! Uruguai é o primeiro em prosperidade na América do Sul; Venezuela e Bolívia são os piores na região, é o que descobre o - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Quinta-feira, 13 de DEZEMBRO de 2018

Imprimir

26/10/2009 - 12h52

Uruguai é o primeiro em prosperidade na América do Sul; Venezuela e Bolívia são os piores na região, é o que descobre o

Liberdade individual, segurança e boa saúde é a receita do sucesso; segurança interna, preocupações com a proteção e governo fraco limitam a prosperidade em geral LONDRES, 26 de outubro /PRNewswire/ -- A terceira edição do Legatum Prosperity Index (Índice de Prosperidade Legatum), publicado hoje, classifica 104 países (cobrindo 90% da população mundial), baseado numa definição de prosperidade que combina crescimento econômico com medições de felicidade e qualidade de vida. Os países melhores classificados na América do Sul são Uruguai, Chile e Argentina em 33o, 36o e 38o lugares respectivamente, cujos habitantes num todo declaram altos níveis de liberdade individual. O país com menor desempenho na região é a Venezuela que está colocada em 74o no Índice, seguida de perto pela Bolívia (73o) e Equador (71o). "O Índice de Prosperidade Legatum é a única avaliação global do mundo de riqueza e bem-estar", afirmou o Dr. William Inboden, Vice-presidente Sênior do Legatum Institute. "Em toda a América do Sul, países com escores mais altos em Instituições Democráticas e Liberdade Individual, geralmente registram uma forte classificação geral em prosperidade", ele acrescenta. "Além do mais, países que possuem baixos níveis de segurança interna e proteção, tais como a Venezuela, acabam com uma classificação mais baixa no geral. Isso é uma forte sugestão que um país pode melhorar sua prosperidade através da promoção das bases da satisfação em viver até as medidas padrões de riqueza, como o PIB", finaliza o Dr. Indoben. O sucesso de países como Uruguai, Chile e Brasil na promoção do crescimento econômico e liberdades individuais podem estar ligados ao comprometimento em abraçar o desenvolvimento humano e a liberdade de mercado, os quais fomentam a prosperidade em geral. Ao contrário, as classificações baixas da Venezuela, Bolívia e Equador refletem as políticas populistas de seus governantes que reprimem os negócios com a nacionalização por completo de indústrias ao se tornarem rentáveis e cujas cidades são caracterizadas por altos níveis de criminalidade. Principais achados do Índice de Prosperidade Legatum 2009 -- A Finlândia lidera o Índice geral, seguida por várias nações europeias tais como a Grã-Bretanha, Alemanha e França, bem como os USA e Canadá que aparecem entre os 20 primeiros.

-- O Chile é o melhor classificado entre os países da América do Sul nos Fundamentos Econômicos, enquanto a Bolívia e Nicarágua ficaram com os menores desempenhos nesse sub-índice.

-- A Costa Rica fez mais pontos em variáveis que adotam empreendedorismo e inovação que resultaram em aproximadamente 4.000 novos negócios sendo criados em 2007.

-- Com exceção do Uruguai e Chile, nenhum país da América do Sul (ou Central) se classificou entre os quarenta primeiros do Índice em níveis de segurança, com a Colômbia recebendo a menor classificação geral nesse sub-índice. Países que fizeram menos pontos nesse sub-índice tendem a se caracterizarem por altas taxas de homicídio, assalto, violência patrocinada pelo estado, conflito interno e evasão humana. -- Entre os países piores classificados nas medições de estabilidade dentro das instituições democráticas estão Honduras, Equador, Venezuela e Colômbia, sendo que os três últimos também se classificaram pior entre os países da América do Sul no sub-índice Segurança e Proteção que mede variáveis tais como a taxa de homicídio, a preponderância da violência patrocinada pelo estado e a evasão humana.

-- Os países piores classificados em termos de saúde são Peru, Nicarágua e Bolívia, todas com altos níveis de mortalidade infantil e apenas um leito hospitalar por 1000 habitantes. -- O Uruguai se classificou muito bem mundialmente, em 14o nos níveis de liberdade individual, assim como o Brasil em 16o.

-- A baixa clas sificação da Venezuela advém de suas fracas mostras nos Fundamentos Econômicos, Empreendedorismo e Inovação, Segurança e Proteção, e Governo - neste último quesito, ela encontra-se em 101o, entre os piores do mundo.

-- Quando comparados com a América Central, os países da América do Sul registraram altos níveis de educação, embora quando comparados globalmente, esses índices são apenas médios.

-- Baixos níveis de confiança entre os sul-americanos e uma relutância em contar com a família e os amigos nas horas de necessidade baixam o escore do capital social geral entre os países da América do Sul. O Peru permanece em último entre todos os 104 países nesse sub-índice. O Índice de Prosperidade identifica nove fatores chaves que impulsionam o crescimento econômico e o bem-estar individual, os quais são as bases da prosperidade. Cada um desses nove fatores é representado num sub-índice e uma classificação final no Índice de Prosperidade do país é gerada pela média de seus escores dentro de todos os nove sub-índices, igualmente pesados. Maiores informações sobre o Índice de Prosperidade, inclusive com a classificação completa dos países, princípios quanto aos dados e metodologia e perfis de cada país podem ser encontrados no site www.prosperity.com . Notas aos Editores: Sobre o Índice de Prosperidade Legatum O Índice de Prosperidade Legatum 2009 é baseado na análise estatística de mais de 40 anos de dados de mais de 100 países do mundo todo, produzidos e supervisionados pelo Legatum Institute, com a contribuição da consultoria em pesquisa Oxford Analytica e uma comissão de respeitados consultores acadêmicos em economia, história, desenvolvimento, sociologia e ciência política.

Resumo da Classificação do Índice de Prosperidade Legatum 2009 VINTE MELHORES PAÍSES AMÉRICA DO SUL / CARIBE 1. Finlândia 32. Costa Rica 2. Suíça 33. Uruguai 3. Suécia 36. Chile 4. Dinamarca 38. Argentina 5. Noruega 40. Trinidad & Tobago 6. Austrália 41. Brasil 7. Canadá 42. Panamá 8. Holanda 49. Jamaica 9. Estados Unidos 52. Belize 10. Nova Zelândia 54. República Dominicana 11. Irlanda 57. Paraguai 12. Reino Unido 60. El Salvador 13. Bélgica 61. Peru 14. Alemanha 65. Colômbia 15. Áustria 66. Honduras 16. Japão 67. Guatemala 17. França 71. Equador 18. Hong Kong 72. Nicarágua 19. Espanha 73. Bolívia 20. Eslovênia 74. Venezuela DEZ PIORES PAÍSES 95. Quênia 96. Argélia 97. Tanzânia 98. Nigéria 99. Paquistão 100. Camarão 101. República da África Central 102. Iêmen 103. Sudão 104. Zimbábue Como o Índice é construído O Índice de Prosperidade leva em conta 90 por cento da população mundial, utilizando uma combinação de dados objetivos e respostas subjetivas dos pesquisados. Esses dados são compostos de 79 variáveis diferentes e cada uma é então destilada em um dos nove diferentes sub-índices identificados como uma base de prosperidade. É dado um escore para o desempenho do país em cada sub-índice e as classificações gerais dentro do Índice de Prosperidade são produzidas pela média dos escores uniformemente pesados dos 9 sub-índices de cada país. Os países que desempenharem bem em todos os sub-índices registram os maiores escores nas classificações gerais. As nove bases de prosperidade que definem as nações bem sucedidas são: -- Fundamentos Econômicos - uma economia crescente e saudável que ofereça oportunidades para a criação em abundância -- Empreendedorismo e Inovação - um ambiente amistoso para novos empreendimentos e a comercialização de novas idéias -- Educação - um sistema educacional acessível e de alta-qualidade que estimule o desenvolvimento humano -- Instituições Democráticas - instituições de governo transparentes e responsáveis que promovam o crescimento econômico -- Governo - um governo honesto e eficiente que preserve a ordem e encoraje a cidadania produtiva -- Saúde - o bem-estar físico da população -- Liberdade Individual - o grau pelo qual os indivíduos podem determinar o curso de suas vidas -- Segurança - um ambiente seguro onde as pessoas possam buscar as oportunidades -- Capital Social - confiança nas relações e comunidades fortes Sobre o Legatum Institute O Instituto Legatum ("LI") é uma organização independente de diretrizes, de defesa e consultiva. A missão do Instituto é pesquisar e promover os princípios que impulsionam a criação da prosperidade global e o aumento da liberdade e do bem-estar da humanidade.

Para mais informação sobre o Instituto Legatum visite o site http://www.li.com .

O Instituto faz parte do Legatum Group, uma companhia privada de investimento global centrada no investimento em mercados de capital internacionais e na promoção do desenvolvimento sustentável.

Para maiores informações sobre o Legatum Group, por favor, visite o site www.Legatum.com .

Pesquisa na Mídia Londres William Inboden, Legatum Institute Telefone: +44 20 7148 5400 william.inboden@legatum.com Nick Wood, Media Intelligence Partners Telefone +44 20 3008 8146 Email: nickwood@nickwood.demon.co.uk Dubai, EAU Hamish Banks, Legatum Telefone: +971 4 317 5800 Email: hamish.banks@legatum.com Nicole Anwer, Legatum Telefone: +971 4 317 5800 Email: nicole.anwer@legatum.com Nova Iorque Michael Iacovella, Edelman Telefone +1 212 704 8254 Email: michael.iacovella@edelman.com Mumbai Arwa Husain, Adfactors PR Telefone +91 22 2281 3565 Email: arwa.husain@adfactorspr.com FONTE Legatum 26/10/2009 CONTATO: William Inboden, Legatum Institute, Telefone: +44 20 7148 5400, william.inboden@legatum.com, ou Nick Wood, Media Intelligence Partners, Telefone +44 20 3008 8146, nickwood@nickwood.demon.co.uk, ambos em Londres; ou Hamish Banks, Telefone: +971 4 317 5800, hamish.banks@legatum.com, ou Nicole Anwer, Telefone: +971 4 317 5800, nicole.anwer@legatum.com, ambos do Legatum, em Dubai, EAU; ou Michael Iacovella, Edelman, Telefone +1-212-704-8254, michael.iacovella@edelman.com, em Nova Iorque; ou Arwa Husain, Adfactors PR, Telefone +91 22 2281 3565, arwa.husain@adfactorspr.com, em Mumbai

Cotação

compravenda%
Dólar comercial 1,5671,569-0,44
Dólar paralelo 1,591,73+8,81
Dólar turismo 1,491,63-2,98
Fonte: Reuters Outras cotações

Enquete

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos: