Busca BOL

Segunda-feira, 24 de junho de 2019

BOL Notícias

Palmeiras usa 'fator Assunção', vence e atrapalha chances de Libertadores do São Paulo

Léo Barrilari/Frame

Goleiro Rogério Ceni e Valdívia discutem durante o clássico entre São Paulo e Palmeiras

Renan Prates
Em São Paulo

O técnico Emerson Leão treinou a semana inteira a sua defesa para conter a melhor jogada do Palmeiras: a bola parada com Marcos Assunção. Mas de nada adiantou. Com gol de falta do volante, o time alviverde venceu por 1 a 0 e atrapalhou as chances de vaga na Libertadores do rival tricolor.

VEJA IMAGENS DOS JOGOS DA RODADA
Veja Álbum de fotos

Depois que conseguiu matematicamente escapar do rebaixamento, o Palmeiras admitiu que tinha como missão atrapalhar as missões dos principais rivais São Paulo (que quer a vaga na Libertadores) e Corinthians (que busca ser campeão brasileiro).

A primeira etapa já foi cumprida, pois o São Paulo caiu para a oitava colocação com 56 pontos e perdeu a chance (mais uma) de entrar na zona dos cinco classificados para a Libertadores. Com 49, o Palmeiras pulou para o décimo primeiro posto na tabela do Brasileirão.

Palmeiras e São Paulo fizeram um primeiro tempo apático, com poucas chances de gol. O time alviverde até tinha o controle do jogo, mas não conseguia converter em chances de gol. Já o time tricolor esbarrou na apatia dos seus atletas, que nem pareciam ainda brigar por algo na competição.

Rogério Ceni destoou da apatia dos são-paulinos na primeira etapa ao fazer duas grandes defesas quase no fim. No lance, o goleiro se desentendeu com Valdivia. Os dois trocaram empurrões e xingamentos, mas o árbitro Luiz Paulo de Oliveira não fez nada.

O Palmeiras usou da jogada que melhor sabe executar para abrir o placar com Marcos Assunção. Precisando reverter o resultado, Leão fez as três mudanças e mandou o São Paulo para o ataque, passando a jogar com três atacantes (Fernandinho, Luis Fabiano e Willian José) e dois meias-armadores (Marlos e Rivaldo).

Precavido, o técnico palmeirense Luiz Felipe Scolari colocou o volante Chico no lugar do meia-atacante Patrik e ‘trancou’ o time, satisfeito com o resultado. O São Paulo, de fato, perdeu boas chances de gol com Piris e Rhodolfo. Mas foi ineficaz em tentar buscar o empate e o jogo terminou mesmo com vitória do Palmeiras por 1 a 0. Rivaldo ainda foi expulso no fim.

Vídeos de Esporte

Carregando vídeos

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego