5 declarações de famosos sobre o amor e a diversidade

Do BOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram/MontagemBOL

    Fernanda Gentil, Hugo Bonemer e Bruna Linzmeyer

    Fernanda Gentil, Hugo Bonemer e Bruna Linzmeyer

No Dia Internacional da Luta contra a Homofobia, o BOL relembra famosos que contribuíram, de alguma maneira, no combate ao preconceito: com demonstrações de amor, gestos simples e até discursos empoderados.

Leia também:

Mais que um simples "flagra" na praia

Sem se importar com paparazzi, Bruna Linzmeyer trocou beijos com a namorada em uma praia no Rio. A demonstração de afeto rendeu milhares de comentários em suas redes. "Já ouvi de algumas meninas que conseguiram conversar com os pais a partir de alguma declaração que eu fiz. E também da representatividade. Quantas mulheres lésbicas famosas na mídia? Isso é muito importante. Eu fico pensando quais eram as referências que eu tinha. Quase nenhuma. Nunca foi uma opção não falar. É o que eu sou", declarou ao GNT, durante o prêmio "Glamour"

"Aceita, bebê!"

O sucesso de Pabllo Vittar, por si só, já é um combate ao preconceito. Sabe por que? Ela é a primeira drag do Brasil a lançar clipes com recorde de visualização no YouTube. Figurar na lista das 50 mais tocadas do Spotify, além de emplacar música em programas de TV. "Ser afeminado é revolucionário no sentido de dar a cara à tapa, são as 'bees' afeminadas que levam o baque primeiro. Elas que são apontadas. Elas que levam lâmpada na cara. Se a gente está aqui hoje, eu montada de drag, é porque muito gente morreu e sofreu preconceito pra gente ocupar esse espaço", declarou em entrevista à TRIP

No tom do amor

Mesmo discretas quando o assunto é a vida pessoal, Leticia Lima e Ana Carolina compartilham diversos momentos juntas em suas redes sociais. A atriz posta declarações e fotos de viagens românticas ao lado da cantora. As duas, que estão juntas há cinco anos, chegaram a gravar no ano passado um vídeo no "Dia dos Namorados", literalmente agarradas. Na mensagem, um pedido para espalhar carinho. "Que a música do amor abafe o som do preconceito", declarou a Ana Carolina