Instinto Selvagem, 25: Por trás da cruzada de pernas mais famosa do cinema

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2017/03/20/instinto-selvagem-25-por-tras-da-cruzada-de-pernas-mais-famosa-do-cinema.htm
  • totalImagens: 13
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20170320040000
    • Cinema [15195]; Entretenimento [22798];
Fotos

"Instinto Selvagem" (1992) completa 25 anos! O clássico erótico de 1992 dirigido por Paul Verhoeven será para sempre lembrado como o filme que fez Sharon Stone virar uma das maiores estrelas da época, graças à sua famosa cruzada de pernas. Conheça um pouco mais sobre os bastidores da cena! Reprodução Mais

De acordo com Sharon Stone, o diretor Paul Verhoeven pediu que ela tirasse a calcinha para a famosa cena com a justificativa de que a lingerie era muito brilhante e estava refletindo na câmera. Stone concordou, supondo que sua genitália não ficaria visível. Ela estava errada e o diretor, que planejou toda a situação, usou a cena de forma explícita Reprodução Mais

A famosa cena não estava no roteiro. Paul Verhoeven teve a ideia inspirada em uma memória da faculdade, quando uma mulher fez a mesma coisa numa festa, para deixá-lo sem graça. "Verhoeven decidiu que a cena seria mais divertida se Sharon não usasse calcinha. Em outras palavras, a cena mais memorável de um filme meu não foi ideia minha", escreveu o roteirista Joe Eszterhas em seu livro de memórias Reprodução Mais

Sharon Stone só descobriu que aparecia sem calcinha no filme durante uma exibição-teste, quando viu a cena na versão, sem cortes, como conhecemos hoje. Ela não ficou feliz, afinal o longa não contou com dublês de corpo Reprodução Mais

No fatídico momento do interrogatório, os atores ficam com aquela cara de animais sedentos, mas Sharon não precisou encarar os olhares! Na filmagem, eles não estavam na sala. Para fazer a cena em que vemos todos juntos, o diretor gravou três tomadas rápidas apenas com o elenco necessário e poucas pessoas no estúdio. O curioso é que as reações foram gravadas antes da cruzada de pernas Reprodução Mais

Para o interrogatório, Sharon Stone fez como se estivesse jogando um jogo e assim se sentiu menos desconfortável. Ela transformou a situação intimidante de estar no centro de uma sala, sozinha, sendo questionada por quatro homens, em algo divertido, revertendo a situação a seu favor Reprodução Mais

Irritada com o fato de estar claro para o público que estava sem calcinha e por ter mostrado mais do que o combinado com o diretor Paul Verhoeven, Sharon Stone teria pediu ao cineasta para retirar a cena na edição, mas não foi atendida. Sharon foi convencida a manter a cena quando Verhoeven afirmou que ela se tornaria icônica e poderia ser seu passaporte para a fama, o que de fato aconteceu Reprodução Mais

Na verdade, antes de ser convencida pelo diretor a manter a cena, a primeira reação de Sharon Stone ao ver o resultado final foi ir até a cabine onde estava Paul Verhoeven após a exibição teste e dar um tapa certeiro nele. A atriz ficou brava por ele não ter ao menos conversado com ela antes. No final das contas, a cena marcou a história do cinema e é uma das mais faladas até hoje Reprodução Mais

Stone admite que, no final, ela não estava com raiva da cena ter sido mantida, mas sim porque o diretor não cumpriu com sua palavra. Hoje, ela concorda que manteria a cena exatamente como a conhecemos Reprodução Mais

Mesmo antes de ser lançado, "Instinto Selvagem" foi alvo de muita controvérsia pela forma como a sexualidade seria retratada, sempre muito ligada à violência e opressão. Além disso, ativistas dos direitos LGBT criticaram o filme pela maneira como exibia relações homossexuais, sem falar da representação de uma mulher bissexual como uma psicopata assassina e narcisista Reprodução Mais

Pode parecer impossível, mas Sharon Stone, um símbolo sexual, não se sente tão atraente assim. A percepção de sua beleza melhorou depois da gravação do filme e da cruzada de pernas fatal, mas ela revelou que continua se sentindo a garota de roupas largas e óculos grandes que sempre foi Reprodução Mais

Uma coisa que pouca gente sabe é que Sharon Stone não se sentia confortável com Michael Douglas no set. E ele, que era contra sua escalação por ela ser desconhecida, sentia o mesmo em relação a ela. Entretanto, essa tensão funcionava bem para o suspense, revelou a atriz à Playboy. "O mistério de não conhecer o outro ajudava. É estranho, afinal agora tenho essa relação íntima com um estranho" Reprodução Mais

Apesar das polêmicas, o filme foi um sucesso de bilheteria e arrecadou US$ 352 milhões, valor alto para o início dos anos 1990, ainda mais por se tratar de um suspense erótico para maiores de 18 anos. O longa foi o quarto mais lucrativo do ano de 1992 no mundo, atrás apenas de "Esqueceram de Mim 2", "O Guarda-Costas" e "Alladdin" Reprodução Mais

Comente no Facebook