Todos os famosos acusados de assédio e abuso sexual (até agora)

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2017/11/06/todos-os-famosos-acusados-de-assedio-e-abuso-sexual-ate-agora.htm
  • totalImagens: 90
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20171106162550
    • Estilo de Vida [73845]; Transforma - Universa [78753];
Fotos

Kevin Spacey foi acusado de assédio sexual pelo ator Anthony Rapp, que tinha 14 à época. Desde 29 de outubro, data da denúncia, outros 11 sobreviventes denunciaram o vencedor do Oscar de maneira anônima ou pública por seus abusos. Entre eles estão o documentarista Tony Montana, o filho do diretor Richard Dreyfuss, o também ator Harry Dreyfuss, e Ari Behn, ex-genro do rei norueguês Haroldo V Getty Images Mais

O produtor Harvey Weinstein deu origem ao movimento de exposição dos abusos na indústria após uma matéria do "The New York Times" de outubro ter não só apontado famosas sobreviventes de seus crimes ? entre elas, Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow e Ashley Judd ?, mas também exposto pagamentos que Harvey fez por décadas pelo silêncio de algumas mulheres. Até então, são conhecidos nomes de 82 vítimas. Getty Images Mais

Ben Affleck apalpou os seios da atriz Hilarie Burton durante o programa da MTV TRL no início dos anos 2000. Quando um internauta relembrou o fato no Twitter, Hilarie disse que "não havia esquecido". Desde então, ele se desculpou. Getty Images Mais

Dustin Hoffman foi acusado pela escritora Anna Graham e pela atriz Kathryn Rossetter, à época, assistente de produção e atriz, de ter a assediado sexualmente ambas nos sets do filme "A Morte de um Caixeiro-Viajante" em 1985. A produtora Wendy Riss Gatsiounis disse à Variety em Novembro que Hoffman fez um comentário de teor sexual quando ela lhe propunha um trabalho Getty Images Mais

Steven Seagal foi acusado pela jornalista Lisa Guerrero e pelas atrizes Portia de Rossi e Julianna Margulies de assédio sexual. Julianna revelou que, quando ela tinha 23 anos, o ator teria marcado uma reunião para a leitura de um papel em um quarto de hotel e a assediado em posse de uma arma. Já a atriz Regina Simmons acusou Seagal de a ter estuprado quando ela tinha 18. Getty Images Mais

O ator de "That's 70s Show" e "The Ranch" foi acusado de estupro por, no mínimo três mulheres, no início dos anos 2000. Foram feitas denúncias formais à polícia de Los Angeles, mas, de acordo com uma apuração do jornal "The Los Angeles Times", pelo menos um dos inquéritos teria desaparecido devido à influência da Igreja da Cientologia, da qual Danny é membro. Getty Images Mais

Casey Affleck foi processado por abuso sexual em 2010 por Magdalena Gorka e Amanda White, duas assistentes de produção que trabalharam com ele no set de "Eu Ainda Estou Aqui", em 2008. Os casos foram resolvidos em acordo extra-judicial à época. O diretor Cameron Bossert iniciou uma petição online este mês para pedir que Casey seja banido da cerimônia do Oscar 2018 por causa de seus crimes. Getty Images Mais

Desde a primeira denúncia, em outubro - que reunia depoimentos na delegacia de 38 mulheres - a polícia de Beverly Hills investiga o diretor James Toback por assédio e abuso sexual de cerca de 300 mulheres dentro e fora da indústria. Entre as sobreviventes famosas que se manifestaram publicamente contra ele estão Rachel McAdams, Julianne Moore e Caterina Scorsone. Getty Images Mais

O diretor e produtor Brett Ratner, de "A Hora do Rush" e "X-Men", foi acusado por assédio sexual por 6 mulheres dentro da indústria, entre elas, a atriz Olivia Munn e a modelo Natasha Henstridge. Enquanto a primeira relatou que ele se masturbou na frente dela, a segunda contou que o diretor a forçou a fazer sexo oral nele no início dos anos 90. Ellen Page acusa Ratner de comportamento homofóbico Getty Images Mais

A atriz Carrie Stevens afirmou em seu Twitter que Oliver Stone a apalpou durante uma festa depois que o diretor postou uma defesa de Harvey Weinstein quando surgiram as primeiras denúncias de assédio contra o produtor. Getty Images Mais

O ator Jeremy Piven foi denunciado por assédio pela atriz Ariane Bellamar. No Twitter, ela escreveu: "Oi, Jeremy, lembra quando você me encurralou no seu trailer no set [da série] Entourage? Lembra quando você agarrou meus seios no sofá sem pedir? Lembra quando eu tentei sair e você me agarrou pela bunda, se olhou no espelho e disse que faríamos um casal lindo?". Ele nega as afirmações. Getty Images Mais

Amanda Segel, ex-produtora executiva da série "The Mist" acusou Bob Weinstein, irmão de Harvey, de assediá-la em uma entrevista ao site "Variety". Ela afirmou que ele a convidou para jantar repetidas vezes, mesmo depois de ter recusado e deixado claro que não desejava uma relação romântica. Bob só teria parado depois que ela ameaçou ? aos executivos da empresa ? deixar a série. Getty Images Mais

A ex-namorada do rapper R. Kelly afirmou, em uma entrevista à "Rolling Stone" que ele a abusava e a forçou a fazer sexo com outras mulheres repetidas vezes entre 2011 e 2013. Uma matéria publicada pelo Buzzfeed em julho alegou que R. Kelly tem um culto abusivo de seis mulheres. Através de um representante, o rapper disse que tudo o que aconteceu entre ele e a ex foi consensual. Getty Images Mais

George H.W. Bush foi acusado pela atriz Heather Lind de ter a apalpado e contado piadas inapropriadas enquanto posavam juntos para uma foto. O mesmo comportamento foi apontado por Roslyn Corrigan, à época uma estudante de 16 anos. Através de seu representante, o ex-presidente americano respondeu apenas ao primeiro caso, se desculpou e afirmou que se tratou de "uma tentativa de humor". Getty Images Mais

Em 12 de outubro, o chefe dos estúdios da Amazon, Roy Price, foi acusado de assédio sexual por Isa Hackett, produtora da sérire "Man in the High Castle". Ele foi suspenso pela empresa logo que a denúncia veio a público e pediu demissão desde então. Getty Images Mais

O mágico David Blaine foi acusado de estupro pela ex-namorada, a modelo Natasha Prince, em uma entrevista ao "The Daily Beast". A Scotland Yard está investigando o crime, que teria acontecido em 2004. Através de seu representante, o mágico negou a denúncia e disse que colaborará com a polícia. Getty Images Mais

O criador da série "The Loud House", da Nickelodeon, foi demitido pela emissora após 12 denúncias de assédio sexual de colegas de trabalho (algumas com quase uma década) se tornarem públicas. Em seu Facebook, ele disse que "está arrependido e envergonhado", e que hoje entende "o impacto de suas ações". Chris também afirmou que tem "profundo respeito" pelas mulheres "corajosas" que o denunciaram. Getty Images Mais

O jornalista Mark Halperin foi acusado de violência sexual por cerca de 12 mulheres durante sua gestão como diretor de política da ABC News. Entre as agressões estão: propostas sexuais, beijos, toque os seios e masturbação na frente delas. Ao divulgar suas desculpas, Mark Halperin confirmou que teve relações com mulheres com que trabalhou e disse que entende que seu comportamento é inapropriado. Getty Images Mais

No dia 24 de outubro, Alice Glass, ex-vocalista da "Crystal Castles" acusou o colega de banda Ethan Kath de abuso psicológico e sexual "desde que ela tinha 15 anos". Alice tem hoje 29. Em um post no seu blog, ela descreve que ele a drogava, embebedava e a estuprava. Ela disse ainda que este foi o motivo pelo qual deixou a banda em 2014. Getty Images Mais

O chef das celebridades John Besh foi acusado publicamente por assediar sexualmente 21 mulheres que trabalharam com ele em uma matéria publicada pelo jornal "The TImes Picayune", de Nova Orleans, no final de outubro. Desde então, John se afastou de sua própria empresa. Getty Images Mais

O relações públicas Kirt Webster foi acusado por um de seus ex-clientes, o músico country Austin Rick, de drogá-lo e estuprá-lo por diversos meses em 2008. Ele ainda disse que Kirt o ofereceu colunas em revistas em troca de atos sexuais e dinheiro para que se mantivesse em silêncio. Kirt afirma que sua relação com Rick era consensual, mas sua empresa "saiu do mercado", de acordo com o site. Getty Images Mais

De acordo com o "The Hollywood Reporter", o comediante Andy Dick foi demitido de seu último filme por assédio sexual no set. Dois anônimos disseram à publicação que ele costumava apalpar os genitais, beijar e lamber sem consentimento, além de fazer propostas sexuais a, pelo menos, quatro funcionários. Ele nega as acusações e diz que "tenta ser engraçado" em seus comentários, e não assediar. Getty Images Mais

O editor-chefe do jornal "The New Republic" foi acusado por múltiplas funcionárias de assédio sexual. Desde então, ele tirou uma licença, enquanto a empresa investiga o caso. Getty Images Mais

Rick Najera, diretor do programa "Diversity Comedy Showcase", da CBS, deixou a empresa na última semana por denúncia de assédio, afirma a "Variety". Em comunicado, a emissora declarou que estava ciente desde março e que tomou "medidas para remediar a situação". A atriz Rachel Bloom diz ao site que soube do comportamento do diretor e enviou um e-mail pedindo aos participantes que se manifestassem. Getty Images Mais

Andrew Kramer, executivo da Lionsgate, foi acusado de assédio sexual por uma ex-assistente. De acordo com o "The Hollywood Reporter", uma testemunha presenciou a violência no Festival de Cinema de Berlim, em fevereiro. A empresa afirma que Andrew foi demitido por causa de uma reestruturação, mas que a acusação "não ajudou". Até 2013, Andrew Kramer trabalhava na empresa de Harvey Weinstein. Getty Images Mais

Andy Signore, criador das séries "Screen Junkies" e "Honest Trailers" foi acusado de assédio e abuso sexual em outubro por cinco mulheres. Ele foi demitido pela Defy Media. Getty Images Mais

Elie Wiesel, autor vencedor do Nobel e ativista pelos direitos humanos falecido em 2016, foi acusado pela PhD em ciências da informação Jenny Listman de tê-la apalpado quando ela tinha 19 anos, em 1989. Getty Images Mais

Leon Wieseltier (à esquerda, ao lado do também acusado Elie Wiesel) é ex-editor do jornal "The New Republic" e foi acusado, assim como o editor-chefe Hamilton Fish V, de assédio sexual por diversas colegas de trabalho. Ele admitiu algumas das agressões em público e perdeu o financiamento da nova revista que lançaria. Getty Images Mais

Michael Oreskes, vice-presidente sênior de notícias da rádio "NPR", foi colocado em licença forçada desde as acusações de que ele assediou sexualmente duas mulheres quando trabalhou no "The New York Times" nos anos 90. De acordo com o jornal "The Washington Post", em ocasiões distintas, ele beijou repentinamente duas jornalistas que se aproximaram para conversar sobre trabalhar no jornal. Getty Images Mais

O diretor Roman Polanski, criminoso sexual condenado pela justiça americana desde os anos 70, foi acusado em 23 de outubro por Marianne Barnard, uma artista da Califórnia que afirmou ter sido molestada por ele em 1975, quando tinha 10 anos de idade. Ela contou ao jornal "The Sun" que ele também registrou parte dos abusos ao tirar fotografias dela em que estava nua na praia. Getty Images Mais

David Guillod, empresário e produtor de filmes como "Atômica" foi acusado pela atriz Jessica Barth de abuso sexual. Jessica se manifestou pela primeira vez sobre o assunto em 2012, mas David Guillod ameaçou processá-la se ela levasse a denúncia adiante. De acordo com o "The Hollywood Reporter", a atriz tem a intenção de ir à justiça desta vez. Getty Images Mais

O ator Terry Crews acusou no Twitter um executivo de alto-escalão de Hollywood como sendo o responsável por apalpá-lo nos genitais em uma festa no ano passado. Em seguida, a agência que representa o ator, WME, afastou o agente Adam Venit ? que, conforme apurado pela "Variety", seria mesmo o seu agressor. A investigação segue internamente. Getty Images Mais

Duas ex-colegas de trabalho denunciaram o correspondente do "E! News", Ken Baker, por assédio sexual de acordo o site "The Wrap" que também divulgou prints de mensagensque envolviam o jornalista. A primeira sobrevivente relatou que Baker pediu a ela que se sentasse em seu colo e a segunda afirmou que ele a beijou sem consentimento e fez demandas sexuais ao longo dos anos. Ele nega as acusações. Getty Images Mais

Em 20 de outubro, a vocalista da banda Jack Off Jill and Scarling, Jessicka Addams, escreveu no Facebook que foi estuprada e abusada por Twiggy Ramirez, baixista de Marilyn Manson, quando namoraram nos anos 90. Ela disse que demorou para denunciar porque foi avisada por sua gravadora que perderia shows e aparições em rádio para sua banda. Twiggy foi demitido por Marilyn Manson depois do relato. Getty Images Mais

Knight Landesman

Knight Landesman, publisher da revista Art Forum, sofre processo desde 26 de outubro por assediar sexualmente a funcionária Amanda Schmitt com apalpadas não consentidas, mensagens de conteúdo sexual, pedidos de massagens e punições em caso de rejeição. Um dia antes, o site ArtNet publicou histórias de ex-colegas de ambos os sexos assediados por ele por anos. Knight pediu demissão da publicação. Getty Images Mais

Robert Scoble, conhecido blogueiro de tecnologia no mercado americano que já escreveu para a revista "Fast Company" foi acusado de abuso sexual por uma colega, a jornalista de tecnologia Quinn Norton em um post na plataforma Medium. Ele negou as acusações em seu blog, mas deixou sua empresa de tecnologia e realidade aumentada após o escândalo, de acordo com o site especializado "The Verge". Reprodução/Facebook Mais

Lockhart Steele, diretor editorial da Vox Media, foi demitido de acordo com comunicado da empresa à "CNN" por ter admitido "se envolver em conduta inconsistente com os valores da empresa". A Vox também investiga as alegações feitas por um ex-funcionário, Eden Rohatensky, que acusa múltiplos ex-colegas de má conduta sexual. Reprodução/Facebook Mais

O guitarrista da Real Estate, Matt Mondanile, foi expulso da banda por causa de seu "tratamento inaceitável das mulheres", disseram os membros restantes aos sites de música "Spin" e "Pitchfork" no dia 13 de outubro. Três dias depois, ambas as publicações divulgaram relatos de sete mulheres diferentes agredidas pelo músico. Reprodução/Twitter Mais

O ator e ex-modelo Kevin Sorbo acusou o estilista Gianni Versace, morto em 1997, de assediá-lo em uma entrevista no "The Adam Carolla Show". Ele conta que, em uma ocasião em que estavam sozinhos, Versace ofereceu trabalhos para ele e deslizou a mão sobre sua perna. Quando Kevin rejeitou a oferta, ouviu do estilista: "Na vida, você deve transar com tudo: o cachorro o gato, o menino e a menina". Getty Images Mais

Tyler Grasham, agente de estrelas como o ator Finn Wolfhard de "Stranger Things", foi acusado de abuso sexual e sodomia pelo ator Tyler Cornell, que registrou a ocorrência na polícia de Los Angeles. Desde então, Tyler foi demitido por sua agência, a APA. Reprodução/Facebook Mais

A atriz Kristina Cohen relatou, em seu Facebook, que Ed Westwick a estuprou três anos atrás em uma festa. O ator, conhecido pela série "Gossip Girl", negou as acusações no Instagram e disse que não conhecia Kristina. Desde então, Ed foi acusado de estupro em circunstâncias semelhantes por outra atriz, Aurélie Wynn, e de assédio sexual pela produtora Rachel Eck. Getty Images Mais

O ex-segurança de Mariah Carey, Michael Anello, denunciou a cantora por assédio sexual e ameaça processá-la. De acordo com o "TMZ", Anello conta que a cantora praticava "atos sexuais na sua presença com a intenção de que ele visse" e a ofendia chamando-o de "nazista", "supremacista branco" e "membro da Ku Klux Klan". Getty Images Mais

Cinco mulheres denunciaram o comediante Louis C.K. por assédio sexual em uma reportagem publicada pelo "The New York Times" nesta quinta, 9. Entre elas estão as comediantes Dana Min Goodman e Julia Wolov, que relatam terem sido convidadas a ir ao quarto do comediante durante um evento em 2002. Lá, Louis teria ficado nu e se masturbado na frente delas. Getty Images Mais

O criador de "Mad Men" foi acusado de assédio por uma das roteiristas da série, Kater Gordon, demitida da equipe mesmo após vencer um Emmy em 2009. Na época, sua dispensa gerou questionamentos. À "Indiewire", ela afirmou que Matt Weiner pediu para vê-la nua e ela "congelou e tentou deixar pra lá", porque "não sabia que opções teria". A roteirista não conseguiu mais trabalho após o episódio. Getty Images Mais

O presidente da FIFA foi acusado de assédio sexual pela ex-goleira da seleção americana de futebol, Hope Solo, em novembro. Em entrevista ao jornal português "Tribuna Expresso", a atleta contou que o assédio aconteceu na cerimônia do Bola de Ouro em 2013. ?O Blatter apalpou minha bunda, mesmo antes de subir ao palco. É algo que se banalizou?, disse. Getty Images Mais

O produtor executivo das séries "Supergirl" e "Arrow" Andrew Kreisberg foi afastado pela Warner Bros. em novembro após 4 homens e 15 mulheres o denunciarem por assédio ao longo dos últimos anos à empresa. Os estúdios afirmam que investigam o caso internamente, enquanto Andrew nega as acusações. Getty Images Mais

O ex-modelo e ator Scott R. Brunton relatou ao "The Hollywood Reporter" ter sido assediado por George Takei, estrela lendária de "Jornada nas Estrelas" em sua casa em 1981. Segundo Scott, Takei lhe deu um drink forte que o fez perder a consciência temporariamente. Quando recobrou os sentidos, percebeu que George Takei havia tirado sua calça e apalpava seus genitais sobre a cueca. Takei nega. Getty Images Mais

O ator Tom Sizemore foi acusado pela equipe dos sets de "Mente Perigosa" (2003) de abusar de uma atriz de 11 anos. Hoje com 26 anos, a jovem afirmou ao "The Hollywood Reporter" que contratou um advogado para lidar com o caso na justiça, mas pediu para não ter seu nome divulgado. Seus representantes não quiseram comentar o caso à publicação. Getty Images Mais

Lars Von Trier: Depois que Björk reforçou sua denúncia de assédio contra o diretor com quem trabalhou em "Dançando no Escuro" (2000) 17 anos, outras nove mulheres relataram ao jornal "Politiken" casos de assédio e abuso dentro de seus estúdios, o Zentropa. Seu sócio, Peter Aalbæk Jensen, está entre os agressores apontados. Ele respondeu à publicação "que não se lembra" das situações relatadas. Getty Images Mais

Já acusado formalmente de assédio por um massagista em 2012, o John Travolta é alvo de outra denúncia de um profissional do ramo, de um hotel em Palm Springs. Em 2000, Travolta teria pedido ao rapaz de 21 anos que massageasse suas nádegas nuas e feito investidas sexuais. O massagista chamou a polícia ao local, de acordo com o RadarOnline, mas o ator deixou o hotel antes da chegada dos oficiais. Getty Images Mais

As atrizes de "One Tree Hill" Sophia Bush, Hilarie Burton e Bethany Joy Lenz escreveram uma carta acusando o produtor da série Mark Schwahn de assédio sexual e oferecendo apoio a roteirista Audrey Wauchope, que já o havia denunciado. De acordo com o texto, elas mesmas experimentaram violência por parte de Mark de alguma forma e algumas fazem tratamento por causa do trauma até hoje. Getty Images Mais

O ator Sylvester Stallone foi denunciado à polícia de Los Angeles em novembro por um abuso sexual acontecido em 1986. De acordo com o relato publicado pelo site "Deadline", a sobrevivente era uma adolescente à época. Ao início da noite em um hotel em Las Vegas, ela fez sexo consensualmente com o ator, mas, mais tarde, foi estuprada por ele e seu guarda-costas, Mike DeLuca. O ator nega a acusação. Getty Images Mais

O roteirista da série "Girls" Murray Miller foi acusado legalmente de abuso sexual pela atriz Aurora Perrineau em 17 de novembro. Ela teria 17 anos à época. Após Aurora se manifestar, Lena Dunham afirmou que Murray seria parte dos 3% dos casos denunciados erroneamente, descreditando seu relato. Desde então, foi amplamente criticada por ativistas por seu "feminismo branco de ocasião". Reprodução/Facebook Mais

Apresentador e jornalista renomado da tevê americana, Charlie Rose foi acusado de assédio sexual por oito mulheres que falaram ao jornal "The Washington Post" durante o mês de novembro. Os casos aconteceram entre 1990 e 2011 e envolvem toques inapropriados, nudez do apresentador além de ligações telefônicas constrangedoras para as mulheres. Getty Images Mais

O ator Jeffrey Tambor, da série "Transparent", foi cacusado de assédio sexual por sua ex-assistente, Van Barnes, e pela colega de elenco Trace Lysette, que interpreta Shea na trama da Amazon. Desde então, Jeffrey disse em comunicado à imprensa que sente muito que suas ações tenham sido "mal interpretadas" e que o ambiente nos sets tenha se tornado tão "politizado". Ele pediu demissão do elenco. Getty Images Mais

O apresentador de tevê Ryan Seacrest foi acusado de assédio sexual por uma figurinista de seu programa no canal E! com quem trabalhou há 10 anos. Ele, no entanto, afirma que está colaborando com as investigações, que a denúncia é "descuidada" e que sente muito se não a fez sentir respeitada. De acordo com o "The Hollywood Reporter", a figurinista teria pedido a Ryan dinheiro em troca de silêncio. Getty Images Mais

O produtor de hip hop Russell Simmons foi acusado de estupro pela modelo Keri Claussen Khalighi. O caso teria acontecido em 1991 quando, aos 17 anos, ela teria sido forçada por Russell a fazer sexo oral nele e, em seguida, penetrada sem seu consentimento. Brett Ratner, outro acusado desta lista, teria estado presente. Os dois já haviam sido denunciados por um crime semelhante em 2001. Getty Images Mais

O ex-presidente americano Bill Clinton estaria lidando com quatro novas acusações de violência sexual, de acordo com informações de seu biógrafo Edward Klein ao jornal "The Telegraph". Clinton negocia, segundo Klein, acordos financeiros para resolver os casos sem a necessidade de julgamento. Getty Images Mais

Nick Carter

Nem ex-Backstreet Boy, Nick Carter, saiu ileso. A cantora americana Melissa Schuman, ex-integrante do grupo Dream,acusou-o de estupro. Em seu blog pessoal, Melissa diz ter sido violentada em 2002, quando ela tinha 18 anos, e ele 22. Getty Images Mais

O presidente norte-americano Donald Trump foi acusado pela ex-âncora da Fox News Juliet Huddy de ter tentado beijá-la sem seu consentimento após um almoço de negócios, em 2005 Carlo Allegri/Reuters Mais

O diretor Paul Haggis foi acusado de abuso sexual por quatro mulheres, sendo que três delas apresentaram um processo civil nesta sexta-feira, 5 de janeiro, em Nova York. Em um artigo publicado pela Associated Press, Haggis nega as acusações. Além de vencer o Oscar pelo filme Crash ? No Limite, ele dirigiu "No Vale das Sombras" e "72 horas", além de escrever Cassino Royale e Quantum of Solace Getty Images Mais

Logo após aparecer com o pin da campanha anti-assédio "Time's Up" no Globo de Ouro, o ator James Franco foi acusado de assédio sexual por cinco atrizes, entre elas, Violet Paley. Ela afirma que ele empurrou sua cabeça contra seu pênis exposto dentro de um carro. Getty Images Mais

O ex-editor-chefe da Marvel, Stan Lee, foi acusado de assédio sexual pelas enfermeiras que cuidavam dele. Segundo relato das funcionárias, o quadrinista as tocava inapropriadamente e pedia que fizessem sexo oral nele durante o banho. A empresa terceirizada que as empregava afirmou ao jornal britânico "Daily Mail" que processará Stan Lee. Ele negou as acusações através de seu advogado. Getty Images Mais

Michael Douglas foi acusado por uma escritora que trabalhou para ele há 32 anos de assédio. Segundo o relato da ex-funcionária ao "The Hollywood Reporter", ele se masturbou na frente dela, a ofendeu, a despediu e a impediu que obtivesse outro emprego na indústria do cinema. O ator nega. Getty Images Mais

O ator norte-americano Johnathon Schaech acusou o cineasta italiano Franco Zeffirelli, de 94 anos, (foto) de abusá-lo sexualmente em 1993, durante as gravações do filme "Storia di una capinera" em relato à revista "People" em janeiro de 2018. Schaech conta que Zeffirelli tentou forçá-lo a fazer sexo oral. Getty Images Mais

O criador da série "Community", Dan Harmon, admitiu ter abusado sexualmente de uma das roteiristas da produção em um podcast em janeiro de 2018. "Eu continuei avançando em cima dela e comecei a odiá-la por não me retribuir. Eu disse coisas horríveis para ela, a tratei muito mal e sempre sabendo que eu era quem pagava seu salário e controlava seu futuro dentro da série", disse. Getty Images Mais

O fotógrafo de moda Bruce Weber é acusado, atualmente, de assédio sexual por 15 modelos e ex-modelos, que afirmaram ao jornal "The New York Times" que ele teria submetido os profissionais à "nudez desnecessária e comportamento sexual coercitivo". Getty Images Mais

O fotógrafo Mario Testino, referência no mundo da moda, foi acusado de assédio sexual por 13 pessoas em um artigo do "The New York Times" do dia 13 de janeiro. "Foi um predador sexual", afirmou Ryan Locke, modelo de sucesso da década de 1990. Ryan revelou que, durante uma sessão de fotos, Testino pediu a toda a equipe que saísse da sala para ficar sozinho com ele e, em seguida, o assediou. Getty Images Mais

O humorista Aziz Ansari foi acusado de assédio sexual por uma fotógrafa com quem saiu. Em uma série de mensagens de texto trocadas com o ator e divulgadas por ela no site "babe.net", ela manifesta o desconforto com os avanços dele, que teria ignorado suas negativas. Aziz Ansari se desculpou em público após a revelação do caso. No entanto, ele afirma que o ato sexual foi consensual. Getty Images Mais

O coordenador de dublês Joel Kramer foi acusado pela atriz Eliza Dushku de tê-la molestado quando ela tinha apenas 12 anos e filmava "True Lies". De acordo com o relato de Eliza, Joel conquistou a confiança de seus pais durante meses até que eventualmente ela se viu sozinha com ele ? ocasião em que Joel tirou a roupa e se esfregou na adolescente. Ele nega as acusações. Reprodução/Instagram Mais

O reconhecido médico da seleção feminina americana de ginástica olímpica, Larry Nassar, foi acusado por 140 mulheres ? entre elas, boa parte das atletas do país como Simone Biles e Gabby Douglas ? de abuso sexual. Em novembro de 2017, ele se declarou culpado pelos crimes de pornografia infantil e abuso sexual nos tribunais. Getty Images Mais

O cantor Seal é investigado pela polícia dos EUA por uma acusação de agressão sexual feita pela atriz Tracey Birsall, sua vizinha. Ela afirmou ao "TMZ" que, em 2016, se viu na cozinha da casa dele procurando um utensílio que havia emprestado, quando Seal avançou sobre ela, tentou beijá-la à força, agarrou seus seios, além de insinuar que ela "estava pedindo" por usar short e regata. O cantor nega. Getty Images Mais

Ross Levinsohn, CEO do jornal "Los Angeles Times", que expôs alguns dos casos violência sexual em Hollywood, enfrentou dois processos por assédio segundo a rádio "NPR". Os casos são de 2001 e 2006; em duas empresas diferentes. Ambas as acusações envolvem agressões verbais de Ross, que sugeriu que mulheres façam sexo para avançar na carreira e acintosamente tentou contato físico com uma delas. Getty Images Mais

O ilusionista David Copperfield foi acusado de abuso sexual pela modelo Brittney Lewis. À época, em 1988, ele teria drogado a jovem de 17 anos durante um encontro e a agredido, segundo o site "The Wrap". Em 2007, a modelo Lacey Carroll também acusou o mágico de assédio sexual. O FBI investigou o caso por dois anos, que foi encerrado sem explicação oficial. David nega ambas as acusações. Getty Images Mais

Agente das atrizes Halle Berry e Taraji P. Henson, Vincent Cirrincione foi acusado por nove mulheres, aspirantes a carreiras na indústria entretenimento, de assédio sexual. A denúncia foi feita pelo jornal "Washington Post" ? ao qual Vincent confirmou comportamento sexual inapropriado, porém desqualificou o assédio ao afirmar que nunca chantageou nenhuma cliente. Ele se desculpou. Getty Images Mais

O fundador da marca de moda "Guess", Paul Marciano, foi acusado pela modelo Kate Upton de assédio sexual através de um tuíte em 31 de janeiro de 2018. Kate afirmaria depois à "Time" que as violências aconteceram em diversas ocasiões e que, em um editorial de 2010, ele agarrou seus seios e tentou beijá-la à força. Getty Images Mais

O músico e medalhista olímpico de snowboard Shaun White foi acusado por Lena Zawaideh, sua ex-colega de banda, de assédio sexual. O processo terminou em acordo confidencial entre as partes em 2017 e, em fevereiro, o atleta pediu desculpas em público por ter chamado as acusações da baterista de fofoca. Ele diz que "cresceu como pessoa ao longo dos anos". Getty Images Mais

O autor da saga "Maze Runner" James Dashner foi acusado em fevereiro em um fórum online de discussão sobre literatura adolescente de assediar jovens autoras que procuram sua ajuda profissional. Seu empresário, Michael Bourret pediu demissão após as acusações, embora ou autor e sua editora, a Random House, ainda não terem se posicionado. Getty Images Mais

O autor de "13 Reasons Why" Jay Asher foi expulso da Sociedade de Autores e Ilustradores de Livros Infantis em fevereiro após um e-mail anônimo denunciá-lo por assedio sexual. O autor negou a acusação à "Associated Press", enquanto a Netflix garante que ele não está envolvido na produção da 2ª temporada da série, que não deve ser afetada. Divulgação/Netflix Mais

O fotógrafo Patrick Demarchelier é o principal nome citado pela exposé do jornal "The Boston Globe", publicada no dia 16 de fevereiro, que aponta mais de 25 profissionais da indústria de moda acusados de abuso e assédio sexual por mais de 50 modelos entrevistados. O fotógrafo nega, mas a Condé Nast, principal editora de publicações de moda internacionais, o removeu de sua lista de colaboradores. Getty Images Mais

O fotógrafo Greg Kadel é o outro nome citado pela exposé do "The Boston Globe", publicada no dia 16 de fevereiro, que aponta mais de 25 profissionais da indústria de moda acusados de abuso e assédio sexual por mais de 50 modelos entrevistados. O fotógrafo nega qualquer conduta inapropriada. Getty Images Mais

O fotógrafo Seth Sabal é o outro nome citado pela exposé do "The Boston Globe", publicada no dia 16 de fevereiro, que aponta mais de 25 profissionais da indústria de moda acusados de abuso e assédio sexual por mais de 50 modelos entrevistados. O fotógrafo nega as acusações. Reprodução/Twitter Mais

O fotógrafo brasileiro André Passos é o outro nome citado pelo "The Boston Globe", no dia 16 de fevereiro, que aponta mais de 25 profissionais da indústria de moda acusados de abuso e assédio sexual por mais de 50 modelos entrevistados. O fotógrafo negou as acusações e afirmou ao jornal ter sido absolvido do caso por um tribunal. O "Globe" não localizou documentos que provem sua inocência. Reprodução/Instagram Mais

O fotógrafo David Bellemere é mais um nome citado pela exposé do "The Boston Globe", publicada no dia 16 de fevereiro, que cita mais de 25 profissionais da indústria de moda acusados de abuso e assédio sexual por mais de 50 modelos entrevistados. O fotógrafo nega as acusações. Getty Images Mais

O stylist Karl Templer é mais um nome citado pela exposé do "The Boston Globe", publicada no dia 16 de fevereiro, que cita mais de 25 profissionais da indústria de moda acusados de abuso e assédio sexual por mais de 50 modelos entrevistados. Ele nega as acusações. Getty Images Mais

O ator Geoffrey Rush foi acusado no dia 19 de fevereiro de tocar de maneira inapropriada uma atriz em 2015. Tom Blackburn, advogado da sobrevivente, que não quis se identificar, afirmou no tribunal que o caso aconteceu durante cinco noites seguintes durante produção da peça "Rei Lear". Geoffrey negou as acusações através de seu advogado e garantiu o toque era pedido no roteiro. Getty Images Mais

A atriz Charlyne Yi afirmou que o cantor Marilyn Manson visitou os sets da série "House MD", na qual ela interpretava a Dra. Park, em 2012 e assediou o elenco, além de dirigir a ela uma ofensa racista, dizendo que ela parecia um "homem chinês". Getty Images Mais

O ator Gary Oldman foi acusado de abuso por sua ex-mulher, Donya Fiorentino, em 2001. A polícia investigou o caso, mas não fez nenhuma denúncia formal contra ele na época. Mãe de seus dois filhos, ela repetiu as acusações dias antes do Oscar, de onde Gary saiu vencedor. Depois que ela afirmou em público que um abusador havia levado a estatueta, um de seus filhos, Gulliver, negou as acusações. Getty Images Mais

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que organiza o Oscar, recebeu três denúncias de abuso sexual contra seu presidente, o cineasta John Bailey, na quarta, 15. A organização anunciou que o caso está sob investigação e que não citaria os nomes das sobreviventes para proteger as partes envolvidas. Getty Images Mais

O ator Fred Savage, conhecido como o Kevin Arnold de "Anos Incríveis" foi acusado de assédio sexual e agressão por uma figurinista da série The Grinder. Segundo o "TMZ", ela ainda relata que Fred teria criado um ambiente de trabalho hostil para ela e que chegou a agredi-la fisicamente, quando ela limpava o casaco dele. Ele nega as acusações. Getty Images Mais

Comente no Facebook