Figurões perdem eleições em 2014

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/eleicoes/2014/10/27/figuroes-perdem-eleicoes-em-2014.htm
  • totalImagens: 27
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20141027182758
Fotos

Eduardo Suplicy (PT-SP) encerrou uma sequência de 24 anos consecutivos no Senado; Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) fica sem cargo pela primeira vez após 11 mandatos legislativos; o veterano Pedro Simon (PMDB-RS) perdeu a disputa no Congresso para um estreante na política; veja casos de figurões que não foram eleitos em 2014 Arte/UOL Mais

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP), 73, foi derrotado nas eleições do dia 5 por José Serra (PSDB-SP) após 24 anos de mandato no Congresso Nacional. Serra teve 11,1 milhões de votos (58,49% do total válido), contra 6,17 milhões do petista. Em seu primeiro discurso após a derrota, Suplicy afirmou ter encerrado a disputa com uma dívida de R$ 500 mil e disse que vai dar aulas, fazer palestras e até pensa em cantar "a sério" Joel Rodrigues/ Folhapress Mais

O atual presidente do PPS, Roberto Freire, não conseguiu se reeleger para a Câmara dos Deputados. Ele apoiou no âmbito presidencial a candidatura de Marina Silva (PSB) e, depois, a de Aécio Neves (PSDB) Kleyton Amorim/UOL Mais

O deputado Protógenes Queiroz (PCdoB-SP) é ex-delegado da Polícia Federal, comandou a Operação Satiagraha e não conseguiu se reeleger como deputado federal. Entre suas ações durante o mandato, ele entrou com pedido para reavaliação da classificação indicativa do filme 'Ted' (que não foi atendido) e acabou condenado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por quebra de sigilo durante sua atuação na PF (Polícia Federal) Lula Marques/Folhapress Mais

O deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP) não conseguiu um novo mandato para 2015. Líder do PT e do governo na Câmara Federal, integrou o comitê da reforma política, que acabou não indo para frente. Foi acusado de ter mantido relações com o doleiro Alberto Youssef, que detonou a Operação Lava Jato, e de estar envolvido em esquema de desvio de verbas dos cofres da Petrobras para o pagamento de propina. Ele nega Lula Marques/Folhapress Mais

Escolhido por Fernando Haddad para ser secretário municipal da Promoção da Igualdade Racial, o vereador Netinho de Paula (PCdoB-SP) deixou o cargo para se candidatar como deputado, mas não teve votos suficientes para se eleger. Ele ficou famoso como cantor da banda Negritude Júnior e por denúncias de agressões a mulheres Levi Bianco/Brazil Photo Press Mais

Candidato ao Senado pelo PT do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, 73, foi derrotado por Lasier Martins (PDT) na disputa. Advogado, o pedetista ficou famoso como comentarista de TV e obteve 37,4% dos votos válidos no Estado. Já Dutra tinha concordado em disputar o cargo para ajudar a alavancar a candidatura de Tarso Genro (PT) ao governo Emílio Pedroso/ Unidade Popular RS Mais

O senador Pedro Simon (PMDB-RS), 84, também foi derrotado por Lasier Martins (PDT) na disputa. Simon aceitou disputar o cargo quando Beto Albuquerque (PSB) se tornou vice na chapa de Marina Silva, após a morte de Eduardo Campos em um acidente de avião durante a campanha Geraldo Magela/Agência Senado Mais

A ex-senadora Heloísa Helena (PSOL), 52, foi derrotada na disputa por uma vaga no Senado por Alagoas pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB), 65, que foi reeleito no dia 5 de outubro para um mandato de mais oito anos. Após a derrota que sofreu na briga pela Presidência em 2006, ela resolveu se dedicar à vida pública em Alagoas, mas não conseguiu se eleger Antonio Gaudério/Folhapress Mais

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, ficou em terceiro lugar nas urnas (com 21,29% dos votos válidos) e nem chegou a ir para o segundo turno. Diferentemente de 2010, quando se manteve neutra na disputa entre José Serra e Dilma Rousseff, neste ano ela declarou apoio a Aécio Neves (PSDB) Fábio Braga/Folhapress Mais

Mesmo com 106.676 votos, o deputado federal paulistano e ex-prefeito de Piracicaba Mendes Thame (PSDB) não alcançou a reeleição e ficou de fora da Câmara de Deputados Divulgação Mais

O deputado federal Domingos Dutra (SD-MA), ao centro, não conseguiu se reeleger. Ele trocou o PT pelo Solidariedade por conta da aliança petista com a família Sarney e foi um dos articuladores para a criação da Rede Sustentabilidade, partido de Marina Silva (PSB) que acabou não sendo viabilizado. Em 1996, ele renunciou ao mandato de deputado para ser vice-prefeito de São Luís Alan Marques/Folhapress - 18.abr.2013 Mais

