Confira 10 curiosidades de bastidores e gravações de filmes clássicos

Do BOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Tim Robbins "conversa" com um corvo em "Um Sonho de Liberdade" (1994)

    Tim Robbins "conversa" com um corvo em "Um Sonho de Liberdade" (1994)

Surpresas, ferimentos graves, hora da oração e camaradagem entre atores: muitos são os detalhes que compõem os bastidores e filmagens de grandes obras do cinema.

Confira a seguir uma seleção de 10 curiosidades de filmes famosos, de "O Poderoso Chefão" a "O Diabo Veste Prada".

Veja também:

*** ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS ***

Só filmaço!

"O Poderoso Chefão" (1972)

Em "O Poderoso Chefão", o ator John Marley interpreta um diretor de cinema que é ameaçado pela família mafiosa Corleone. Um belo dia, o cineasta acorda e vê a cabeça decepada de seu cavalo predileto em sua cama. O grito de susto de Marley foi bastante real na cena, isso porque o diretor do filme, Francis Ford Coppola, decidiu usar uma cabeça de verdade na filmagem, ao contrário dos ensaios com cabeças falsas. A cabeça do pobre animal foi adquirida em uma fábrica de alimentos para cães
Reprodução
Reprodução

"Rocky 4" (1985)

Sylvester Stallone queria muito que as lutas de boxe encenadas em "Rocky 4" parecessem reais ao máximo, então trocou socos de verdade com Dolph Lundgren. Mas o grandalhão que representava o impiedoso boxeador soviético Ivan Drago foi longe demais e chegou a machucar pra valer Stallone, que teve que ficar quatro dias tratando um ferimento no peitoral após tomar um cruzado de direita

"O Exorcista" (1973)

Cinéfilo ou não, com certeza você já ouviu falar de "O Exorcista", aquele filme em que uma jovem possuída por um demônio gira a cabeça em 360 graus e simula atividade sexual com um crucifixo. Você também já deve ter ouvido falar que Linda Blair, a atriz que interpreta a garotinha, morreu durante as filmagens. Mas isso é boato*. No entanto, o que não é boato é que o diretor William Friedkin constantemente convocava um padre ou reverendo para benzer os atores e o set de filmagem. É aquela coisa: não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem!

*Na verdade, a atriz mirim que morreu na época em que participava de um filme de terror foi Heather O'Rourke, de "Poltergeist", que sofreu um choque séptico aos 12 anos, dias após terminar as gravações do filme
Reprodução
Reprodução

"Um Sonho de Liberdade" (1994)

O ator Tim Robbins estudou cuidadosamente as reações do corvo Jake, pássaro que contracenou com ele em "Um Sonho de Liberdade". Robbins chegou a cronometrar sua própria fala durante a cena na biblioteca, quando Andy procura pelo personagem Brooks, tentando calcular o momento exato em que o corvo grasnasse. De improviso, o ator mandou um "Ei, Jake. Onde está Brooks?", dando continuidade à cena após o bicho grasnar, como se estivesse "conversando" com o corvo
Reprodução
Reprodução

"Clube da Luta" (1999)

O personagem Tyler Durden (Brad Pitt) aparece quatro vezes em flashes subliminares antes de conhecermos ele de fato, quando ele se "apresenta" ao personagem principal, vivido por Edward Norton
Reprodução
Reprodução

"Pulp Fiction" (1994)

A clássica cena em que Vincent (John Travolta) espeta uma seringa de adrenalina com toda a sua força no peito de Mia (Uma Thurman), tentando salvar a loira de uma overdose, foi gravada com Travolta puxando a seringa. Depois, o diretor Quentin Tarantino só teve que rodar a cena de trás para a frente
Reprodução
Reprodução

"Armageddon" (1998)

O filme estrelado por Bruce Willis mostra um grupo de malucos especialistas em perfuração que recebe a difícil missão de perfurar e explodir um asteroide no espaço sideral antes que ele inevitavelmente se choque com o planeta Terra. A curiosidade é que a NASA (agência espacial americana) exibiu o filme em um famoso teste de seu programa de treinamento de novos talentos. Os funcionários tinham que detectar o maior número de erros possível. Mais de 160 erros considerados grosseiros foram identificados no filme
Reprodução
Reprodução

"O Pianista" (2002)

Para viver o pianista judeu Wladyslaw Szpilman, perseguido na Polônia durante a Segunda Guerra Mundial, o ator Adrien Brody vendeu seu carro e apartamento para viver uma "sensação de perda" e, assim, interpretar o papel adequadamente

"Náufrago" (2000)

Tom Hanks deixou de se exercitar e ficou um tempo com a postura atarracada para viver seu personagem em "Náufrago". Na segunda etapa, a produção do filme foi interrompida por 1 ano para que o ator conseguisse perder cerca de 22 kg

"O Diabo Veste Prada" (2006)

No primeiro dia de filmagem, a atriz Meryl Streep, que vive a tirânica Miranda Priestly em "O Diabo Veste Prada", disse para Anne Hathaway: "Eu acho você perfeita para o papel. Estou muito feliz por estarmos trabalhando juntas". Em seguida, Meryl "encarnou" sua personagem e disparou: "Essa é a última coisa legal que eu vou dizer para você". Viver tão intensamente o papel da megera valeu para Meryl uma indicação ao Oscar