Ostentação é coisa do passado, agora a moda é cantar funk 'ousadia'

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2015/02/25/ostentacao-e-coisa-do-passado-agora-a-moda-e-cantar-funk-ousadia.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20150225205836
    • Funk [5131];
Fotos

MC Bin Laden, MC 2K e MC Pikachu posam para foto na varanda da KL Produtora, na zona sul de São Paulo. Eles são três dos nomes mais famosos so funk paulistano, com centenas de milhares de seguidores em diferentes redes sociais. Simon Plestenjak/UOL Mais

'Eu acho é que São Paulo veio para profissionalizar o funk', conta MC 2K, de boné rosa na foto. 'E hoje todo mundo percebeu isso. Empresários que nunca trabalharam com funk estão trabalhando. E é por isso que estão surgindo tantos MCs cantando ousadia', diz. Simon Plestenjak/UOL Mais

'Hoje pra virar MC tem que entrar em alguma produtora', diz Matheus Sampaio, de 15 anos, que ganhou o apelido de Pikachu por causa do seu cabelo amarelo. Simon Plestenjak/UOL Mais

'Antes eu não tinha dinheiro para comprar uma bala. Hoje meus pais estão bem, eu estou comprando uma casa e vou casar', conta MC Bin Laden. Simon Plestenjak/UOL Mais

O autor de 'Lança de Coco' e 'Passinho do Faraó' conta que gosta mais do estilo 'proibidão'. '"Dizem que eu faço apologia, mas eu só canto o que eu vejo na rua', diz. Simon Plestenjak/UOL Mais

Perguntado se sua mãe ouve alguma de suas músicas, o cantor de 'Novinha Profissional' e 'Ela é Piranha', diz que não. 'Ela diz que confia em mim e, se esse é o meu trabalho, tudo bem', diz MC Pikachu, que gosta de estudar e quer entrar para a Aeronáutica. Simon Plestenjak/UOL Mais

'A ousadia sempre existiu no funk, mas quando o funk ostentação surgiu em São Paulo, ele trouxe um tipo de produção nova. E aí quando os paulistas resolveram misturar duas coisas, a ousadia com essa nova produção, tudo mudou.' Quem explica isso é Kaique Martins, o MC 2K, que foi um dos primeiros funkeiros a migrar da ostentação para a ousadia. Autor do sucesso 'Ziriguidum', o jovem de 22 anos e mais de 200 mil seguidores nas redes sociais faz parte de uma geração que tem dominado os palcos e a internet. Simon Plestenjak/UOL Mais

A casa da KL passa no momento por uma reforma em que serão construídos mais estúdios, salas de edição e até uma sala de imprensa. Na primeira semana de março, a produtora pretende lançar 250 clipes dos seus MCs - será a 'Semana Maluca'. Simon Plestenjak/UOL Mais

O empresário Emerson Martins, dono da KL produtora, cuida das redes sociais e decide quais roupas que os MCs vestirão e quais as cores que colocarão nos cabelos. E que ele mesmo que teve que interferir na vida escolar de suas estrelas mais jovens, Brinquedo e Pikachu, para conciliar os palcos e a sala de aula. Simon Plestenjak/UOL Mais

'Nós estamos tentando mostrar que o funk pode mudar', diz Emerson Martins, dono da produtora e responsável pelas carreiras dos funkeiros. 'Aqui nós trabalhamos a cabeça deles, oferecemos estúdio, academia e exigimos que eles fiquem na escola até terminar o ensino fundamental, pelo menos', diz. Simon Plestenjak/UOL Mais

Comente no Facebook