! 'Virada de mesa' foi decisiva para polêmica em torno do título brasileiro de 1987 - BOL Notícias

Brasil Online

Busca
Quarta-feira, 19 de JUNHO de 2019

Imprimir

01/12/2009 - 07h01

'Virada de mesa' foi decisiva para polêmica em torno do título brasileiro de 1987

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Se, oficialmente, o Sport é considerado o campeão brasileiro de 1987, por que o Flamengo reivindica esta mesma conquista? Às vésperas da rodada decisiva do principal torneio de futebol do país, o UOL Esporte relembra a polêmica ocorrida há 22 anos e mostra porque os torcedores de ambos os clubes podem se considerar vencedores naquela temporada.

Toda a polêmica em torno do assunto começou pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A principal entidade do futebol nacional, que hoje tem lucro de milhões todos os anos, em 1987 enfrentou o seu pior momento. Incapaz de organizar um Campeonato Brasileiro, o órgão delegou esta função aos próprios clubes, dando o seu aval para esta empreitada.

  • Arquivo

    Leonardo carrega troféu em alusão à conquista do Flamengo da Copa União, realizada em 1987

  • Arquivo

    'Taça das bolinhas' é reivindicada pelo Flamengo, mas CBF não reconhece título brasileiro de 1987

Foi desta forma que os times mais tradicionais na ocasião se reuniram para criar a Copa União, parceria esta que viria a culminar com o surgimento do Clube dos 13. Dispostos a viabilizar uma competição, as equipes buscaram juntas patrocínios e ainda fecharam um acordo com a Rede Globo.

Dessa forma, Atlético-MG, Bahia, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco da Gama (fundadores da Copa União e do Clube dos 13) convidaram Coritiba, Goiás e Santa Cruz e montaram um torneio com 16 equipes.

Após dois turnos, Atlético-MG, Flamengo, Internacional e Cruzeiro chegaram às semifinais. Cariocas e gaúchos venceram seus confrontos e, após os dois jogos das finais, os flamenguistas comemoraram o título.

Essa poderia ser a única história do campeonato nacional de 1987, se não fosse, novamente, pela CBF. Mesmo com o aval ao novo torneio, a entidade mudou de ideia e resolveu montar também uma competição própria, paralela à Copa União.

Dessa forma, a CBF instituiu que a Copa União, que teria os 16 clubes criadores do torneio, passaria a ser o Módulo Verde da competição. Além dela, a entidade máxima do futebol instituiu o Módulo Amarelo, com times que não estavam neste primeiro "pelotão", mas que não poderiam ser considerados de segunda divisão, casos do Guarani, vice-campeão no ano anterior, por exemplo.

No novo Módulo Amarelo, 16 times foram divididos em dois grupos. Os escolhidos foram América-RJ, Atlético-GO, Atlético-PR, Bangu, Ceará, Criciúma, CSA, Guarani, Inter de Limeira, Joinville, Náutico, Portuguesa, Rio Branco, Sport, Treze e Vitória.

Chegaram à final Guarani e Sport. Os paulistas venceram a primeira partida, em Campinas, por 2 a 0. Os pernambucanos, por sua vez, derrotaram o adversário em seus domínios e, após um empate por 0 a 0 na prorrogação, a decisão foi para os pênaltis. Depois de 11 cobranças convertidas para cada lado, os dois clubes fecharam um acordo para dividir o título.

A polêmica começa a partir deste momento. Quando decidiu aumentar o número de clubes na Copa União, a CBF instituiu que os dois primeiros colocados dos módulos Verde e Amarelo deveriam se enfrentar em um quadrangular para, aí sim, definir quem seria o campeão daquela temporada.

O problema é que os participantes do Módulo Verde sempre foram contra esta proposta e, quando o quadrangular foi realizado, Flamengo e Internacional simplesmente não jogaram. Desta forma, a CBF considerou que as partidas de Sport e Guarani contra esses dois clubes foram vencidas por W.O.

Com isso, no começo de 1988, Sport e Guarani voltaram a fazer uma espécie de final. No primeiro confronto, empate por 1 a 1 e, no dia 7 de fevereiro, os pernambucanos venceram por 1 a 0 e foram intitulados, pela CBF, campeões brasileiros de 1987.

O CAMPEÃO DE 1987

Nas estatísticas do UOL Esporte, Sport e Flamengo passam a ser considerados campeões de 1987.

Assim, o Flamengo foi o vencedor do torneio disputado entre os idealizadores da Copa União, competição que teve aval da CBF, enquanto o Sport ganhou outra competição criada posteriormente pela própria entidade que comanda o futebol brasileiro.

Posteriormente, o Sport ganhou na Justiça o direito de ser proclamado o único vencedor em 1987. A CBF, no entanto, já ensaiou considerar também o Flamengo como ganhador. Quando o goleiro Zé Carlos morreu, por exemplo, a entidade publicou uma carta exaltando, entre outros títulos, o de campeão brasileiro de 1987, ano que o jogador defendeu, justamente, a equipe carioca.

Enquete

Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos: