! Gripe suína: Paraná vai suspender aulas até dia<br>10 de agosto; mais de 1,4 milhão ficarão em casa - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Domingo, 22 de OUTUBRO de 2017

Imprimir

30/07/2009 - 12h34

Gripe suína: Paraná vai suspender aulas até dia
10 de agosto; mais de 1,4 milhão ficarão em casa

Da Redação*
Em São Paulo

Atualizada às 12h42

O governador Roberto Requião anuncia na tarde desta quinta-feira (30), em pronunciamento oficial, a suspensão temporária das aulas em toda a rede estadual de ensino, como medida de prevenção à gripe A (H1N1).

Ficam sem aula 1,4 milhão de alunos das escolas de ensino fundamental e médio e 90 mil estudantes de faculdades e universidades mantidas pelo Estado.

Eles terão as aulas suspensas a partir da tarde desta quinta-feira (30) e devem retornar em 10 de agosto.

  • Saiba tudo sobre a gripe suína
    A sua escola ou faculdade está sem aulas? Deixe seu comentário
    Você concorda com o adiamento das aulas como medida preventiva contra a gripe suína?

    Rede municipal e particulares

    As secretarias de Educação e da Saúde de Curitiba decidiram adiar para o dia 10 de agosto o retorno das aulas de escolas municipais, que começariam no dia 4. As creches também terão suas atividades suspensas até a data. A medida atinge cerca de 110 mil alunos de 175 escolas municipais e 30 mil crianças de 168 creches.

    O Sinepe/PR (Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Paraná) anunciou na quarta-feira (29) a supensão das aulas no Estado por causa da gripe A a partir de hoje (30). A decisão foi acatada por todas as instituições de ensino e deve atingir 540 mil alunos.

    Balanço parcial

    Pelo menos 11,8 milhões de alunos tiveram a volta às aulas adiadas no segundo semestre, como medida de prevenir o contágio pela gripe suína (influenza A H1N1). A cascata de prorrogação das férias começou na sexta-feira (24), quando a rede de educação do DF (Distrito Federal) decidiu dispensar os estudantes para capacitar os professores para lidarem com a doença.

    Um dia depois de o governo e a Prefeitura de São Paulo anunciarem o adiamento da volta às aulas para tentar reduzir a transmissão da gripe suína, muitas escolas particulares de São Paulo decidiram seguir a medida. Os colégios admitem, porém, que a mudança pode prejudicar a preparação dos alunos para vestibulares e o Enem.

    A reportagem da Folha de S. Paulo consultou 50 colégios ontem e 38 deles afirmaram que adiarão a volta às aulas (alguns para o dia 10 e outros, para o dia 17) --posição defendida pelo sindicato da categoria. Seis manterão o calendário, e seis ainda não decidiram.

    *Com informações da Agência de Notícias do Estado do Paraná
  • Enquete

    Computando seu voto...
    Carregando resultado

    Total de votos: