Busca BOL

Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

BOL Notícias

Valdivia não gosta de substituição e é repreendido por Felipão

DA LANCEPRESS

O técnico Luiz Felipe Scolari repreendeu a atitude de Valdivia, que deixou o campo irritado no clássico deste sábado, contra o Santos, na Vila Belmiro.

O camisa 10 não gostou de ser substituído e foi para o vestiário sem falar com o treinador. Aos 41 minutos do segundo tempo, o chileno deu lugar ao também meia Lincoln.

Ricardo Nogueira/Folhapress
Valdivia, durante jogo contra o Santos, na Vila
Valdivia, durante jogo contra o Santos, na Vila


"A atitude do Valdivia não me preocupa. Quem comanda o Palmeiras, por enquanto, sou eu. Não vai ser cara amarrada ou biquinho de quem sai que vai mudar o que eu penso. Se tiver condições, joga, pode até ser o filho do presidente", disse Felipão, em entrevista coletiva após o empate por 1 a 1.



No primeiro tempo, Valdivia foi o principal articulador das jogadas do Palmeiras e construiu toda a jogada do gol, anotado por Kleber. Na segunta etapa, porém, o atleta não teve o mesmo desempenho e quase não foi percebido em campo. Apesar do fato, Felipão afastou a ideia de o grupo não viver um bom ambiente. Contra o Santos, a equipe alviverde brecou uma série de três vitórias consecutivas.

"Com biquinho ou sem bico, não muda nada. Se achar que está bem, fica. Se não, sai. Pode ser o Valdivia ou qualquer jogador. O ambiente está bom. Não vou deixar nada acontecer para prejudicar", declarou o comandante.

Não foi a primeira vez que Valdivia mostrou insatisfação após ser substituído. Contra o Cruzeiro, na derrota de virada por 3 a 2, no Pacaembu, no dia 5 de setembro, o chileno também saiu irritado depois de dar lugar a Tinga. Questionado se era hora de encerrar a polêmica, o técnico concluiu: "Tem de colocar ponto final dentro do vestiário e ponto final".

Vídeos de Esporte

Carregando vídeos

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego