Busca BOL

Domingo, 23 de julho de 2017

BOL Notícias

'Pular corda é melhor que correr', afirma o treinador físico Marcio Atalla

JULIANA CUNHA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Conhecido por conta do quadro "Medida Certa", do Fantástico, Atalla quer ser o educador físico dos sedentários e acaba de lançar o livro "Sua vida em movimento" (Paralela, 102 págs, R$ 17). Ele defende que se exercitar por 15 minutos diários é melhor que frequentar a academia de forma irregular e critica grupos de corrida de rua.

*

Folha - Em seu livro, você diz que basta subir nove andares de escada ou caminhar 30 minutos por dia para deixar de ser sedentário. Deixar de ser sedentário é suficiente? Se for, por que as pessoas passam duas horas na academia?

Marcio Atalla - Abandonar o sedentarismo -- ou seja, apenas subir os nove andares ou fazer a caminhada -- já afasta 60% dos problemas cardíacos e reduz em 30% as chances de diabetes, então, posso te dizer que já é uma grande coisa.

Quem passa mais tempo se exercitando é porque tem metas maiores: quer um corpo definido, quer ficar mais forte e ter ainda mais saúde. Claro que é melhor se exercitar mais, mas a chave da questão é a constância. Subir nove degraus por dia, todos os dias, traz mais benefícios a longo prazo que fazer quatro meses de academia por ano e ficar sedentário no resto do tempo.

O foco do livro são as pessoas sedentárias e que se exercitam pouco. Você já viveu uma fase assim ou apenas atendeu pessoas com esse perfil?

Em comparação com as pessoas comuns, nunca estive sedentário, mas tive fases de inércia, dessas que a gente comenta com os outros treinadores: "Poxa, estou um péssimo exemplo para os alunos, só vim na academia quatro vezes na semana".

Atualmente está bem complicado para eu conseguir me exercitar. Viajo bastante, tenho horários loucos. Muitas vezes, a solução é improvisar no quarto do hotel, com exercícios que usam o peso do meu próprio corpo.

Você faz aquela mesma sequência que descreve no livro, com 20 agachamentos de perna, dez flexões de braço etc? Pula corda?

Faço sequências um pouco mais exigentes, as do livro são mais gerais, para não machucar ninguém. E pulo bastante corda em casa. Se você tem apenas 15 minutos, pule corda. É um exercício aeróbico incrível e fortalece os músculos da perna.

Mas o impacto não é grande demais, a pessoa não pode se machucar se fizer sem orientação?

Ao pular corda, naturalmente contraímos as musculaturas dos glúteos e das pernas, o que protege contra lesões. É muito mais seguro do que correr na rua sozinho. A quantidade de pessoas que se machucam correndo na rua é impressionante.

Cerca de 40% dos corredores de rua amadores passam pelo menos um mês por ano parados por conta se lesões. Para atletas amadores, é um número muito alto. Vejo muita gente correndo em grupos de corrida que não têm nem sequer uma planilha individualizada. Se for para correr nessas condições, acho muito mais adequado pular corda.

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego