Roda de samba Maria Cursi, em São Mateus, zona leste de SP

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2016/05/30/roda-de-samba-maria-cursi-em-sao-mateus-zona-leste-de-sp.htm
  • totalImagens: 31
  • fotoInicial: 15
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160530223500
    • Centenário do Samba [77700]; Samba [5118]; Música [22797];
Fotos

O barracão do samba Maria Cursi é um lava rápido durante a semana. Nos finais de semana, o local dá espaço ao samba que agita e une a comunidade de São Mateus, na zona leste de São Paulo. Os encontros acontecem todo sábado, às 21h, com entrada gratuita Evelson de Freitas/BOL Mais

Vestido a caráter, o simpático Jair dá às boas-vindas a todos que entram no salão para acompanhar o samba Maria Cursi, na comunidade de São Mateus, na zona leste de São Paulo. Os homens são recebidos com uma ajeitada no chapéu e as mulheres ganham gentilezas e até beijinhos na mão Evelson de Freitas/BOL Mais

Emerson Cardoso, também conhecido como Madureira, toca tan tan em mais um dos sagrados encontros da roda de samba Maria Cursi na comunidade de São Mateus. Ele também garante sua participação no grupo como vocalista Evelson de Freitas/BOL Mais

Reinan Rocha Alves no comando do pandeiro na roda de samba Maria Cursi. O músico e compositor conta que, com as entradas gratuitas para ver o Maria Cursi de perto, a única cobrança que eles fazem é de respeito. "Prezamos por um local onde possam ir crianças, jovens e idosos e todo mundo ficar em paz" Evelson de Freitas/BOL Mais

Junior Costa faz a marcação ritmada e grave do surdo na roda de samba Maria Cursi, que não possui roteiro pré-determinado na escolha das músicas. As canções são tocadas de improviso em cada apresentação Evelson de Freitas/BOL Mais

O banjo da roda fica na responsabilidade e talento de Elton Matias de Castro, também conhecido como Tigrão. Ele tem 5 composições gravadas no CD "A Voz da Comunidade", que conta com composições dos integrantes do Maria Cursi e participações especiais como Leci Brandão, Wilson Sucena e as Velhas Guardas do Camisa Verde e Branco e da Nenê de Vila Matilde Evelson de Freitas/BOL Mais

Enzo Eduardo Alves, de 15 anos, acompanha e toca com a roda Maria Cursi, que preza em passar o conhecimento do samba entre as gerações da comunidade de São Mateus Evelson de Freitas/BOL Mais

Edgar Santos embala o samba Maria Cursi com a voz firme e o infalível cavaquinho. Em um dos momentos da apresentação, ele puxa o samba "Alguém Me Avisou", de Dona Ivone Lara: "Eu vim de lá, eu vim de lá pequenininho Mas eu vim de lá pequenininho/Alguém me avisou pra pisar nesse chão devagarinho" Evelson de Freitas/BOL Mais

Na voz e no pandeiro, Lindomar Aparecido (ao fundo) deixa a sua marca na roda de samba Maria Cursi Evelson de Freitas/BOL Mais

Na voz e no pandeiro, Lindomar Aparecido deixa a sua marca na roda de samba Maria Cursi Evelson de Freitas/BOL Mais

No violão, Julio Cesardasilva agita as batidas das músicas da roda de samba Maria Cursi. Ele é casado com Luciana da Costa, que conheceu em uma das rodas de samba realizadas pelo grupo Evelson de Freitas/BOL Mais

O instrumento chamado macumba é tocado por Roberto Alemão, que ajuda a completar o batuque da Maria Cursi. A roda de samba acontece todo sábado na comunidade de São Mateus, em São Paulo Evelson de Freitas/BOL Mais

Luciana da Costa foi a primeira pessoa do público a chegar para prestigiar o samba Maria Cursi. A moradora de São Mateus foi ver o marido, o violonista Julio, tocar de pertinho, além de caprichar nos passos pelo salão. Luciana conheceu o músico na roda de samba e eles estão casados há 6 anos Evelson de Freitas/BOL Mais

Luciana da Costa é uma das primeiras a arriscar passos de dança com um participante do samba durante a apresentação da roda Maria Cursi. No barracão, cada um dança como quiser: sozinho, colado ou apenas acompanhando a música na palma da mão Evelson de Freitas/BOL Mais

A roda de samba Maria Cursi está pronta para mais uma apresentação realizada aos sábados na comunidade de São Mateus. O time de músicos, em que muitos também são compositores, agita o público com sambas de raiz clássicos e canções próprias Evelson de Freitas/BOL Mais

