimentos desagradáveis pode ter surgido do hábito de se tocar um crucifixo ao fazer uma promessa
Reprodução/haydensferryreview
Reprodução/haydensferryreview

7

Trevo de quatro folhas

Encontrar um trevo de quatro folhas é sinal de sorte desde que os celtas atribuíam poderes à planta, usada para afastar o mal. Porém, não se conhece a origem deste mito
Reprodução/wallpapersafari
Reprodução/wallpapersafari

8

Fazer um desejo

Segundo a tradição, o astrônomo Ptolomeu teria dito que as estrelas cadentes simbolizam os deuses olhando para a Terra. Daí surgiu o costume de se fazer desejos ao avistar uma estrela cadente
Reprodução/wendytravels
Reprodução/wendytravels

9

Jogar moeda na fonte

Jogar moedas em fontes para ter prosperidade é um hábito que vem desde os antigos romanos e que seguiu com os celtas. Acredita-se que era uma forma de apaziguar os deuses da água
Reprodução/wiikends
Reprodução/wiikends

10

Velas no bolo

Os gregos antigos já usavam bolos para comemorar aniversários, e costumavam colocar sobre eles uma vela em forma de lua, em honra da deusa Artemis. Esta teria sido a origem das velas usadas atualmente nos bolos para dar sorte ao aniversariante
Reprodução/mattalltrades
Reprodução/mattalltrades

11

Cocô de passarinho

Alguns acreditam que ser alvo de cocô de passarinho é um sinal de boa sorte. Os historiadores acreditam que isso se deva à ideia de que, depois do mal, sempre vem o bem
Reprodução/Wikipedia
Reprodução/Wikipedia

12

Aliança no quarto dedo

O anel de casamento é usado no quarto dedo da mão esquerda porque os romanos acreditavam que existia uma veia que ligava esse dedo diretamente ao coração, a vena amoris. Porém, hoje sabe-se que todos os dedos têm a mesma estrutura venal, e há quem diga que a história do coração é puro marketing
Reprodução/citi
Reprodução/citi

13

13

O medo do número 13 tem origem na mitologia nórdica, que conta que 12 deuses estavam em um jantar quando Loki, deus da discórdia e do mal, apareceu por lá e causou a morte de um deles, Balder
Fonte: ${list.fonte_lista}