27 lugares para visitar e se apaixonar por Floripa

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/bol-listas/2017/07/15/27-lugares-para-visitar-e-se-apaixonar-por-floripa.htm
  • totalImagens: 28
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20170715070000
    • BOL Listas [76492]; Florianópolis [5104]; Santa Catarina [5101];
Fotos

Florianópolis, a capital do Estado de Santa Catarina é apelidada de "Ilha da Magia", tanto pelas belezas naturais das suas 42 praias como também pelas lendas de pescadores, que envolvem bruxas e lobisomens. Com uma colonização açoriana, Florianópolis tem aproximadamente 500 mil habitantes, e é o segundo lar de muitos paulistas, argentinos, americanos e europeus, que já se encantaram pelos mistérios deste lugar. Wikipedia Mais

1. Santo Antônio de Lisboa - O bairro conserva uma arquitetura típica açoriana, com uma igreja notória e casas tombadas pelo patrimônio público. É uma ótima pedida para quem quer saborear frutos do mar fresquinhos e sabororos em restaurantes com deques à beira do mar e também conhecer um pouco mais da cultura local Wikipedia Mais

2. Passeio de barco na Costa da Lagoa da Conceição - Os barcos saem do terminal Cooperbarco, que fica junto à ponte que dá acesso à Avenida das Rendeiras, e saem a cada meia hora. Recomenda-se reservar um dia inteiro para o passeio, já que o itinerário possui diversas paradas em restaurantes à beira mar e áreas para mergulho. Vale muito a pena, pois o local é paradisíaco, e na volta você pode caminhar na avenida e conhecer as rendeiras de bilro Reprodução/tripadvisor Mais

3. Ilha do Campeche e Praia do Campeche - A ilha possui um grande valor arqueológico, e a visibilidade da água ultrapassa dez metros de profundidade; é permitida a visitação de até 770 pessoas por dia durante a temporada, de dezembro a fevereiro, entre as 9h e 17h. A praia é famosa pelo surfe e vários outros esportes, como bodyboard, kytesurf, caiaque e futevôlei . Você pode avistar baleias-francas no local entre julho e agosto Wikipedia Mais

4. Praia da Joaquina e Dunas da Joaquina - A Praia da Joaquina já foi sede de alguns campeonatos mundiais de surfe e é conhecida pelo "surfe sobre as dunas", ou sandboard. A Joaquina vai do final da praia do Campeche até a Ponta do Retiro Wikipedia Mais

5. Parque Ecológico João David Ferreira Lima (Horto) - O Horto do Córrego Grande é localizado na rua João Pio Duarte Silva e fica próximo ao final da avenida Beira Mar e UFSC. É uma área ideal para relaxar junto à natureza, fazer caminhadas, pique-niques, ou apreciar as belezas naturais e animais; há presença de saguis, coelhos, pássaros, patos e tartarugas. A visitação é permitida de terça-feira a domingo, das 7h30 às 19h, e a entrada é gratuita Reprodução/DEPEA /FLORAM/floramea Mais

6. Jurerê Internacional - O bairro nobre é localizado entre as praias de Canavieiras e do Forte e entre suas atrações estão as mansões de luxo sem muros, lembrando as típicas mansões americanas. A praia calma de águas mornas e a balada de alto padrão no Parador Internacional P12, que conta com uma vista espetacular, piscinas, tendas e pufes Reprodução/Panoramio/Bruno Vita Pintucci Mais

7. "Night" da Barra da Lagoa - A região da Barra da Lagoa contempla ótimos restaurantes de frutos do mar e realiza a festa da tainha por volta do mês de julho. Durante todo o ano esta área tem uma vida noturna rica e diversificada. Se você procura um point de paquera e entretenimento, não deixe de conhecer o Latitude 27, Casa de Noca, John Bull, Blues Velvet, General Lee, Santa Club Lounge e o pub Irlandês The Black Swan Reprodução/John Bull/Divulgação Mais

8. Lagoa do Peri - A Lagoa do Peri tem no máximo 11 metros de profundidade e está localizada a 24 quilômetros do Centro, próxima às praias da Armação e Pântano do Sul. Na região há também um parque com bar, lanchonete, mesas para pique-nique, churrasqueiras, estacionamento e brinquedos infantis, e também é possível realizar trilhas e caminhadas ecológicas Reprodução/viagemempauta/Eduardo Vessoni Mais

9. Praia Brava - A Praia Brava apresenta águas limpas e cristalinas, além de ótimas ondas para o surfe e bodyboarding. Ao seu noroeste está localizada a Praia dos Ingleses, que também merece uma visita pela beleza natural e registros históricos, pois conta com o Museu das Oficinas Líticas (inscrições nas pedras) e o Museu do Naufrágio Wikipedia Mais

10. Ciclovia da Avenida Beira Mar Norte - Você pode alugar bicicletas em frente ao Trapiche, das 8h às 21h, ou ainda tribikes em outra loja na mesma região, que são bicicletas para até quatro pessoas, a partir das 15h. A avenida possui 9.400 quilômetros de extensão, com paisagem marítima e urbana e vários deques de onde você pode apreciar a Ponte Hercílio Luz de outro ângulo Wikipedia Mais

11. Fortaleza de São José da Ponta Grossa - A fortaleza está localizada entre as praias do Forte e Jurerê, ao norte da Ilha, que fica cerca de 25km do Centro. Este Forte integrava as bases de defesa de Florianópolis no período colonial, e é composto por um harmonioso conjunto arquitetônico circulado por muralhas, que abrigam a Casa do Comandante, o Paiol de Pólvora, a Capela, entre outros Wikipedia Mais

12. Projeto TAMAR - O projeto TAMAR atua na busca pela preservação das tartarugas marinhas ameaçadas de extinção, minimizando os efeitos predatórios da pesca, e conta com uma infraestrutura que inclui cinco tanques de observação, museu, sala de vídeo e exposições, espaço infantil e loja. O espaço é aberto à visitação todos os dias, incluindo feriados, das 09h30 às 17h30, e está localizado na Praia da Barra da Lagoa Reprodução/abrilviagemeturismo/Divulgação Mais

13. Mercado Público Municipal - O Mercado Público é um edifício histórico, e um espaço de comércio e convivência que contempla lojas de alimentos, utensílios, roupas e artesanato. É um grande ponto de encontro de lazer e entretenimento para moradores e turistas, não deixe de visitar os restaurantes tradicionais BOX32 e Trapiche Bar. Confira a programação no site www.mercadopublicofloripa.com.br Wikipedia Mais

14. Praia da Galheta - A Praia de naturismo (não obrigatório) é acessível somente por trilhas de baixo grau de dificuldade, que começam na Praia Mole, ou canal da Barra da Lagoa. É uma das mais conhecidas do país, atraindo diversos tipos de frequentadores, naturistas, turistas, moradores, surfistas e curiosos. É um famoso ponto de encontro LGBT, onde a paquera rola solta na temporada Wikipedia Mais

15. Trilha Costa da Lagoa - A trilha apresenta trechos fáceis e planos, e o visitante passa por enseadas de águas calmas, sete vilas, e uma belíssima cachoeira. O ponto alto do passeio fica após a Ponta da Areia, onde é possível apreciar uma paisagem de tirar o fôlego, com a vista panorâmica das dunas da Joaquina, praia, e morro da Lagoa. Para retornar é possível pegar um barco da Praia do Sul até o centrinho da Lagoa Reprodução/mulhercatarina Mais

16. Centro histórico - A região da Praça XV de Novembro abrange o centro histórico com características arquitetônicas preservadas por lei, as principais ruas, a catedral e o Palácio Cruz e Souza. A praça possui pavimentação em mosaico com motivos do folclore ilhéu, monumentos que homenageiam heróis de guerra e a famosa Figueira Centenária. Diz a lenda que quem contorna a árvore atrai casamento e fortuna Wikipedia Mais

17. Palácio Cruz e Sousa - O antigo "Palácio Rosado" é a sede do Museu Histórico de Santa Catarina, ou "MHSC", que serviu como Palácio do Governo do Estado e foi palco de acontecimentos políticos. A arquitetura é impressionante, com escadarias em mármore, desenhos em gesso e machetaria com influência açoriana. A visitação é aberta de terça a sexta-feira, das 10h às 18h, e nos finais de semana até as 16h. Aos domingos, a entrada é grátis Wikipedia Mais

18. Centro Integrado de Cultura - O Centro Integrado de Cultura abriga o Teatro Ademir Rosa, o Museu de Arte de Santa Catarina, o Museu da Imagem e do Som, um cinema com 137 lugares, oficina de artes, um ateliê de conservação e restauração de bens, o Atecor, e ainda o Café Matisse Reprodução/deolhonailha/FCC Mais

