Dez famosas que denunciaram o uso de Photoshop em suas fotos

do BOL

A conscientização e o empoderamento feminino têm cada vez mais colocado em xeque as imposições de padrões de beleza, exaltando os corpos naturais. Algumas famosas sofreram com alterações de suas imagens sem autorização e fizeram questão de expor as situações para o público, exaltando a beleza real e questionando a suposta perfeição, que as próprias modelos das imagens são incapazes de atingir.

Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

1

Lili Reinhart

O mais recente caso aconteceu com a atriz da série "Riverdale", que resolveu denunciar o caso em seu Instagram. "Não altere os nossos corpos", escreveu ela compartilhando uma montagem que mostra a imagem em que aparece na capa da revista "Cosmopolitan" das Filipinas (dir.) e uma foto original, sem retoques, com uma cintura natural e maior do que a divulgada pela publicação. Leia mais
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

2

Camila Mendes

A colega de elenco da série "Riverdale" também teve a imagem alterada, conforme divulgou Lili Reinhart. Depois de apontar a própria imagem manipulada, Lili mostrou edição similar na foto de Camila Mendes pela revista "Cosmopolitan" da Filipinas (dir.). "Camila e eu temos nos esforçado muito para nos sentirmos confiantes e confortáveis com o corpo que temos. É uma batalha diária. E ver nossos corpos tão distorcidos por uma ferramenta de edição é um exemplo perfeito dos obstáculos que ainda temos que superar. Nossa batalha está apenas começando. Somos muito poderosas, bonitas e fortes... Não vamos nos esconder atrás do Photoshop para sermos enquadradas nos padrões de beleza. É por isso que estou criticando a Cosmopolitan Filipinas. É triste saber que vocês acharam que nossos corpos precisavam ser modificados. Camila e eu somos muito bonitas. E vocês não podem nos 'consertar'", escreveu a atriz no Instagram. Leia mais
Reprodução/Instagram @lateciat
Reprodução/Instagram @lateciat

3

La'Tecia

No final de janeiro, a modelo plus size australiana não gostou de um ensaio em que suas fotos foram alteradas digitalmente e comentou o caso no Instagram, compartilhando imagens com e sem edição para que os seguidores pudessem comparar os resultados. "O que você vê online e nas mídias sociais não é sempre a verdade completa. Neste caso, eu não consigo nem me comparar comigo mesma! E se nem eu consigo alcançar os padrões das imagens editadas (o que é absurdo, porque sou eu nas fotos!), só consigo imaginar o impacto que isso pode causar em outras mulheres. Eu acho que os meus braços grandes, celulite e pneus nas costas estão ok na foto natural. Eu não consigo controlar o que outras pessoas fazem com as minhas imagens, mas sempre quero me manter verdadeira na minha página. Eu acho que as duas versões estão lindas, mas é importante ser verdadeira com você mesma. Não é preciso ter uma certa aparência para se apreciar e saber que você vale a pena", afirmou para seus mais de 700 mil seguidores. As fotos naturais são as que mostram La'Tecia de biquíni.
Reprodução/Instagram @ lupitanyongo
Reprodução/Instagram @ lupitanyongo

4

Lupita Nyong'o

A atriz não gostou nada da edição que a versão britânica da revista "Grazia" fez em sua imagem. No ano passado, ela usou as redes sociais para mostrar que a publicação resolveu remover parte de seu cabelo (esq.) a fim de enquadrá-lo "em uma noção mais eurocêntrica daquilo que é cabelo bonito". Lupita revelou estar "desapontada" com a revista, afirmando ainda abraçar "a herança natural e, apesar de ter crescido acreditando que pele clara e cabelo liso e sedoso eram os padrões de beleza, agora sabe que a pele escura e o cabelo encaracolado também são bonitos". A atriz, que conquistou o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2014, ainda disse que, caso "tivesse sido consultada", teria explicado que não pode "apoiar a omissão daquilo que é a herança nativa", acrescentando que "ainda há um caminho longo a percorrer para combater o preconceito inconsciente contra a complexão, estilo de cabelo e textura da mulher negra". Após a repercussão do caso, a publicação pediu desculpas
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

5

Manu Gavassi

Em 2016, a atriz e cantora usou suas redes sociais para criticar e incentivar o boicote a uma publicação da qual foi capa. Manu revelou que "quase não se reconheceu" nas fotos usadas pela revista "VIP" (esq.). "Não pareço uma garota real, pareço um boneco de cera. E se era pra eu me sentir bonita, poderosa e natural em uma capa dessas, eu me sinto o contrário", desabafou ela no Facebook. Com a ideia de mostrar sua real beleza, ela resolveu protagonizar outro ensaio sensual, dessa vez assinado pela fotógrafa Máqui Nóbrega, em que aparece com pouca maquiagem e sem nenhum retoque. "Pra mim, ser linda é acordar descabelada e se amar. É não precisar impressionar ninguém nem se desesperar pra se encaixar em padrões surreais", diz ela em um pedaço do depoimento que compartilhou junto com as novas fotos. Manu revelou ainda que, por muito tempo, se sentiu "um patinho feio" e, por isso, resolveu falar sobre os padrões irreais de beleza aos quais "desde criança, nós meninas somos submetidas": "Se eu não puder falar abertamente que esse tipo de padrão é uma mentira, é irritante e fora de moda, então não sei pra que eu tenho voz, nem seguidores. Já sofri muito com padrões. Não quero continuar passando essa mensagem", desabafou a famosa, que criou ainda a hashtag #MeSintoLindaComoSou
Reprodução/Instagram @emrata
Reprodução/Instagram @emrata

6

Emily Ratajkowski

A modelo e atriz resolveu mostrar as diferenças entre a imagem real (esq.) e a foto publicada pela revista "Madame Figaro", do jornal francês "Le Figaro". "Fiquei extremamente decepcionada ao ver meus lábios e seios alterados no Photoshop nesta capa. Espero que a indústria da moda finalmente aprenda a parar de tentar reprimir as coisas que nos tornam únicos e, em vez disso, comecem a celebrar a individualidade. Todos são, a sua forma, particularmente bonitos. Todos temos inseguranças sobre as coisas que nos tornam diferentes de um ideal típico de beleza. Eu, como muitos de nós, tento todos os dias trabalhar essas inseguranças", desabafou, mostrando a imagem publicada em que aparece com retoques na boca e nos seios (dir.)
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

7

Preta Gil

A cantora já viu várias de suas fotos serem alteradas digitalmente, mas, em 2014, resolveu colocar a boca no trombone ao publicar no Facebook uma imagem sua bastante editada na capa da "Moda Moldes" (dir.) ao lado da foto original (esq.). "Em estado de choque! Não tem como não me indignar, pois fiz as fotos para a capa dessa revista e a mesma foi publicada sem minha aprovação e do fotógrafo. O Photoshop foi feito por conta própria. Aí está o resultado! A foto original está linda, nem precisava de grandes ajustes. Pra que isso? Que vergonha!!! O trabalho de todos os profissionais envolvidos foi comprometido. Infelizmente, essa que está na capa da revista não sou eu!!!". A publicação lamentou o ocorrido e afirmou que a "imagem digital não é como a impressa": "Todo mundo deveria ter pego também a revista de papel para ver. A capa ganha uma aplicação de verniz especial, que a faz brilhar um pouco mais", explicou a editora
Reprodução/Revista Quem e Reprodução/Bored Panda
Reprodução/Revista Quem e Reprodução/Bored Panda

8

Rumer Willis

Em 2016, a filha de Demi Moore e Bruce Willis protagonizou um ensaio ao lado das irmãs Scout e Tallulah para a revista "Vanity Fair" (esq.). O resultado, no entanto, a deixou bastante chateada, e a jovem não poupou críticas à publicação em suas redes sociais. "Qualquer amigo meu ou fã que tenha publicado isso [foto], eu apreciaria que retirasse da internet. O fotógrafo 'photoshopou' meu rosto para que minha mandíbula parecesse menor e acho realmente ofensivo que alguém tente mudar o outro de forma tão drástica. Eu amo o jeito que sou e não vou apoiar ninguém que sente a necessidade de mudar a minha aparência para que eu me 'torne' bonita. Eles percebendo ou não, isso é uma forma de bullying, que eu não vou tolerar", desabafou
Reprodução/Delas e Reprodução/Instagram @meghan_trainor
Reprodução/Delas e Reprodução/Instagram @meghan_trainor

9

Meghan Trainor

A cantora é dona do hit "All About That Bass", música que usa justamente para criticar os padrões de beleza impostos: "Eu vejo as revistas abusando daquele Photoshop/ Sabemos que essa porcaria é uma ilusão/ Fala sério, faça isso parar/ Se você tem beleza, beleza, eleve-a", diz a letra da canção. Porém, em 2016, ao lançar o clipe de "Me Too", ela se viu no centro de uma polêmica ao aparecer com o corpo bastante editado na primeira versão divulgada (esq.). "Eu fiquei muito chateada, porque eu achei que eram os fãs que estavam fazendo Photoshop a partir de prints do vídeo, mas aí percebi que era o meu clipe mesmo. Eu liguei para os chefões da Vevo e disse: 'Tirem isso do ar'", contou ela em suas redes sociais, explicando a razão de ter deletado o vídeo pouco tempo depois. "Minha cintura não é tão fina assim, minha cintura estava ótima aquela noite, eu não sei por que eles não gostaram. Mas eu não aprovei aquele vídeo, e ele foi disparado para o mundo inteiro, eu estou envergonhada. Chorei a manhã toda. Eu os odeio. Eles me editaram como se não houvesse amanhã e estou tão farta disso. Estou farta! Por isso, decidi retirá-lo até que o corrijam"
Reprodução/Instagram @claudiaonline e Reprodução/Instagram @alewin71
Reprodução/Instagram @claudiaonline e Reprodução/Instagram @alewin71

10

Ana Hickmann

A apresentadora ficou inconformada com sua foto usada na capa da revista "Claudia" (esq.). Em 2015, quando o perfil da publicação compartilhou a imagem no Instagram, Ana aproveitou a oportunidade para comentar o post: "Gente!!! Essa não sou eu". O exagero no Photoshop usado no rosto da loira fez com que ela ficasse irreconhecível. Quem também não perdeu a oportunidade de dar pitaco na situação foi o marido da apresentadora, Alexandre Correa, que fez questão de publicar uma foto ao lado da esposa com a legenda: "Sem Photoshop". Leia mais