10 mistérios do mundo da música (nem tão misteriosos assim...)

Do BOL, em São Paulo

  • Divulgação

    Nova teoria da conspiração diz que Bob Marley foi morto pela CIA

    Nova teoria da conspiração diz que Bob Marley foi morto pela CIA

Mortes misteriosas, desaparecimentos suspeitos, rituais satânicos ou simples teorias da conspiração sem pé nem cabeça rondam as celebridades do mundo da música.

Veja também:

Confira 10 casos de músicos envolvidos em "enigmas" (a maioria nem tão inexplicáveis assim, mas que deixaram os fãs com a pulga atrás da orelha).

AP
AP

Tupac forjou a própria morte

Um dos maiores nomes da história do hip hop, Tupac Shakur foi morto aos 25 anos em um tiroteio em Las Vegas, em 13 de setembro de 1996. Além de desencadear uma guerra de gangues entre as costas Leste e Oeste dos Estados Unidos, o assassinato do rapper gerou várias teorias da conspiração. Uma delas diz que o rapper forjou a própria morte. Fãs na web apontam "evidências" dessa tese no álbum póstumo "The Don Killuminati: The 7 Day Theory", quando o rapper adotou o nome artístico Makaveli. Algumas delas: 1) para começar, o nome é inspirado no filósofo italiano Maquiavel, que acreditava em fingir a própria morte para enganar os inimigos; 2) uma frase no encarte do álbum diz "Exit - Tupac; Enter - Makaveli" ("Sai Tupac, entra Makaveli); 3) na música "Hold Ya Head", o rapper sussurra "Olhe, estou vivo"
AP Photo
AP Photo

Elvis não morreu

Morto em 16 de agosto de 1977, aos 42 anos, Elvis Presley é outro músico famoso vítima de teorias da conspiração, que começaram horas depois do anúncio de sua morte. Fãs acreditam que o "Rei do Rock" era refém de seu sucesso e estava de saco cheio da pressão e muitos compromissos, por isso decidiu forjar a própria morte e se esconder. Por mais que não haja evidências concretas que corroborem a teoria, "Elvis não morreu" virou praticamente um slogan e é dito até os dias de hoje
Divulgação
Divulgação

Marquei um 666

Com mais de 30 milhões de discos vendidos, Xuxa é um dos maiores fenômenos da música brasileira. No fim dos anos 90, se espalhou a lenda de que vários hits da "Rainha dos Baixinhos" faziam "evocação ao demônio". Para checar as "provas" segundo os adeptos dessa teoria, é só ouvir os discos de Xuxa ao contrário (vídeos na web tentam traduzir como ficam as músicas após serem ouvidas de trás pra frente). Alguns exemplos: 1) "Meu anjo é o diabo e o mundo merece esse amor" em trecho de "Meu Cãozinho Xuxo"; 2) "Eu confesso, sou de Exu e Exu reina", em "Marquei um X"
Avani Stein / Folhapress
Avani Stein / Folhapress

Música com "pegadinha"

Você já ouviu a música "Exagerado", de Cazuza? Em determinado trecho, o cantor faz uma declaração à pessoa amada: "Por você eu largo tudo, carreira, dinheiro e canudo". Muita gente acredita que Cazuza está falando de profissão, salário e diploma. No entanto, ele estava se referindo ao consumo de cocaína (dinheiro e canudo são itens que cocainômanos usam para consumir uma "carreira" da droga). Uma usuária do Twitter (@tristetristinho) conseguiu deixar claro a ingenuidade das pessoas diante desta correta interpretação da música quando comentou o fato na rede social e atingiu quase 3 mil retuítes e 15 mil "likes" em uma semana. "Tenho 30 anos e só percebi isso agora", foi um comentário comum no tuíte da moça
Rich Fury/AP
Rich Fury/AP

Keith Richards "imortal"

Guitarrista da banda Rolling Stones, Keith Richards é famoso por ter levado um estilo de vida regado a muito álcool, sexo e drogas durante grande parte de sua vida - sendo que alguns hábitos ele mantém ainda hoje, aos 74 anos. Tamanha resistência física diante de tantos abusos rendeu algumas teorias da conspiração, sendo que a principal delas aponta que ele fez um tratamento para "trocar" seu sangue. Keith desmentiu, mas a história persiste ainda hoje. Já um fato que ele admite é que médicos do mundo inteiro querem seu corpo para estudos. Ao site Whiplash, o guitarrista afirmou: "Aparentemente, eu tenho um sistema imunológico incrível. Eu como tudo que não posso. Empurro coisas terríveis para dentro de mim"
Divulgação
Divulgação

Bob Marley foi morto pela CIA

Recentemente, os rappers T.I. e Busta Rhymes compartilharam no Instagram uma teoria que diz que Bob Marley foi morto pela CIA (Agência de Inteligência dos Estados Unidos). O músico jamaicano morreu aos 36 anos, em 1981, com um tumor cerebral. De acordo com o site Billboards, a história compartilhada pelos rappers teria surgido no site de um ex-jornalista notório por criar teorias da conspiração. O motivo do interesse da CIA pelo músico é que ele supostamente estava "iniciando uma revolução social"
Reprodução
Reprodução

Obras sincronizadas

Circula na internet uma teoria que aponta uma conexão entre "The Dark Side of The Moon", álbum da banda Pink Floyd lançado em março de 1973, e o filme "O Mágico de Oz", de 1939. De acordo com o boato, há uma sincronia entre as músicas e as cenas do filme (o álbum deve começar a tocar aos 8 segundos, quando aparece o logo da MGM). Algumas coincidências que alimentam a teoria: 1) aos 4 minutos, o filme mostra a personagem Dorothy se equilibrando em uma cerca, enquanto o álbum toca a música "Breathe", com o trecho "equilibrado na maior onda"; 2) aos 8 minutos de filme, os despertadores da música "Time" tocam no momento em que Dorothy acorda no filme; 3) Batimentos cardíacos podem ser ouvidos no final da música "Eclipse", no exato momento em que, no filme, Dorothy tenta ouvir os batimentos do Homem de Lata, que não tem coração. A banda nega que o álbum foi inspirado no filme, mas que as coincidências entre as duas obras existem, existem
Reprodução
Reprodução

Pacto com o Satã

Apesar de várias bandas ao redor do mundo cultuarem o diabo em suas músicas, poucos músicos são tão associados ao "coisa ruim" quanto Robert Johnson. Nascido em 1911, o bluesman é acusado de ter feito um pacto com o Diabo para tocar bem. Satanista ou não, fato é que músicas como "Me And The Devil" ("Eu e o Diabo") ajudaram a turbinar a lenda. Johnson morreu aos 27 anos, em 16 de agosto de 1938, supostamente envenenado por um marido ciumento que colocou estricnina em um drink seu
Stock News USA
Stock News USA

Paul McCartney foi substituído por um sósia

O astro dos Beatles é alvo de boatos de que teria morrido em um acidente de carro em 1966 e foi substituído por um sósia (na imagem acima, que circula na internet, mostra uma suposta comparação entre fotos de Paul em 1965 e 1 ano depois). O problema é que o boato ganhou força em 1969, quando um programa de rádio de Detroit, nos Estados Unidos, falou sobre o caso em tom de brincadeira. No entanto, jornais locais levaram a coisa a sério, obrigando o próprio Paul McCartney a vir a público falar que estava vivo. Mas aí, o estrago já estava feito: vários livros foram escritos com as "pistas" e "fatos" tentando provar a teoria absurda
Reproduçã / Daily Record
Reproduçã / Daily Record

Desaparecimento sinistro

Richey Edwards era o guitarrista da banda galesa Manic Street Preachers quando desapareceu em 1º de fevereiro de 1995. Seu carro foi encontrado junto à ponte Severn, local famoso por ser procurado por suicidas. Apesar do aparente suicídio, fãs ao redor do mundo garantem ter visto o músico vivo anos depois, e algumas supostas fotos recentes de Richey circulam na internet