! Adriano se atrasa, ameaça fotógrafo e vai embora sem autorização - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Segunda-feira, 17 de FEVEREIRO de 2020

29/02/2008 - 10h17

Adriano se atrasa, ameaça fotógrafo e vai embora sem autorização

Marcius Azevedo
Em São Paulo

Um dia depois de desembarcar no Aeroporto de Cumbica sem o uniforme do São Paulo e desagradar o presidente Juvenal Juvêncio, que prometeu lembrá-lo das regras do clube, o atacante Adriano criou confusão nesta sexta-feira no CCT da Barra Funda.

Primeiro, o jogador chegou atrasado ao treinamento da equipe. Depois, ele ainda discutiu e ameaçou um fotógrafo de agressão e, por fim, foi embora sem autorização.

"Foi uma decisão pessoal dele", disse o superintendente Marco Aurélio Cunha, que foi até o estacionamento do CCT para ainda tentar demovê-lo da idéia. "Ele disse que estava chateado, com um problema pessoal e queria ir embora", contou.

O problema começou às 9h28, quando o atacante, atrasado, desceu do carro de um amigo, cumprimentou os jornalistas que aguardavam para acompanhar ao treino, se trocou rapidamente e, descalço, seguiu para o Reffis.

Pouco tempo depois, Adriano ainda apareceu no gramado, mas, logo depois, decidiu ir embora. "Ele tinha que fazer tratamento", reafirmou Cunha.

Ricardo Nogueira/FI
Adriano ameaçou um fotógrafo de agressão antes de abandonar o CT do São Paulo
No estacionamento do CCT, no entanto, o atacante ainda se indispôs com um fotógrafo antes de ir embora. "Se você tirar mais uma foto, eu te arrebento aqui mesmo", ameaçou o jogador, que ainda ficou alguns minutos conversando com o superintendente do clube.

Após o episódio, Marco Aurélio Cunha demonstrou certa frustração. "Estamos ajudando o Adriano, até mais do que ele está nos ajudando, Mas isto precisa ser recíproco. Os dois lados precisam se ajudar", disse. "Ele está aqui justamente por tudo que aconteceu na Europa", acrescentou.

O dirigente ainda avisou que Adriano será multado dentro da política de atraso do elenco, mas que pode ser punido também pelo ato de indisciplina.

Além de Adriano, outros dois jogadores também chegaram atrasados ao treinamento desta sexta. Com cara de sono e bocejando, Borges e Hugo, que também teriam que estar às 9h no CCT, só chegaram às 9h22.

A dupla chegou no mesmo carro, se trocou rapidamente e, diferentemente de Adriano, foram de chuteiras direto para o gramado.

A assessoria de imprensa do São Paulo justificou que o atraso aconteceu pela falta de comunicação com os jogadores, que deixaram o aeroporto na quinta pela manhã e, teoricamente, não sabiam que o treino de sexta havia sido alterado. A princípio, o trabalho, o penúltimo antes do jogo contra o Mirassol, que acontece no próximo domingo, seria na sexta à tarde.

"Não existe justificativa para o atraso. Atraso é atraso", finalizou Cunha.

*atualizada às 10h59

Enquete

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos: