! Cris Vianna, a Sabrina de "Duas Caras", recorre ao alongamento e ao balé clássico para manter a forma - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Terça-feira, 18 de DEZEMBRO de 2018

Imprimir

22/01/2008 - 16h54

Cris Vianna, a Sabrina de "Duas Caras", recorre ao alongamento e ao balé clássico para manter a forma

Do PopTevê

Luiza Dantas/Carta Z Notícias A atriz Cris Vianna, a Sabrina de "Duas Caras"
Não é à toa que Barretinho, personagem de Dudu Azevedo em "Duas Caras", vive correndo atrás de Sabrina. Afinal, Cris Vianna, a intérprete da sensual empregada da casa de Barretão, de Stênio Garcia, é dona de curvas irretocáveis.

Para manter a bela silhueta, a paulistana de 30 anos recorre três vezes por semana às aulas de alongamento e balé clássico do professor Jean-Marie. "As aulas do Jean me colocam no eixo. Com elas, aprendo a conhecer o meu corpo melhor, a me colocar na postura correta e a respirar. Ele é maravilhoso!", derrama-se, acrescentando que o bailarino também dá aulas para outras atrizes, como Alinne Moraes e Paulo Burlamaqui.

Com 1,76 m de altura e 58 quilos, Cris nem precisaria se preocupar em manter a boa forma. Mas como cada personagem requer uma postura e uma respiração diferentes, ela acredita que é fundamental estar bem fisicamente. "O fato de você se conhecer fisicamente favorece na composição de qualquer personagem", defende.

Depois que começou a ir às aulas de três horas de Jean-Marie - ela faz uma hora e meia de alongamento e uma hora e meia de balé clássico -, Cris passou a se sentir mais relaxada. Durante as atividades, que proporcionam uma espécie de "consciência corporal", já que combinam exercícios de alongamento aos princípios básicos do balé clássico, a atriz pratica passos na barra e no chão. Tudo com o objetivo de deixar os movimentos mais delicados e a ficar ereta.

Antes de ser escalada para viver a Sabrina, estava reservada para atuar em "Desejo Proibido", trama das seis da Globo. "Mas era muito alta para a personagem de 'Desejo'. Além disso, o Wolf tinha me escolhido para fazer a Sabrina", esclarece, referindo-se ao diretor da novela das oito, Wolf Maya.

Em sua quarta novela na Globo - ela já atuou em "América", "Sinhá Moça" e "O Profeta" - Cris começou a carreira como modelo, ainda na adolescência. Ao contrário da maioria, durante a época em que "modelava", ela estudava para se formar como atriz. "Não fui fazer um curso pequeno para ver se gostava. Já tinha posto na cabeça que queria ser atriz e, por isso, fiz logo um curso profissionalizante", lembra ela, que tem no currículo os cursos Globe, a Escola de Atores de Wolf Maya, a Escola de Beto Silveira e a Oficina de Atores da Globo.

Apesar de já estar no meio televisivo há três anos, Cris admite que passou a ser mais notada depois que começou a viver a Sabrina em "Duas Caras". Isso porque, além de estar atuando em uma novela das oito, sua personagem também levanta a questão do preconceito racial, já que Barretão é contra a relação entre a empregada negra e Barretinho.

Serena, ela garante que não se sentiu desconfortável por ter sido convidada para viver uma empregada na trama de Aguinaldo Silva. "Acho uma profissão extremamente digna. Sem falar que a trama da personagem é muito interessante", avalia.

Além de estar brilhando na TV, Cris também tem tudo para surpreender o público com sua atuação no cinema. É que a atriz está no elenco do filme "174", de Bruno Barreto, que deve estrear no Brasil depois do Festival de Cinema de Cannes. No longa, baseado no seqüestro do ônibus 174, no Rio de Janeiro, ela interpreta Marisa, a mãe adotiva do seqüestrador Sandro. "Fiz um laboratório absurdo para o filme, já que interpreto três fases de vida dela: aos 18, aos 28 e aos 35 anos", conta ela, que também já atuou nos filmes "Jogo Subterrâneo", de Roberto Gervitz, e "Sexo com Amor", de Wolf Maya - que também deve estrear este ano.

(por Carla Neves)

Enquete

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos: