35 lugares e passeios interessantes para curtir suas férias na Espanha

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/bol-listas/2017/07/01/35-lugares-e-passeios-interessantes-para-curtir-suas-ferias-na-espanha.htm
  • totalImagens: 36
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20170701070000
    • BOL Listas [76492]; Espanha [5643];
Fotos

A Espanha é um país musical e gastronômico, onde os sabores e aromas dos temperos mediterrâneos se fundem com o flamenco, com as rumbas ciganas e com os artistas de rua. A arquitetura bem conservada desde o início do século 11 dão todo um charme especial à viagem, com construções romanas, góticas e árabes, sendo boa parte delas consideradas um patrimônio mundial pela UNESCO. Montagem/BOL Mais

1. A Plaza Mayor está localizada no centro de Madri, a poucos metros da Puerta del Sol, e é uma estrutura retangular, com 129 metros de comprimento e 29 metros de largura, com edifícios de três andares e 237 varandas. A arquitetura é do século 15. Antigamente, abrigava o mercado principal da cidade, e atualmente a zona conta com diversos bares, restaurantes e comércios Wikipedia Mais

2. O Museu do Prado, em Madri, é um dos mais importantes da Espanha e da humanidade, com obras de arte de pintores e escultores renomados, além de abrigar a maior coleção de Goya do mundo. Sua construção foi ordenada por Carlos 3º, porém só foi inaugurado por Fernando 7º Wikipedia Mais

3. O Museu Reina Sofía, em Madri, foi inaugurado em 1992 e é considerado o museu de arte moderna mais importante da Europa, abrigando coleções de arte do século 20 e obras renomadas de Pablo Picasso, Salvador Dalí, Miró, Tàpies, Kandinsky, entre outrao. A obra de maior destaque é o quadro "Guernica", do espanhol Pablo Picasso Wikipedia Mais

4. Na Puerta del Sol, em Madri, encontra-se o quilômetro zero das estradas espanholas e também o edifício "Casa de Correos", onde é realizada a contagem decrescente para a passagem de ano, a partir das badaladas do relógio em sua torre. A contagem é tão famosa que é televisionada desde 1962 pela TVE Wikipedia Mais

5. Templo de Debod, em Madri, é um templo egípcio que foi construído no século 4 pelo rei cuchita Adijalamani em reverência ao deus Amun. Há poucas décadas, o monumento se situava a 15 km ao sul de Assuão, no Egito, porém foi transferido para Madri pedra por pedra, reconstruído e restaurado, inclusive simulando uma atmosfera seca próxima do clima da região da Núbia. A visitação é gratuita, e o templo está localizado no Parque de la Montaña Wikipedia Mais

6. Mercado de San Miguel, ou "La Boquería", é o mercado central de Madri, onde estão localizados muitos bares, estandes de frutas, legumes, queijos, vinhos, especiarias, entre outros. Está localizado em uma região com ótimos restaurantes e comércio. Vale a pena fazer uma visita e levar para casa alguns doces e temperos mediterrâneos Wikipedia Mais

7. O Museu de Cera Espanhol, em Madri, é resultado de anos de pesquisa, seleção e reconstrução de cenários e personagens da história, cultura, esportes, ciências e cinema, em que colaboraram os melhores escultores, maquiadores, designers, decoradores e técnicos em iluminação. O museu abriga mais de 450 personagens, desde o general Franco até Fidel Castro Wikipedia Mais

8. O Zoo Aquarium está localizado na Casa de Campo, um grande parque florestal de Madri. É uma ótima atração para toda a família, já que o espaço conta com golfinhos, apresentação de aves exóticas, aquário e mais de seis mil animais de quinhentas espécies diferentes, que são criados em habitat natural Reprodução/Instagram @zoo_aquarium_Madri Mais

9. Quem gosta de uma boa cerveja acompanhada do melhor rock'n roll irá se sentir em casa no Hard Rock Café, de Madri. O bar localizado no Paseo de la Castellana possui um cardápio generoso de hambúrgueres e clássicos americanos, drinks variados, além de um ambiente todo decorado com cartazes de ídolos do rock, e instrumentos musicais Wikipedia Mais

10. A Gran Vía é uma das ruas principais da capital espanhola, Madri, começando na Calle Alcalá e terminando na Plaza de España. A avenida é um grande centro comercial, com cinemas luxuosos, teatros, e lojas de grifes internacionais, não deixando nada a desejar para quem busca um roteiro de compras Wikipedia Mais

11. A Catedral da Sagrada Família, em Barcelona, é um templo católico projetado por Antoni Gaudí, sendo considerado sua grande obra-prima e um expoente da arquitetura moderna catalã. O arquiteto iniciou o projeto em 1883, aos 31 anos de idade, e trabalhou nesta obra durante os seus últimos 40 anos de vida; a catedral tem a previsão de ser finalizada em 2026, no centenário de sua morte Wikipedia Mais

12. Parque Güell, Barcelona, está localizado no distrito de Gràcia e foi concebido por Güell e Gaudí, no começo do século 20, e possui uma beleza natural incomparável, além de um conjunto de obras que retratam a riqueza artística da época, com uma arquitetura de qualidade técnica, acabamentos e materiais surpreendentes Wikipedia Mais

13. Casa Milà, ou "La Pedrera", em Barcelona, foi encomendada por Roger Segimon de Milà e construída entre 1905 e 1907. A residência localizada no Passeig de Gràcia, número 92, no bairro Eixample é considerada um patrimônio mundial da UNESCO, juntamente com outras obras de Gaudí Wikipedia Mais

14. A Casa Batlló, em Barcelona, é um edifício modernista catalão situado no Passeig de Gràcia, número 43, e foi originalmente construído por Emilio Sala Cortés, em 1877, e comprado 26 anos depois por Josep Batlló Casanovas, que ao invés de demolir, contratou Gaudí para renovar o imóvel. A casa também é um patrimônio mundial da UNESCO e é aberta ao público Wikipedia Mais

15. Museu Nacional de Arte Catalunha, ou "MNAC", em Barcelona, está situado no Palácio Nacional, na colina de Montjuïc, e abriga uma das coleções catalãs mais importantes do mundo, desde o romantismo até a atualidade. Vale a pena visitar para conhecer mais sobre a arte, cultura e história de Barcelona Wikipedia Mais

16. Catedral de Santa Eulália, em Barcelona, é uma catedral gótica construída entre os séculos 8 e 15 sobre uma antiga igreja românica, que já havia sido edificada sobre outra da época visigoda, também construída sobre uma basílica paleocristã, cujos restos encontram-se no museu em seu subsolo. Já a fachada em estilo neogótico é do século 19 Wikipedia Mais

17. El Gòtic, ou "bairro gótico", é um dos quatro bairros localizados no distrito Ciutat Vella, centro histórico e núcleo mais antigo de Barcelona. As construções em estilo gótico são uma exposição de arte a céu aberto, que não passa despercebida por quem visita a cidade Wikipedia Mais

18. La Rambla, Barcelona. O nome "rambla" provém do árabe "ramla", que significa "leito de rio seco", e é um tipo de rua larga com grande movimentação de pedestres típica da Espanha, que geralmente possui um calçadão no centro, além de várias lojas, cafés, restaurantes, floriculturas e artistas de rua. A Rambla em Barcelona liga a Praça de Catalunha ao Porto Velho Wikipedia Mais

19. O Palácio da Música Catalã, em Barcelona, foi projetado pelo arquiteto barcelonês Lluís Domènech i Montaner e construído entre 1905 e 1908 para o "Orfeu Catalão". O auditório musical luxuoso foi financiado por industriais e amantes da música e tem uma beleza arquitetônica de tirar o fôlego Wikipedia Mais

20. O Poble Espanyol é uma cidade cenográfica em tamanho reduzido que reproduz as principais construções espanholas. Localizado próximo das fontes de Montjuïc, em Barcelona, a visitação é interessante para toda a família, pois além de desfrutar da arte, arquitetura e tradições do país, as instalações realísticas ensinam história de forma lúdica Wikipedia Mais

21. Que tal um passeio marítimo por Barcelona? "Las Golondrinas" são embarcações que saem diariamente em diversos horários e itinerários, diretamente do porto de Barcelona. Os passeios duram em torno de quarenta minutos e você ainda aprende sobre a logística e ecossistema marítimo, além de se encantar com as aves e animais marinhos que acompanham o barco Wikipedia Mais

22. O Museu Egípcio de Barcelona pertence à fundação arqueológica Clos, uma entidade que promove atividades culturais em torno da coleção arqueológica do Egito e da biblioteca de Jordi Clos. O espaço conta com mais de 1.100 peças e bibliografia especializada, além de diversas múmias, utensílios, itens dos faraós e máscaras mortuárias Wikipedia Mais

23. Museu Disseny Hub, ou "museu do Design", de Barcelona, conta com projetos nas áreas de cerâmica, têxtil, industrial e artes gráficas que mostram a evolução das artes decorativas até o design de moda, industrial e gráfico, possibilitando um estudo completo dos movimentos, e períodos históricos. É um passeio imperdível que mostra a evolução da humanidade como um todo Wikipedia Mais

24. O complexo de Alhambra é localizado na cidade de Granada, na região da Andaluzia, e é composto de um palácio e uma fortaleza alcazar, da Dinastia Nasrida. O Palácio de Carlos 5º foi erguido em 1527 e seu interior conta com uma decoração árabe de beleza estonteante, assim como o Generalife, uma área composta por jardins e fontes Wikipedia Mais

25. A Sierra Nevada, em Granada, é um maciço montanhoso de maior altitude da Europa, tendo seu topo chamado Mulhacén, com 3.482 metros de altitude. Em 1986 foi declarada reserva da biosfera pela UNESCO. A estação de esqui na Sierra Nevada funciona o ano inteiro e oferece atividades como esqui noturno, trenó, tobogã, observatório astronômico e conta com área de alimentação, hospedagem e spa Reprodução/sierranevada Mais

26. O Mirador de San Nicolás é um dos mirantes mais belos e alegres de Granada, com uma vista espetacular da Sierra Nevada, do castelo de Alhambra e Generalife. A área é composta por uma praça com exposição de artesanato local, igreja, restaurantes com gastronomia tradicional espanhola, músicos que tocam rumbas ciganas e uma costa de pedra utilizada para se sentar e apreciar a paisagem mágica Wikipedia Mais

27. O Palácio de La Madraza está localizado no centro da cidade de Granada, na Calle Oficios, em frente à Capela Real e próximo do Palácio Episcopal. Este local abrigou a primeira universidade de Granada, a UGR, inaugurada em 1349 pelo rei da Dinastia Nasrida Yusuf 1º. Apesar da fachada modesta, seu interior esconde um tesouro arquitetônico e salas ricamente decoradas e preservadas Wikipedia Mais

28. Parque Federico García Lorca encontra-se a dez minutos a pé do centro de Granada e tem uma extensão de 71.500m2, onde era a residência de verão do poeta Federico García Lorca. O local conta com jardins floridos belíssimos, área para crianças, área verde para banhos de sol e piquenique, além da casa-museu do poeta e loja de livros Wikipedia Mais

29. Roteiro de Tapas, em Granada. As "tapas" são pequenas porções de refeições oferecidas gratuitamente na compra de uma bebida, que custam em torno de 2 euros. Algumas zonas são famosas pelos bares de tapas, como por exemplo, o bairro La Chana, Calle Elvira (Paseo de los tristes), Plaza de Toros e Calle Navas. É uma excelente forma de se divertir como os espanhóis e ainda conhecer a variedade gastronômica Reprodução/gdamas Mais

30. O Bairro de Albayzín, de origem andaluza, está localizado em uma colina vizinha ao complexo de Alhambra, de 700m a 800m de altitude, em Granada, e possui diversos monumentos e construções nasridas e renascentistas, além de uma vista privilegiada do palácio, ótimos bares de tapas, lojas com produtos árabes, tendas de especiarias, banhos árabes, e shows de flamenco. Não deixe de visitar e conhecer o "Paseo de los tristes" Wikipedia Mais

31. Hammam Al Ándalus, ou "banho árabe", é o mais famoso dos banhos árabes da cidade de Granada e um local ideal para relaxar depois de um dia inteiro de passeio. Com arquitetura característica, chá, incenso, música árabe, piscinas quentes e mornas, sauna e massagem com azeite, você fará uma viagem sensorial e inesquecível ao passado Reprodução/weekendesk Mais

32. O Museu Fundação CAJAGRANADA, em Granada, mostra a diversidade natural, social e cultural da Andaluzia e proporciona ao visitante uma interação com os personagens históricos do passado. O local também possui exposições temporárias e permanentes e uma coleção que vai desde o século 16 até o século 21, destacando-se obras de Pablo Picasso, Tàpies, Andy Warhol, entre outros Reprodução/tinostone Mais

33. A Mesquita-Catedral, de Córdoba, é datada do século 10, quando Córdoba atingiu seu apogeu econômico, sob o governo do emir Abderramão 3º, um dos maiores governantes islâmicos, e foi consagrada como catedral em 1236, quando a cidade foi reconquistada. Sua arquitetura islâmica e cristã é bem interessante, vale a pena conhecer Wikipedia Mais

34. A Cidade das Artes e das Ciências, em Valência, é um complexo arquitetônico cultural e de entretenimento que possui cinema, planetário, museu interativo de ciências, galeria de arte contemporânea e casa de ópera, além do maior aquário oceanográfico da Europa, com 110.000 m2 e 42 milhões de litros de água Wikipedia Mais

35. A Catedral de Santiago de Compostela foi construída entre 1075 e 1128 em estilo românico e foram adicionados elementos góticos, renascentistas e barrocos à sua arquitetura em reformas posteriores. Seu interior abriga o túmulo do apóstolo Santiago Maior, padroeiro da Espanha, o que converteu a igreja no principal destino de peregrinação da Europa, conhecido como o Caminho de Santiago Wikipedia Mais

Comente no Facebook