Você conhece a aiurveda? Leia 12 fatos sobre essa medicina alternativa

do BOL

A aiurveda é uma medicina tradicional indiana que enxerga o equilíbrio físico e emocional como uma das principais formas de manter a saúde. Esse método combina técnicas como a massagem, fitoterapia, ioga e o cuidado específico com a alimentação. 

Reprodução/Athreeya Ayurveda
Reprodução/Athreeya Ayurveda

1

Origem

A origem da aiurveda remonta a mais de 5 mil anos e se desenvolveu, primeiramente, no território da Índia e do Paquistão. Ela é considerada a mãe da medicina tradicional, pois logo se espalhou pela China, Japão e ainda pelos territórios grego, romano e árabe. No Brasil, ela começou a ficar mais popular por volta dos anos 1980. Até hoje, é uma das principais opções de saúde na Índia. Seu nome original, ayurveda, vem do sânscrito e significa ciência da vida
Reprodução/Trip Advisor
Reprodução/Trip Advisor

2

Intercâmbio com o Japão

Tanto o Japão quanto a Índia tinham o mesmo propósito para tratar seus habitantes: desenvolver técnicas seguras, eficientes e baratas. Por isso, houve um intercâmbio muito forte entre os dois países na hora de desenvolver alguns dos métodos da aiurveda
Reprodução/benhmantinh.vn
Reprodução/benhmantinh.vn

3

Origem da doença

Um dos princípios fundamentais da aiurveda é que a doença se manifesta muito antes de começarem a surgir os sintomas mais facilmente perceptíveis. Ou seja, alguns pequenos desequilíbrios diários já são importantes para apontar que é necessário cuidar da saúde e, assim, evitar o surgimento de um estágio mais grave da doença
Reprodução/American Institute of Vedic Studies
Reprodução/American Institute of Vedic Studies

4

Anos de estudos

Na Índia, há um curso de bacharelado específico para formar doutores em aiurveda. Começa com cinco anos e meio de formação, seguido de mais três anos de especialização e dois anos de doutorado. São muitos anos de estudos e muitos conhecimentos específicos da área
Reprodução/Qmed Biotech
Reprodução/Qmed Biotech

5

Os doshas

Aqueles que desenvolveram a aiurveda enxergavam a ligação entre o corpo humano e a natureza ao redor, entendendo que há forças primárias que exercem influência sobre nós, os "doshas". São três principais: "vata", relacionado ao vento e que representa o ar, "pitta", ligado ao Sol e ao fogo, e "kapha", que se liga à Lua e ao elemento água
Reprodução/Clear Trip
Reprodução/Clear Trip

6

Massagem aiurvédica

A massagem é um dos principais tratamentos da aiurveda, já que ela pretende aumentar a circulação de todos os fluídos corporais e ajudar nosso sistema linfático. Além disso, com a massagem, nosso corpo consegue eliminar muito melhor qualquer toxina, fazendo com que haja também uma limpeza. Na aiuervda, são usados muitos óleos, de várias origens, e cada um com um objetivo específico a depender daquilo que cada um está passando
Reprodução/El Naturalista
Reprodução/El Naturalista

7

Fitoterapia

A fitoterapia é basicamente a aplicação de plantas medicinais no tratamento de alguma doença ou desequilíbrio. Normalmente, há dois tipos principais de usos dessas ervas: através de chás ou através de extratos essenciais. Na aiurveda, ela é uma grande aliada no tratamento
Reprodução/Mind Fuel Daily
Reprodução/Mind Fuel Daily

8

Ioga

O princípio da ioga é muito parecido com o da aiurveda: equilíbrio. Ou seja, manter mente, corpo e alma em um estado de paz ? no sentido de estar tudo alinhado e funcionado equilibradamente. Assim, a prática da ioga, que também tem origem indiana, é muitas vezes parte do tratamento da aiurveda
Reprodução/Modern Farmer
Reprodução/Modern Farmer

9

Alimentação aiurvédica

Podemos dizer que um tratamento aiurvédico tem o principal objetivo de alinhar os "doshas" de cada um, buscando o bom funcionamento e identificando o "dosha" principal. E uma das principais maneiras de atingir isso é através da alimentação. Por isso, é importante primeiro, com um profissional, identificar seu "dosha" e entender as recomendações alimentícias para ele. Porém, um outro princípio básico e comum a todos é comer mais alimentos frescos e naturais, principalmente aqueles da própria região onde vive e da estação do ano em que se encontra
Reprodução/Obrobali
Reprodução/Obrobali

10

Você e a natureza

Pela teoria da aiurveda, para estarmos em equilíbrio, é também importante estarmos conectados e incorporados na natureza. Assim, é importante respeitá-la e conviver em harmonia. A dica de consumir alimentos de cada estação tem a ver com esse princípio. Procurar realizar também atividades ao ar livre e em contato com a natureza pode ajudar a nos tornar mais saudáveis e fortes
Reprodução/Focus
Reprodução/Focus

11

Purificações

É importante purificar nossos corpos e mantê-los limpos e livres de toxinas que só nos afetam. Para isso, parte do tratamento aiurvédico, consiste em realizar purificações. Uma delas é o uso do "lota", um objeto de cerâmica destinado a realizar a limpeza das narinas
Reprodução/Shanti Yoga
Reprodução/Shanti Yoga

12

Shirodhara

Por fim, umas das terapias mais clássicas da aiurveda é a "shirodhara", que consiste na oleação da cabeça. Essa prática consistem em aplicar um fluxo constante de óleo direto na testa, com a intenção de relaxamento e permitindo um reequilíbrio emocional

Bônus

Reprodução/American Profile
Reprodução/American Profile

Cebola e a ignorância

Adeptos da aiurveda clássica não comem alho e cebola. Segundo a tradição, esses alimentos fazem parte dos grupos "rajas" e "tamas", que aumentam a paixão e a ignorância, e não podem ser oferecidos à divindade Krishna. Quem segue essa tradição, cozinha apenas alimentos do grupo "satva", que representa a bondade, e inclui frutas frescas, ervas aromáticas, legumes, laticínios e grãos