De palavrão a machadinha, relembre as brigas famosas de João Gordo

do BOL

  • Lucas Lima/UOL

Completando 54 anos nesta terça-feira (13), o apresentador já fez revelações para lá de bombásticas sobre seu passado. "Era ao vivo, um programa infantil do inferno. Nessa época eu estava loucão, chegava no programa virado de balada, falando '...', sem controle nenhum. Eu ia pro Love Story [casa noturna paulistana], ficava lá a noite toda e chegava às 3 da tarde na MTV, de mão dada com uma '...', louco de ecstasy, de ácido e de pó. Era por isso que eu bebia tanta água no programa! Mas o programa fez um '...' sucesso. Lembro que o André Vaisman, que foi um dos melhores diretores que a MTV teve, adorava o programa, ele viu o potencial do louco. Eles me deixavam solto, não tinha texto", disse à revista Rolling Stones ao comentar sobre um de seus programas, "Garganta e Torcicolo".

Como dá para perceber só pelo trecho acima, o apresentador não faz o perfil comedido. Esquentadinho, aliás, é apelido carinhoso para ele, que também é vocalista da banda Ratos do Porão. João Gordo já protagonizou brigas icônicas, que são lembradas até hoje. Com um gênio para lá de forte, ele não leva desaforo para casa e desafia qualquer famoso para a briga sem pensar nas consequências. Leia mais

1

Dado Dolabella

Em 2003, o ator foi o convidado especial do programa que João Gordo apresentava na MTV, o "Gordo a Go-Go". Na época, a falta de imagens fez com que várias versões sobre o acontecimento fossem criadas, porém três anos depois, a emissora resolveu divulgar o vídeo do desentendimento, o que desagradou o apresentador: "Para mim, isso é dar mais espaço ao idiota do Dado Dolabella. F...-se MTV, f...-se Dado Dolabella", criticou em entrevista à Folha de S.Paulo. Na briga em questão, João iniciou o programa provocando o convidado comentando sobre o rótulo de ex-global e ironizando o nome do CD que Dado estava lançando na ocasião. Para revidar, o filho de Pepita Rodrigues retirou um porrete, uma corrente e uma machadinha de dentro de uma maleta, enquanto declarava que João Gordo havia traído o movimento punk. A partir daí foi só baixaria. O cantor quebrou a mesa do apresentador com a machadinha, os dois se xingaram, se empurraram e se ameaçaram enquanto Dado empunhava o porrete e a machadinha, e João soltava palavrões segurando a corrente. Depois do acontecido, o ator optou por ignorar o assunto, enquanto o apresentador soltou farpas inúmeras vezes a respeito do rival, inclusive quando Dado estava na final do reality show "A Fazenda", da Record: "Como um vilão ganha 1 milhão? Só porque o cara é bonito? Com aquela treta, eu vou odiá-lo pro resto da minha vida. Quero que ele se f...", disse ao Fuxico. Leia mais
Roberto Setton/UOL - 11/10/2010
Roberto Setton/UOL - 11/10/2010

2

Max Cavalera

O músico brigou com o apresentador ao vir para o Brasil em 1998 com a banda Soulfly. Antes, Max era membro do Sepultura, banda irmã do Ratos do Porão, de João Gordo, sendo que ambas surgiram na mesma época e tocaram juntas diversas vezes. Porém, depois da ruptura de Max com a banda, João Gordo foi chamado por Iggor Cavalera, irmão mais novo de Max que permaneceu no Sepultura, para fazer a música "Reza". O ex-integrante, que mantinha a amizade com o líder do Ratos do Porão, não encarou a situação nada bem. "O Max achou que eu fiz ['Reza'] para ele, pois ele andava todo místico nessa época. O cara tomou a minha participação no Sepultura como uma traição e cortou relações comigo de um modo bem traumático. Na MTV, ele virou a cara pra mim, me chamaram de Judas e aquele filho da p... do Rapadura, que era baixista do Soulfly, veio com um papo furado, tipo 'por que você fez isso?', 'por que você ficou do lado deles?'. Eu fiquei chocado, bastante triste e com muita raiva. Fui ingênuo em pensar que gravar aquele som não pegaria nada, mas não há nada que o tempo não cicatrize. Eu amo o cara", desabafou em entrevista para a revista virtual Hell Divine
Dennys Motta
Dennys Motta

3

Chorão

João Gordo também já definiu a relação com o ex-líder da banda Charlie Brown Jr., morto em 2013, como "conflituosa". Segundo o apresentador relatou em entrevista à rádio Jovem Pan, os dois chegaram a trocar socos. João afirmou que depois de ter feito uma crítica à banda de Chorão, o vocalista tentou intimidá-lo durante um VMB, premiação da emissora MTV. "Eu estava com uma sopa e empurrei. Ficou um clima horrível entre a gente", relembrou. Porém, eles fizeram as pazes depois de um dia, Chorão ter contado emocionado que por causa de João Gordo havia jogado toda a coleção do Ratos de Porão fora. "A partir daí, fiquei amigo do cara", pontuou o polêmico apresentador

4

Sérgio Mallandro

Convidado do programa "Gordo a Go-Go", Sérgio Mallandro também se desentendeu com o apresentador, que, depois de várias ameaças e de ter jogado um objeto no humorista, resolveu se levantar dando a entender que partiria para cima do entrevistado. Os dois tiveram que ser apartados pelo palhaço Bozo, que também esteve presente na condição de convidado, mas, na verdade, passou o tempo todo tentando apaziguar os ânimos dos outros dois. Os dois se acertaram depois do episódio e João até entrevistou Mallandro novamente

5

Marcelo Camelo

A briga, na verdade, foi em tom de brincadeira, mas aconteceu após o vocalista da banda convidada, Los Hermanos, ainda em início de carreira, afirmar que "Ramones é uma porcaria". Além de desagradar o telespectador que participava ao vivo pelo telefone, Marcelo conseguiu causar a revolta do apresentador do programa, que o expulsou dali. Mesmo pedindo para ficar, o vocalista escuta a recusa de Gordo diversas vezes
Marcus Leoni/Folhapress
Marcus Leoni/Folhapress

6

Lobão

O cantor e João Gordo não chegaram a protagonizar uma briga, mas, sem papas na língua, o vocalista do Ratos de Porão já fez críticas pesadas a Lobão em entrevista ao programa "Pânico", da rádio Jovem Pan, em fevereiro deste ano. "Eu o respeitei muito. Já o achei muito inteligente [...] Sabe o que eu acho? Acho que ele cheirou tanto pó que ficou louco para sempre", afirmou Gordo
Reprodução/TV Globo
Reprodução/TV Globo

7

Caetano Veloso

A história com Caetano Veloso também não foi propriamente uma briga, mas pegou muito mal para João Gordo, que sempre afirmou detestar MPB. Certa vez, em conversa por telefone com um telespectador em seu programa, foi questionado sobre qual seria a salvação do rock, respondendo na lata: "Acho que é mandar matar o Caetano Veloso". Apesar de ter sido uma brincadeira, o caso gerou bastante polêmica e foi muito criticado. O próprio baiano reclamou com a MTV e a emissora exigiu que João Gordo fizesse uma retratação