Assalto ao Banco Central em Fortaleza em 2005 foi o maior no Brasil

Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://noticias.bol.uol.com.br/fotos/imagens-do-dia/2015/07/30/assalto-ao-banco-central-em-fortaleza-em-2005-foi-o-maior-no-brasil.htm
  • totalImagens: 24
  • fotoInicial: 4
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20150730060000
    • Fortaleza [5320]; CE [5315];
    • Assalto [31751]; Banco Central [9134]; crime [13287];
Fotos

Membro da Polícia Federal observa terra retirada do túnel pelos ladrões para efetuar o roubo no Banco Central de Fortaleza (CE) em 2005. O sistema de segurança interno usado para proteger o cofre-forte do Banco Central de Fortaleza, que guardava R$ 164 milhões, não gravava as imagens de dentro do local, apenas as exibia a um vigia, e não foi acionado o alarme Jarbas Oliveira/EFE Mais

Edifício do Banco Central, em Fortaleza (CE), de onde foram roubados mais de R$ 160 milhões em agosto de 2005. O crime foi possível por meio de um túnel de 200 metros, cavado pelos assaltantes, de uma casa até o cofre do BC Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

O edifício do Banco Central (à dir.) e em destaque o local onde foi cavado o túnel de 200 m, que possibilitou o roubo de mais de R$ 160 milhões do Banco Central em Fortaleza Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Túnel cavado por quadrilha para assaltar a sede do Banco Central em Fortaleza (CE) em 2005, levando mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Notas e armas apreendidas pela Polícia Federal na casa de Antonio Jussivan Alves dos Santos, o Alemão, em Brasília. Ele é o principal suspeito de ter articulado o furto de R$ 164 milhões do Banco Central em Fortaleza em 2005 Polícia Federal via AFP Mais

Os cinco homens presos pela Polícia Federal com uma parte do dinheiro roubado do Banco Central, na unidade de Fortaleza (CE). O assalto aconteceu em agosto de 2005, por meio de um túnel, por onde a quadrilha levou mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Policiais federais investigam casa que foi usada por assaltantes para cavarem um túnel até o prédio do Banco Central, em Fortaleza (CE), de onde foram roubados mais de R$ 160 milhões em 2005 Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Túnel cavado por quadrilha para assaltar a sede do Banco Central em Fortaleza (CE) em 2005, levando mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Dependências da casa usada pela quadrilha para cavar um túnel e assaltar a sede do Banco Central em Fortaleza (CE) em 2005, levando mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Túnel cavado por quadrilha para assaltar a sede do Banco Central em Fortaleza (CE) em 2005, levando mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Dependências da casa usada pela quadrilha para cavar um túnel e assaltar a sede do Banco Central em Fortaleza (CE) em 2005, levando mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Fachada da casa usada por assaltantes para cavarem um túnel até o prédio do Banco Central, em Fortaleza (CE), de onde foram roubados mais de R$ 160 milhões em 2005 Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Roupas espalhadas pelo banheiro da casa utilizada pelos ladrões para efetuar o roubo no Banco Central de Fortaleza (CE) em 2005. O sistema de segurança interno usado para proteger o cofre-forte do Banco Central de Fortaleza, que guardava mais de R$ 160 milhões, não gravava as imagens de dentro do local, apenas as exibia a um vigia que, ninguém explica até hoje por quê, não acionou o alarme Jarbas Oliveira/EFE Mais

Policiais federais na casa que pertenceria ao empresário José Charles Machado de Moraes, dono da JE Transportes, suspeito de envolvimento no furto de R$ 164,8 milhões no Banco Central em Fortaleza em 2005 LC Moreira/Folhapress Mais

Policial entra em casa vazia na periferia de Natal (RN). Ao tentar resgatar uma bola de futebol caída no quintal da casa, três adolescentes, de 13, 14 e 15 anos, e uma criança de quatro anos encontraram, na tarde de 29 de julho de 2006, uma bolsa com dinheiro furtado do Banco Central em Fortaleza (CE) em agosto de 2005. O furto foi o maior da história do país. Foram levados R$ 164,8 milhões da caixa-forte, por um túnel. O dinheiro estava em uma bolsa preta, num cômodo destrancado nos fundos da casa Paulo Francisco/Folhapress Mais

Local onde a polícia encontrou caixa de isopor com dinheiro na periferia de Natal (RN). Ao tentar resgatar uma bola de futebol caída no quintal da casa, três adolescentes, de 13, 14 e 15 anos, e uma criança de quatro anos encontraram, na tarde de 29 de julho de 2006, uma bolsa com dinheiro furtado do Banco Central em Fortaleza (CE) em agosto de 2005. O furto foi o maior da história do país. Foram levados R$ 164,8 milhões da caixa-forte, por um túnel. O dinheiro estava em uma bolsa preta, num cômodo destrancado nos fundos da casa Paulo Francisco/Folhapress Mais

Reprodução da foto de Davi Silvano da Silva, um dos cinco homens presos em 2005 pela Polícia Federal com uma parte do dinheiro roubado do Banco Central, na unidade de Fortaleza (CE). O assalto aconteceu em agosto daquele ano, por meio de um túnel, por onde a quadrilha levou mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Reprodução da foto de Marcos de França, um dos cinco homens presos em 2005 pela Polícia Federal com uma parte do dinheiro roubado do Banco Central, na unidade de Fortaleza (CE). O assalto aconteceu em agosto daquele ano, por meio de um túnel, por onde a quadrilha levou mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Reprodução da foto de Marcos Ribeiro Suppi, um dos cinco homens presos em 2005 pela Polícia Federal com uma parte do dinheiro roubado do Banco Central, na unidade de Fortaleza (CE). O assalto aconteceu em agosto daquele ano, por meio de um túnel, por onde a quadrilha levou mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Reprodução da foto de Antônio Edimar Bezerra, um dos cinco homens presos em 2005 pela Polícia Federal com uma parte do dinheiro roubado do Banco Central, na unidade de Fortaleza (CE). O assalto aconteceu em agosto daquele ano, por meio de um túnel, por onde a quadrilha levou mais de R$ 160 milhões Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Imagem tirada do circuito interno de câmeras do aeroporto do Fortaleza (CE). Nas imagens, estão suspeitos de participar do furto ao Banco Central, quando embarcavam, inclusive com mulheres e filhos, para São Paulo. Foram roubados R$ 164,8 milhões em 2005 Reprodução Mais

A Polícia Federal prendeu 28 bandidos e impediu um furto às sedes do Banrisul e da Caixa Econômica Federal em Porto Alegre em 2006. Segundo a PF, a quadrilha responsável pela ação é a mesma que furtou mais de R$ 160 milhões da sede do Banco Central de Fortaleza (CE), em 2005 Arivaldo Chaves/Agência RBS Mais

Homem fotografa casa alugada na rua 25 de Março por bandidos para construir túnel até o Banco Central de Fortaleza, no Ceará. O assalto foi realizado em 2005 e curiosos ainda vão até o local para fotografar a casa onde os ladrões desenvolveram o plano Jarbas Oliveira/Folhapress Mais

Antônio Celso dos Santos, delegado da Polícia Federal que presidiu durante cinco anos as investigações do assalto ao Banco Central em Fortaleza ocorrido em 2005 27.abr.2004 - Lula Marques/Folha Imagem Mais

Comente no Facebook