! Ciclone deixa cerca de 200 mil sem energia no RS; municípios decretam emergência - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Sábado, 18 de NOVEMBRO de 2017

03/05/2008 - 13h48

Ciclone deixa cerca de 200 mil sem energia no RS; municípios decretam emergência

O ciclone que passa pela região Sul do país está se afastando do continente, rumo ao litoral, mas o alerta de ventos fortes permanece até amanhã, segundo informações do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). No Rio Grande do Sul, o Estado mais afetado, quase 200 mil pessoas estão sem energia elétrica.

Segundo a Defesa Civil do Estado, os municípios de Santo Antônio da Patrulha e Caraá (ambos no litoral norte) estão em situação de emergência devido a chuva e vento intenso. "Além da Região Metropolitana e do litoral, a Serra também sofreu influência do fenômeno", informou Luís Fernando Santos Carlos, coordenador regional da Defesa Civil do Rio Grande do Sul.

Os ventos chegaram a 100 km/h no litoral e na região nordeste do Rio Grande do Sul, conforme o Inmet. Em Porto Alegre, atingiram 80 km/h. De ontem para hoje, choveu na capital gaúcha cerca de 150 milímetros.

As principais ocorrências registradas no Rio Grande do Sul são de queda de árvores e postes de luz. Segundo Carlos, a perspectiva é de "muito vento hoje e amanhã, principalmente no litoral, aumentando as ocorrências".

"No litoral, Torres, Capão da Canoa e Tramandaí informaram muito vento e queda de árvore sobre casas e postes de luz. Na Região Metropolitana, em Guaíba e Eldorado, há desalojados por alagamento das casas. Na Serra, em Bento Gonçalves, Caxias e Garibaldi, há queda de árvores, destelhamento de cassas e aumento o risco de deslizamento de terras", disse Carlos.

Segundo o Inmet, o ciclone já está seguindo para o litoral, mas com reflexos no continente. Para amanhã, há previsão de vento e chuva no leste e nordeste do Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina. Na segunda-feira, a situação deve ser tranqüila, com chuvas isoladas, e queda de temperatura. Na terça-feira, deve haver a ocorrência de geada nas serras catarinense e gaúcha e no sul do Paraná.

Enquete

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos: