23 atentados terroristas que abalaram o mundo em 2016

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/bol-listas/2016/12/02/23-atentados-terroristas-que-abalaram-o-mundo-em-2016.htm
  • totalImagens: 24
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20161202100000
    • BOL Listas [76492]; Retrospectiva 2016 do BOL [78249];
Fotos

O ano foi marcado pela brutalidade dos ataques do Estado Islâmico e suas ramificações. Houve ataques ligados ao grupo na Turquia, Burkina Faso, Bélgica, Estados Unidos, França, Iraque, Alemanha, Paquistão e Afeganistão. A organização Boko Haram também demonstrou sua crueldade ao assassinar dezenas de crianças na Nigéria. Reveja os ataques terroristas de 2016 em ordem cronológica Gregg Newton/AFP Mais

Istambul, Turquia: em 12 de janeiro, um atendado suicida a bomba matou 11 pessoas, todas estrangeiras. O autor pertencia ao grupo terrorista Estado Islâmico Reprodução/The Blaze Mais

Jacarta, Indonésia: sete explosões e tiroteios deixaram 17 mortos na capital da Indonésia em 14 de janeiro. Os autores usaram armas de fogo e granadas Reprodução/BulletinShell Mais

Ouagadougou, Burkina Faso: em 15 de janeiro, um grupo armado invadiu um restaurante fazendo dezenas de reféns. Durante troca de tiros dos invasores com as forças de segurança locais, 29 pessoas morreram e 20 ficaram feridas. A ação foi atribuída à organização terrorista Al Qaeda no Magrebe Islâmico Reprodução/BBC Mais

Charsadda, Paquistão: no dia 20 de janeiro, vários homens abriram fogo na Universidade Bacha Khan, na cidade de Charsadda. Pelo menos 20 pessoas foram mortas e mais 20 ficaram feridas Reprodução/Ahram Online Mais

Maiduguri, Nigéria: pelo menos 65 crianças foram queimadas vivas durante uma invasão a uma vila pelo grupo terrorista Boko Haram, em 31 de janeiro Reprodução/International Business Times Mais

Ancara, Turquia: em 17 de fevereiro, um carro-bomba explodiu perto de instalações militares turcas, causando a morte de 28 pessoas e deixando 61 feridos. O ataque foi atribuído a militantes curdos, mas nenhum grupo assumiu a autoria Reprodução/Crimes of Empire Mais

Bruxelas, Bélgica: três homens-bomba causaram a morte de 35 pessoas no aeroporto e no metrô da capital belga, na manhã de 22 de março. Cerca de 300 pessoas ficaram feridas. Os atentados foram reivindicados pelo grupo terrorista Estado Islâmico Reprodução/ABC News Mais

Orlando, Estados Unidos: um atirador abriu fogo dentro de uma casa noturna frequentada por gays em 12 de junho, matando 50 pessoas e ferindo 53. O autor era ligado ao grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante Reprodução/BellaNaija Mais

Magnanville, França: em 13 de junho, um policial e sua esposa foram esfaqueados em casa. O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo atentado Reprodução/The Times of Israel Mais

Bagdá, Iraque: em 3 de julho, ataques a bomba coordenados mataram 216 pessoas. O Estado Islâmico do Iraque e Levante assumiu a responsabilidade pelo ataque Reprodução/Dawn Mais

Nice, França: durante as comemorações do Dia da Bastilha, em 14 de julho, um caminhão avançou contra a multidão, matando 84 pessoas e ferindo outras 100. O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado Reprodução/ABC News Mais

Würzburg, Alemanha: um homem armado com um machado e uma faca feriu quatro passageiros de um trem no dia 18 de julho. O Estado Islâmico divulgou que o homem, um afegão de 17 anos, era um de seus combatentes Reprodução/BBC Mais

Munique, Alemanha: uma série de tiroteios dentro de um shopping center deixou, pelo menos, oito mortos e diversos feridos, em 22 de julho Reprodução/ABC News Mais

Ansbach, Alemanha: em 24 de julho, uma explosão em frente a um restaurante onde haveria um festival de música deixou um morto e 12 feridos. O autor era um refugiado sírio de 27 anos Reprodução/IBTimes Mais

Saint-Étienne-du-Rouvray, França: dois terroristas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante mataram um padre de 86 anos durante uma missa, em 26 de julho Reprodução/fox4kc Mais

Gaziantep, Turquia: um ataque suicida durante uma festa de casamento matou 53 pessoas, sendo 22 crianças, em 22 de agosto. O autor também era uma criança, segundo as autoridades, e teria sido comandado pelo Estado Islâmico Reprodução/International Business Times Mais

Peshawar, Paquistão: o grupo talibã Jamaat ul Ahrar reivindicou o ataque contra uma mesquita, que deixou 28 mortos e 31 feridos, em 17 de setembro Reprodução/BBC Mais

Sinai, Egito: ataque a um posto de controle do exército egípcio em 14 de outubro. Foram mortos 12 soldados do Egito e 15 militantes do Wilayat Sinai, ramo do Estado Islâmico Reprodução/Egyptian Streets Mais

Bagdá, Iraque: série de ataques, incluindo um homem-bomba, matou ao menos 46 pessoas e feriu 25, em 15 de outubro. O atentado suicida foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico Reprodução/VOA News Mais

Diyarbakir, Turquia: pelo menos oito pessoas morreram e 100 ficaram feridas em um atentado a bomba na principal cidade do sudeste da Turquia, em 4 de novembro. O ataque foi atribuído a movimentos curdos Reprodução/Trend Mais

Baluchistão, Paquistão: uma explosão no santuário Shah Noorani durante um ritual matou 45 pessoas e deixou mais de 100 feridas, em 12 de novembro. O Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo ataque Reprodução/Press TV Mais

Cabul, Afeganistão: pelo menos 28 pessoas morreram e 45 ficaram feridas em atentado suicida promovido pelo Estado Islâmico contra uma mesquita xiita, em 22 de novembro Reprodução/VOA News Mais

Hilla, Iraque: em 24 de novembro, a explosão de um caminhão-bomba matou 100 peregrinos xiitas que voltavam do Iraque para o Irã. O Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade em um comunicado pela internet Reprodução/VOA News Mais

Comente no Facebook