O deputado federal Angelo Vanhoni (PT-PR) não conseguiu se reeleger. Tendo a educação como uma de suas principais bandeiras, ele foi relator do Plano Nacional de Educação, que foi aprovado em 2014 após três anos e meio de discussões no Congresso Nacional Alexandra Martins/Ag. Câmara Mais

A deputada federal Iriny Lopes (PT-ES) não se reelegeu para a Câmara dos Deputados. A mineira já foi ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres em 2011 e ''bateu de frente'' com o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) por declarações polêmicas dele como presidente da Comissão de Direitos Humanos Pedro França - 1.jun.2011/Agência Câmara Mais

Filha mais velha de Joaquim Roriz, a deputada federal Jaqueline Roriz (PMN-DF) era candidata à reeleição, mas não conseguiu votos suficientes para um novo mandato no Congresso. Flagrada recebendo dinheiro de um esquema conhecido como mensalão do DEM, a parlamentar sofreu um processo de quebra de decoro no Conselho de Ética da Casa, que recomendou a perda de seu mandato. A penalidade, no entanto, não foi aprovada em plenário e a deputada manteve o cargo. Ela já foi condenada em outras ações por improbidade Sérgio Lima/Folhapress Mais

O deputado federal Pepe Vargas (PT-RS), que foi ministro do Desenvolvimento Agrário a partir de 2012, tentava se reeleger como deputado federal, mas não conseguiu. Filiado ao PT desde 1981, já exerceu dois mandatos na Câmara dos Deputados, além de ter sido prefeito de Caxias do Sul (RS) por duas vezes Agência Brasil Mais

Ex-ministro da Agricultura, o deputado federal Reinhold Stephanes (PSD-PR) tentou um novo mandato, mas não foi bem-sucedido Sergio Lima/Folha imagem Mais

O deputado federal Nilmário Miranda (PT-MG) não se elegeu. Ele já foi secretário de Direitos Humanos durante o governo Lula e é ativista dos direitos humanos em questões ligadas a disputas de terra e aos desaparecidos e torturados durante o regime militar Leonardo Prado - 28.mar.2012/Agência Câmara Mais

O deputado José Penna (PV-SP) tentou se eleger para um novo mandato como deputado federal, mas não teve sucesso Luiz Carlos Murauskas - 11 ago.2004/ Folha Imagem Mais

Iris de Araújo tentou um novo mandato como deputada federal pelo PMDB, mas não conseguiu. Casada com Iris Rezende, ela também já foi senadora por Goiás Sérgio Lima/Folhapress Mais

Parte da chamada 'bancada da bala', núcleo de políticos ligados à indústria de armas, ex-policiais e militares de modo geral, o vereador por São Paulo e ex-PM Conte Lopes (PTB-SP) não foi eleito deputado federal mesmo tendo conseguido 73.949 votos Divulgação Mais

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), foi derrotado por Robinson Faria (PSD) na eleição para governador do Rio Grande do Norte. É a primeira vez em 44 anos de vida política que Alves ficará sem mandato -- ele foi deputado federal por 11 legislaturas Frankie Marcone/Futura Press/Estadão Conteúdo Mais

Tarso Genro (PT) tentava a reeleição para o governo do Rio Grande do Sul, mas perdeu a disputa para José Ivo Sartori (PMDB). O peemedebista obteve 61,2% dos votos válidos contra 38,8% do atual governador Donaldo Hadlich/Frame/Estadão Conteúdo Mais

O deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) ficou apenas em terceiro lugar na disputa pelo governo do Rio de Janeiro. Luiz Fernando Pezão (PMDB) foi reeleito para o cargo Inácio Teixeira/Coperphoto Mais

O ex-governador José Roberto Arruda concorria novamente ao cargo executivo no Distrito Federal, mas foi barrado pelo Lei da Ficha Limpa e renunciou à candidatura. Jofran Frejat (PR), que era seu vice, passou a ser o candidato a governador e acabou perdendo a disputa no segundo turno para Rodrigo Rollemberg (PSB). A mulher do ex-governador, Flávia Arruda (PR-DF), era vice na chapa Pedro Ladeira/Folhapress Mais

O atual governador de Roraima, Chico Rodrigues (PSB), não conseguiu se reeleger no segundo turno das eleições estaduais. Com isso, sua concorrente, Suely Campos (PP), tornou-se a única governadora eleita do país. Suely obteve 54,85% dos votos válidos contra 45,15% de Chico Rodrigues Folha de Boa Vista/Charles Bispo Mais

O deputado estadual José Riva teve a candidatura a governador do Mato Grosso impedida pela Lei da Ficha Limpa. Em seu lugar, concorreu sua mulher, Janete Riva, que ficou apenas em terceiro na disputa. O governador eleito foi Pedro Taques (PDT) Divulgação Mais

Comente no Facebook