Busca BOL

Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

BOL Notícias

Efeitos de enchentes na Austrália podem durar semanas; 200 mil já foram atingidos

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

As fortes inundações que atingem o Estado de Queensland, no nordeste da Austrália, podem continuar causando transtornos à população por semanas ainda que a chuva dê uma trégua, estimou nesta segunda-feira a premiê do Estado, Anna Bligh.

"Dada a escala e o tamanho desse desastre, e o prospecto de que vamos ter chuvas potencialmente por mais duas semanas, vamos continuar a ter problemas com os quais lidar ao longo de janeiro", disse Bligh a jornalistas.

Daniel Munoz /Reuters
Exército australiano chega à cidade de Rockhampton, a mais atingida pelas chuvas que já mataram três
Exército australiano chega à cidade de Rockhampton, a mais atingida pelas chuvas que já mataram três


Segundo o governo, as inundações já mataram ao menos três pessoas e afetaram mais de 200 mil. O governo começou o envio de suprimentos à região.

A primeira-ministra do país reconheceu a "grande catástrofe natural" e prometeu ajuda financeira aos atingidos pelas cheias que já cobrem uma região equivalente ao tamanho da França e da Alemanha juntas.

"Esta é uma grande catástrofe natural, e a recuperação levará um tempo significativo. Quando as águas baixarem, descobriremos muitos danos, mas evidentemente vamos trabalhar com o governo do Estado [de Queensland] para reconstruir a infraestrutura local", disse nesta segunda-feira a primeira-ministra australiana, Julia Gillard.

MORTOS

Uma pessoa morreu após ter o veículo arrastado pelas águas no oeste da localidade de Emerald, no centro do Estado, informou o periódico local "Brisbane Times".

Já o corpo de outra vítima, um homem de 38 anos que desapareceu arrastado por uma enchente em Tannum Sands quando pescava a bordo de um barco, foi recuperado a 140 quilômetros ao sul da cidade de Rockhampton, uma das mais afetadas pelas enchentes.

A primeira morte pelas chuvas já tinha sido registrada no sábado (1º). Uma mulher de 41 anos foi arrastada pela correnteza no rio Leichhardt quando tentava atravessá-lo junto com outras oito pessoas que viajavam em dois automóveis.

A polícia conseguiu tirar do veículo preso na água sete membros do grupo --entre eles três crianças-- mas não a mulher, cujo corpo foi encontrado a dois quilômetros do lugar do acidente.

SUPRIMENTOS DE EMERGÊNCIA

As autoridades calculam em 200 mil o número de pessoas afetadas pelas súbitas cheias que inundaram 22 localidades rurais e deixaram debaixo da água uma região tão extensa quanto a França e a Alemanha juntas.

Nesta segunda, o Exército acionou uma operação para levar por avião alimentos e medicamentos para Rockhampton, cidade costeira de 75 mil habitantes que pode estar completamente isolada.

Mechielsen Lyndon/AFP
Enchente cobre a pista do aeroporto de Rockhampton, em Queensland; cidade desapareceu sob as águas
Enchente cobre a pista do aeroporto de Rockhampton, em Queensland; cidade desapareceu sob as águas


O aeroporto está fechado e as rodovias do sul e do oeste da cidade se encontram bloqueadas pelas inundações. O nível das águas deve continuar aumentando até quarta-feira, segundo as autoridades da cidade.

A primeira-ministra australiana Julia Gillard anunciou que serão repassados fundos de emergência para os setores mais prejudicados pelo desastre, em particular o dos agricultores.

PREVISÃO DE MAIS CHUVAS

Segundo Alistair Dawson, um alto dirigente da polícia de Queensland, as inundações podem durar ainda um mês, com alguns setores do nordeste sofrendo o risco de isolamento.

Em Bundaberg, no sudeste de Queensland, as operações de limpeza já começaram, mas outras cidades, como Theodore e Condamine, continuam desertas, pois os habitantes não foram autorizados a voltar para casa.

Torsten Blackwood/AFP - 31.dez.2010
Morador Scott Wogandt e eu filho, Mitchell Kayak, em rua inundada de Bundaberg; enchentes já afetam 200 mil
Morador Scott Wogandt e eu filho, Mitchell Kayak, em rua inundada de Bundaberg; enchentes já afetam 200 mil


Desde o final de novembro, dez pessoas morreram na Austrália por causa das chuvas torrenciais e inundações.

Os setores econômicos mais afetados são a agricultura e a mineração, e também o turismo e as pequenas empresas.

O mau tempo também provocou o desabamento parcial do teto de um cinema de Bathurst, oeste de Sydney, deixando 36 pessoas com ferimentos leves.

Enquete

Carregando enquete...
Computando seu voto...
Carregando resultado
  • 5779
  • simples
  • false
Publicidade

Emprego Certo

Procurar por emprego