Busca BOL

Quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

BOL Notícias

"Nômade nos EUA", Marta deve voltar ao futebol sueco após cancelamento da liga americana

Franck Fife/AFP

Nos EUA, a brasileira Marta precisou trocar de clube três vezes em três anos

Vitor Pajaro
Do UOL, em São Paulo

No máximo em 15 dias, a brasileira Marta, considerada cinco vezes a melhor do mundo, definirá qual será o seu destino. Após a liga norte-americana decretar o cancelamento da temporada 2012, a jogadora terá que se desligar do Western NY Flash, mas já estuda pelo menos cinco propostas do futebol europeu.

LIGA NORTE-AMERICANA FECHA AS PORTAS

  • A liga feminina de futebol profissional dos EUA, a WPS, anunciou nesta segunda-feira o cancelamento da temporada 2012. A decisão é consequência de um problema judicial com o ex-dono da equipe de South Florida.

    "Acabamos desviando muitos recursos neste problema, mas é algo que precisamos resolver antes de retomarmos nossas atividades", afirmou Jennifer O'Sullivan, principal executiva da WPS.

Em contato com o UOL Esporte, o empresário da atleta, Fabiano Farah, revelou que o destino de Marta deve ser a Suécia, onde a atleta já atuou por cinco temporadas. “Estou conversando com quatro clubes da Suécia e um da Alemanha. Quatro destes fizeram propostas, mas existe uma tendência que ela vá mesmo para a Suécia. Até o meio de fevereiro teremos uma definição”, explicou.

Farah ainda lamentou a suspensão do campeonato e o fato de Marta não ter conseguido criar vínculos no futebol norte-americano, uma vez que em três anos no país, precisou trocar de clube três vezes. “Ela é uma nômade. Nos dois primeiros anos, os times fecharam as portas e, agora, que ela encontrou pessoas sérias, a liga foi cancelada. A Marta ficou triste”.

Apesar disso, o empresário espera definir a situação da melhor jogadora brasileira até o meio de fevereiro e crê em novo sucesso de Marta no futebol europeu. “Na Suécia, o campeonato é muito sério e competitivo. Existem quatro divisões, as empresas investem e os jogos passam em Tv aberta. O futebol feminino chega a ser mais popular do que o masculino”.

No futebol, Marta defendeu o Umea IK, quando foi campeã da Supercopa da Suécia e tetracampeã nacional, além do título da Copa da Uefa na temporada 2003/2004. Apesar do sucesso no clube, Farah confirmou que o Umea não é um dos times interessados na brasileira.

Marta
Marta
#dev_albumEmbed010('tagalbum','14364')

Vídeos de Esporte

Carregando vídeos

Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego