Busca BOL

Quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

BOL Notícias

Eike Batista, o bilionário que quer fazer do Brasil uma potência

Rio de Janeiro, 9 mar (EFE).- O empresário Eike Batista, considerado o segundo homem mais rico da América Latina pela revista americana "Forbes", é um empreendedor nato que criou um conglomerado empresarial com seu nome e sonha em fazer do Brasil a quinta potência mundial.

Aos 55 anos, Eike tem uma fortuna de US$ 31 bilhões e ocupa a oitava colocação entre os milionários do mundo, segundo a "Forbes".

Nascido no dia 3 de novembro de 1956, em Governador Valadares (Minas Gerais), o magnata, de pai brasileiro e mãe alemã, teve uma educação refinada no Brasil, Suíça, Bélgica e Alemanha devido aos compromissos profissionais de seu pai, Eliezer Batista, que foi ministro de Minas e Energia e presidente da mineradora Vale, quando ainda era estatal.

Eike Batista, que fala português, alemão, inglês, francês e espanhol, estudou engenharia metalúrgica na Universidade de Aachen (Alemanha) e desde então mostrou que tinha nascido para os negócios ao conciliar a universidade com a venda de seguros de porta em porta para manter sua independência financeira.

"Somos movidos pelo desejo de empreender. Está em nosso DNA identificar oportunidades únicas de negócios e desenvolvê-las partindo do zero", declarou Eike em mensagem de apresentação do Grupo EBX, seu conglomerado empresarial.

As duas primeiras letras do conglomerado são suas iniciais e o "X", presente no nome de todas suas empresas, indica o sinal da multiplicação. Para Eike, o "X" faz os negócios prosperarem.

Do Grupo EBX, fazem parte as empresas MMX (mineração), OGX (petróleo e gás), LLX (infraestrutura e logística), MPX (geração de energia), OSX (construção naval), REX (imobiliária) e MDX (saúde).

EBX inclui, além disso, empresas dos ramos da hotelaria, restauração, entretenimento e beleza.

No final da década de 80, quando o mundo começava a falar de globalização econômica, sua visão para os negócios o levou a estender suas atividades a países como o Chile, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Estados Unidos, Canadá, Congo, República Tcheca, Rússia e Austrália.

Eike Batista é um empresário ousado, que não tem medo de arriscar. Por isso, a fórmula do sucesso para este homem está na denominada "Visão 360 graus", que implantou em seu grupo.

Segundo o magnata brasileiro, os empresários geralmente levam em conta só os fatores financeiro e legal, enquanto a "Visão 360 graus" é um esquema formado por "oito áreas ou tipos de engenharia".

Essas oito áreas são a "engenharia de pessoas, financeira, jurídica, política, logística, ambiental e social, de marketing, além da própria engenharia da engenharia".

Com essa filosofia, o homem mais rico do país não só quer aumentar sua fortuna e seu conglomerado, que emprega 20 mil pessoas, mas também ajudar o Brasil a ser um país desenvolvido.

"O Brasil avança no cenário global e, dentro de cinco anos, será a quinta economia mundial", disse em uma conferência que deu em janeiro desse ano, no Rio de Janeiro, para 60 alunos da Wharton School, da Universidade da Pensilvânia (EUA).

Eike, que foi casado com a modelo Luma de Oliveira, com quem teve dois filhos, Thor e Olin, é um fã de esportes náuticos.

Sua outra paixão é o Rio de Janeiro, cidade para qual fez doações milionárias para a candidatura aos Jogos Olímpicos de 2016. Além disso, ainda investe na revitalização de alguns pontos turísticos, como a Marina da Glória e a lagoa Rodrigo de Freitas.
Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego