Busca BOL

Quarta-feira, 18 de setembro de 2019

BOL Notícias

No primeiro dia de blitz, Barretos (SP) autua 19 ciclistas infratores

FERNANDA TESTA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE BARRETOS

O primeiro dia de fiscalização de ciclistas infratores em Barretos (423 km de São Paulo) começou com 19 bicicletas apreendidas em pouco menos de quatro horas.

A operação, que ocorre em parceria entre a prefeitura e a Polícia Militar, foi realizada nesta quinta-feira (7) apenas no centro da cidade e será ampliada nos próximos dias.

O objetivo da ação é evitar acidentes e coibir abusos de ciclistas no trânsito, como andar pela contramão e ultrapassar no sinal vermelho.

Edson Silva/Folhapress
Agente de trânsito de Barretos organiza bicicletas apreendidas no primeiro dia de fiscalização na cidade
Agente de trânsito de Barretos organiza bicicletas apreendidas no primeiro dia de fiscalização na cidade


Menores de idade -- muitos estudantes e office-boys -- foram a maioria dos autuados.

A Folha acompanhou a primeira hora de fiscalização. A principal reclamação dos infratores era o desconhecimento do início da operação e a falta de informações sobre o que é proibido.

Edson Silva/Folhapress
Ciclista comete infração, segundo a legislação de Barretos, ao andar em calçada; blitz apreendeu 19 bicicletas
Ciclista comete infração, segundo a legislação de Barretos, ao andar em calçada; blitz apreendeu 19 bicicletas


"Eu só subi no canto da calçada da praça. Nem isso pode?. Não sabia que estavam guinchando as bicicletas", disse o servente Caique Henrique da Silva.

Abordada por um fiscal de trânsito enquanto descansava sobre a bicicleta em uma praça, a diarista Vanderleia Lopes de Oliveira também ficou surpresa. "Ele me orientou a sair da praça empurrando a bicicleta, senão eu seria multada", afirmou.

Ela considera, no entanto, a iniciativa positiva, pois vai haver uma educação ao ciclista. "Tem uns que correm demais. Isso precisa acabar."

Durante a blitz, um garoto passou pela rua empinando a bicicleta --manobra considerada proibida pela legislação de Barretos. Apesar de os agentes, que estavam de moto, terem sinalizado para o menino parar, eles não conseguiram pegá-lo. Ele fugiu.

SEM SINALIZAÇÃO

As autuações de ciclistas são feitas com base no código de trânsito e em uma lei municipal, que determina a proibição do transitar em praças e no calçadão da cidade.

No centro da cidade, a reportagem não identificou nenhuma placa em praça sinalizando a proibição de trânsito com bicicleta. Somente o calçadão estava sinalizado.

A prefeitura, no entanto, não considera o fato grave. "A lei é de 1995. Isso é um critério da própria forma de conduta. A população deveria saber o conteúdo da lei", disse o diretor de Trânsito e Transporte, André Luis de Freitas.

As bicicletas recolhidas só podem ser liberadas após o tempo mínimo de recolhimento (de três a seis dias) e mediante pagamento da multa estipulada: R$ 14.

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego