Além da cozinha, azulejos coloridos são atração em ambientes nobres da casa

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/entretenimento/2018/11/28/alem-da-cozinha-azulejos-coloridos-sao-atracao-em-ambientes-nobres-da-casa.htm
  • totalImagens: 20
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20181128040000
    • Casa e Decoração [75232]; Universa [73845]; Inspira - Universa [78754];
Fotos

Na varanda ao ar livre reformada pela Díptico Design de Interiores, os azulejos do artista mineiro Alexandre Mancini ganharam status de obra de arte. Juntas, as peças aplicadas num painel foram fixadas no muro dos fundos do terreno e se tornaram uma grande tela Evelyn Müller/Divulgação Mais

Quem chega nesta casa térrea em Rolim de Moura, RO, é surpreendido com o mural de azulejos (Lurca), que remete à obra de um artista brasileiro, Athos Bulcão. Ele traz uma referência modernista para o projeto do arquiteto Giordano Rogoski Marcus Camargo/Divulgação Mais

Nos fundos desta casa em Rondônia, Giordano Rogoski repetiu os mesmos azulejos coloridos da fachada principal, dando movimento a um dos blocos da construção. Na piscina, diversão da família, o arquiteto usou pastilhas de porcelanas azuis da Cerâmica Atlas Marcus Camargo/Divulgação Mais

Além de serem decorativos, os azulejos dão a sensação de modernidade e frescor à sala deste apartamento. Cada revestimento mede 20 x 20 cm e veio da Fundação Athos Bulcão, se tornando a atração do projeto do escritório René Fernandes Arquitetos Associados Divulgação Mais

Com criatividade e ousadia, a arquiteta Vanessa Carvalho Gesteira resolveu adotar os azulejos da coleção Bailarinas de Portinari (Cerâmica Portinari) no living. Os revestimentos cerâmicos de 17 x 17 cm formaram um lindo mosaico na parede e lembram uma obra de arte Divulgação Mais

Que azulejo na parede que nada! Os profissionais do escritório 1:1 Arquitetura:Design, de Brasília, usaram os revestimentos (Portobello) no tampo da mesa de jantar, agradando demais os moradores, que são colecionadores de arte. O móvel ajudou a compor o ar descolado da ala social Edgard César/Divulgação Mais

Totalmente renovado, o apartamento ficou mais colorido e moderno com as boas ideias da arquiteta Gisele Taranto, do Rio de Janeiro. Com os azulejos do Coletivo Muda, ela propôs um marcante painel para a sala de jantar André Nazareth/Divulgação Mais

Envolvidos pelo jardim vertical desta moradia no Rio de Janeiro, os azulejos trazem um toque de irreverência ao projeto do escritório In/Ex Arquitetura. Eles ainda demarcam a área dedicada ao chuveirão, propícia para os moradores se refrescarem nos dias quentes Divulgação Mais

No projeto da designer de interiores Katia Perrone, a parede de azulejos é o cartão de visitas da casa. Antes de subir as escadas para chegar à sala, os visitantes podem apreciar o painel com cerâmicas compradas na Fundação Athos Bulcão Lufe Gomes/Divulgação Mais

A copa mistura com equilíbrio os estilos contemporâneos e retrô, marcado pelo uso do revestimento hexagonal (Decortiles) e do charmoso frigobar. O cantinho do café projetado pelo Studio Deux Arquitetura ainda conta com um móvel verde, que compõe lindamente com o revestimento rosa Júlia Ribeiro/Divulgação Mais

Em busca de uma área gourmet despojada e, ao mesmo tempo, leve e acolhedora, a arquiteta Marilia Zimmermann criou um painel de azulejos (Cerâmica Portinari) com tons sóbrios acima da bancada. A paginação brinca com elementos geométricos e texturas Divulgação Mais

Com churrasqueira e forno de pizza, a varanda gourmet é o ponto de encontro da família. Para deixar o lugar prático, a designer de interiores Elaine Vilela sugeriu uma faixa de azulejos (Ibiza) que ocupa todo o frontão da pia, protegendo a área do contato com a água. Esse patchwork colorido também dá vida ao projeto Rafael Gap/Divulgação Mais

Pensado como um elemento de transição entre a sala e a cozinha, o painel de azulejos (Mica Azulejos) rouba a cena neste apartamento reformado pela arquiteta Michele Andrade, da Zark Studio Lab. Ele traz movimento à parede e contrasta com o painel da TV revestido de espelho Leila Viegas/Divulgação Mais

Para dar personalidade a área que integra toda a cozinha, os arquitetos Renato Andrade e Érika Mello, do escritório Andrade & Mello Arquitetura, desenharam os azulejos com tons de azul, branco e preto (executados pela Eliane). Mais do que forrar a parede principal, as peças seguem até a bancada de refeições rápidas, criando um bloco único Luis Gomes/Divulgação Mais

Aplicados de uma maneira inusitada, os azulejos não forram as paredes, mas a bancada do apartamento reformado pela Yamagata Arquitetura. Para a composição de cores suaves, Aldi Flosi garimpou as cerâmicas em um cemitério de azulejos Marco Antônio/Divulgação Mais

Embora o apartamento seja bastante clássico, a arquiteta Cris Paola conseguiu convencer os moradores a brincar com estampas e cores na varanda, trazendo harmonia e bem-estar. Os revestimentos cerâmicos, comprados em homecenter de construção, cobrem apenas a parede da churrasqueira Hamilton Penna/Divulgação Mais

O cantinho dedicado ao computador nesta casa no litoral paulista é demarcado pelas paredes forradas de azulejos azuis. Eles se repetem em outras partes da casa, como o hall de entrada. A boa ideia é da arquiteta Luciana Uras, do Studio ArquitetUras Luis Gomes/Divulgação Mais

A ideia da arquiteta Vanessa Back foi deixar o banheiro social com ar de lavabo. Por isso, ela recorreu ao porcelanato Távola (Cerâmica Portinari), que brinca com a ilusão de ótica. As peças de 60 x 60 cm interpretam com fidelidade o visual da madeira, oferecendo aconchego Divulgação Mais

Na varanda desta casa no Rio de Janeiro, todas as escolhas da arquiteta Gisele Taranto tinham que atender os desejos dos moradores colecionadores de arte. Por isso, a mesa de azulejos é uma obra criada pela brasileira Adriana Varejão, uma das mais importantes artistas plásticas contemporâneas. Denilson Machado/MCA Estúdio Divulgação Mais

Do chão até o teto, a arquiteta Ana Yoshida brincou com faixas de cerâmicas (Portinari) em cores diferentes. Primeiro, começou com quatro fileiras brancas, seguida de treze amarelas e, por fim, duas fileiras com peças cinzas. O conjunto trouxe alegria e descontração para a cozinha e a lavanderia. Evelyn Müller/Divulgação Mais

Comente no Facebook