Confira atrações do Festival de Música e Dança dos Bálcãs em SP

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2014/03/21/confira-algumas-atracoes-do-festival-de-musica-e-danca-dos-balcas.htm
  • totalImagens: 17
  • fotoInicial: 10
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20140321140848
    • Guia UOL São Paulo [59659];
Fotos

Brasileira, a Orkestra Bandida é formada por músicos multi-instrumentistas, estudiosos e pesquisadores. A banda apresenta ao público a música cigana oriental, especialmente o Fasil, estilo desenvolvido pelos ciganos do oriente nas boates e cabarés, com instrumentos como alaúde, saz, clarinetes, flauta ney, kaval, violão manouche, rabeca, percussão oriental e contra-baixo acústico e elétrico. A Orkestra é formada por Mario Aphonso, Ian Nain, Juliano Abramovay, Felipe Gomide, Pedro Lobo, Francisco Mehmet e Bruno Duarte. A apresentação acontece dia 3 de maio, às 18h, com entrada gratuita e livre para todo o público. Guilherme Castoldi Mais

Liderada pelo músico búlgaro Martin Lazarov, a banda brasileira Bálkãn Neo apresenta uma mistura dos ritmos tradicionais do Leste Europeu - especialmente da Península dos Bálcãs - com a música instrumental brasileira. É formada por Martin Lazarov (oboé, corne inglês, piano e voz), Ricardo Zohyo Silva (contrabaixo, violino e tamburá), Emilio Martins (derbak, tupan e percussão étnica) e Manuel Falleiros (sax, flauta e dudúk). O show acontece dia 26 de abril, às 18h, com entrada gratuita e livre para todo o público. Conrado Secassi Agarelli Mais

Liderada pelo músico búlgaro Martin Lazarov, a banda brasileira Bálkãn Neo apresenta uma mistura dos ritmos tradicionais do Leste Europeu - especialmente da Península dos Bálcãs - com a música instrumental brasileira. É formada por Martin Lazarov (oboé, corne inglês, piano e voz), Ricardo Zohyo Silva (contrabaixo, violino e tamburá), Emilio Martins (derbak, tupan e percussão étnica) e Manuel Falleiros (sax, flauta e dudúk). O show acontece dia 26 de abril, às 18h, com entrada gratuita e livre para todo o público. Conrado Secassi Agarelli Mais

Liderada pelo músico búlgaro Martin Lazarov, a banda brasileira Bálkãn Neo apresenta uma mistura dos ritmos tradicionais do Leste Europeu - especialmente da Península dos Bálcãs - com a música instrumental brasileira. É formada por Martin Lazarov (oboé, corne inglês, piano e voz), Ricardo Zohyo Silva (contrabaixo, violino e tamburá), Emilio Martins (derbak, tupan e percussão étnica) e Manuel Falleiros (sax, flauta e dudúk). O show acontece dia 26 de abril, às 18h, com entrada gratuita e livre para todo o público. Conrado Secassi Agarelli Mais

Liderada pelo músico búlgaro Martin Lazarov, a banda brasileira Bálkãn Neo apresenta uma mistura dos ritmos tradicionais do Leste Europeu - especialmente da Península dos Bálcãs - com a música instrumental brasileira. É formada por Martin Lazarov (oboé, corne inglês, piano e voz), Ricardo Zohyo Silva (contrabaixo, violino e tamburá), Emilio Martins (derbak, tupan e percussão étnica) e Manuel Falleiros (sax, flauta e dudúk). O show acontece dia 26 de abril, às 18h, com entrada gratuita e livre para todo o público. Conrado Secassi Agarelli Mais

Liderada pelo músico búlgaro Martin Lazarov, a banda brasileira Bálkãn Neo apresenta uma mistura dos ritmos tradicionais do Leste Europeu - especialmente da Península dos Bálcãs - com a música instrumental brasileira. É formada por Martin Lazarov (oboé, corne inglês, piano e voz), Ricardo Zohyo Silva (contrabaixo, violino e tamburá), Emilio Martins (derbak, tupan e percussão étnica) e Manuel Falleiros (sax, flauta e dudúk). O show acontece dia 26 de abril, às 18h, com entrada gratuita e livre para todo o público. Conrado Secassi Agarelli Mais

A programação do festival conta também com workshops de dança circulares, com a participação de professores de diversos países como Grécia, Bulgária, Croácia, Sérvia e Turquia. As diferentes aulas ocorrem entre os dias 26 de abril e 4 de maio (consultar a programação), e saem por R$ 8 (comerciários), R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira). Haverá também uma Vivência em Danças Circulares, com participação gratuita, no dia 30 de abril, das 10h30 às 12h. Divulgação Mais

O turco Ahtmed Luleci é um conhecido coreógrafo e performer de música e dança turcas, que se apresenta com o Istanbul Quartet (TUR), na Festa dos Bálcãs, entre outros eventos do festival. A Festa dos Bálcãs ocorre dias 3 e 4 de maio, sábado, às 21h30, e domingo, às 18h30, na Choperia do Sesc Pompeia. Os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 20 (inteira). Divulgação Mais

O turco Ahtmed Luleci é um conhecido coreógrafo e performer de música e dança turcas, que se apresenta com o Istanbul Quartet (TUR), na Festa dos Bálcãs, entre outros eventos do festival. A Festa dos Bálcãs ocorre dias 3 e 4 de maio, sábado, às 21h30, e domingo, às 18h30, na Choperia do Sesc Pompeia. Os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$ 20 (inteira). Divulgação Mais

Mawaca, durante o último show no Sesc Pompeia. O grupo que pesquisa e interpreta músicas de diversas culturas apresenta o show do CD e DVD "Inquilinos do Mundo", recriando melodias e ritmos de povos nômades, refugiados, exilados e ciganos. A apresentação ocorre no dia 23 de abril, às 21h, no Teatro do Sesc Pompeia. os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Duração: 75 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Eduardo Vessoni Mais

Mawaca, durante o último show no Sesc Pompeia. O grupo que pesquisa e interpreta músicas de diversas culturas apresenta o show do CD e DVD "Inquilinos do Mundo", recriando melodias e ritmos de povos nômades, refugiados, exilados e ciganos. A apresentação ocorre no dia 23 de abril, às 21h, no Teatro do Sesc Pompeia. os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Duração: 75 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Eduardo Vessoni Mais

Mawaca, durante o último show no Sesc Pompeia. O grupo que pesquisa e interpreta músicas de diversas culturas apresenta o show do CD e DVD "Inquilinos do Mundo", recriando melodias e ritmos de povos nômades, refugiados, exilados e ciganos. A apresentação ocorre no dia 23 de abril, às 21h, no Teatro do Sesc Pompeia. os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Duração: 75 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Eduardo Vessoni Mais

Mawaca, durante o último show no Sesc Pompeia. O grupo que pesquisa e interpreta músicas de diversas culturas apresenta o show do CD e DVD "Inquilinos do Mundo", recriando melodias e ritmos de povos nômades, refugiados, exilados e ciganos. A apresentação ocorre no dia 23 de abril, às 21h, no Teatro do Sesc Pompeia. os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Duração: 75 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Eduardo Vessoni Mais

Mawaca, durante o último show no Sesc Pompeia. O grupo que pesquisa e interpreta músicas de diversas culturas apresenta o show do CD e DVD "Inquilinos do Mundo", recriando melodias e ritmos de povos nômades, refugiados, exilados e ciganos. A apresentação ocorre no dia 23 de abril, às 21h, no Teatro do Sesc Pompeia. os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Duração: 75 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Eduardo Vessoni Mais

Mawaca, durante o último show no Sesc Pompeia. O grupo que pesquisa e interpreta músicas de diversas culturas apresenta o show do CD e DVD "Inquilinos do Mundo", recriando melodias e ritmos de povos nômades, refugiados, exilados e ciganos. A apresentação ocorre no dia 23 de abril, às 21h, no Teatro do Sesc Pompeia. os ingressos custam R$ 4 (comerciários), R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Duração: 75 minutos. Recomendado para maiores de 12 anos. Eduardo Vessoni Mais

O grupo de metais com doze integrantes, Zlatne Uste (Lábios Dourados, na tradução do croata), é reconhecido internacionalmente pela qualidade de seu trabalho com a música dançante dos Bálcãs, principalmente as tradições da Sérvia, Macedônia, Bulgária e Romênia. A banda irá participar de diversas atrações da programação, como a Grande Festa dos Bálcãs, no dia 1º de maio, com Methorios (GRE), Izvor (BUL) e Istanbul Quartet (TUR). Divulgação Mais

O grupo de metais com doze integrantes, Zlatne Uste (Lábios Dourados, na tradução do croata), é reconhecido internacionalmente pela qualidade de seu trabalho com a música dançante dos Bálcãs, principalmente as tradições da Sérvia, Macedônia, Bulgária e Romênia. A banda irá participar de diversas atrações da programação, como a Grande Festa dos Bálcãs, no dia 1º de maio, com Methorios (GRE), Izvor (BUL) e Istanbul Quartet (TUR). Divulgação Mais

Comente no Facebook