Frida Kahlo, Alexander Calder e mais artistas ganham exposições em SP

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2016/08/31/frida-kahlo-alexander-calder-e-mais-artistas-ganham-exposicoes-em-sp.htm
  • totalImagens: 13
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20160831070000
    • Guia UOL [77759]; Guia UOL São Paulo [59659];
Fotos

Em cartaz no Masp, a exposição "A mão do povo brasileiro, 1969/2016", recupera as principais ideias da mostra homônima concebida e organizada por Lina Bo Bardi para a inauguração ao público do edifício do museu na avenida Paulista, em abril de 1969. Na ocasião, Bo Bardi encheu o 1º andar do museu com carrancas, ex-votos, santos, tecidos, peças de vestuário, mobiliário, ferramentas, utensílios de cozinha, instrumentos musicais, adornos, brinquedos, figuras religiosas, bem como pinturas e esculturas vindas de colecionadores e instituições de norte a sul do país. A nova mostra exibe 1 mil novos objetos, entre os quais 55 da primeira exibição. Divulgação Mais

Tema de um musical em cartaz na cidade, Cartola (1908-1980) também será o artista homenageado na nova Ocupação do Itaú Cultural, a partir desde sábado (17), numa celebração ao centenário do samba. A mostra apresenta o lado poeta, erudito e contemporâneo de Angenor de Oliveira, com curadoria da cantora Fabiana Cozza e de Nilcemar Nogueira, neta do sambista. Por meio de imagens, manuscritos e até poemas inéditos, é possível conhecer mais sobre a vida, a obra e o processo de criação do compositor, fundador da Mangueira, e também de Dona Zica, sua parceira na música e na vida. Divulgação Mais

Artista com uma das obras mais populares da atualidade, a mexicana Frida Kahlo (1907-1954) é tema de uma nova exposição na cidade, dividida entre os dois espaços culturais: no MIS e no Espaço Cultural Porto Seguro. "Frida Kahlo- Suas Fotos" é composta por retratos realizados por autores de destaque da história da fotografia e amigos pessoais de Frida, como Tina Modotti e de Edward Weston. No acervo, há ainda documentos, desenhos, cartas, presentes de outros artistas e imagens realizadas pelo pai da pintora, o fotógrafo Guillermo Kahlo. Um serviço gratuito de van transportará os visitantes entre os dois espaços e o ingressos dará acesso às duas partes da mostra. Divulgação Mais

O Itaú Cultural sedia a exposição "Calder e a Arte Brasileira", com 60 obras originais do artista, muitas nunca exibidas no Brasil, entre móbiles, guaches, maquetes, desenhos e óleos sobre tela, e também de outros artistas influenciados diretamente por ele. No total, são 32 obras do norte-americano e 28 de artistas brasileiros, como Palatinik, Lygia Clark, Lygia Pape, Helio Oiticica e também alguns contemporâneos, como Cão Guimarães e Rivane Neuenschwander. A entrada é franca. Alexander Calder / Coleção RIM, cortesia: Calder Foundation, New York / Art Resource, New York © 2016 Calder Foundation, New York / AUTVIS, Brasil Mais

Em cartaz na Pinacoteca de São Paulo, a exposição "Vanguarda brasileira dos anos 1960 - Coleção Roger Wright" reúne 80 obras realizadas entre as décadas de 1960 e 1970 no Brasil pelos artistas mais representativos da nova figuração, do teor político e da explosão colorida do pop. As obras do acervo da Associação Cultural Goivos, responsável pela Coleção Roger Wright, traz nomes como Wesley Duke Lee, Claudio Tozzi, Helio Oiticica, Antonio Dias (foto), Cildo Meireles, Nelson Leirner, Raymundo Colares, Rubens Gerchman, Carlos Zilio, entre outros. Divulgação Mais

A exposição "Last Folio - Preservando Memórias" chega à São Paulo depois de passar por locais como a sede da Comissão Europeia, em Bruxelas, e a sede das Nações Unidas, em Nova York. São 66 imagens (fotos e um documentário) realizadas pelo fotógrafo Yuri Dojc em uma escola judaica da Eslováquia que tinha permanecido fechada desde a II Guerra até ser reencontrada por ele e pela cineasta Katya Krausova. Em cartaz até 22 de outubro, com entrada franca, no espaço Unibes Cultural. Divulgação Mais

A Associação Cultural Videobrasil realiza a primeira exposição individual do artista libanês Akram Zaatari no Brasil, "Amanhã vai ficar tudo bem". Ocupando os 800 m² do Galpão VB, Zaatari, um dos principais artistas em atividade no Oriente Médio, mistura comunicação, política e relações afetivas, alguns dos principais temas de suas obras, em uma produção constituída por filmes, videoinstalações, fotos e textos. Os trabalhos sobre as transformações de seu país constroem um retrato do Líbano contemporâneo. Mais informações pelo site www.videobrasil.org.br. Divulgação Mais

A Casa Nova Arte e Cultura Contemporânea recebe a exposição "Ulla! Ulla! Ulla! Ulla! Marcianos, Intergalácticos e Humanos", mostra coletiva com curadoria de Jane de Almeida que apresenta obras com inspiração "alienígena" dos artistas David Medalla, Fernando Duval, Henrique Alvim Corrêa, Kiluanji Kia Henda e Olaf Breuning. Entre os destaques estão as obras do artista brasileiro Henrique Alvim Corrêa (1876-1910), criador das ilustrações de "Guerra dos Mundos", ficção e clássico do autor britânico H.G. Wells no qual relata a invasão de marcianos na Terra que completa neste ano 110 anos desde seu lançamento. Divulgação Mais

Em cartaz na Luis Maluf art gallery até 26 de setembro, a exposição "IN{nós}", do artista plástico paulistano Vinicius Parisi, usa a figura da mulher como meio para provocar, por meio de suas pinturas, uma imersão ao universo interior que existe em cada um. O resultado final é conseguido por meio de cortes, recortes, desenhos e intervenções digitais sobre uma imagem real, antes da sua execução final sobre o suporte (madeira). Divulgação Mais

O MAM exibe a mostra "O útero do mundo", que conta com cerca de 280 obras do acervo do museu que mostram a indomabilidade e as metamorfoses do corpo. Com curadoria de Veronica Stigger e baseada na ideia surrealista de compreender a histeria como forma de expressão artística, a exposição faz um elogio à loucura com trabalhos de diversos suportes feitos por artistas como Mira Schendel, Tunga, Cildo Meireles, Adriana Varejão, Vik Muniz, Flávio de Carvalho, Antonio Dias, Hudinilson Jr., Almir Mavignier, José Leonilson e outros. Divulgação Mais

O Museu de Arte Contemporânea da USP apresenta a exposição "Inventário: Arte Outra", com 34 trabalhos recentes e inéditos (telas, objetos e vídeo) do artista visual paulista Gustavo von Ha. As obras remetem a uma visualidade inscrita a partir do segundo pós-guerra, entre os anos 1950 e 1960, comumente denominada abstração expressiva ou gestual, pintura de ação, informalismo ou pintura matérica. Quase como um falsificador, von Ha se apropria de procedimentos, modos de fazer e mesmo da imagem de outros artistas, em trabalhos que evocam de Jackson Pollock (foto) a Alberto Burri. A entrada é gratuita. Divulgação Mais

Stela Barbieri e Fernando Vilela apresentam a exposição conjunta "Paisagens Gráficas", que reúne obras em diferentes linguagens - desenho, pintura, gravura, fotografia, livro de artista e colagens no Espaço Cultural Porto Seguro, com estreia no sábado (03) e entrada gratuita. O conjunto de trabalhos forma uma narrativa visual contínua ao construir uma linha de leitura ao longo de cerca de 50 metros de parede do espaço expositivo. Divulgação Mais

A exposição "Sacilotto - em ressonância" celebra a entrada de um amplo conjunto de obras do artista para o arquivo do IAC - Instituto de Arte Contemporânea. Esboços e projetos de Luiz Sacilotto dão, assim, continuidade ao projeto de expansão da instituição.O conjunto reúne desde desenhos e aquarelas juvenis ou da primeira maturidade do artista, ainda figurativos, até um grande número de projetos para pinturas e esculturas, algumas das mais célebres, além de numerosos estudos de cor. Divulgação Mais

Comente no Facebook