19. Morro da Cruz - O Morro da Cruz é parada obrigatória para quem visita a Ilha. Com 285 metros de altura, é de fácil acesso e proporciona uma vista panorâmica das duas baías, das pontes Hercílio Luz, Colombo Salles e Pedro Ivo Campos, além do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, parte da costa leste de Floripa, e bairro da Trindade. Recomenda-se visitar no entardecer para aproveitar o pôr do Sol, ou à noite Wikipedia Mais

20. Parque Estadual do Rio Vermelho - O parque proporciona momentos de lazer e contato com a natureza, além de um trabalho de conscientização ambiental por meio de visitas guiadas. A trilha é aberta ao público de terça a domingo, das 10h às 17h. As visitas duram cerca de 30 minutos, com grupos de até 30 pessoas, e uma capacidade máxima de 650 pessoas por dia. É preciso agendamento prévio Wikipedia Mais

21. Parque Estadual da Serra do Tabuleiro - O parque possui três centros de visitação: a sede, às margens da BR-101, em Palhoça, o Centro Temático das Águas, em Imaruí, e o Centro Temático da Terra, em São Bonifácio. É possível observar uma fauna riquíssima com onças-pardas, tamanduás, macacos, tucanos, papagaios, e outros. A visitação é gratuita e aberta diariamente de quarta a domingo, das 13h às 18h, e fechado de 22 de dezembro a 09 de janeiro Reprodução/osoldiario/Felipe Carneiro/Agencia RBS Mais

22. Trilha e Cachoeira do Poção - A trilha está localizada no final da rua Sebastião Laurentino da Silva, à direita, no bairro Córrego Grande, logo após a última parada de ônibus. Seguindo a trilha aberta, cercada por árvores e pelo aqueoduto da Casan, chega-se ao Poção, uma piscina natural que comporta em média dez pessoas, e uma cachoeira com aproximadamente cinco metros de queda Reprodução/vibetrips Mais

23. Trilha Cachoeira da Solidão - A trilha fica logo após a ponte de madeira na Praia da Solidão, na direção da Praia do Saquinho. É só continuar subindo à direita por este caminho para chegar até a Cachoeira da Solidão. O local possui uma corda amarrada no galho da árvore para as pessoas se divertirem realizando saltos acrobáticos na água Reprodução/laismenin Mais

24. Projeto Lontra - O Projeto Lontra atua na recuperação, conservação e ampliação do conhecimento técnico sobre lontras e está localizado na Armação do Pântano do Sul, na rua Euclides João Alves. É possível visitar o antigo engenho de farinha, conhecer os animais órfãos, assistir a palestra educativa e realizar a trilha ecológica. As visitas duram e média 30 minutos, em dois períodos, das 8h às 10h, e das 16h às 18h Reprodução/Youtube/RICTV Record SC Mais

25. Ponte Hercílio Luz - A Ponte Hercílio Luz foi construída em 1922 com o objetivo de ligar a Ilha ao Continente, e é a maior ponte pênsil do Brasil, com 821 metros de comprimento, e possui o 132º maior vão pênsil do mundo. Existe um mirante situado na cabeceira da ponte, do outro lado da avenida Beira Mar, que proporciona uma das mais belas vistas panorâmicas desta maravilha arquitetônica, do Centro, e do Parque da Luz Wikipedia Mais

26. Trilha e Praia da Lagoinha do Leste - A Praia da Lagoinha do Leste está escondida entre os morros do Sul da Ilha e é acessível apenas por trilhas pesadas ou embarcações. O caminho mais curto é do Pântano do Sul, com início na rua Manoel Pedro Oliveira, uma pequena via à esquerda da SC 406, cerca de 400 metros antes da praia. Percorrendo a mata fechada por cerca de 40 minutos chega-se ao topo do morro, e depois é seguir a descida Reprodução/malucosporaventura Mais

27. Caminho de Santiago - A versão brasileira do Caminho de Santiago tem 21 quilômetros de extensão e fica entre Canasvieiras e Ingleses, com um percurso que dura de seis a sete horas de caminhada, e um nível de dificuldade de médio a alto. Os caminhantes podem obter a Credencial do Peregrino, cedida aos que percorrem o caminho até a cidade de Compostela, na Espanha, carimbando o passaporte brasileiro nos trechos regulamentados Reprodução/amigosdocaminho Mais

Comente no Facebook