Noel Rosa, Adoniran Barbosa, Zé Keti, Dona Ivone Lara, Zeca Pagodinho, Martinho da Vila estão entre os nomes relembrados em canções apresentadas pelo roda de samba Maria Cursi, na zona leste de São Paulo Evelson de Freitas/BOL Mais

Da esquerda para a direita na imagem, Junior (surdo), Enzo (percussão), Lidomar (pandeiro), Matias (banjo), Robertinho (macumba), Gabriel (cuíca), Madureira (tan tan), Julio (violão), Edgar (cavaquinho) e Reinan (pandeiro) Evelson de Freitas/BOL Mais

Nilton de Souza Bertolino, de 55 anos, curte de perto o samba ao lado dos músicos do Maria Cursi. "Essa é a melhor roda de samba de São Mateus. É todo sábado e é de graça e vejo meus amigos queridos aqui", conta o amante do samba Evelson de Freitas/BOL Mais

Os sambistas do Maria Cursi vão, aos poucos, integrando os jovens da comunidade para tocar samba com os adultos. "São eles que vão carregar a bandeira do samba para as gerações futuras quando não estivermos mais aqui", afirma o músico e vocalista do grupo Madureira Evelson de Freitas/BOL Mais

A criançada também está presente nos encontros do Maria Cursi Evelson de Freitas/BOL Mais

O samba embala o romance entre os jovens aos sábados à noite no bairro de São Mateus, na zona leste de São Paulo Evelson de Freitas/BOL Mais

Quando o samba invade o salão, é hora de dançar agarradinho... Evelson de Freitas/BOL Mais

Wilson Sucena, advogado, músico e morador de São Mateus, comemora seus 61 anos em meio à comunidade, que ele considera como a sua família, cantando a música "Os papéis", do célebre compositor Luiz Carlos da Vila: "Os papéis/Que eu varei noite pra escrever um samba/Foram dez ou foram mil, não deu para contar/Meu papel/Foi de um sem fé que removeu montanhas/E nos céu dos fiéis, o senhor de tamanha façanha" Evelson de Freitas/BOL Mais

Wilson Sucena conta que o samba faz a alegria "da gente", a qual ele também se inclui. "Eu tenho algum tempo de estrada como cantor e compositor, mas não paro de aprender com o Maria Cursi. O amor, a fidelidade, esses valores que a gente, às vezes, vai perdendo com o tempo como sambista. Eles vêm para dar um choque e me revigorar". Evelson de Freitas/BOL Mais

Paulinho "da bateria" acompanha o samba na voz, na palma e no sapateado. Frequentador assíduo da roda, ele conta que o samba é um movimento agregador: "O samba não faz diferença, não tem preconceito, aproxima os amigos brancos e negros, une os diferentes" Evelson de Freitas/BOL Mais

Um dos sambas relembrados pelo Maria Cursi foi "A Voz do Morro", de Zé Keti: "Eu sou o samba/A voz do morro sou eu mesmo sim senhor/Quero mostrar ao mundo que tenho valor/Eu sou o rei do terreiro/Eu sou o samba/Salve o samba, queremos samba/Essa melodia de um Brasil feliz" Evelson de Freitas/BOL Mais

"Aquela ideia que o povo tem de fora que aqui tem guerra e violência, pô, não tem nada disso, não. É um ambiente de comunhão. Aqui até dá casamento", conta Emerson Cardoso, também conhecido como Madureira, integrante do time dos sambistas do Maria Cursi Evelson de Freitas/BOL Mais

Gente de todas as idades frequenta o samba do Maria Cursi. Há 12 anos, a roda agita os moradores, e sábado é um dia sagrado em São Mateus, na zona leste de São Paulo. Não faltam música, alegria, samba no pé, no gogó e nas palmas da mão Evelson de Freitas/BOL Mais

Jovem entra no suingue da batucada da roda de samba Maria Cursi, que reúne amantes do samba e moradores de São Mateus, bairro da zona leste de São Paulo. Os encontros acontecem todos os sábados, às 21h Evelson de Freitas/BOL Mais

Um dos projetos culturais paralelos apoiados pelo Maria Cursi é o da turma de samba rock na comunidade, onde os alunos mais experientes ensinam os mais leigos e o conhecimento nunca cessa. A turma, cheia de gingado e habilidade, dá um show também nas apresentações do Maria Cursi, dançando samba e espalhando alegria pelo barracão Evelson de Freitas/BOL Mais

Um dos projetos culturais paralelos apoiados pelo Maria Cursi é o da turma de samba rock na comunidade, onde os alunos mais experientes ensinam os mais leigos e o conhecimento nunca cessa. A turma, cheia de gingado e habilidade, dá um show também nas apresentações do Maria Cursi, dançando samba e espalhando alegria pelo barracão Evelson de Freitas/BOL Mais

Comente no Facebook