Após reforma de R$ 11,4 milhões, Obelisco do Ibirapuera é reinaugurado

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/imagens-do-dia/2014/12/09/apos-reforma-de-r-114-milhoes-obelisco-do-ibirapuera-e-reinaugurado.htm
  • totalImagens: 10
  • fotoInicial: 1
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20141209170255
    • São Paulo [5106]; SP [5110];
    • Patrimônio histórico [74232]; Revolução de 1932 [55421];
Fotos

9.dez.2014 - Após passar 12 anos fechado à visitação pública e um ano e meio em reforma, o Obelisco do Parque Ibirapuera, mausoléu dos combatentes da Revolução de 32, é reinaugurado nesta terça-feira (9) em São Paulo. A parte épica do monumento é representada pelo obelisco de 72 metros de altura que ostenta, em suas quatro faces, grupos em alto-relevo e uma inscrição do poeta Guilherme de Almeida, numa ode em pedra aos combatentes de 1932 Edson Lopes Jr/A2AD Mais

9.dez.2014 - A outra parte do monumento reinaugurado é a cripta em forma de cruz, onde são encontrados quadros da Via Crucis, três capelas e 800 urnas funerárias que abrigam os restos mortais dos heróis, entre eles Mario Martins de Almeida, Euclides Miragaia, Dráusio Marcondes de Sousa e Antônio Camargo de Andrade, estudantes mortos durante a Revolução de 32 Edson Lopes Jr/A2AD Mais

9.dez.2014 - A reforma do Obelisco do Parque Ibirapuera, mausoléu dos combatentes da Revolução de 32, custou R$ 11,4 milhões ao governo do Estado de São Paulo. O processo de restauração e modernização foi desenvolvido com projetos de acessibilidade, acústica, prevenção, detecção e combate a incêndios, drenagem de água, pavimentação, paisagismo, além de obras relacionadas ao sistema hidráulico, elétrico e telefônico Dario Oliveira/Código 19/Estadão Conteúdo Mais

9.dez.2014 - A outra parte do monumento reinaugurado é a cripta em forma de cruz, onde são encontrados quadros da Via Crucis, 800 urnas funerárias que abrigam os restos mortais dos heróis e três capelas Dario Oliveira/Código 19/Estadão Conteúdo Mais

9.dez.2014 - A reforma do Obelisco do Parque Ibirapuera, mausoléu dos combatentes da Revolução de 32, custou R$ 11,4 milhões ao governo do Estado de São Paulo. O processo de restauração e modernização foi desenvolvido com projetos de acessibilidade, acústica, prevenção, detecção e combate a incêndios, drenagem de água, pavimentação, paisagismo, além de obras relacionadas ao sistema hidráulico, elétrico e telefônico Edson Lopes Jr/A2AD Mais

9.dez.2014 - Fiammetta Emendabili, filha do arquiteto e escultor Galileo Emendabili, idealizador do Obelisco do Parque Ibirapuera (mausoléu dos combatentes da Revolução Constitucionalista de 1932), participa da reinauguração da obra que é tombada como patrimônio histórico da capital e do Estado e guarda os restos mortais de combatentes da Revolução de 1932, dentre eles Martins, Miragaia, Drausio e Camargo (M.M.D.C) Leonardo Benassatto/ Futura Press/ Estadão Conteúdo Mais

9.dez.2014 - A parte épica do mausoléu dos combatentes da Revolução de 32 é representada pelo obelisco de 72 metros de altura que ostenta, em suas quatro faces, grupos em alto-relevo e uma inscrição do poeta Guilherme de Almeida, numa ode em pedra aos combatentes de 1932. "Aos épicos de julho de 32, que, fiéis cumpridores da sagrada promessa feita a seus maiores - os que moveram as terras e as gentes por sua força e fé - na lei puseram sua força e em São Paulo sua Fé." Edson Lopes Jr/A2AD Mais

9.dez.2014 - O interior do Obelisco do Parque Ibirapuera, mausoléu dos combatentes da Revolução Constitucionalista de 1932, tem forma de cruz, onde são encontrados quadros da Via Crucis, 800 urnas funerárias que abrigam os restos mortais dos heróis e três capelas Marcelo D. Sants/ Frame/ Estadão Conteúdo Mais

9.dez.2014 - O interior do Obelisco do Parque Ibirapuera, mausoléu dos combatentes da Revolução Constitucionalista de 1932, tem forma de cruz, onde são encontrados quadros da Via Crucis, 800 urnas funerárias que abrigam os restos mortais dos heróis e três capelas Marcelo D. Sants/ Frame/ Estadão Conteúdo Mais

9.dez.2014 - O Obelisco do Parque Ibirapuera, mausoléu dos combatentes da Revolução de 32, é tombado como patrimônio histórico da capital e do Estado e guarda os restos mortais de combatentes da Revolução de 1932, dentre eles Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo (M.M.D.C) Edson Lopes Jr/A2AD Mais

Comente no Facebook