Busca BOL

Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

BOL Notícias

Mulher obesa ganha R$ 12 mil por ficar presa em catraca de ônibus

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Uma empresa de transporte urbano foi condenada a pagar indenização de R$ 12 mil a uma passageira que ficou presa na catraca de um ônibus, no Rio.

Fernanda Oliveira teve hematomas na barriga e crise de pressão alta após permanecer cerca de 30 minutos na roleta de um ônibus da empresa Zona Oeste.

A mulher disse que enquanto aguardava o resgate dos bombeiros foi alvo de zombaria de outros passageiros, que a chamaram de "bolo fofo" e "gordona".

Ela, que pegava diariamente o ônibus que faz a linha Castelo-Souza Cruz, teve que ser internada no hospital Souza Aguiar, no centro do Rio.

Na decisão do desembargador Mário Robert Mannheimer da 16ª Câmara Cível do TJ-RJ a empresa é considerada omissa, justificando que a situação dos obesos é semelhante à de gestantes.

"A apelante não conduziu o ingresso da apelada por outra via, como seria seu dever. Além disso, ficou claro que os prepostos da apelante fizeram-lhe zombarias, bem como outras pessoas que se amontoavam para observar a cena. Também ficou comprovado que o estado emocional da apelada foi severamente abalado, a tal ponto que precisou de atendimento médico, em função da alta da pressão arterial, conforme confirmado pelo boletim do Corpo de Bombeiros. E, ainda que assim não fosse, a autora ficou, pelo menos, meia hora presa à roleta, razão pela qual, não seria preciso qualquer comprovação do aumento da pressão arterial para avaliar o mal-estar físico que sentiu, sem prejuízo da angústia e vexame amargurados", escreveu o desembargador.

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego